fóruns

GRÁVIDA

Gravidez 1.381 tópicos | 16.546 repostas
luiza345
14/12/2006 | 00h13m27s
Não há nada de bonitinho, nem razão para festejar num caso de gravidez na adolescência. Isso é uma mazela comum em países sub-desenvolvidos, cheios de gente ignorante. Basta dar uma olhada nas favelas, os casos lá são inúmeros. Uma adolescente grávida é um atestado de irresponsabilidade e estupidez dos pais dela. Quanto mais cedo uma menina engravida, mais atrasado é o seu país e mais ignorante é a sua gente. Embora alguns mentecaptos achem que é desenvolvimento e evolução.



Luh_braz
20/06/2008 | 15h55m10s
\"Uma adolescente grávida é um atestado de irresponsabilidade e estupidez dos pais dela.\" ?

Acho q vc q está nos passando um atestado de sua ignorância e estupidez...

Os pais não devem ser culpados pelas ações dos filhos. Adolescentes já tem sua capacidade de escolher e fazer o que bem entende, os pais não estão com eles 24horas.

Eu tive uma ótima educação, estudei em boas escolas, nunca fui rica, mas nunca me faltou nada. Me ensinaram todos os valores necessários, minha mãe me incentivava a ir à igreja, ler a bíblia e tudo mais. Eu não podia voltar altas horas pra casa, nem ficar dormindo na casa de amigas nem nada.
Meus pais sempre foram maravilhosos e me educaram muito bem apesar de me privarem de alguns prazeres que eu queria na época, como voltar tarde pra casa, mas hoje vejo que eles agiram de forma muito correta.

Mas nada disso me impediu de engravidar aos 13 anos e ser abandonada ainda grávida. E meus pais não tiveram nada a ver com isso.

Foi um choque pra eles, meu pai ficou + de 1 ano sem falar comigo, minha mãe nao sabia o que fazer, ninguém passou a mão na minha cabeça, sofri demais, não tive nenhuma ajuda financeira, as pessoas falavam mal de mim, faziam comentários idiotas... ao invés de me dar alguma palavra de conforto só sabiam dizer: \"olha, criança fazendo criança..\"
Eu me deprimia cada vez mais, e sofri até o fim da minha gravidez. Chorei todas as noites, não me alimentava bem, só sofria por causa de pessoas com o pensamento limitado como vc.

Mas hoje posso dizer que sou uma vitoriosa. Meu filho tem 5 anos e é um amor de criança, inteligente, bonito e muito bem educado e amado. Quando ele nasceu eu só tinha terminado a oitava série. Hoje já cursei o pré-vestibular e estou me preparando para entrar na UERJ ou na UFRJ, me casei, abri meu próprio negócio, tenho minha casa e minha família... enfim, sou uma pessoa realizada e muito mais forte depois de todo esse sofrimento.

Hoje nada nem ninguém me faz baixar a cabeça porque EU DEI A VOLTA POR CIMA graças a Deus e ninguém pode me apontar na rua e dizer algo ruim a meu respeito.

Até os que cochichavam de mim quando eu passava grávida, hoje em dia comentam como eles estavam errados, e como eu sou exemplo e mostrei a todos a força que uma mulher pode ter

. Pra vcs meninas que estiverem sofrendo como eu sofri... não se desesperem. Vcs vão pagar um preço pelo descuido, mas tudo nessa vida tem sua recompensa. Um filho é o maior prazer que uma mulher pode ter. Sejam fortes, tudo vai melhorar!




alinegodoy
14/12/2006 | 12h24m25s
É concerteza adolescente grávida não é sinônimo de um país desenvolvido. Agora me diga, um país que não dá incentivo para o jovem estudar, e que tem uma educação básica de péssima qualidade, como pode diminuir esses índices de gravidez precoce? Concerteza, se uma filha de uma de nós engravidar, por descuido talvez, duvido que iriamos colocá-la pra fora de casa ou coisa parecida. O problema é muito mais grave do que pensamos, uma vez que é preciso conversar com os filhos periódicamnete sobre esse assunto tão delicado. Todos nós fazemos sexo mas falar sobre ele não é das tarefas mais fáceis, e é aí que mora o perigo. A distância entre pais e filhos é que remete à um sexo totalmente sem cuidados.



Laryssa_sp
14/12/2006 | 13h12m12s
Bom...
Pode ser q naum seja uma coisa pra comemorar, porem depois de feito tem q ser bem vinda a criança q estar por vir...Sou mãe adolecente e naum foi por ignorancia q eu fikei grávida e enm por morar em uma favela...pois sou de classe media alta...Amo meu filho e naum mudaria nada doq aconteceu na minha vida...è dificil mais nada impossivel!



Daynoninho
14/12/2006 | 16h18m01s
Ñ acho legal, nem bonito, e sim preucupante. Ja estou com 23 anos, comecei minha vida sexual aos 19, e sempre tive o cuidado de usar camisinha, e ler muito sobre o assunto, até hj faço isso. Ultimamente tenho um relacionamento maravilhoso, namoro a 1 ano e 2 meses, e sempre falamos sobre o assunto. Acho q se isso vcier a acontecer agora, vai me atrapalhar mesmo assim, e sinceramente ñ quero. Mas uma criança será bem vinda, e muito amada.
Aconselho as adolescentes a lerem muito, e ñ terem vergonha de ir ao médico é o mais certo a se fazer.



joycinhaa
14/12/2006 | 18h12m57s
esse assunto e bem complicado ,muitas vezes os pais nao chegam e conversa alertando ,ensinando ,antes de aconteçer e quando ve ja aconteçeu a gravidez ,,,por minha esperiensia propria ,era burra e como quase toda adolecente pensa que ter um bebezinho vai ser a coisa mais maravilhosa do mundo ,nao sabendo a mudança que a vida da as restiçoes ,mais tambem nao me arrependi tive minha filha com 17 anos e outra com 18 ,nao sei se todas as meninas estao desposta a creçer mais rapido a deixar de sair ,muitas vezes de estudare de fazer varias coisas que as adolecente gosta....



starlilian
15/12/2006 | 14h48m59s
eu acho deprimente,essas meninas engravidarem cedo,com tantas coisas boas para se curtir fazer,derrepente se vÊ com tamanha responsabilidade por que ali é uma vida,eu acho que as adolescentes,tem que pensar assim,é isso que eu quero agora,acordar cedo,as vezes nem dormir,lavar roupa,ficar literalmente sem tempo pra se, eu tenho 25 anos, e nao tenho inveja dessas meninas que sao mãe cedo,a minha vida ta tao bem sem filhos,que eu nem sei se pretendo te-los, é fica ai o meu recado.



Luqua
15/12/2006 | 15h49m56s
Gente, é simples. Se a camisinha rompeu, toma a pílula do dia seguinte! É pra isso q serve! E qto mais cedo tomar, maior a chance de ela funcionar e impedir um "acidente" de acontecer. Mas, td bem, agora q a pessoa já teve o filho, o negócio eh tentar não se estressar e cuidar bem dele (a).



vilela_gi_canceriana
16/12/2006 | 12h16m26s
É UMA SITUAÇÄO MUITO DIFÍCIL GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA,PRATICAMENTE É UMA CRIANÇA CUIDANDO DE OUTRA.SENTI NA
PELE ESSE PROBLEMA,TENHO 25 ANOS E TENHO UMA FILHA DE 9 ANOS.MINHA FAMÍLIA QUASE INFARTOU QUANDO SOUBERAM DA MINHA GRAVIDEZ ,E ME OBRIGARAM A MORAR COM O PAI DA MINHA FILHA.VIVI COM ELE POR QUASE 8 ANOS E FOI UM VERDADEIRO
INFERNO ATÉ QUE ME SEPAREI,TAMBÉM CONTRA A VONTADE DE TODOS,SOFRI MUITO E NÄO DESEJO ISSO PRA NINGUEM.SÓ QUE
NÄO CULPO MEUS PAIS POR ISSO ,SÓ QUE SE ELES TIVESSEM TIDO UMA ATITUDE MENOS RUDE COM CERTEZA MEU DESTINO TERIA
SIDO OUTRO.HOJE ME CASEI NOVAMENTE E MINHA FILHA AGORA VERDADEIRAMENTE TEM UM PAI,UM HOMEM QUE A AMA,LHE DA CARINHO E NOS FAZ MUITO FELIZES.CONVERSO MUITO COM ELA PRA QUE NÄO A ACONTÇA O MESMO QUE ACONTCEU COMIGO.
PARA EVITAR ISSO O FUNDAMENTAL É DIALOGO.



luiza345
18/12/2006 | 11h25m03s
Discordo de que o fundamental seja o "diálogo". Isso seria esperar que uma adolescente estivesse madura o bastante para na hora "H" colocar a razão à frente das emoções e tomar a atitude certa. Se muitos adultos não são capazes disso, o que dizer de uma adolescente que vive, basicamente, de emoções? O fundamental é a atitude responsável dos pais. Se você permite que sua filha de 15 anos volte para casa às 4:00 da manhã, não pode querer colocar nela a responsabilidade por ter engravidado tão cedo. Permissividade é o mal por trás da gravidez precoce. Muito comum na favela, mas como vimos em depoimentos acima, não somente lá. Há comportamentos ignorantes fora da favela também. Democracia na estupidez... Foi dito certa vez, com muita propriedade, que a grande diferença entre a inteligência e a estupidez é que a primeira tem limites.



loryrose
18/12/2006 | 13h36m16s
naum eh deprimente se ter um filho!o q eh deprimente eh vc roubar,pegar uma aids,se prostituir!realmente há muita coisa a se curtir,mas um dia de qualquer jeito sua maturidade vai ter q chegar!e pq naum podemos curtir um filho?!
hoje os adolescentes falam de curtir como sair,fumar e encher a cara?!sera q issu eh curtir?!
tudo bem q filho na adolescencia eh uma barra.pq eu sei na pele o q eh issu engravidei com 16 anos,atualmente meu filho tem 1 ano e é a maior alegria da minha vida!



robrasil
18/12/2006 | 14h33m02s
Eu não acho este assunto nada natural tenho amigas q as filhas ficaram gravidas com 15anos e elas acharam tudo normal,



luiza345
09/01/2007 | 15h10m31s
Mulheres que acham "normal" sua filha de 15 anos estar grávida, estão admitindo que essas crianças estão prontas para o sexo. Se elas estão prontas para o sexo, os adultos, sem dúvida, também estão. Então essas mães não podem condenar a pedofilia, ou seria uma incoerência!



jou_pisciana
20/12/2006 | 11h46m20s
concordo em parte quando e dito que e falta de diálogo dos pais ...gente mas ñ e so isso ja era o tempo que sexo e maternidade era tabú entre as familias agora as adolecentes vivem cercadas de informações ,ñ existe mas (ninguem me falou isso!ou foi so um pouquinho )isso era do tempo da minha vó,tive amigas que engravidaram na adolecencia por pleno descuido,tinhaõ informaçoes os pais falavam sempre,muitas so querem agradar o namoradinho ,a ele disse que fica so comigo pra que proteção !,etc.eu tive minha filha com 24 anos graças a deus,mas tenho amigas na minha faixa etaria que tem filhos de 10,9, 8, anos ,quando estive na maternidade agora rescente,minha segunda gravidez ñ foi bem sucedida,no quarto que eu fiquei tinham mais quatro maesinhas,quando a enfermeira perguntou a idade foi motivo ate de admiraçao,eu era a unica que tinha 26 anos as outras tinham entre 15 a 17 anos.e todas maes de segunda viagen.sem falar que se vc entrar em uma conversa mas profunda vai descobrir que estudos inacabados muitas vivem na casa dos pais como mae solteiras,desempregadas.mas isso ñ acontece so nas familias mas humildes ñ acontece nas melhores familias .



luiza345
01/01/2007 | 02h40m31s
Filho não é uma curtição, não é uma brincadeira. Ter um filho na adolescência é deprimente sim! Mais vergonhoso para os pais da adolecente grávida, e para o país, do que para a própria adolescente, que foi apenas mais uma vítima da mídia irresponsável que a induziu ao sexo precoce, e de pais irresponsáveis que permitiam tudo.
De qualquer ângulo que se veja, é uma mazela de subdesenvolvido, e sim, essa mazela está se espalhando em camadas sociais mais elevadas também, graças principalmente a uma TV irresponsável e sem um efetivo controle por parte do governo. Se não sabem do que estou falando sugiro que leiam o seguinte artigo:http://www.terra.com.br/istoe/comport/140023.htm
e visitem o seguinte site: http://www.salvemascriancas.hpg.ig.com.br



alinegodoy
03/02/2007 | 03h12m35s
A mídia é culpada? SIM, concerteza. Mas não é a única, e nem a responsável pelo que está acontecendo. As pessoas se iludem ao ver apenas uma causa...o fato é que quem quer faz. Independente da televisão, a sexualidade sempre está presente. Um exemplo é nossa sociedade brasileira hipócrita, que em tempos atrás não ligava de deixar crianças se casarem com adultos. O buraco é mais embaixo...o erotismo está arraigado em nossa história e o difícil será reverter uma realidade tão difícil. Livros de Jorge Amado como: Dona Flor e Seus Dois Maridos (que fazem sucesso até hoje) entre outros caíram no gosto popular porque? Pois o foco( por mais que a intenção do autor era denunciar) acabara por expor o sexo, de tal forma que Jorge Amado é confundido como mais um inpúdico. Ou seja, meu povo, a situação brasileira não é nada boa, e são pessoas como nós que seremos responsáveis por quem vem aí...A opção é previnir, cultivar valores infantis, não deixar escorregar a infância por um ralo de impurezas...sabe...há coisas melhores do que assistir televisão...a tv não presta?ok...existem uma porção de outras atividades que crianças até gostariam de fazer mas não há estímulo...O conformismo de se sentar na frente da tv e ver a vida passar só piora a situação. A criança quer agitação brincadeira. Aliás doenças diversas ocorrem por sentar em frente a uma tv...pense sobre isso...
Um país consciente LÊ!




Nomma
21/02/2008 | 11h21m23s
Isso aconteceu comigo tbm, e estou muito preucupada. Meus pais ñ está me dando apoio nenhum, só sabe me umilhar e echer meu saco. O pior de tudo é q estou sem ajuda de ninguem, tanto da parte da minha familia quanto da parte do pai do meu filho, e ñ sei + oq fazer pra me acalmar. Tenho apenas 17 anos, ñ queria isso pra mim, o tanto quanto para a q estão passando por isso, pq é muito dificil de supera. Não estou com o pai do meu filho, pq ele é muito jovem e sem esperiencia de vida, pq ele quer, e minha vida é de mal a pior.
Queria a juda de algumas de v6....
Para me dar alguns conselhos basicos.
Agradeço...



Princesona
21/02/2008 | 11h55m45s
Eu acho que é muito fácil falar, julgar, xingar mas pra quem esta de fora. Quem viveu a situação sabe muito bem que não é assim tão fácil, fiquei grávida com 18 anos. Sim, nunca conversei com os meus pais sobre isso, mas sempre tive toda a informação do mundo. Estudei nos melhores colégios onde a sexualidade era discutida, e mesmo assim não adiantou. Não adianta só conversar. Não adianta só mostrar o lado ruim, porque ter um filho na adolescencia é como se fosse PROIBIDO. E nós jovens adoramos coisas proibidas, não estou brincando, é verdade.
É uma puta barra sim ter filho adolescente. Tive que parar de estudar, mas hoje graças a minha familia eu voltei, faço faculdade, cuido do meu filho e dei a volta por cima. E posso agradecer a chegada dele, pois eu nunca pensei em estudar, só gostava de sair por ai bebendo, fumando. Ele me deu o juízo que eu precisava, e jamais quero faze-lo sofrer!!!



lays.cezar88
22/02/2008 | 18h40m10s
Realmente tudo tem sua hora... digo isso por experiencia propria. Emgravidei com 15 anos e meu namorado 10 anos mais velho... nos casamos e nunca tivemos uma união estavel. Entrei em depressao, me sentia a pessoa mais feia do mundo, ele chegava tarde em casa e isso fazia com q eu me sentisse pior. Nos separamos varias vezes, nos agredimos de todas as formas, antes e depois do bb nascer... voltamos tentamos novamente, nos mudamos mais nada mudou.
Hj 3 anos depois percebo o qnto perdi na minha vida e como meus 19 anos pesam e eu nao tenho a vida de qualquer uma das minhas amigas...
Mias uma coisa tenho certeza, nao abro mao do meu filho por nada... mais se pode evitar, vale muito a pena esperar o momento certo e a pessoa certa.



gisario
23/02/2008 | 00h42m50s
Acho que julgar se torna muito superficial , é um mito de vergonha , medo , sensação de culpa, autopiedade e tudo mais qdo se descobre gravida aos 17 anos, e ainda tendo que aguentar todos esses tipos de comentarios que são ditos e feitos por quem nunca viveu este momento. Bem.... apesar desta imensa falta de solidariedade e amor ao proximo , acho e recomendo, que não existe um momento certo, mas que pode ser evitado sim.... e é muita falha de quem nao o faz... apesar de toda plenitude de ser mae, toda beleza e, a responsabilidade pesa, e pesa em todos os momentos... filho é pra sempre gente e assumir tanta responsabilidade so mesmo tendo certeza e querendo muito.... e mesmo assim... continua sendo responsabilidade, ja dizia minha vó, quando o cabeça nao pensa, é o corpo que paga.... Essa é minha opinião...



Bargassancia
23/02/2008 | 12h10m33s
tive uma amiga q passou pela msma situação. foi uma barra pra ela e pra familia , ela tinha 16 anos e pensou em abortar, eu q pedi para q ela pensasse um pouco e tentasse conversar com as pessoas q poderiam apoia-la. pra piorar o namorado nao queria casar e toda essa conversa q vcs a tão cansadas de conhecer ne.. ela passou muito aperto mas no final acho q tudo ou quase tudo deu certo. a menina é linda, a família audou minha amiga enquanto podia, e ela voltou com o namorado, agora estão casados e acho q felizes. mas claro, ela perdeu muito da vida dela e ainda se sente mal com isso



miriancarmo
01/04/2008 | 14h17m03s
bom,tenho 33anos e minha filha tem 16 anos e ela esta gravida de meses,no comço eu fiquei comfuza,meio que fora da realidade,fiquei assustada confeço mas ela tera todo o meu apoio,apesar, ela e minha filha. Amo minha filha do mesmo jeito,eu confeço laaa no fundo ja que aconteceu eu estou feliz,bom eu vou ter um netinho ou netinha,nao deicho de aconcelhar ela agora mais ainda,pretendo fazer o meu papel de mae agora mais ainda e logo mais de avo.Eaconcelho as adolescentes que estiverem gravidas a nao se desesperar pois tudo tem soluçao,compeendam os seus pais de um tempo para eles dijirirem esta situaçao,ponham_se no lugar deles,oque voce faria,entao tenha calma,paciencia e o resto o tempo resolve.Beijosssssssss para todas as gravidinhas e parabens,mas aja com respomsabilidade e juiso,nao deiche que te coloquem para baixo por nada,seja por atitudes ou palavras,seja voce mesma hoje e sempre.



maizonave61
21/09/2008 | 10h09m03s
Obrigado por seu testeemunho sou pai e milha filha esta passando por este problema.
Teus te abencoe.



maizonave61
21/09/2008 | 10h10m33s
Obrigado por seu testeemunho sou pai e milha filha esta passando por este problema.
Como devo agir ?
Teus te abencoe.



Aniie
19/09/2008 | 17h51m32s
Tenho 17 anos e descobri que tô gravida na ultima quarta feira. Eu ainda não tô acreditando que isso pôde acontecer comigo. Eu e meu namorado sempre usamos camisinha, mas um belo dia ela estorou . Bem no outro dia compramos a pilula do dia seguite e tals. Tomei corretamente, mas (não sei se a causa é essa) acho que por estar no meu preríodo fértil ela não funcionou . Ele também está meio perdido, mas diz que vai dar tudo certo. A gente se ama muito, pensavámos em ter uma familia, mas não agora. Mas já que veio, paciencia. Foi apenas uma coisa boa, numa hora ruim a unica coisa que está nos deixando nervosos é como contar pra nossas familias! Eu nem sei o que pode acontecer, tenho medo de estragar o brilho nos olhos dos meus pais que ainda me veêm como a princesinha deles. É, cara é fod*.



Núbia Beloti
19/09/2008 | 18h38m24s
Eu tenho 16 anos e uma filha de 6 meses.. no começo foi um pouco dificil, mas hoje meus pais amam a minha filha demaaais, sem noção!! Os bizavos dela tbm... e muito mais o pai dela... Ainda estamos juntos e vamos nos casar ate o fim desse ano.. se Deus quiser!!
Eu não parei de estudar nem qnd tava gravida nem depois que a Ester nasceu!!! E não pretendo parar tão cedo!!!
Vou me formar em contabilidade, ser uma contadora de sucesso em nome de jesus!! Voltei pra igreja que foi o que me fez ficar gravida(me desviar)!!!
Hoje ainda é muito dificil porque cuidar de bebe não é mole não!!


Mas a todas que estão na mesma situação: força! vcs vão conseguir e contem comigo!!
E não liguem pra pessoas que dizem que com 25 anos ainda não tem filho e nem sabem se pretender ter!! Como a nossa amiga laaa em cima..
Aff!! isso é ridiculo.. nunca serão completas!!
Sem comentarios!!
Amigas filhos são bençãos!!!



Luzinha21
21/09/2008 | 15h01m52s
Não gosto de criticar ninguém, mas acho incrível como uma garota de 13 anos tem maturidade para cuidar de um filho, eu tenho 24 anos, sou casada e não consigo me imaginar grávida, acho que essas meninas são muito mais fortes que eu, se eu tivesse ficado grávida ainda adolescente teria enlouquecido...



Aniie
22/09/2008 | 15h11m17s
Alguém tem sabe me dizer como que eu falo para os meus pais que tô gravida?



mandinhascarlett
22/09/2008 | 20h16m30s
bom vou dar a aqi a minha opiniao...
eu tenho 18 anos sou casada 1 ano...
sepre qui ser mae mais tenho conciencia de que ainda é muti sedo logico...
eu moro fora do brasil e perdi os contatos de umas amigas de la...
tudo bem ate ai quando fiz uma vez o orkut e encontrei elas aos poucos...
fiquei pasma pois a maioria tava gravida.
na Minha opiniao de Certa forma a culp é dos pais por dar tanta liberdade aos filhos..
dependendo da cabeça do adolescente claro pq nem todos sao iguais;
irao aproveitar da liberdade e segui os outros ao em vez dos conselhos dos pais.
nao digo prenda seu filho mais nao digo solta ele pois isso traz consequencias a todos cada um tem uma maneira de criar e educar seu filho e falo mais qua adolescente tem cabeça sim e sabe pensar
pois sou adolescente casada e mutio bem casada nao tenho filhos pq nao quero mesmo por agora apesar de ser doida pra ser mae.
mais uma coisa é certa na maioria dos casos so engravida quem quer pq por burrice nao é.
a muitas maneirasde preveni. se ele usa camisinha otimo preine doenças mais pq ela nao toma a pilula ja que tem uma vida sexual ativa?!
falta de informaçao nao ha.
meu pai nunca falo disso comigo, minha mae nunca falo Claramente so por indiretas se é que vcs me entendem.
essas meninas que hoje em dia engravida cedo é pq quer falta de aviso nao é.
mais se ja esta gravida que seja bem vinda pois é mais uma vida uma bençao de deus...
se aconteceu pra cre critica pra que atira pedra no telhado dos outros se os vossos tambem é d vidro....
luiza345 amiga ate concordo com suas palavras mais me fala se vc tem, vai ter filhos.
acha depremente e tl so que nao sabe o que o futuro dos vossos filhos reservam...
por isso antes de aponta o dedo pense bem...
pq um dia teras telhado d vidro...
ai o que vc vai fazer?
vai se culpar ou culpa seu filho pelos seus atos?
é facil fala e critica quando nao é com agente né
nao desejo que isso te aconteça longe de mim isso mais so quero que vc saiba que isso pode acontecer a qualquer um.
ok bjss e boa sorte pras mamaes jovens




fatisantos
23/09/2008 | 07h18m15s
Eu fui mãe com 30 anos por opção. Na adolescencia sempre tive bastante liberdade. Tinhas colegas minhas que as mães não deixavam sair de casa e engravidavam, por isso eu acho que a culpa não é dos pais, porque eu não acredito que aja pais que queram mal para as suas filhas. Tem a ver sim com a metalidade de cada um e talvez com a educação da sociedade em geral. Falta de informação também não falta....
Depois do mal estar feito não vale a pena chorar, cabeça pra frente...
Boa sorte ...




nova resposta

Você
:D


Avise-me quando houver novos comentários nessa matéria