Ele é bom ou ruim de cama?

Sexólogo diz que o tempo da ejaculação do homem não deve ser usado como julgamento
por admin

ATENÇÃO: ESTE CONTEÚDO POSSUI TEOR SEXUAL E É IMPRÓPRIO PARA MENORES DE 18 ANOS

Quando muitas mulheres se juntam para colocar o papo em dia, na certa vão tocar no assunto: homem. E não tem como falar nos homens sem falar de sexo, não é mesmo? Atualmente, as mulheres compartilham problemas, alegrias e até mesmo detalhes de sua vida sexual. Com certeza você já deve ter ouvido alguma amiga dizer: "o fulaninho é muito bom de cama" ou "não gostei dele porque é péssimo na hora H". Mas o que é um homem bom de cama? Muitas pessoas acreditam que o tempo que o homem leva pra ejacular é determinante na sua classificação.

Amaury Mendes Junior, médico e professor do setor de Sexologia do Hospital Moncorvo Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), esclarece algumas questões sobre o assunto: "O homem ser bom ou ruim de cama nada tem a ver com o tempo que ele leva para ejacular. Cada pessoa tem seu gosto e suas preferências. Não existe um tempo certo para durar uma transa. O que acontece às vezes é a ejaculação precoce por parte do homem e tem vezes que isso ocorre antes mesmo da penetração e por isso muita mulher acha ruim".

A jornalista Paula Barbosa, por exemplo, não gosta que o parceiro demore muito tempo para "chegar aos finalmentes". "Acabo ficando sem paciência quando ele demora muito a gozar. Fico sem lubrificação e toda assada. O sexo acaba se tornando um tormento", conta ela. Diferente de Paula, a comerciante Claudia Gomes diz que não admite um sexo com menos de 10 minutos. "Gosto de curtir a transa, sentir o momento e acho que um carinha que ejacula rápido não é bom, não tem controle da situação ou não está nem aí para a mulher", desabafa.

"Cada pessoa tem o orgasmo no seu tempo, de acordo com sua facilidade e da relação que tem com o outro. Uma transa que dura em média 20 minutos pode satisfazer ambas as partes, um tempo inferior a esse pode deixar a mulher insatisfeita, pois ela demora mais ou menos 20 minutos para ficar bem excitada. Quando o ato sexual dura mais de 30 minutos, causa na mulher um sofrimento maior, porque depois que elas têm orgasmo, a vagina diminui o tamanho e perde lubrificação. Em compensação, os homens que levam menos de 20 minutos para gozar deixam na mulher a sensação de egoísmo, já que elas nem sempre estão no mesmo ritmo", comenta o doutor.

Mas nem sempre foi assim. Segundo o especialista, antigamente, gozar rápido era considerado ser mais homem, já que não existia muito a troca de carinhos e a preocupação com o prazer feminino: "Há muitos anos, as carícias eram trocadas mais pelos casais homossexuais, hoje as coisas mudaram e muito. A mulher participa ativamente do ato sexual e também faz questão de ter orgasmo".

O pensamento segue a linha do zoólogo Desmond Morris, que no livro "O Macaco Nu" afirma que o orgasmo feminino é uma evolução da espécie humana. Para Morris, satisfazer a fêmea cria um vínculo afetivo e diminui o risco de ela querer novos parceiros.

Sobre ser bom ou ruim na cama, os homens se posicionam e muitas vezes não concordam com o julgamento feito pelo sexo feminino. Para o cantor Léo Jaime, que atualmente integra o programa "Amor & Sexo", da Rede Globo, tudo depende da ocasião e da companhia. "Ereção não é obrigação, é merecimento", diz ele. E você, concorda?

Colaborou Ana Carolina Pinto

Leia também:

- Ejaculação precoce- O problema afeta a vida de muitos casais

- Lamentações na cama- Veja quais são as queixas sexuais mais comuns das mulheres


Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments