Doenças de pele causadas pelo estresse

por Laís Martins

O excesso de atividades, os curtos prazos para realizar as tarefas no trabalho, complicações financeiras e pessoais são apenas alguns dos fatores aos quais somos expostos diariamente, e que fazem nosso organismo perder suas forças. As doses diárias de preocupação podem fazer com que o corpo entre em colapso, e seja acometido pelos sintomas do estresse.

Leia também:
Dicas para dormir melhor

Técnicas naturais para eliminar o estresse

Alimentos que diminuem a ansiedade

Causas do estresse

Quando o ser humano se encontra em uma situação perigosa, que possa colocar sua vida em risco, como um assalto, ou uma briga, o corpo trata logo de criar mecanismos que aumentam a capacidade do individuo de se proteger. A liberação de substâncias neurotransmissoras, como a adrenalina, e de neuropeptídios, faz com que as pupilas fiquem dilatadas, o coração e a circulação acelerem e os movimentos de reflexo se tornem mais ágeis. 

No dia a dia, as situações estressantes são menos arriscadas do que ser surpreendido por um assaltante, mas as preocupações geradas por elas são suficientes para que o organismo libere pequenas quantidades de mediadores químicos. A presença constante dessas substâncias na corrente sanguínea faz com que o corpo fique constantemente em alerta, causando o estresse crônico.

Sintomas na pele

doen%C3%A7as-de-pele-causadas-pelo-estresse-2.jpg

Além dos problemas cardíacos, como o aumento da pressão arterial e os riscos de infarto, o estresse pode causar doenças de pele. Algumas doenças são agravadas graças às grandes quantidades de neurotransmissores e neuropeptídios que transitam pelo corpo, aumentando as complicações e piorando os sintomas.

Psoríase

A Psoríase é a doença de pele mais comum em pessoas estressadas. Ela é causada por uma inflamação crônica na pele, que desencadeia o aparecimento de manchas vermelhas e descamativas. Além dos fatores psicológicos, a genética, a queda da imunidade do organismo e a ingestão de alguns tipos de medicamentos podem aumentar as chances da doença se manifestar.

Dermatite atópica

Assim como a Psoríase, a dermatite atópica também se origina de uma inflamação crônica da cútis, que gera lesões avermelhadas, descamativas e que coçam muito. Suas causas são desconhecidas, mas se sabe que o estresse pode agravar os sintomas.

Dermatite seborreica

Também conhecida como Seborreia, a dermatite seborreica se caracteriza pela presença de lesões descamativas, que provocam muita coceira. Ela costuma surgir em regiões de grande produção sebácea, como o rosto e o couro cabeludo. O estresse pode causar caspa.

Dicas para combater

doen%C3%A7as-de-pele-causadas-pelo-estresse-3.jpg

A melhor maneira de ficar livre do estresse é mudar alguns pequenos hábitos da rotina, que podem fazer toda a diferença para a sua saúde.

Dedique mais tempo à família e tente se exercitar, pelo menos, duas vezes na semana. Pratique atividades prazerosas, que ajudem a afastar o pensamento das preocupações. Uma boa noite de sono também pode ser uma grande aliada na batalha contra o estresse, já que o sono regula a liberação dos mediadores químicos, responsáveis pelo estado de alerta.

Matérias Recomendadas

Facebook Comments