*

Dicas de preliminares - Bolsa de Mulher

Dicas de preliminares

Veja indicações para fazer sexo oral, masturbação, massagem sensual e outras técnicas
por Redação

Elas são a diferença entre o sexo bom e o sexo ótimo. Para a maioria das mulheres, são absolutamente essenciais. E quando bem feitas, tornam-se o ponto alto da relação sexual, superando a penetração e até mesmo o orgasmo – ou podendo resultar em um. As preliminares são o que criam, aos poucos, o envolvimento, a excitação do sexo e a expectativa pelo clímax.

Leia também:

Dicas para ser mais sexy

Cinco dicas para enlouquecer o homem na cama

Guia do pênis: entenda como ele funciona e dê mais prazer ao parceiro

Pode parecer estranho, mas elas começam muito antes da cama: um simples olhar durante o jantar pode ser suficiente para disparar o gatilho. “A atitude do casal durante o dia pode contribuir para esquentar o clima aos poucos. Eles podem ir a um barzinho, ter conversas picantes e pedir um drink diferente. A mulher pode, inclusive, usar roupas provocantes e se insinuar com postura e olhares sensuais. Mesmo no dia a dia, ela pode colocar um bilhetinho insinuante no bolso dele, e ele também pode mandar um torpedo com dupla interpretação, que estimule a imaginação dela”, afirma a sexóloga Carla Cecarello.

Na hora H, não existem muitas regras para as brincadeiras: o bom é se entregar ao momento e fazer aquilo que der vontade, sem preconceitos e, claro, respeitando os limites do parceiro. Porém, conhecer algumas técnicas e dicas pode tornar o momento ainda mais prazeroso.

Zonas erógenas

São as áreas mais irrigadas de sangue e, por isso, mais sensíveis ao toque. Para maximizar o prazer, elas devem ser estimuladas antes e durante a penetração. Use as mãos, língua, objetos e o próprio corpo para acariciá-las. Existem géis e óleos que promovem a mudança de temperatura, causando sensações diferentes.

Femininas

As zonas erógenas, na mulher, ficam ao longo da coluna vertebral. Pescoço, orelha, seios, mamilos, parte interna das coxas e pés também fazem parte.

Masculinas

Já os homens são excitados em outras regiões. Diferente das mulheres, eles preferem o toque mais direto, próximo ao pênis. Virilha, pescoço, costas e mamilos são seus pontos sensíveis.

O pescoço é uma área sensível da mulher (Thinkstock) O pescoço é uma área sensível da mulher (Thinkstock)

Masturbação

Ela é especialmente importante para mulheres, pois é capaz de promover a lubrificação necessária para a penetração e deixá-las excitadas (na grande maioria dos casos, elas demoram mais do que eles).

De modo geral, a masturbação com as mãos deve seguir um ritmo progressivo, começando com o toque leve e evoluindo para o ritmo acelerado. A respiração do parceiro e o momento em si vão ditar em que passo isso deve acontecer. No entanto, este fator varia muito de pessoa para pessoa, portanto o melhor é conhecer as preferências um do outro.

Feminina

Basicamente, é a estimulação do clitóris, região com muitas terminações nervosas. Um dos principais erros cometidos por homens é começar a masturbação feminina com muita força ou velocidade, antes que a parceira esteja devidamente excitada e lubrificada. Isso pode causar dor, já que o clitóris é uma estrutura extremamente sensível. “Para a mulher, não existe nada mais broxante do que o homem iniciar a preliminar introduzindo o dedo lá. Ela gosta de esperar um pouco para que isso aconteça”, afirma Carla.

A indicação é fazer, com os dedos, movimentos circulares, de um lado para o outro ou de cima para baixo. Uma maneira confortável para os homens é utilizando os dedos indicador e médio, ou médio e anelar e usando os outros para afastar os grandes lábios.

Toda a vulva pode ser estimulada com o toque, o que ajuda o parceiro a perceber o nível de lubrificação (e, portanto, de excitação). Outra dica é introduzir os dedos na vagina, simulando a penetração. Isso é especialmente interessante para identificar onde, exatamente, fica o ponto G da parceira (normalmente logo acima da entrada da vagina), que também pode ser estimulado com o dedo.

Dica: quando a mulher está excitada, o clitóris aumenta de tamanho e fica mais duro.

Masculina

A glande (cabeça) é a parte mais sensível do pênis. Explore bastante esta área, mas não se esqueça do corpo: faça movimentos para baixo e para cima, levando a mão até a base do pênis (o máximo que conseguir) e de volta até a glande. Não aperte demais o órgão, mas mantenha o toque firme e consistente.

O períneo (região entre o pênis e o ânus) e os testículos são regiões com muitas terminações nervosas e, portanto, extremamente sensíveis. Elas também podem ser exploradas. No entanto, tenha em mente que alguns homens têm tanta sensibilidade que preferem não receber carícias nestes locais. Descubra a preferência do seu parceiro.

Sexo oral

Aqui, valem as mesmas dicas da masturbação, basicamente. Porém, a maioria das pessoas acha o sexo oral ainda mais gostoso. De acordo com a sexóloga Carmen Janssen, a língua é macia e, ao mesmo tempo, firme o suficiente para estimular o clitóris e a glande. Além disso, o fato de ser quente contribui para potencializar as sensações prazerosas.

A camisinha é indispensável para a prática, pois há riscos de contaminação por Doenças Sexualmente Transmissíveis. Para isso, existem preservativos com sabor.

Nelas

As mulheres têm muita facilidade em atingir o orgasmo através do sexo oral. Não foque apenas no clitóris: explore toda a região com a língua. A posição mais confortável para os dois é com a mulher deitada de barriga para cima e o homem ajoelhado em cima da cama, na frente dela. Outro modo é com a mulher em pé, com um pé sobre o ombro do parceiro, que estará ajoelhado no chão.

Neles

“Durante o sexo oral masculino, não se esqueça de, simultaneamente, acariciar o saco escrotal. As mãos devem sempre estar presentes, ajudando nos movimentos e trazendo maior sensualidade. Outra manobra profundamente estimulante para eles é passar a língua em torno da glande”, aconselha Carla Cecarello.

Para quem conseguir, uma técnica bastante excitante é a da “garganta profunda”, que consiste em introduzir o pênis inteiro na boca.

Dica: antes de colocar a camisinha, passe um pouco de lubrificante na cabeça do pênis. Com o toque da língua, ele vai escorregar sobre o órgão, aumentando o prazer.

Na hora do sexo oral, faça brincadeiras e aguce os outros sentidos (Thinkstock) Na hora do sexo oral, faça brincadeiras e aguce os outros sentidos (Thinkstock)

Massagem sensual

A técnica é altamente excitante para ambos, e a principal dica é: se deixe levar. Segundo Carmen Janssen, os segredos para uma massagem sensual inesquecível são: autoconfiança, entrega e intuição.

Não há um roteiro exato: faça os movimentos que der vontade na hora. Porém, se quiser ter um “guia” em mente, comece massageando os pés do parceiro, que estará deitado de barriga para baixo, e vá subindo pelas pernas, coxas, glúteos e costas. Vire-o de barriga para cima e comece o roteiro novamente. Dê atenção especial à virilha, sem encostar diretamente no pênis ou vagina.

Use e abuse de truques que potencializam as sensações, como óleos de massagem que esquentam e esfriam, géis comestíveis, que podem servir primeiro para acariciar e depois para lamber, gelo na boca, penas, plumas, massageadores – enfim, deixe que a imaginação tome conta.

Dica: não esqueça de usar o próprio corpo para massagear o parceiro. Seios e pontas dos cabelos conferem um toque diferente e sensual.

Danças sensuais

Para os homens, a estimulação visual conta muito – ao contrário da mulher, que é mais excitada pela audição e tato. Só o fato de observar o corpo da parceira ou receber um olhar provocante é suficiente para provocar uma ereção.

Similarmente, muitas mulheres se excitam ao perceber que estão estimulando o parceiro. Fazer uma dança sensual é uma forma de esquentar o clima, fazer provocações e aguçar a imaginação do casal. Invista no strip tease, pole dance (disponível em diversos motéis), lap dance e dança do ventre.

Você emana sexo?

Algumas mulheres trazem a sexualidade como um estandarte. Por onde passam deixam um rastro de erotismo e sensualidade. Faça o teste e descubra qual o impacto que você causa nos homens.

Conheça também as posições sexuais que mais estimulam o prazer da mulher:

Fique por cima e mantenha os pés no chão, não os joelhos. Fique por cima. Controle o ritmo e a intensidade da penetração. Sente de costas para ele e controle os movimentos. Não há quem não goste do papai-e-mamãe, mas que tal inovar com brinquedinhos eróticos?No 69 clássico, você e seu parceiro praticam sexo oral simultaneamente.Ela fica de quatro e ele, de joelhos, a penetra. Permite uma penetração profunda. A mulher pode ajudar nos estímulos mexendo o próprio quadril.Essa requer força para ele e equilíbrio para ela. O parceiro fica de pé e segura a parceira no colo com as pernas em volta de seu corpo, que se entrega nos braços dele.Ela, de costas, apoia os braços na parede (ou no chão) e empina o bumbum, enquanto ele a penetra por trás.

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments