*

Como ter orgasmos - Bolsa de Mulher

Como ter orgasmos

Sexóloga sugere posições para ter o máximo de prazer
por admin

Atenção: Esta matéria contém teor sexual e é imprópria para menores de 18 anos.

Chegar ao orgasmo: para algumas mulheres, simples e fácil, para outras, a maior dificuldade. Muitas vezes essa dificuldade se dá por elas não entenderem o próprio corpo e as suas áreas mais sensíveis, mas também pode ocorrer pela falta de satisfação sexual.

Para a sexóloga e psicóloga Walkíria Fernandes não existem regras ou posições específicas, pois elas podem variar de mulher para mulher. Porém há as que facilitam o orgasmo. “A posição ‘papai e mamãe’ é uma delas”. Por mais tradicional que seja, Walkíria explica que essa é a que mais proporciona a chance de haver atrito entre o clitóris e a base do pênis do homem. Outra posição que ela indica é com a mulher dominando. “O homem deitado e a mulher sentada por cima dele é outra sugestão, pois a mulher fica no comando de seus movimentos e pode direcionar melhor o estímulo no clitóris”, diz.

Leia também:

Sexo anal sem dor é possível para a mulher

Conheça as 7 posições sexuais que mais estimulam o prazer

Guia do pênis: entenda como ele funciona e dê mais prazer ao parceiro

Especialistas indicam o que desanima os homens no sexo

Há outras formas de estimular ainda mais o prazer. “O canal vaginal não tem tanta sensibilidade quanto o clitóris. Na maioria das vezes, em posições nas quais o clitóris sofre atrito, o orgasmo ocorre mais facilmente, muito mais do que com a fricção do pênis no canal da vagina. O atrito do clitóris pode ser feito tanto com os movimentos da pélvis quanto com o toque pelas mãos, dependendo da posição em que ocorre o ato sexual”, explica a sexóloga.

Algumas mulheres não conseguem chegar ao orgasmo apenas com a penetração. Walkíria conta que uma estatística mostra que cerca de 50% ou mais da população feminina têm dificuldades em atingir o orgasmo com a penetração. A sexóloga diz que a satisfação sexual é consequência de como a pessoa aprendeu a ver o sexo. “A entrega da pessoa ao ato sexual faz com que ela consiga se excitar e chegar ao orgasmo. Quando a pessoa não aprendeu a se dar o direito de tirar prazer do sexo, a sua entrega e participação ficam comprometidas, influenciando negativamente na obtenção do prazer e do orgasmo. Nessa situação, o sexo ao invés de proporcionar tesão, causa tensão”, afirma.

Para as mulheres que têm dificuldades para “chegar lá”, a sexóloga Walkíria Fernandes reúne algumas dicas:

- “Conhecer o próprio corpo para identificar melhor as sensações que ele pode proporcionar”;

- “Esquecer-se dos tabus e entregar-se aos prazeres da masturbação. Ter orgasmo sozinha é um bom começo”;

- “Relaxar e procurar se entregar despretensiosamente ao ato sexual procurando simplesmente curtir tudo que acontece nele e não só a penetração”;

- “Procurar focar a atenção nas próprias sensações eróticas”;

- “Tomar as rédeas do seu prazer, ou seja, não deixar o homem como responsável por todo o ato sexual”;

- “Não se preocupar com seu desempenho sexual, deixando que as coisas ocorram naturalmente”.

“A mulher não é educada para pensar em sexo, mas deve aprender a fazer isso, a se dar o direito de gostar sexo e admitir isso sem constrangimento. O sexo é importante para melhorar a nossa qualidade de vida, pois nos traz um equilíbrio físico e mental”, diz.

Você é boa de cama?

Quando o assunto é sexo, é preciso ter - além de paixão e excitação - potência. Qual é a sua? Faça o teste e descubra se você é capaz de deixar os homens loucos na hora do vamos ver!

Leia também:

Brinquedinhos sexuais: vibradores, fantasias e cosméticos bem criativos

Sexo é saúde: ele emagrece, aumenta a longevidade e melhora o sono

Acerte na lingerie: escolha a que mais combina com você e apimente a relação

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments