Libido sexual e pílula anticoncepcional

Pesquisa mostra que perda do desejo pode estar relacionada a outros fatores

por Redação

Pílulas anticoncepcionais causam queda da libido sexual? Muitas mulheres já passaram por essa situação e a dúvida é recorrente nos consultórios ginecológicos. Mas uma pesquisa realizada pela Escola de Medicina de Ohio, nos Estados Unidos, mostrou que o problema pode ser psicológico ou estar ligado a fatores externos, como o relacionamento com o parceiro.

O estudo ouviu 50 mulheres sexualmente ativas, usuárias de contraceptivos orais ou de injeção. Elas responderam a um questionário, no qual foram medidos desejo e satisfação sexual. Os níveis de testosterona e estrogênio também foram checados e, apesar dos índices de testosterona livre serem maiores nas mulheres que optaram pela injeção, não foi detectada diferença significativa nos níveis de desejo e satisfação sexual entre os dois grupos.

Para não haver alteração nos dados da pesquisa, foram selecionadas mulheres com as mesmas características, com parceiros sexuais estáveis, opção religiosa semelhante e uso contínuo de anticoncepcionais há aproximadamente quatro ou cinco anos. Além de não haver ligação comprovada entre o uso da pílula e a falta de libido, o estudo também mostrou que as usuárias do método eram mais responsáveis e tiveram um índice menor de gravidez não planejada.

Leia também:

- Anticoncepcionais - Existem muitos, para todos os gostos e bolsos. E há o ideal para você!

- Contracepção – Os muitos métodos disponíveis provam: hoje, engravida quem quer

- Os novos anticoncepcionais – Escolher um bom método anticoncepcional pode ser uma eficiente maneira de não sofrer as conseqüências indiretas do apagão que está por vir. Afinal, sem luz e sem televisão… o que nos resta fazer?

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter