fóruns

Estilo de Viver

Coluna Social 153 tópicos | 958 repostas
Estrela... geminiana
10/03/2012 | 12h00m13s
BRASÍLIA - A comissão de juristas nomeada pelo Senado que elabora o anteprojeto de lei de um novo Código Penal aprovou ontem um texto que propõe o aumento das possibilidades para que uma mulher possa realizar abortos sem que a prática seja considerada crime. O anteprojeto também contempla modificações que atingem outros crimes contra a vida e a honra, como eutanásia, estupro presumido e infrações graves de trânsito.

A principal inovação na legislação sobre aborto é que uma gestante poderá interromper a gravidez até 12 semanas de gestação, caso um médico ou psicólogo avalie que ela não tem condições 'para arcar com a maternidade'.

A intenção é a de que, para autorizar o aborto, seja necessário um laudo médico ou uma avaliação psicológica dentro de normas que serão regulamentadas pelo Conselho Federal de Medicina. 'A ideia não é permitir que o aborto seja feito por qualquer razão arbitrária ou egoística', afirmou Juliana Belloque, defensora pública do Estado de São Paulo e integrante da comissão. No entanto, abre tantas possibilidades que deve virar uma batalha política no Congresso.

A comissão está preocupada em dar guarida a mulheres em situações extremas, como adolescentes e mulheres pobres com vários filhos. 'A ideia não é vulgarizar a prática, é disseminá-la de maneira não criteriosa', disse Juliana, para quem o aborto é uma questão de saúde pública - 1 milhão mulheres realizam a prática clandestinamente por ano no País.

O anteprojeto também garante às mulheres que possam interromper uma gestação até os dois meses de um anencéfalo ou de um feto que tenha graves e incuráveis anomalias para viver

Veja toda a matéria aqui!

Como vocês veem essas mudanças, acreditam que vai aumentar o aborto?
E a eutanásia? sendo comprovada por dois médicos que o paciente vivia só por aparelhos, deve deixar de ser um crime?




FIRERISES
21/03/2012 | 09h15m52s
O projeto de lei parece bem sensato, inclusive limitando o tempo para o possível procedimento (12 semanas); se ocorrer como na teoria..creio que possa mitigar muitas dores futuras!



Pandora*
21/03/2012 | 13h11m30s
Sou contra a legalização do aborto.
Se legalizar, o que vai acontecer são a queda nas vendas das camisinhas e anticoncepcionais, e um grande aumento da irresponsabilidade e das filas de aborto nos hospitais.
O que tem que se fazer é bem mais simples: arranca o útero deste bando de incompetentes que além de não se protegerem, dão mais que chuchú na cerca.

Em relação a eutanásia, sou a favor: acho que cada um tem o direito de decidir sobre sua propria vida! Pra quem tá de fora, não tem ideia do sofrimento que é estar em cima de uma cama, inválido, sem uma existência digna e dependendo dos outros.



Pandora*
22/03/2012 | 14h19m45s
Concordo em partes Morena.
Talvez vc tenha razão, elas podem não ficar mais responsáveis com a legalização. Porém, a lei facilitando a vida delas também não ajuda no controle de natalidade.

Pra mim, a grande questão não é "legalização".
O que resolveria pelo menos parte do problema seria "conscientização + punição"!

Acho muito fácil abrir as pernas pra qualquer um sem proteção, engravidar e simplesmente ir lá no SUS e dizer: não quero este filho, tira ele de mim! Quando uma camisinha teria evitado todo o transtorno!
Por isso não aceito a legalização. Porque evitar é muito mais fácil que abortar!



Estrela... geminiana
26/03/2012 | 12h56m39s
Sou a favor do aborto em alguns casos, como o estupro e a criança com má formação no cérebro, mas também apoio a mãe que quer levar a gestação adiante nessas duas circunstâncias, afinal o corpo é dela e a escolha também, ou seja, não julgo, que elas façam o que acham melhor.
Sou contra o aborto de feto que não apresenta nem uma deformação física ou mental quando não se trata do estupro. Para esse caso ainda acredito numa conscientização que consiga fazer com que essas mulheres usem preservativos ou anticoncepcional para evitar gravidez indesejada e assim evitar o crime contra uma vida!

Já a Eutanásia sou a favor, não consigo me imaginar deixando uma pessoa que amo vivo, só porque irei sofrer com sua morte, penso que assim estarei sendo egoísta, estarei pensando só em mim e não no sofrimento dessa pessoa.




nova resposta

Você
:D


Avise-me quando houver novos comentários nessa matéria