O que desanima os homens no sexo

Falar demais e falta de entrega são algumas das principais queixas deles
por Fernanda Camargo

São vários os fatores que podem prejudicar, e muito, a relação sexual do casal, esfriar o relacionamento e desanimar os homens na hora do sexo. Falar demais, não estar com a higiene em dia, e não se permitir, nem satisfazer as vontades deles são algumas das reclamações que eles fazem e dizem desanimá-los durante o sexo.

  • Leia também:

Além de melhorar o sexo, pompoarismo traz benefícios para a saúde

Sexóloga sugere posições para ter o máximo de prazer

Conversar com o parceiro é uma das formas de voltar a ter prazer

É por isso que o ideal é manter um diálogo com o parceiro para conhecer melhor suas vontades e preferências. É preciso entender se ele gosta de dominar ou ser dominado. “Tem homens que gostam de mulheres ousadas, mas mais meigas. Outros preferem mulheres mais selvagens, que dominam e que determinam o que fazer”, diz a Dra. Creusa Dias, psicóloga e especialista em sexualidade humana.

Para deixar a relação sexual mais interessante e dar um up no prazer vale ousar um pouco. Os homens gostam, e muito, de serem surpreendidos e de vivenciarem algo novo durante a relação. A Dra. Creusa comenta que alguns deles preferem as mulheres mais ousadas, que se soltam na hora do sexo. “A mulher pode apimentar a relação usando, em seu corpo, chantilly e frutas, principalmente aquelas que elas sabem que eles gostam. Pedir que ele, de olhos vendados, comece a comer as frutas ou mesmo oferecer uma sobremesa antes do jantar também é uma boa”, diz a Dra. Creusa.

A dica da Dra. Débora Regina Freschi, psicóloga, terapeuta de casais, família e especialista em terapia sexual e codependência, para deixar os homens caidinhos na hora da relação é as mulheres “serem muito carinhosas já antes do sexo, beijarem muito e se soltarem na relação sexual, não sendo muito passivas e nem muito resistentes”. Pudor demais pode ser um grande empecilho para alguns homens. A Dra. Débora conta que alguns deles dizem desanimar quando as mulheres não aceitam certas coisas na hora H, como posições diferentes, sexo anal, sexo oral e, principalmente, quando querem fazer tudo do jeito delas. “Mulheres que falam demais também desanimam os homens”, diz a Dra. Débora. É importante ressaltar, no entanto, que para a relação ser gostosa para os dois é fundamental só fazer aquilo que tem realmente vontade. Se você fizer algo que não se sente à vontade, provavelmente também não será bom para ele.

Já a Dra. Creusa dá outras dicas para animar os homens na hora H. Ela diz que a mulher precisa, acima de tudo, despertar sua sensualidade. “Para ser sensual, a mulher deve se portar de forma elegante, meiga, carinhosa e se vestir, na hora do sexo, de maneira sedutora, além de estar bem cheirosa”, diz. De acordo com a especialista, descobrir qual a posição ele mais sente prazer e adotá-la, além de tomar iniciativas para o sexo, são algumas das formas de deixá-lo caidinho. Fazer uso de produtos eróticos é outra maneira de apimentar a relação. “Primeiro é preciso ver se o casal curte esses tipos de acessórios para, no fim, ter um bom resultado”, alerta a Dra. Creusa. A Dra. Débora lembra que “existem jogos que ajudam o casal a quebrar a rotina e se conhecer melhor sexualmente, seguindo um roteiro para desvendar cada parte do corpo e o que devem fazer com sugestões de carícias, além dos que ensinam a criar um jogo de sedução durante a relação”.

Se você faz o tipo mais tímida, não se preocupe, há uma luz no fim do túnel. O que a Dra. Creusa indica é procurar se soltar mais durante a relação, de forma natural, ou mesmo ir à procura de cursos para aprender a fazer massagens, danças sensuais, strip-tease, entre outros. Vale lembrar, entretanto, que as mulheres não devem se submeter a algo que não se sentem à vontade para fazer. “Os homens gostam muito do sexo anal, mas a mulher não pode se sujeitar a fazer o que significaria uma transgressão, um abuso para ela. Mulher nenhuma deve fazer algo que o homem gosta se ela não se sentir bem”, alerta. A Dra. Débora ainda lembra que se for algo saudável, mas ela ainda não se sentir completamente à vontade com a ideia, ela pode procurar um profissional da área, como o terapeuta sexual ou sexólogo. “Esses profissionais a ajudarão a romper com certos tabus, preconceitos, culpas e vergonhas para se soltar, dar e receber o prazer que merecem”, indica.

Leia também:

Sexo anal sem dor é possível para a mulher

Conheça as 7 posições sexuais que mais estimulam o prazer

Guia do pênis: entenda como ele funciona e dê mais prazer ao parceiro

Especialistas indicam o que desanima os homens no sexo

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments