Propriedades medicinais da alfafa

por Gislaine Rabelo

Uma das grandes propriedades medicinais da alfafa é o controle do açúcar no sangue. Trata-se de um antioxidante natural, com grande número de fito nutrientes, essenciais para manter a saúde e a juventude do corpo. É uma planta rica em potássio, magnésio, cálcio, fósforo e ferro. Também é abundante nas vitaminas A, B6, B12, C, D, E e K. Além disso, tem fibras, sendo indicada para melhorar o processo de digestão.

Há cerca de 1.400 anos foi descoberta na China, como sendo uma erva medicinal. Desde então, cientistas e herbalistas vêm analisando e descobrindo potencialidades das folhas e dos brotos geminados.

É frequentemente recomendada para tratar a retenção de líquidos, ou de fluídos. Ao consumir alfafa com regularidade estará capacitando os rins a trabalhar de forma equilibrada. É um diurético natural, que ajuda o corpo a liberar a água retida nos tecidos.

É indicada nos tratamentos alternativos como remédio natural contra a artrite reumatoide e para a osteoartrite por sua riqueza em aminoácidos que curam esse tipo de inflamação.

Foi comprovado por cientistas que controla a glicemia e o colesterol devido ao composto chamado de NIC-5-15, que também pode ser encontrado nos grãos de soja, e que é efetivo no tratamento destas condições.

Propriedades-medicinais-da-alfafa3.jpg

No geral, pode ser usada todas as vezes que uma inflamação atacar o corpo, a rigidez e a dor muscular, ou dores nas articulações. Naturopatas afirmam que é um ótimo remédio para mulheres que enfrentam a menopausa, principalmente para combater as ondas de calor.

Quem não quiser comê-la na salada, poderá beber cápsulas. Ou comprar as folhas para fazer um chá, ou até mesmo um tônico.

não pode ser consumida por mulheres grávidas, ou que estejam amamentando. Todos os demais devem evitar o excesso. Em doses exageradas, esta planta pode desencadear a quebra das células vermelhas no sangue, uma condição realmente grave para a saúde humana.

Matérias Recomendadas

Facebook Comments