O que suas mãos dizem sobre sua saúde

por Gislaine Rabelo

O que suas mãos dizem sobre sua saúde pode revelar condições que estão ainda escondidas. Uma das partes mais importantes do nosso corpo, pode ser a chave para a descoberta de precoce até mesmo de doenças perigosas.

Se já consultou uma cartomante para ler o futuro na palma da sua mão, saiba que um médico também pode ser vidente, mas sobre o futuro da sua saúde. O endocrinologista americano, Kenneth Blanchard, de Newton, Massachusetts, comenta que este era um dos principais meios usados na antiguidade pelos médicos. "Precisamos retomar a prática, porque as mãos podem dizer muito sobre os hormônios, a circulação e função da tireóide."

Se quiser fazer a leitura você mesmo, veja abaixo.

Manchas vermelhas nas palmas

Se as palmas permanecem com sinais avermelhados por um longo período de tempo, esta pode ser uma condição denominada eritema palmar. Um sinal de que o fígado está prestes a adoecer, em particular, pela cirrose ou esteatose hepática.

A inflamação do fígado começa a prejudicar a função de maneira gradual. Isso resulta em excesso de hormonas circulantes, fazendo com que os vasos sanguíneos das mãos e dos pés fiquem dilatados, tornando-os visíveis através da pele. Outros sinais: veias proeminentes na parte superior do tronco e abdômen, inchaço das pernas e abdômen, e fadiga.

Comprimento dos dedos

Esta é específica para mulheres: Caso tenho o dedo anelar maior que o indicador, têm grandes chances de sofrer com a osteoartrite. Se entretanto é o indicador o mais longo, o organismo é propenso a desenvolver câncer de mama. No caso dos homens, se o indicador for muito mais comprido que o anelar, há menor risco de câncer da próstata.

O-que-as-suas-mãos-dizem-sobre-sua-saúde3.jpg

Os cientistas especulam que o comprimento do dedo é afetado pela variação da quantidade dos hormônios testosterona e estrogênio no útero. O anelar mais comprido na mulher indica uma maior exposição pré-natal à testosterona, enquanto o indicador mais longo sugere maior exposição de estrogênio. Já que o câncer de mama dá-se pelo excesso de estrogênio, é feita a correlação.

Dedos inchados

Dedos inchados por muito tempo podem indicar a presença de hipotireoidismo. Quando a tireóide é hipoativa produz menos hormônios que são importantes para o metabolismo e para manter o corpo funcionando adequadamente. E quando o metabolismo diminui, o resultado é ganho de peso e acumulação de água nos tecidos.

Unhas pálidas

Pressione as unhas suavemente. Se permanecerem brancas por mais de um minuto, ou se estão pálidas o tempo todo, é sinal de anemia. A deficiência de ferro torna as unhas pálidas quando não há glóbulos vermelhos suficiente na corrente sanguínea. Se não corrigido, além da anemia, pode causar alteração nas unhas, que passam a ter uma forma ligeiramente côncava.

Listras minúsculas e vermelhas sob as unhas

São chamadas hemorragias dissidentes porque se parecem com pequenas lascas vermelhas ou marrom sob as unhas. Podem indicar infecção no coração ou sangue. Como correm na direção do crescimento das unhas, parecem estilhaços presos debaixo da unha.

Acontecem quando pequenos coágulos bloqueiam o fluxo sanguíneo nos capilares sob as unhas (dos pés também). Podem denotar infecção das válvulas do coração, a denominada endocardite bacteriana subaguda.

Dedos azuis

Dedos com a coloração cinzenta, ou azuis, podem ser um sinal do distúrbio circulatório conhecido como Doença de Raynaud, ou Síndrome de Raynaud. É caracterizada por espasmos bruscos e temporários nos vasos sanguíneos e artérias. Diminui a circulação. Sintomas: mãos frias e pontas dos dedos dormentes, além da coloração azulada. Entre 5 e 10% da população mundial têm essa síndrome, por isso é mais comum do que você imagina. Ocorre mais em mulheres do que em homens, e se agrava em baixas temperaturas. Também é provocada por aumento de estresse.

É importante frisar que estes são apenas sinais. Caso identifique qualquer um nas suas mãos, busque orientação profissional afim de que um diagnóstico possa ser realizado com precisão. 

Matérias Recomendadas

Facebook Comments