fóruns

Corpo e Bem-estar

Em foco 495 tópicos | 3.963 repostas
Ruiva2011
08/04/2011 | 11h35m05s
Olá meninas!
nesta segunda feira (04/04/2011) começou um corrimento vaginal com mal cheiro (sempre tive corrimento,mas não tinha mal cheiro),no domingo,um dia antes disso,tive relação com meu namorado,mas não senti cheiro nenhum,só na segunda que começou,eu fiz o papanicolau o mes passado mais ainda nao saiu o resultado...
alem desse mal cheiro,eu to sentindo algumas colicas leves,meus seios estão coçando e minha menstruação ainda não desceu(era pra descer dia 22/03)...o que será que eu tenho?devo esperar sair o resultado do exame ou ir logo ao gineco logo?oq posso fazer para amenizar o cheiro,oq posso passar,alguma pomada?me deem dicas por favor!(o cheiro ta forte!)
Desde já obrigada!




Nanda.A
08/04/2011 | 14h43m13s
O corrimento vaginal é um dos problemas que afecta grande parte da população feminina. Para quem não tem bem a percepção do que se trata, o corrimento vaginal é uma irritação ou um corrimento anormal, que pode ter um cheiro desagradável. Além deste desconforto, o corrimento vaginal pode provocar ainda ardor, comichão, ou uma vontade exagerada de ir à casa de banho.

Se tem notado que o seu corrimento vaginal é muito intenso, e se apresenta algumas das características que atrás referimos, a primeira medida a tomar é dirigir-se ao seu ginecologista. O médico recomendar-lhe-á a realização de exames ginecológicos, o Papanicolau e exames de laboratório. Habitualmente, as causas mais comuns para o aparecimento deste corrimento vaginal são as infecções vaginais, doenças sexualmente transmissíveis, ou infecções cervicais ou do colo do útero.

Um dos corrimentos mais comuns é a Candidíase ou a Monilíase Vaginal. Este é um dos corrimentos mais irritantes, na medida em que o seu corrimento é muito espesso, de cor esbranquiçada, protagonizando muita comichão e irritação. Esta micose aparece quando a resistência do organismo sofre algum distúrbio, ou quando a própria resistência vaginal está mais fraca do que o habitual. Os motivos para que situações deste género ocorram são vários: antibióticos, gravidez, diabetes, infecções, deficiência imunológica, ou medicamentos, como é o caso de anticoncepcionais. O Papanicolau e os exames de laboratório são os indicados nesta situação.

A Tricomoníase é outro género de corrimento vaginal. Este só surge quando houve um contacto sexual com alguém que tinha este problema. O Papanicolau, exames médicos e exames de laboratório são os indicados nesta situação de corrimento vaginal. Além de si, convém que também o seu companheiro sexual seja devidamente medicado. Porém, existe ainda um outro tipo de corrimento vaginal: a Vaginose Bacteriana. Esta tem origem numa bactéria, gardnerella vaginalis, que provoca um odor muito intenso e desagradável durante as relações sexuais e na altura da menstruação. Os exames a fazer são os mesmos que os dos outros tipos de corrimentos vaginais que foram referidos anteriormente e, tal como na Tricomoníase, é também aconselhável que o seu parceiro seja medicado, embora não se tenha a certeza se este tipo de corrimento vaginal é sexualmente transmissível.




Olha, voce pode tomar um remedio de dose unica, FLUCONAZOL, passar uma pomada VAGITREME.... São otimos para esses casos, mais sempre consulte um ginicologista antes, por que as vezes pode ter sido bom pra uns mais será pessimo pra vc ok?



bonni_sagitariana
08/04/2011 | 16h28m00s
vai ao gni.correndo,bonni



sylneres
08/04/2011 | 16h38m41s
É MELHOR VOCÊ IR NO GINECOLOGISTA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.
COM ESSE TIPO DE COISA N SE BRINCA.




Gyslane
08/04/2011 | 16h53m24s
Também conhecido como vaginite, o corrimento vaginal é um dos problemas ginecológicos mais comuns e freqüentes na mulher. Alguns tipos são causados por doenças sexualmente transmissíveis, outros por desregulamento da flora vaginal e alguns, inclusive, podem ter origem em fatores psicológicos, como o estresse.
Veja mais sobre o assunto…


“Toda mulher possui uma secreção própria, que é natural e normal. Esse muco, que no período fértil fica um pouco aumentado, tem aspecto cristalino, como se fosse uma clara de ovo”, explica a ginecologista Silvana Chedid.

Quando essa secreção passa a assumir um aspecto esbranquiçado ou amarelo e com odor, acompanhada de coceira, dor (agravada durante a relação sexual) ou ardor, o corrimento pode ter causas patológicas diversas. E elas variam de um simples desequilíbrio orgânico até doenças venéreas, como a gonorréia.

“Os agentes de corrimento mais comuns são os fungos. A candidíase, por exemplo, é um dos corrimentos mais freqüentes”, comenta o ginecologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Domingos Auricchio Petti.

Com um corrimento de aspecto cremoso e esbranquiçado, a candidíase pode ser adquirida durante a relação sexual, por roupas e objetos contaminados, por causa de uma higiene pessoal inadequada ou quando a mulher apresenta baixa resistência imunológica.

Uma dica é tentar manter a região da vagina o mais arejada possível, pois a candidíase aparece quando a área está quente e úmida. “Usar calcinhas de algodão, que permitem uma ventilação melhor e absorvem as secreções, é o mais indicado”, alerta Petti. Outra idéia é dormir sem calcinha para evitar o abafamento da região sempre que possível.

Além dos fungos, bactérias e protozoários também são agentes causadores dos corrimentos vaginais. A tricomoníase, por exemplo, que se caracteriza por uma secreção amarelada e ardor, é causada por um protozoário transmitido durante a relação sexual e por roupas e instrumentos ginecológicos contaminados.

Esses microorganismos podem ainda contaminar a mulher durante a masturbação. Uma vez que ela se toque sem antes ter tido uma higiene correta das mãos ou dos objetos utilizados, as chances de uma infecção por bactérias e fungos crescem consideravelmente.

Alergias a absorventes, amaciantes e produtos de higiene podem também estimular o aparecimento de corrimentos. Nesses casos, o ideal é que se evite o contato com o alergênio em questão, a fim de evitar irritações na região vaginal.

Tratamentos:
Não há um tratamento específico e padrão para a vaginite, cada caso pede um medicamento direcionado ao agente do corrimento. “Em geral, se usa cremes vaginais e comprimido via oral, mas algumas vezes é necessário o tratamento do parceiro também”, explica Silvana.

É importante, no entanto, que a mulher não tente “adivinhar” o que lhe causou o corrimento. Exames ginecológicos como o papanicolau e os laboratoriais são necessários para se definir o melhor tratamento a seguir.

Em casos mais simples, o não tratamento da vaginite pode trazer à mulher apenas um desconforto constante, ardor, corrimento permanente, irritação dos órgãos genitais e odor. “No entanto, dependendo do microorganismo causador, como o caso de algumas bactérias, quando não tratados podem infeccionar trompas e ovários”, alerta Silvana.

Fatores que favorecem a vaginite:
- Alergia
- Baixa imunidade
- Diabetes
- Doenças sexualmente transmissíveis
- Estresse
- Gravidez
- Higiene incorreta
- Masturbação

Serviço:
Domingos Auricchio Petti – ginecologista
www.haoc.com.br

Silvana Chedid – ginecologista
www.chedidgrieco.com.br

Terra



Laiat
09/04/2011 | 13h51m14s
Vá ao ginecologista amiga! É normal sair secreções da vagina, mas elas não podem ter cheiro e nem cor!! Váa logoo ver o que ée isso!



Gabiiiiiiiii
10/08/2012 | 12h28m55s
Olá eu tenho 13 anos ,e quando era pequena apertava para fazer chichi.Agora eu tenho mau cheiro vaginal.Os meus pais nunca me disseram nada sobre isso,mas na escola no 4 ano a professora disse que se nos apertassemos para ir a casa de banho quando fossemos mais velhas poderia-mos ter mau cheiro vaginal.Eu tenho muita vergonha disso e nao queria continuar a ter mau cheiro. Por favor me ajudem, me digam como posso evitar. Preciso muito da vossa ajuda. Obrigado,bjs



xonada_88
26/10/2012 | 21h53m03s
Eu também já fiquei assim, é horrivel ....Mas eu fui a Ginecologista e ficou tudo certo!
Qualquer pessoa que fique assim antes de mais nada deve ir ao Ginecologista o mais breve possível. Pois é questão de saúde e preocupação consigo mesma.!!!! Mulheres se cuidem...



Rebeca10
26/10/2012 | 22h11m05s
Vai no Gine o mas rapido possivel, com isso não se brinca pode ser uma coisa mas seria ou não né ? melhor se previnir e se for ter relaçoes com seu namorado é bom usar preservativo para nao passar pra ele tbm




nova resposta

Você
:D


Avise-me quando houver novos comentários nessa matéria