Pompoarismo

Além de melhorar o sexo, técnica traz benefícios para a saúde
por admin

Atenção: Esta matéria contém teor sexual e é imprópria para menores de 18 anos.

Regina Racco, professora de ginástica íntima, também é autora de livros sobre o tema pompoarismo, sexualidade e dieta sem glúten. Com um amplo conhecimento no assunto, de mais de 40 anos, ela nos explica sobre a técnica que promete treinar a musculatura vaginal.

“Ao longo dos anos, acabei por criar um método que é o pompoarismo, porém facilitado por meio de uma ginástica especial que faz com que a aluna vença sua natural dificuldade em perceber o canal vaginal”, conta. De acordo com Regina, após realizar as atividades desse método a pessoa aprende a treinar a musculatura e tem resultados mais rápidos. “Para isso, utilizo com elas as posturas com contrações e acessórios especiais, como o colar tailandês, as bolas tailandês, um bastão especialmente desenvolvido para o treinamento e exclusivo do meu método e as bolas ben-wa”, diz.

Leia também:

Sexo anal sem dor é possível para a mulher

Conheça as 7 posições sexuais que mais estimulam o prazer

Guia do pênis: entenda como ele funciona e dê mais prazer ao parceiro

Especialistas indicam o que desanima os homens no sexo

Engana-se quem pensa que essa técnica é apenas para melhorar o sexo. Ela vai muito além disso, trazendo benefícios para a saúde da mulher. “O treinamento aumenta o tônus muscular na região genital; ajuda em problemas como incontinência urinária e fecal; no prolapso uterino; em algumas infecções reincidentes; prepara o canal para o parto; contribui na recuperação pós-parto; combate o ressecamento vaginal, verdadeiro vilão para a pós-menopausa; aumenta a libido e facilita os orgasmos”, explica a professora de ginástica íntima.

Grande aliado para o prazer dos homens e mulheres, o pompoarismo ajuda, sim, no aumento do prazer na relação sexual. Regina explica que “as mulheres tem seu prazer garantido e ampliado pelo aumento natural do tônus muscular e da libido. Para os homens, a sensação se torna mais intensa. Dessa forma, o sexo se torna fantástico para os dois”.

Regina comenta sobre os cursos relacionados ao tema que ministra. “Tão logo a aluna inicia o treinamento, sua percepção do canal aumenta consideravelmente, facilitando todo o processo”, diz. Ela comenta que as mulheres colocam logo em prática os exercícios que aprendem. “Varia de mulher para mulher, mas normalmente os exercícios posturais somados às contrações apresentam resultados rápidos. Todas as alunas, independentemente da idade, conseguem mensurar os primeiros efeitos significativos já ao término dos primeiros quinze dias. Já a força muscular se torna mais intensa a partir do segundo mês, aumentando ainda mais a cada mês treinado”, conta.

Dizem por aí que a prática do pompoarismo pelas mulheres as deixam com uma aparência jovial. Regina concorda com essa afirmação e explica que a mulher que treina a ginástica íntima se torna mais ativa, tem um aumento na liberação de endorfinas e melhora de sua disposição em geral. “Recebo constantemente e-mails de alunas que relatam, em paralelo aos efeitos esperados na força muscular e no prazer, maior disposição para se exercitarem além de estarem mais interessadas em cultivar hábitos de beleza e saúde, tornando-as mulheres muito mais atraentes”, conta.

Sabia que também há o pompoarismo para os homens? Regina conta que para eles a técnica é eficaz, principalmente, para problemas como a ejaculação precoce. “O homem que treina deseja ampliar seu tempo de controle entre o ponto zero de excitação até a ejaculação, mas muitos são surpreendidos com um bônus. O treinamento pode levar o aluno a dissociar orgasmo da ejaculação e assim, ele é capaz de ter muito mais prazer na relação e ejacular apenas se desejar”, conta.

Leia também:

Danças sensuais: conheça técnicas e movimentos que deixam os homens loucos

Enlouquecendo o seu amor: o que os homens gostam ou não na hora H

Chegue ao orgasmo: sexóloga sugere posições para ter o máximo de prazer

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments