Erva-de-santa-maria

por Beatriz Helena

A natureza permite que várias doenças ou intercorrências com o organismo humano sejam tratadas ou ao menos controladas através de plantas medicinais. As alternativas são muitas e, depois da catalogação da flora e de estudos científicos, muitas ações foram comprovadas A erva-de-santa-maria está entre as plantas que foram estudadas e seus efeitos comprovados.

Leia também:
Chás que acalmam
Chá de carqueja

A erva daninha que cura

Benefícios da erva-de-santa-maria

A erva-de-santa-maria é conhecida pela ação anti-inflamatória e cicatrizante. Além disso, as propriedades da folha também ativam a circulação, aceleram a regeneração muscular, agilizam o processo de desaparecimento de manchas roxas provenientes de pancadas e ainda serve como antisséptico.

Por conter estas propriedades, são usadas em contusões, varizes, hematomas, lesões musculares, micoses, micro lesões e até para mordidas de insetos.

O cheiro é muito forte e, por isso, também é usada como descongestionante nasal e repelente de isentos, como pulgas, percevejos, traças e piolhos. Simples verminoses causadas por pequenos parasitas, como a ameba, que causa disenteria, podem ser tratadas com a ingestão da erva-de-santa-maria.

erva-de-santa-maria2.jpg

Contra indicações

É necessário tomar cuidado com a toxicidade da erva, que é baixa, mas em grande quantidade pode ser prejudicial. É importante ressaltar que a erva possui substâncias que induzem ou aumentam o fluxo menstrual e, portanto, a ingestão deve ser evitada por gestantes e lactantes.

Ingerir grande quantidade ainda pode provocar náuseas, vômitos e lesões no fígado.

Como preparar erva-de-santa-maria

Para pancadas ou lesões musculares é possível fazer uma pomada de erva-de-santa-maria, passar sobre o local e enfaixar. Misture 1 xícara de café de vinagre, 1 colher de sopa de sal e 1 xícara de café da planta picada. Amasse até obter uma pasta.

Para picadas de insetos, misture 10 folhas de erva-de-santa-maria em ½ litro de álcool e passe na região. A misture ainda serve como repelente natural.

Usar as folhas secas debaixo de colchões e almofadas pode ser útil para repelir insetos.

Para o tratamento de verminoses é importante ingeri-la com leite. No liquidificador, basta bater 1 copo de planta picada com sementes para 2 copos de leite e ingerir em jejum por três dias consecutivos.

Ainda é possível ingerir a planta em forma de geleia de santa-maria para tratar verminoses. Triture 1 xícara de chá da erva e misture com 4 bananas nanicas, ½ xícara de chá de hortelã, 1 xícara de chá de mel. Leve ao fogo até atingir o ponto de geleia. É possível ingerir pura ou passar em torradas e pães. 

Matérias Recomendadas

Facebook Comments