Lentes de contato: uso excessivo pode causar infecções

Higienização correta também é importante para evitar problemas mais sérios

por Redação

As lentes de contato são uma alternativa muito usada por pessoas que têm problemas de visão, mas não gostam ou não se adaptam aos óculos. Mas o uso contínuo e sem os cuidados corretos podem causar infecções oculares, já que o contato direto do material com os olhos acaba se tornando uma porta de entrada para as bactérias.

Leia também:
Especialista ensina a cuidar dos olhos
Óculos ideal não pode formar “segunda sobrancelha”; veja como escolher
Problemas de visão: veja quais são os sintomas mais comuns

Riscos de usar lentes de contato

Segundo o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo, os problemas mais comuns, principalmente entre os mais jovens, são o uso prolongado das lentes de contato ou descuidos com a higiene, que podem causar a ceratite microbiana. “Trata-se de uma infecção grave, que pode ser evitada, mas que tem ocorrido com cada vez mais frequência. Casos severos podem levar, inclusive, à perda da visão”, alerta.

Como cuidar das lentes de contato

Por isso, a recomendação do médico é que haja alguns momentos de descanso para os olhos, deixando as lentes de lado em situações como feriados prolongados ou férias, quando as pessoas costumam relaxar com os cuidados. “É melhor não usar as lentes de contato durante as férias e feriados do que insistir no uso e acabar falhando em cuidados importantes”, diz.

Ele listou algumas dicas importantes que devem ser seguidas à risca por quem usa lentes:
lentes-de-contato-2
- Não durma com lentes de contato. “Por mais cansado que estiver ao chegar em casa, é preciso garantir um mínimo de asseio antes de ir para a cama. Como durante o sono o nível de lubrificação dos olhos diminui bastante, as lentes podem ressecar junto com o globo ocular e desencadear uma série de problemas”.

- Retire as lentes antes de entrar na piscina ou ir à praia. “Excesso de cloro, sujeira e piscinas lotadas oferecem grande risco de contaminação. Da mesma forma, o ambiente de praia, com excesso de vento, maresia, oleosidade e suor, não oferece a mínima segurança para os olhos”.

- Leia com atenção e siga sempre as instruções do fabricante. “Não lave as lentes com água corrente, tanto da torneira quanto do chuveiro. Isso acaba expondo-as a microrganismos que se desenvolvem em ambientes quentes e úmidos, provocando infecção na superfície dos olhos. Todo fabricante de lentes de contato recomenda os produtos mais indicados para assepsia e a frequência com que devem ser tratadas. Tente se adequar a essa rotina para garantir uma visão saudável”.

- Preste atenção às condições das lentes. “Verifique sempre se não há resíduos sólidos ou sinais de irregularidades nas lentes. Mesmo sujeiras quase imperceptíveis podem resultar no desenvolvimento de fungos, levando à inutilização do produto e podendo desencadear infecções”.

Temas: ,
×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter