Chás medicinais: 8 ervas que curam enfermidades

Veja lista das plantinhas poderosas que podem afastar doenças
por Redação

“Toma um chazinho que você melhora”. Já ouviu esse conselho alguma vez que ficou doente? A máxima pode até ser repetitiva, mas é verdadeira! Existem, sim, alguns chás que são capazes de curar enfermidades. Entre as principais ervas medicinais estão o boldo, camomila, mate, erva-doce, capim cidreira, hortelã, carqueja e hibisco. Veja quais os benefícios de cada uma delas.

Leia também

Chá 30 ervas promete secar 10kg em um mês

Gengibre emagrece, extermina celulite e previne contra gripes

Irmão do chá verde, chá amarelo acelera queima de gordura

Chá de Boldo

O chá de boldo é indicado para aliviar sintomas de mal estar estomacal e intestinal, vômitos, mal estar e cólicas abdominais. Esses benefícios são promovidos graças ao efeito calmante do boldo sobre a flora intestinal. Também é indicado para diminuir a azia, os efeitos do excesso de bebida alcóolica e os gases. Não deve ser consumido por gestantes e nem em excesso, pois pode causar vômitos, diarréia e problemas no sistema nervoso.

Chá de Camomila

A camomila tem ação estimulante da cicatrização, anti-espasmódica e calmante por ser rica em flavonoides e cumarina. É indicada como coadjuvante no tratamento de Irritações de pele, resfriados, inflamações nasais, sinusites e cólicas menstruais.

Chá Mate

Créditos: Thinkstock Algumas ervas podem ajudar ao estômago funcionar, aliviar dores e controlar o estresse (Créditos: Thinkstock)

A erva-mate já foi apontada em alguns estudos como auxiliadora na diminuição da absorção do colesterol. Além disso, ela tem mais antioxidantes até do que o chá verde e isso faz com que ela combata o envelhecimento precoce. O chá mate ainda é capaz de reduzir a glicemia e controlar o diabetes. Deve ser evitado por quem sofre com hipertensão, arritmia, gastrite e insônia, já que possui cafeína.

Erva-doce

Essa erva possui anetol, um composto ativo que estimula as funções digestivas, promove o alívio de gases, normaliza da circulação sanguínea e estimula o sistema respiratório. Também poder apresentar efeito diurético. Há ainda a possibilidade de contribuir na redução do risco de câncer de mama e de ovário. Grávidas devem evitar excesso pois pode causar aborto.

Capim Cidreira

É o mesmo que capim-limão ou capim santo. Considerada uma planta medicinal, possui óleo essencial que pode apresentar efeito calmante, ação analgésica, diurético e no controle dos gases gastrointestinais. Não deve ser consumido por quem está fazendo uso de remédios sedativos, como calmantes, porque o efeito pode ser potencializado.

Hortelã

Embora não existam muitos estudos sobre os efeitos dessa erva, popularmente acredita-se que o mentol em sua composição possa ter propriedades como coadjuvante no tratamento da síndrome do intestino irritável, náuseas e vômitos, diarreia, dor de cabeça, indigestão, mau hálito, controle de asma leve e estresse. Precisa ser evitado o consumo do chá de hortelã por pessoas que sofrem com problemas hepáticos graves e também para mães no período da amamentação.

Carqueja

O chá tem gosto amargo, mas compensa pelo efeito benéfico que pode trazer à saúde. É muito usado para combater problemas digestivos e hepáticos, como diurético, laxante e também pode auxiliar no emagrecimento e no controle do diabetes. Consumir com moderação é essencial porque doses excessivas podem baixar a pressão. A infusão não é indicada para gestantes e lactantes.

Hibisco

É um grande aliado para emagrecer porque é potente para acelerar o metabolismo e estimular a queima de gordura corporal. Para manter a saúde, evita o aparecimento do diabetes de tipo 2 e diminui os níveis de colesterol, triglicérides e a glicose na circulação sanguínea. Pode ainda atuar como calmante, diurético e laxante. Pessoas que possuem algum nível de hipertensão não devem beber esse chá.

Categoria:

Tags:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments