Madeira de demolição: material reaproveitado pode dar elegância à casa

São várias as possibilidades de aproveitamento dessa madeira
por admin

A madeira de demolição ganhou espaço nas casas, apartamentos, escritórios e até mesmo em empresas dos mais variados tamanhos em muitas localidades. Cada vez mais arquitetos e designers de interiores têm incluído a madeira de demolição em seus projetos. Além de ser um ato sustentável – por reaproveitar um material que, muitas vezes, poderia ser descartado – ele dá charme e elegância aos mais diversos ambientes.

Rosângela Stefanelli, designer de interiores, explica que “a madeira de demolição nada mais é do que um material, utilizado em antigas construções, que está sendo reaproveitado para a produção de móveis e outras peças de decoração atuais”. Ela conta que, com a proibição dos desmatamentos e extinção de várias espécies, as empresas passaram a trabalhar mais com materiais ecologicamente corretos. Com isso, a procura por esse tipo de componente vem crescendo a cada dia.

São várias as possibilidades de aproveitamento dessa madeira. É possível projetar móveis, pisos, revestimentos, bancadas. “Ela pode, até mesmo, ser utilizada em ambientes como cozinha e banheiros”, complementa Rosângela. Ela conta que o tipo de madeira de demolição mais procurada hoje é a Peroba.

“Hoje quando um cliente nos contrata para execução de um projeto, é muito comum ele, como também nós profissionais, incluirmos a madeira de demolição nas propostas de decoração, mesmo que seja apenas uma peça. Isso porque além de toda a consciência ecológica, esse material traz efeitos surpreendentes na decoração”, reforça a designer de interiores.

Ela é um material de alta durabilidade, porém é necessário ficar atento e não utilizar produtos que causem manchas ou alguma reação na madeira. Por isso, Rosângela ressalta ser muito importante saber qual o acabamento que a peça recebeu em sua fabricação. “Normalmente não é aconselhado o uso de produtos químicos em muitos casos. Apenas deve ser usado um pano para remover o pó”, indica.

A designer de interiores conta que em seus projetos ela procura evitar o uso exagerado da madeira de demolição para não sobrecarregar os ambientes e deixá-los sofisticados, misturando com vidros, metais e outros elementos. “Além da beleza, a madeira de demolição remete à toda uma história com seus traços que foram marcados pelo tempo”, diz.

Leia também:

Upcycling: aprenda a reutilizar objetos sem uso para decorar os ambientes

Jardim de inverno: deixe a sua casa ainda mais bonita com as plantas

Das ruas para as casas: o grafite vira opção criativa para decoração

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments