fóruns

Amor

Homens 2.125 tópicos | 46.997 repostas
grebolys88
18/04/2008 | 11h01m01s
Meninas vou te dizer uma coisa e terrivel,vc nunca sabe como ele vai acordar as vezes fica triste de uma hora pra outra ,alegre de repente,stressado principalmente e dificio as vezes ate brigo com ele pra ele ver oq esta contecendo com ele .. Vcs tem um caso parecido com esse e como vcs lindam com isso????



Katyloy
10/06/2010 | 17h14m12s
Oi meninas eu não sei se meu namorado é bipolar,mais lendo esses depoimentos acho que pode ser sim,com certeza se for nem ele mesmo sabe disso.Mais algumas das caracteristicas como te amar em um dia e te odiar no outro são frequentes no nosso relacionamento,ele já chegou a ponto de me mandar embora dizendo que eu não era quem ele queria que não me amava e no dia seguinte ir me procurar dizendo que sou a vida dele e quem sem mim ele não pode mais viver por que me ama.
Gente será que ele é bipolar e não sabe disso,eu to começando a achar que sim,o que eu faço agora???Onde posso procurar uma ajuda???



Gachagas
20/05/2011 | 23h56m25s
Estava eu, aqui toda deprimida, procurando na internet estudos a respeito da bipolaridade, me sentindo a unica namorada na face da terra que tinha um namorado bipolar e não sabia o que fazer. Quando me deparo com tantos casos. rsrsrss
Eu acredito que a unica regra basica é a paciencia. Pois como todos, mesmo sendo bipolar eles tem personalidades diferentes. O que os assemelham é os picos de "altos e baixos" no humor, alem de algumas manias...que o meu tem até poucas.
Vou dividir meu caso com vocês. Meu namorado tem 36 anos, e descobriu que é bipolar a 3 anos atras mais ou menos. Isso porque não procurou um profissional antes. Pois durante a vida toda por varias vezes tentou suicidio. Ele é um doce de pessoa. Me faz sentir a mulher mais amada, mais linda, mais desejada, a unica. O problema que quando ele tem a crise (que até agora só presenciei uma, pois faz 1 mes de namoro apenas) ele se acha a pior pessoa. Ou seja, que ele não é suficientemente bom, para mim. E se "afasta". Não totalmente, mas sinto falta, pois ele é 100% atencioso, disponivel para mim. E ele fala que tenho que procurar uma pessoa melhor, que possa oferecer algo melhor. Sem contar que magoa ver alguem que vc gosta se colocando tão pra baixo. Bem, mesmo sendo formada em psicologia, mesmo tendo conhecimento (pouco, estou me aprofundando mais no tema por conta dele) sobre o assunto, eu muitas vezes fico de mãos atadas. Pois eu sou humana e não posso controlar totalmente meus sentimentos. E nessas horas recorro a paciencia. Como mencionei a cima. Mas o que gostaria que vcs dividissem comigo é: Como vcs conseguiram manter o relacionamento durante tanto tempo? Pois, como disse, faz apenas 1 mes que estamos juntos, ele teve sua primeira crise a 2 dias atras, e eu já estou perdida...rsrsrs preocupada se devo ou não insistir na relação. Me ajudem por favor!



Kakalzitcha
21/11/2011 | 13h45m54s
Olá, realmente não é fácil.



...Li...
06/03/2012 | 14h40m05s
Olá, estava na net pesquisando algo sobre o assunto e achei vocês!! Gostaria de compartilhar a minha experiência... Em agosto vai fazer 3 anos que me casei, e desde o nosso namoro sempre brigávamos por qualquer coisa. Meu esposo sempre teve essas crises, já tentou suicídio varias vezes, perdi as contas de quantas vezes ele me mandou embora nessa semana, mas também perdi as contas de quantas vezes ele me amou e disse que sou linda, e importante pra ele.
Descobrimos o diagnóstico faz apenas algumas semanas, temos um filho de 6 anos, e justamente por isso resolvi escrever pra vocês. Saibam que quem mais sofre com esse doença é quem sente os sintomas, é muito triste, então se vocês amam realmente seus namorados, maridos, em fim... cuidem deles, amem eles, tenham paciência, e principalmente não esqueção que para Deus nada é impossível, nada é incurável. Sou apaixonada pelo meu marido, e meu filho quer ser igual a ele quando crescer. Não sabemos e nem queremos saber viver sem ele por perto. Tudo o que eu e nosso filho queremos é ter cada vez mais paciência, pois o amor que tudo suporta nós já temos de sobra. Não estou dizendo que é fácil, por que não é, mas para quem tem Deus no coração o fardo fica mais leve para carregar. E eu creio que em breve ele não precisará tomar mais nenhum medicamento. Lembrem-se tudo o que essas pessoas precisam é de AMOR!!!!



golfmikie
06/03/2012 | 21h48m09s
Olha minha atual ex- esposa ou ex- atual esposa ( PORQUE EXISTE PROMESSAS BÍBLICAS DE RESTITUIÇÃO CONJUGAL) , sofria de algo parecido.TPM é uma doença, sim, é a Tensão Pré Menstrual!
É um conjunto de sintomas físicos e comportamentais que ocorrem na segunda metade do ciclo menstrual podendo ser tão severos que interfiram significativamente na vida da mulher.
A TPM é uma desordem neuropsicoendócrina com sintomas que afetam a mulher na esfera biológica, psicológica e social.
A tendência hoje é acreditar que a função fisiológica do ovário seja o gatilho que dispara os sintomas da síndrome alterando a atividade da serotonina (neurotransmissor) em nível de sistema nervoso central.
O tratamento depende da severidade dos sintomas e incluem modificações alimentares, comportamentais e tratamentos medicamentosos.

Os sintomas mais frequentes são: DESCONFORTO ABDOMINAL, MASTALGIA CEFALÉIA, FADIGA, IRRITABILIDADE, TENSÃO, HUMOR DEPRIMIDO, HUMOR LÁBIL, AUMENTO DO APETITE, ESQUECIMENTO E DIFICULDADE DE CONCENTRAÇÃO, ACNE, HIPERSENSIBILIDADE AOS ESTÍMULOS, RAIVA, CHORO FÁCIL, CALORÕES, PALPITAÇÕES e TONTURAS.
Os sintomas variam de mulher para mulher.
Se a sua namorada sofre severamente com esses sintomas, o ideal é que ela procure um ginecologista para tratar.

Há algumas orientações que devem ser dadas para quem sofre de TPM:
-orientação: explicar que a TPM não é grave e que os sintomas podem variar a cada ciclo
-modificações alimentares com diminuição da gordura, sal, açúcar e cafeína (café, chá, bebidas a base de colas),
-fracionamento das refeições,
-dieta com boas fontes de cálcio (leite e iogurte desnatado) e magnésio (espinafre), diminuição da ingestão de álcool,
-parar de fumar,
-fazer exercícios regulares (aeróbicos: 20 minutos 3 vezes por semana),
-manejar o estresse.
CONTUDO ELA ACHOU DÍFICIL ESSA CURA E ACABOU ME TROCANDO PELA SOGRA, FICOU COM A MÃE DELA ... FDP !!!
BEIJOCAS, KKKKKKKK, SÓ RINDO MESMO, KKKKKK !!!


..



zagan
18/04/2012 | 12h08m13s
Olá na verdade meu nome não é zagan... mais achei melhor me identificar assim porque na net tudo o que é postado um dia pode ter consequências... Mais o que vou postar é uma pura verdade... Estou namorando a 1 ano e 5 meses com uma pessoa que por vários mutivos desconfio ser bipolar, mais como a mente humana é um enigma ainda tenho dúvidas... mais estou fazendo várias pesquisas a respeito...Para que entendam tenho que contar minha história de forma resumida desde o inicio: nos conhecemos por acaso de uma forma bem diferente, ele disse que já vinha me observando a um tempo bom e eu não lembro dele antes do dia que nos falamos pela primeira vez, depois de um tempo ele se decara da forma mais meiga possível naõ queria nada além da amizade com ele mais a forma foi tão legal que no momento não sobe dar um não... passa tempo e mais tempo e eu sempre querendo me afastar sem dizer nada a ele depois de um tempo fiquei com ele mais ainda não queria nada... tempo e tempo e ele nada de desistir nunca vi pessoa mais insistente que ele, aí com tanta dedicação comigo quando fui ver já tava bem ligada a ele porém nos achavamos tão diferente e não acreditava q ia dar certo, mais depois d 4 meses comecei a namorar com ele a pessoa mais compreenssiva do mundo... mais antes disso ele já tinha me dito que tinha passado por algo muito rum que algo que ele não sabia de certo explicar tipo sentindo q a vida não tinha mais sentido mais isso foi mais ou menos uns 2 meses antes de me conhecer, desde então só sabia disso. Depois namorando ele a pessoa mais marravilhosa do mundo e é até hoje mais ele dizia inicialmente que tinha medo dele começar a se comportar de forma estranha porque não queria nunca me magoar... mais eu não entendia muito o q ele queria dizer... apois uns 6 meses é q comecei a notar umas coisas estranhas...forma de comportamneto tipo dizendo que não tava legal e era melhor não vi hoje para minha casa... coisas desse tipo no inicio pensava q ele dizia isso e ia para outro lugar mais não era... depois como saio muitoooo pouco ele trabalhando a semna toda teve uns 3 finais de semna não consecutivos mais um bem distante do outro q ele disse que ia sair com uns amigo queria fazer coisas para distrair porque estava mal... quase ninguém sabe disso por isso que não me identifico não por me mais por ele...Mas ele sempre me compensava é o namorado dos sonhos tirando asvezes que acontece essas coisas ai comecei a observar se fosse apenas frescura e porque ele queria era ter faminha de souteiro eu ia acabar tudo... Mias só vendo para ver...Ele quando ta assim tenta desfaçar para eu não me preocupar mais eu sei... a forma de olhar mudar, de falar, de beijar, de sorrir... mesmo desfaçando eu conheço... Ele se inveta de estudar e não consegue incetivo com isso... aí não estudar e fica se sentindo mal, agora quando os colegas chamam para ele sair ele vai mesmo sem tanta vontade... Já pensei que ele fazia isso para que eu sentisse raiva e acabasse... tantas coisas só que ele ao mesmo tempo que faz essas coisas sem noção me faz eu me sentir a melhor mulher do mundo... A única explicação para os comportamentos dele é o fator dele poder ser bipolar ou algo parecido... Mais tenho muitas dúvidas ainda a única coisas que sei a nosso respeito é que o amo muito e q ele também me ama... E a única coisa que naõ torna meu namoro perfeito é isso nunca brigamos apesar de tudo... E vocês o que acham do meu caso???



marquinhos79
02/10/2011 | 08h02m06s
Ele é bipolar. Minha ex namorada era exatamente assim. Um dia fazia planos de casamento, filhos, casa. No outro dizia que não sabia o que queria, que tava triste. dali a pouco me procurava e dizia que precisava de mim, que me amava. passava um tempo tudo começava novamente.... eu terminei, não aguentei, e o termino foi trágico. fiquei com outras mulheres e ela me disse que tem raiva e nojo de mim por causa disso... vai entender



eliezin
04/07/2012 | 09h43m28s
mina ex-namorada ela é bipolar ... nós terminamos ontem ela falou que não me amva mais como antes ! , mas o amor que a gente viveu juntos não dava pra acreditar no que ela dizia , quando foi de tarde eu começei a lutar po ela denovo tentar reconquistar e ela me dizia que não queria mais namorar com niguém . eu chorei muito ontem dói demais perder um amor verdadeiro como o dela e o que dói mais é que ela diz que me ama e , quando eu falo pra gente voltar ela não quer e ela tbem disse que estava cm outro menino ,, mas q ela ia voltar cmg mas ai ele pediu ela aceitou mas ai ela terminou cm ele dps de 10 minutos pq ela disse pra mim que gostava mais de mim e queria daar um tempo de 2 meses pra pensar ...... mas vendo os posts de vcs eu to cm mais esperança que ela volte ainda nessa semana pq bipolaridade mexe muito cm isso como foi dito em vários posts ai que as pessoas bipolar tenta sse afastar do nada da pessoa que ama , mas depois volta ... abraço boa sorte pra todas e pra mim tbem que to precisando ....... eu amo demais ela , ela é tudo pra mim , eu sei que ela pensa a mesma coisa de mim por que ela me falou isso ontem mas dói muito quando ela não fala que me ama por vontade própria eu queria muito que essa coisa de bipolar dela paraçe e ela voltasse pra mim pq sem ela não dá pra viver não na boaa !



katia2605
14/04/2012 | 19h36m27s
Vai por mim....sai fora enquanto há tempo.



zagan
18/04/2012 | 12h28m05s
Acho que se eu me afastasse quem viraria bipolar seria eu!!!



reulian
16/06/2010 | 13h58m18s
MEU MARIDO FICA CHATO QUANTO EU PEGO NO PÉ DELE,ELE FALA QUE EU SOU NEURÓTICA MAS SÓ QUERIA QUE ELE FOSSE MAIS COMPREENSIVO COM AS TAREFAS DOMÉSTICAS,TIPO CHEGA E NÃO LARGAS SUAS ROUPAS PELA CASA,O QUE CUSTA GUARDAR NO ARMÁRIO,TÊNIS DEIXAR LARGADO VIVO TROPEÇANDO NELES,TOMAR ÁGUA E DEIXAR O COPO PELA SALA OU NO QUARTO,COMER E DEIXAR RASTOS PELA CASA TODA UIIIIIIII ISSO ME DEIXA LOUCA A VOCÊS NÃO??????SERÁ QUE SOU NEURÓTICA???



severina
28/12/2010 | 13h32m17s
Parece que você está falando de mim.Não você não é neurótica , seu marido é que é desorganizado.



estrelinhab
29/05/2011 | 00h00m50s
Reulian,vc não é neurótica querida,me desculpe mas,seu marido é que é mal educado.Se não aprendeu conviver em sua própria casa, naturalmente repete o que aprendeu ou desaprendeu com a família dele.Cabe a vc ensiná-lo boas maneiras?E se o fizer será bom aluno?Tente, se não conseguir, desista e se achar que não aguenta ou se gosta dele assim mesmo...tolere até que a morte os separe. rs rs rs!



ZeKetrefe
22/08/2011 | 18h45m13s
Pode ser que tu seja neurótica, mas que teu marido é porco e desleixado, nisso não tenho a menor dúvida.



ZeKetrefe
22/08/2011 | 18h45m17s
Pode ser que tu seja neurótica, mas que teu marido é porco e desleixado, nisso não tenho a menor dúvida.



Luzassump_darkness
01/09/2010 | 10h43m59s
Ola namoro um bipolar tb, e meio complicado, mas sempre digo a ele que não suporto rotina e ter um namorado diferente a cada dia esta sendo muito bom... Como todo casal brigamos passamos por momentos complicados, passamos por momentos felizes tb e sabe de uma coisa??? Não consigo mas viver sem ele, não abandone não de toda sua atenção necessária e cuide dele com todo amor do Mundo. São poucas as mulheres que aceitam, mas faça disso mais que um relacionamento mas um aprentizado diario... Um grande Abraço Lu



cruzthais
03/09/2010 | 15h06m07s
Ola com vai?? Adorei saber q existe alguem neste mundo q pensa como eu!!! Ja estava me sentindo sozinha cm minha opinião! rsrsrs A questão eh q como vc, tenho um namorado bipolar... (mesmo q as leituras dizem ser dificil, ou as amigas q dizem ser loucura e etc...). Acredito sim, q ele seja o homem da minha vida, um homem q tenho d valorizar, e dar muito amor, pois ele merece, nao só pelas ótimas atitudes comigo e cm meu filho, mas tbm, por seu modo d pensar sobre a vida ser muito parecido cm o meu.... Na verdade sinto muitoorgulho da pessoa q ele se tornou!
So q mesmo sabendo disso a um tempo, eu nunca tinha parado p pensar nas consequencias q "a aceitação do fato" me trariam, e hj penso nisso. Tem momentos em q nao sei como lidar com ele, ou como reagir a alguma situação.... O q agrava nosso caso eh q ele mora em uma localidade complicada (devido ao trabalho), e q está muito distante (mas muito mesmo!) d mim.... Onde a confiança nao so tem d ser a base de tudo como o principal item da nossa relação....
Nao tenho medo cm relação a traição, ou coisas desse tipo, ( na verdade isso nem se passa pela minha cabeça, pois ele mesmo distante nao eh obrigado a continuar comigo, e se o faz, eh pq alguma coisa devo valer..), mas queria trocar ideia cm alguem sobre como reagir diante de algumas situações, como o isolamento q ele se coloca, ou as vezes nao sei como agir qdo percebo q ele sofre cm a questao da distância, entre outras... Nao sei se estou agindo da meneira correta qdo tento ter paciencia e relevar certas coisas q me incomodam e afins....

Se vc puder me ajudar agradeceria.... as vezes conversando podemos esclarecer e ate melhorar o nosso relacionamento nao eh?
Aguardo sua resposta!

Obrigada

Thá



shilita
20/04/2011 | 10h41m35s
Ola, ele deve estar num primeiro estágio da bipolaridade entao, só digo uma coisa querida... fica de olhos bem abertos.... todos os relatos que estão aqui são fiel ao meu relacionamento. Meu ex, atual, sei la o que é bipolar mas não admite, diz que é sou eu... rsrsrs até poderia ser, pois 3% da população é sofrem desse transtorno, mas não sou. Quaze fiquei de cama por causa das atitudes dele em relação a minha pessoa. Hoje em dia estou melhor. Ainda estou analizando qual sera minha postura agora, pois ja fui até no psiquiatra dele para dizer q eu desconfiava q ele fosse bipolar e como eu deveria agir.... Ele descobriu e deu a maior zika. Seria tao facil, era só ele ir amo médico, tomar uns remedinhos, ninguem precisava saber e pronto... seriamos felizes para sempre! Massssssssssss não prefere me atormentar, que M...
bjoss



Ton_Ton
12/05/2011 | 23h27m34s
Cara
Cruzthais

Meu nome é Antonio

Desculpe por invadir um espaço que pertence ao universo feminino, mais é que este assunto muito me interessa, já que o problema da polaridade não pertence exclusivamente a um sexo e sim a ambos, resolvi então entrar neste site para me orientar também de como lidar com o problema da Polaridade (transtorno de humor) com uma visão ao contrario da minha, já que também namoro a 4 anos com uma pessoa que sofre deste problema.

Fiquei muito contente de perceber que apesar deste problema afeta-la diretamente você ágil como eu não desistiu do relacionamento. Aqui esta o ponto principal que resolvi responder e trocar idéias com você.

Não sou um profundo conhecedor sobre o assunto, mais também não sou nenhum leigo; gosto muito de ler sobre mente humana e a um tempo atrás iniciei um curso de psicanálise que infelizmente não pude dar prosseguimento por ter outros compromissos.

Vamos ao que interessa que é o que temos em comum.

Percebo que o que temos em comum é uma espécie de submissão ao convívio com uma pessoa que tem o transtorno de humor, e desta forma passamos a fazer parte de um problema que não nos pertence.

Cada pessoa tem sua historia de vida e acredito que desta forma a pessoa que tem o transtorno bipolar deve reagir diferentemente quando estão consumidas pela doença, mais com muitas coisas em comum se não seria impossível o diagnostico como doença.

Mais acho que não esta aqui o nosso problema, pois o que nos interessar é saber como eu e você ou nos, vivemos ou aprendemos a viver e a lindar com um parceiro Bipolar.

Neste sentido gostaria que esta nossa conversa se tornasse uma espécie de fórum para trocamos idéias e informações, pois acredito que esta seja a forma de podermos ajudar nossos parceiros a convencê-los(as) que eles(as) tem um problema e que ele nos afeta diretamente

No próximo comunicado detalharei como lido com a situação e gostaria que vocês detalhasse de uma forma bem racional os de vocês...

Espero que esta tenha contribuindo



ledisan
09/09/2011 | 09h54m09s
Descobri recentemente que sofro de hipomania, minha namorada sempre dizia para procurar um especialista porque nao estava normal, meu erro foi, so fiz isso quando ela me deixou.
Quer dizer eu a mandei embora de casa numa das minhas crises.
O que mais me deixa feliz e que tem pessoas iguais a voces que se preocupam com seus parceiros que amam e apoiam.

Parabens e forca para todos voces!



ozanaz
01/10/2010 | 00h38m03s
Não vale a pena insistir, sabe por quê?
Ninguém merece sofrer, não é vida escolher um relacionamento tão conturbado.
VIVA! Jesus abençoe!



brenoamaral
24/01/2011 | 17h21m56s
O TAB (Transtorno Afetivo Bipolar) é uma patologia psiquiátrica que deve ser tratada e não simplesmente julgada como um simples comportamento desejado pelo seu namorado. Talvez isso seja algo que, até mesmo, o constrange ou o deixa realmente em estado depressivo.

Tive uma intoxicação, com 14 anos, e esta abaixou meus níveis de lítio que é o mineral que controla o humor (falando em termos mais leigos e gerais para não ficar chato)... sendo assim, fiquei BIPOLAR até que meu lítio voltasse ao normal com medicina ortomolecular. Vou confessar que é muito complicado não ter controle sobre seu humor... ao mesmo tempo que se está eufórico, pode ficar depressivo, agressivo e até mesmo chegar a agredir alguém que não tem nada a ver com o caso.

Ninguém é obrigado a ficar com ninguém, nem por dó. Mas temos que saber entender os problemas que as pessoas passam, mesmo que não tenhamos o real entendimento do todo. Precisamos ser mais sensíveis aos sentimentos dos outros...

Mas como falei, se não está aguentando a barra, deve esperar que ele se trate ou então, estar ao lado dele, mas sabendo que é uma pessoa que precisa de certa atenção e compreensão; ou então saia, mas com muito carinho.

Beijocas.



juterapeuta
27/08/2011 | 22h10m38s
muito bom o comentario do Kaike....

tudo isso é mais forte do que quem esta com o transtorno, mas concordo com outras que postaram dizendo q não merecemos sofrer..... namoro é para conhecermos - precisa estar ciente que isso é de fato um problema que precisa de cuidados medicos
com o passar do tempo.............piora......entao buscar ajuda psicologica e psiquiatra é fundamental!

quem vive com uma pessoa com este problema, também enfrenta sérios problemas pq é muito dificil nunca saber onde esta pisando....fora todas as dificuldades, incertezas e ansiedades que qq relacionamento supostamente normal já causa, com um disturbio............ ele fica 3D
é bom refletir!



nathyelli
29/04/2011 | 21h46m58s
olha minha irma namora um menino chamado kaike ela nao sabe demonstrar amor por ele mas ela e doente por ele ela nao tem ciumes e ele quer que ela tenha eu naiara sou muito ciumenta sabia mas ela nao e esse e o plobema mas agora no aniversario dela e em julho dia 12 ela vai cantar uma musica em publico a ele sabe uma homenagem isso foi ideia minha voces acham isso legal ou horrivel me ajudem to cansada de ver o relacionamento deles em crise me ajude a eu salvar minha irma eo relacionamento dela me deem conelhos ou ideias por favor meninas socoorroooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



ninhalinda_gata
04/05/2011 | 11h47m22s
Ola Eu nao sei se meu namorado é bipolar mais ele tem muitas crises desse tipo
eu costumo chamar ele de homem lua ele muda de fases onstantemente hj é um amor daqui a meia hora ja ta uma fera
vai la entender homens ne ai ja viu ne meninas
so sei que nao consigo viver sem esse homem lua do meu lado
bjs



Fernanda@098#
22/08/2011 | 17h05m25s
meninas... Estou passando por um sério problema com meu namorado, descobri que ele tinha o disturbio da bipolaridade a quase um ano atras,nós trabalhamos juntos, nos vemos todos os dias, ele derrepente mudou de comportamento não só comigo mais com todos ao seu redor, era como se nao gostasse mais de mim, ele se afastava das pessoas, tinha insonia, parecia nao ter certeza de mais nada, terminei com ele e sofrí muito naquele momento a sensação que eu tinha era de rejeição, me sentía pessima, passei a pesquisar sobre a Bipolaridade e descobri que ele realmente sofria desse problema, as frequencias de humor, excitação repentina, tudo isso me fez chegar a essa conclusão... depois de algumas semanas nós voltamos a nos entender, tudo voltou a mil maravilhas, muito amor, carinho, sexo e 4 meses depois.... de um dia para o outro a feição dele mudou, era o disturbio chegando novamente só que dessa vez eu já entendia o problema, lí a respeito e passei a tentar tira-lo da tal " caverna" busquei ajuda-lo , imprimi artigos sobre a bipolaridade e mostrei a ele, ele leu tudo e passou a compreender que aquilo nao era normal, falei com ele de uma terapia, ele ficou de pensar sobre o assunto, dessa vez o disturbio chegou bem leve, uma semana apenas, voltamos logo a ficar bem... passados 4 meses depois, afff! tudo novamente, só que dessa vez de uma forma muito intensa... ele se isola, nao gosta mais das coisas que fazia antes, pareçe ter enjoado de mim... dessa vez eu que nao consegui mais segurar a onda, acabamos dando um tempo.. eu tento e me esforço em entende-lo tenho muito medo de justificar o comportamento dele com a bipolaridade, as vezes acho que ele nao gosta mais de mim, ele mesmo me falou que nessa fase ele tem certeza do sentimento dele de amor por mim, mas nao pode sentir... é dificl! Você estar maravilhosamente bem com uma pessoa, super apaixonados e do dia para noite, achar que nao conheçe mais aquela pessoa ele se transformar tanto assim... Bem... quanto a nós eu realmente nao sei no que vai dar, só sei que é muito triste amar uma pessoa com esse Transtorno Bipolar... Alguem aqui passou isso que eu estou passando? nao sei mais o que fazer, estou de maos atadas!



marlove
16/09/2011 | 21h25m17s
É difícil. Descobri que o meu namorado é bipolar. Está sendo horrível. Não sei o que fazer. Já pensei em terminar tudo, mas gosto muito dele. Mas, ao mesmo tempo, sei que, se continuar com a relação, terei que ser forte, paciente, pois fácil não vai ser.



Babicrisz
23/11/2011 | 16h20m04s
Olá, Moça .... Também sofro com meu relacionamento por causa da Bipolaridade do meu noivo, ele passa por isso em cada 2mês. As vezes tenho vontade de terminar com ele, por que isso me machuca muito, ele faz igualzinho seu namorado. Eu não consigo dormir direito, me alimentar, vivo anciosa, com medo, só que estou tentando ser forte por que sei que ele é o homem que Deus preparou para mim., só que é difícil .... O que aprendi a ser paciente com ele, e agora vou insisti para que ele faça um tratamento sobre isso, por que logo vamos nos casar(ainda não marquei, estou muito preocupada com isso sobre ele) não sei se vou aguentar lidar com isso no dia a dia, só vejo ele 1,2 vezes por semana, depois de casados vão ser todo dia. Espero em Deus, e oro para que ele consiga fazer o tratamento e possamos lidar com isso juntos.

Beijinho



CRISJ
22/12/2011 | 15h13m35s
Fernanda, eu vivo isso há 10 anos (sou casada) e meu marido foi diagnosticado há 5. pra te falar a verdade até hoje eu ainda nao sei como lidar com essa situação, pois por mais que voce procure pesquisar e comparar os casos, a sua parte "mulher" fica olhando so para o lado que voce falou: ele nao me ama mais, enjoou de mim, nunca me amou.. etc...
Se quiser tirar alguma dúvida, tem muita coisa que eu posso te explicar como acontece, pela experiencia que passo.
meu email é crisjortk@yahoo.com.br. bjos



Babsi_88
17/03/2012 | 02h43m51s
Olá meninas, confesso que me surpreende com os relatos de vcs, e em muitos deles vi a minha historia..desconfio q meu ex qm sabe futuro namorado sofra desse problema, e como todas sabem, sofremos juntos!
vou resumir minha historia: namorei ha 4 anos e um mes, e durante esse tempo em media de seis em seis meses nossa relação despencava e ele terminava cmg, sempre a culpaad era eu, de repente no maximo em uma semana ele pedia p voltar, viviamos seis meses otimos e de novo a mesma historia! Nos viemos morar em outro estado, ele venho fazer a faculdade q tanto qria e eu vim fazer a minha, estavamos muito bem n brigavamos, de repente ele termina cmg e diz q n me ama, q n sabe oq eh amar, sendo q ha uns dias atars ele me levou p praia e olhou nos meus olhos e disse q me amava! eu fiquei mal, chorei, emagreci...depois de um mes estamos tentando voltar, mas estamos namorando escondidos, eu n cobro naad dele, apenas q ele seja fiel, deixei ele livre p ter amigos e sair c eles...ele n eh muito social eh muito critico em relação as outras pessoas, se acha muito inteligente (ele é muito inteligente), não é nada humilde...enfim, ele mesmo disse q n gosta de gente! Então, estavamos bem e de repente ele me diz q ta depressivo, ele ta estranho, anda me evitando, e diz q n sabe se sou eu...oq faço meninas? eu amo muito ele, quero cuidar dele, mas acho q ele n sabe oq qr...as vezes qr eu por perto, as vezes qr me ver longe...oq faço? digo p ele da possivel bipolaridade?



Babsi_88
17/03/2012 | 02h53m55s
Olá meninas, confesso que me surpreende com os relatos de vcs, e em muitos deles vi a minha historia..desconfio q meu ex qm sabe futuro namorado sofra desse problema, e como todas sabem, sofremos juntos!
vou resumir minha historia: namorei ha 4 anos e um mes, e durante esse tempo em media de seis em seis meses nossa relação despencava e ele terminava cmg, sempre a culpaad era eu, de repente no maximo em uma semana ele pedia p voltar, viviamos seis meses otimos e de novo a mesma historia! Nos viemos morar em outro estado, ele venho fazer a faculdade q tanto qria e eu vim fazer a minha, estavamos muito bem n brigavamos, de repente ele termina cmg e diz q n me ama, q n sabe oq eh amar, sendo q ha uns dias atars ele me levou p praia e olhou nos meus olhos e disse q me amava! eu fiquei mal, chorei, emagreci...depois de um mes estamos tentando voltar, mas estamos namorando escondidos, eu n cobro naad dele, apenas q ele seja fiel, deixei ele livre p ter amigos e sair c eles...ele n eh muito social eh muito critico em relação as outras pessoas, se acha muito inteligente (ele é muito inteligente), não é nada humilde...enfim, ele mesmo disse q n gosta de gente! Então, estavamos bem e de repente ele me diz q ta depressivo, ele ta estranho, anda me evitando, e diz q n sabe se sou eu...oq faço meninas? eu amo muito ele, quero cuidar dele, mas acho q ele n sabe oq qr...as vezes qr eu por perto, as vezes qr me ver longe...oq faço? digo p ele da possivel bipolaridade?



sabrinafadinha
26/08/2011 | 21h02m02s
Sou casada a 4 anos e tenho quase certeza de que meu marido sofre deste transtorno,pois as mudanças de humor são muito frequentes e chegam a me deixar um pouco assustada em certas ocasiões.Tem dias que ele acorda bem e do nada,por algum motivo ele muda,o tom da voz fica alterado e se tiver que quebrar alguma coisa pela frente ele quebra e no dia seguinte parece que nada aconteceu....está tranquilo,alegre e muitas vêzes acorda cantando.Não sei como lhe dar com esse comportamento dele,pois hora é uma pessoa tão doce e amável,hora é tão descontrolado e irritado por motivos que para a maioria das pessoas e para mim são simples e fáceis de resolver,até mesmo com uma conversa.É muito difícil conversar com ele em certas ocasiões,pois na maioria das vêzes se encontra muito agitado e não consegue parar,sentar e ouvir o que tenho pra dizer.Só consegue disparar um monte de palavras e isso somente de pé ou andando onde quer que esteja.



teinan5
24/09/2011 | 21h54m16s
eu compreendo voce ,ja passei pelo mesmo
a minha vida foi um inferno
eu sei que e dificil falar com eles mas amiga
procure ajuda o mais rapido possivel
porque sem ajuda medica a sua vida vai ser um pesadelo
tente salvar o seu casamento ou entao fuja enquanto pode



danegirl
09/11/2011 | 11h13m27s
Tenho um namorado bipolar...
Ele de um tempo pra cá começou a ter mudanças de comportamento e acabei descobrindo que ele tem essa tal de bipolaridade depois de pesquisar na internet sobre homens que possuem dias que nada ta bom pra eles e acabei encontrando vcs e descobri que é pior do que eu imaginava que se trata de uma doença...
Vou detalhar agora o comportamento dele:
Começou assim: Depois dele sofrer um acidente de moto onde ele acabou quebrando a perna que fez com que ele tenha que passar alguns meses de cama sem andar... Quando ele sofreu o acidente fui correndo para o hospital fiquei com ele tres dias ate ele tomar alta... quando fui pra casa almoçar em uns dos dias que ele estava internado ele me mandou uma mensagem agradecendo por eu ser tão atenciosa e ter cuidado dele tão bem e que me ama muito... um dia depois tomou alta e foi para casa desde então o inferno começou, me enviou um sms disendo que queria um tempo pra pensar que tava com mil problemas e que pecisava de um mes sozinho, eu claro que não aceitei e se fosse para dar tempo a gente terminaria naquela hora ele brigou comigo disse que eu tava sendo criança e incimpreecivel e que eu fosse para meu cerviço ( porque em virtude do sms dele eu largueio que tava fazendo pra ver o que tava acontecendo) eu disse que iria mais não aceitava perder ele assim de uma hora pra outra, nossa fiquei o dia inteiro triste chorei e chorei, ate meu celular tocar de novo: era mais um sms dele disendo assim: Daiane me desculpe mais eu resolvi uma coisa eu não quero mais tempo porque eu descobri que te amo muito e vem aqui em casa hoje porque estou comsaudades, Nossa levei um susto desde então ficamos de boa uma maravila ate semanas depois ele vim com uma papo que iria ir embora e a gente não daria mais certo porque ele iria para a fazenda cuidar dos animais dele que ele precisava de paz que lamentava muito ter que me deichar mas que não tinha outra saída que teria que ir... Nossa novamente chorei pedi ate pelo amor de Deus que ele não me deichasse que eu não aguentaria que amava elle e que não queria perder ele, mas a desisão dele estava formada... Mais uma vez em outro dia ele me liga com a voz fria pedindo pra mim ir na casa dele que ele teria uma coisa seria pra converssar comigo... Nossa fui lá e ele disse que decidiu nã ir embora que me amava e nunca ia deichar a morena dele, que agora queria casar comigo aque tirasse os pinos da perna dele porque como eu disse está quebrada a gente ffez bastantes plano e que naquele momento a gente seria feliz e um cuidaria um do outro fiquei muito feliz com a ideia... ficamos muito bem muitos dias ate domingo passado ele me ligar disendo que eu não precisava ir na casa dele (porque eu ia levar um remedio para ele) mas como eu não poderia ir na segunda e ele presisava tomar de imediato esse remedio eu insisti em ir ate ele diser que eu poderia levar na terça na quarta na quinta ate no sabado eu se eu quisesse que não levasse e nem fosse mais lá que não teria problema, mas eu fui mesmo assim porque zelo muito pela saúde dele. chegando lá deichei o remédio pra ele mesmo magoada com a forma que ele falou comigo pelo telefone... fiquei uma meia hora sentada do lado dele e ele calado daquele jeito frio de me tratar ate eu cair na real e dizer thau e ir pra minha casa... chegando e casa umas 8:00 da noite cai na cama mais não dormi umas 10:00 quando me assusto ele me manda um sms pedindo pra min ligar pra ele... Nossa ele falou todo meloso disendo que me amava que eu era a mulher que servia pra ele que não era pra mim ficar com raiva dele que ele me amava e eu teria que intender que ele nunca iria me fazer sofrer que pensa em algo sério comigo que ama estar comigo que se pudece ficaria 24 horas comigo, eu aceitei as desculpa.... Ate terça feira eu visitar ele e ele estar novamente com aspecto triste e emburrado e mal falar comigo me tratou como se eu não existisse nossa me senti a pior pessoa e novamente dei thaw pra ele e fui pra casa... O fato é que aqui estou imaginando mil coisas e como sera novamente a reação dele tô pensando ate em não ligar nem mandar sms pra ele e esquece-lo de vez e desistir... mas na verdade não consigo viver sem ele mesmo com essa doença que perece mais ser um muro enorme não consigo entende-lo... gente o que eu faço? me dê dicas de como lidar com ele que eu já não sei mais o que fazer...
beijos



nikitajohn75
21/11/2011 | 08h40m08s
Meu namorado é assim! às vezes fica chateado não sei com o q e passa ame ignorar e me humilhar com piadas...depois me liga como se nada tivesse acontecido... estou pensando até em terminar...não sei mais o q fazer e não aguento mais!



Katty_SC
10/12/2011 | 12h55m57s
Acho q tbem estou casada com uma pessoa bipolar. Vou contar um pouco das coisas que acontecem em meu dia a dia.
Amo muito meu marido, mas tenho dificuldades de lidar com ele, pois sua mudança de humor é muito complexa. Tem dias que passamos muito bem com muito amor, carinho, conversamos sobre tudo dias maravilhosos, mas tem dias que ele é muito grosseiro, não conversa não me da atenção. Não sei como lidar com isso pois estamos juntos a 7 meses e quando ele muda de humor sempre me magoa, fala coisas horriveis e me ignora as vezes passa dias sem conversar comigo. Como devo falar com ele sobre este assunto, pois tenho medo de comentar algo e ele ficar irritado, o que eu faço preciso de ajuda.

Obrigada.



AmandaCaroliny
22/04/2012 | 15h46m38s
Eu sou assim, eu sei que pode ser ruim pra quem convive por não entender ou até não sentir-se amado, mas pode ter certeza quem é bipolar sofre muito mais. é horrivel você amar uma pessoa em um dia e no outro não suportar nem o cheiro dela, você fica sem saber o que fazer, sem ter certeza dos sentimentos e triste por magoar quem você ama.




grebolys88
18/04/2008 | 12h01m37s
obrigado linda e difiscio mesmo mais oq podemos fazer ele são otimas pessoas e o nosso coração escolheu para amar ,espero que tenha alguem experiente nisso para nus instruir beijos ..



jubi81
07/07/2008 | 20h51m24s
Olá Pessoal!
Também estou aqui para compartilhar um pouco da minha história com uma pessoa que está na suspeita do diagnóstico de bipolar. Nossa relação tem apenas 02 meses e rapidamente ele me apresentou o céu e o inferno. Um dia apaixonado, com uma super energia para ficar 24hs colado em mim e no outro dia grosseiro, irritado, explosivo...
Um dia fala que está totalmente entregue a mim e no outro diz que não gosta o bastante ...
Pela manhã faz mil planos para o nosso dia e depois desmarca todos dizendo que está cansado, sempre com uma voz de deprimido e extremamente frio ...
Como ele ainda vai ao psiquiatra por sugestão da psicóloga dele eu sinceramente fico na dúvida se ele se comporta assim porque talvez seja bipolar ou porque não gosta mesmo de mim... Estou muito angustiada... Aceito opiniões.



Rebs_2006
22/02/2010 | 18h02m54s
Preciso da ajuda de vcs! Conheci um homem maravilhoso através de um site de relacionamentos. Conversamos pouco, e logo surgiu a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente. Foi tudo muito perfeito. Ele se mostrou logo muito apaixonada e me falou coisas maravilhosas já no primeiro encontro. Combinamos de passar o feriado de Carnaval juntos, não importando o lugar. E acabou que fui até ele, e ficamos no sítio dele, com alguns amigos e parentes. Isso aconteceu 20 dias após o nosso primeiro encontro, pois moro em outro Estado. Passamos esses dias maravilhosamente bem, ele me tratando como uma rainha. Ele me contou detalhes da bipolaridade dele, do tratamento que ele faz... enfim, me contou tudo. Confesso que fiquei assustada, mas já estava muito envolvida e apaixonada. E ele me propôs até casamento, em sustentar meus filhos, etc. Me levou até a casa dele, me mostrou tudo por lá. Vim embora na quarta-feira de cinzas e ficamos de nos falar via skype a noite.e estava tudo maravilhosamente bem. Só que ele sumiu, não nos falamos via skype, nem via msn e nem via celular. Mandei vários torpedos prá ele e ele não me respondeu. Liguei várias vezes prá ele e ´somente na sexta-feira que ele me atendeu, dizendo que estava tudo bem, que não era nada comigo, e que conversaríamos mais tarde no skype, o que não aconteceu. Liguei no sábado e ele não me atendeu, mandei torpedo e ele não me respondeu. Liguei no domingo e ele tbm não me atendeu. Estou muito ansiosa e chateada com essa ausêcia. O que devo fazer: ficar tentando que ele me atenda ou deixálo a vontade para me procurar? Não aguento isso. O pior é que estou gostando muito dele, e às vezes, fico achando que ele não quer mais nada comigo. Vcs que tem uma certa experiência, podem me ajudar??? Obrigada!!!



Ton_Ton
13/05/2011 | 01h08m41s
Cara Rebs

Gostaria de te dar uma opinião e é totalmente pessoal, acho que no seu caso você não deve se prender ao fato simplesmente dele ser um bipolar. Pelo que já li neste fórum a maioria das pessoas aqui tem relacionamentos já algum tempo com as pessoas mencionadas, no seu caso você tinha relacionamento distante iniciado pela net, desta forma você não conseguiu o convívio com a pessoa mencionada o suficiente para saber se é a polaridade dele que esta falando mais alto nesta situação. Demorei muito tempo para compreender como funciona a doença dentro da pessoa, mais no meu caso o que percebi que a oscilação da minha parceira nada tinha a ver comigo há primeiro instante e sim a distorção que o bipolar tem em decidir qualquer coisa em sua vida... No meu caso como convivo a 4 anos com minha parceira tenho a vantagem de conhecer o caráter dela coisa super importante para um convívio com um bipolar, pois se a doença já é um problema a ser superado imagina se ele ainda não tiver um bom caráter. No seu caso alem de você ter conhecido um bipolar talvez tenha conhecido também um mau caráter... Se assim o for não vale a pena ficar sofrendo... E pelo que vejo não tente se convencer que ele é um bom caráter e foi a doença que falou mais alto, seja racional e não sofra por alguém que não vale a pena. Desculpe se minha opinião não tiver a contento
Abração ....



Gachagas
21/05/2011 | 00h32m24s
Bom, tambem vou compartilhar minha historia, espero ajuda-la!
Me identifiquei muito com sua historia. A minha tem alguns pontos em comum. Tipo o fato de hoje estamos nos conhecendo, amanha estamos namorando e depois de amanha já vamos nos casar...rs Ou seja, tudo mto rapido, da parte do meu parceiro no caso. E quando ele teve a crise, que ate o momento presenciei uma, ele se afastou. Não totalmente, mas senti muita falta da atenção dele. Ai vem a parte que quero dividir com vc. Sabe porque ele se afastou? Porque não se achava suficientemente bom pra mim. Pediu para que eu procurasse um pretendente melhor, pois ele estava me fazendo mal, e estava "atrasando" minha vida. Isso é normal no bipolar. Principalmente quando ele está depressivo, o que é mais comum no meu namorado. No meu caso, não me afastei como ele pediu, mas deixei que ele respirasse de acordo com o ar que ele precisava. Se ele me procurasse eu estava ali, se ele quizesse ficar sozinho, eu respeitava. Ate passar a crise. No seu caso, não sei o que dizer. Pois como nosso colega falou acima, independente de ser bipolar, ele tem personalidade, que pode ou não ser agradavel. Eu tive sorte de encontrar uma pessoa maravilhosa...de Deus! Espero que sua historia tenha terminando bem e que eu possa ter te ajudado! até mais.



joni87
22/06/2011 | 22h09m59s
Olá boa noite, também peço desculpas pela invasão. Sei bem o que vc esta sentindo passei por isto durante 3 anos e meio dentre este tempo minha ex terminou varias vezes comigo eu a amava muito e depois eu era o melhor homem do mundo pelo que vejo vc esta a pouco tempo então fique atenta para ser amada hoje e tomar um não quero mais vc amanhã se estiver disposta a sofrer tentar ajudar vai fundo só dou minha opinião sai fora enquanto vc não o ama ,mas se amar faça tudo que poder para ajuda lo para que se um dia ele não ha quiser mais e sair totalmente da linha digo perder o respeito e ferir seu orgulho vc se sentirá como eu misão cumprida sem culpas ok boa sorte .



Sofia_SP
19/08/2011 | 20h57m25s
Conheci alguém como esse aí. A verdade é que trata-se de um mau caráter. Um homem que trata mal as mulheres que se apaixonam por ele, talvez por se achar tão horrível, que o único sentimento que conseguem aprofundar pela gente é uma inveja da nossa capacitade de amar um ser tão destrutivo como ele. Isso porque ele não tem capacidade de amar. Quando ele consegue conquistar o alvo, nutre por essa mulher um excessivo desprezo e se sente superior por ter enganado uma idiota., porque, pra ele, uma pessoa que consegue amar alguém que lhe faz o mau é uma idiota. Sinto muito por nós, mas vamos nos recuperar e ncontrar alguém que valha a pena.



Camylima
30/10/2011 | 23h02m21s
Amiga, estou passando por um situação parecida com a sua, o meu ex-atual-namorado, tem oscilações de humor frequentes, um dia o homem mais apaixonado do mundo, que me liga as 3 da manhã diretamente do Rock in Rio, dizendo que queria que eu estivesse com ele, no outro, um estranho monossilabico, e o pior é que não admite ter esse tipo de transtorno de comportamento, alegando que em sua profissão não seria admitido isso (ele é piloto de helicóptero), isso é uma constante na nossa relação, já não sei como agir, é como se toda vez que fosse falar com ele, precisasse jogar búzios pra saber como vai agir, se ofende por nada, cria teorias de conspiração que só existem na cabeça dele, e já não sei oque fazer, porque para o meu caos estou apaixonada...
A ultima que ele me aprontou foi simplesmente, sumir do mapa, esta mais distante do que a distancia que a geografia já nos impõe, moramos em estados diferentes e nos conhecemos através de um site de relacionamentos, enfim, estou cheia de duvidas, não sei oque fazer, não é a primeira vez que isso acontece, mas parece que pra ele é a ultima, visto que não responde minhas mensagens, nem atende o cel, não o vejo mais on line, mas se for pra aparecer, e dois dias depois mudar de comportamento, prefiro que nem apareça, porque isso me destrói, nem se dignou a ter uma conversa decente e definitiva comigo, é o jeito peculiar de dizer adeus, ou apenas mais uma fase?
Me ajudem, não sei como agir!



Camylima
30/10/2011 | 23h12m12s
Amiga, estou passando por um situação parecida com a sua, o meu ex-atual-namorado, tem oscilações de humor frequentes, um dia o homem mais apaixonado do mundo, que me liga as 3 da manhã diretamente do Rock in Rio, dizendo que queria que eu estivesse com ele, no outro, um estranho monossilabico, e o pior é que não admite ter esse tipo de transtorno de comportamento, alegando que em sua profissão não seria admitido isso (ele é piloto de helicóptero), isso é uma constante na nossa relação, já não sei como agir, é como se toda vez que fosse falar com ele, precisasse jogar búzios pra saber como vai agir, se ofende por nada, cria teorias de conspiração que só existem na cabeça dele, e já não sei oque fazer, porque para o meu caos estou apaixonada...
A ultima que ele me aprontou foi simplesmente, sumir do mapa, esta mais distante do que a distancia que a geografia já nos impõe, moramos em estados diferentes e nos conhecemos através de um site de relacionamentos, enfim, estou cheia de duvidas, não sei oque fazer, não é a primeira vez que isso acontece, mas parece que pra ele é a ultima, visto que não responde minhas mensagens, nem atende o cel, não o vejo mais on line, mas se for pra aparecer, e dois dias depois mudar de comportamento, prefiro que nem apareça, porque isso me destrói, nem se dignou a ter uma conversa decente e definitiva comigo, é o jeito peculiar de dizer adeus, ou apenas mais uma fase?
Me ajudem, não sei como agir!



BYANCASP
03/02/2011 | 01h01m11s
oi amigas .. eu tbem estou aki pra compartilhar com vcs sobre este assunto .. pois é veja minha historia .. eu namorava uma pessoa ja fazia uns sete meses ele me dizia que me amava loucamente , me mandava mensagens , dizia coisa lindas muito lindas qye qualquer mulher gostaria de ouvir de um homem , mas derrepente começou fikar estranho frio , e depressivo , tipo nem ele sabia pq estava assim , nossa como disse a amiga ae em cima conheci ceu e inferno ... disse que nao sabia se me amava mais ..eu tbem antes de saber dessa doença fikei surpresa como assim ?? como alguem pode te dar tanto carinho ontem e hj tao frio .. a gente acabou terminando .. ae que ele disse que nao sabia se me amava de vrdd , nossa uma confusao tao grande que ele quase me deixou loka kkk eu ainda amo ele d++ fikamos uma semana sem se falar derrepente nos falamos pelo msn ele disse que pensa em mim e que sente saudades vai entender né .. como isso me falou tanta coisa que me magoouu hj eu lendo tudo isso ate entendo que é msm uma doença , mas agora nao sei se consigo voltar com ele sei que ele vai ter sempre estas ocilaçoes ..pior que nao sei se vou ter tanta paciencia .. vou sentir insegura .e o pior que ele nem sabe que tem isso e nao aceita conselhos pra procurar um profissional pra tratar sobre isso se é que tem tratamento .. bom gente falei um poko minha historia .. oq vc axam vale a pena continuar ?? ou eskecer ele de ves e partir pra outra .. bjkas



Ton_Ton
13/05/2011 | 01h23m44s
Cara Bianca

A bipolaridade é uma doença como qualquer outra tem diagnostico e tratamento, mais o que você tem que compreender que qualquer pessoa pode ter vivendo nesta sociedade louca como a nossa pode em algum momento ficar depressivo... a historia de vida da pessoa que você mencionou e um fator super importante para você saber se a pessoa é realmente um bipolar você tem que conhecer bem a pessoa para saber se esta mudança de humor é constate característica básica para caracterização de um bipolar. O que mais vejo neste fórum são pessoas que tem uma experiência negativa com uma pessoa sem saber ao certo se a pessoa é um bipolar ou não... Leia mais sobre o assunto antes de tomar uma decisão, se quiser vamos tocar mais informações isto pode ajudar você tomar uma decisão racional não baseada em sentimentos que muita vezes nos enganam

Abração



Ton_Ton
13/05/2011 | 00h44m43s
Cara JUb

Primeiro você tem que ler sobre bipolarismo, notar se existem traços da doença em seu namorado, importante as pessoas são rotineiras principalmente pessoas com problemas de inseguranças elas costumam agir como um reloginho mesmo sofrendo de uma oscilação de humor... Perceba estes traços em seu namorado... E se tiver certeza e gostar muito dele vai ter que desenvolver uma paciência de jó para agüentar o mau humor de um bipolar... Já li muito sobre a doença mais isto não me faz um especialista, então o que vou dizer e baseado em tudo que já li e meu ponto de vista... O que vou dizer não é via de regra mais é muito comum entre o bipolar e que eles são extremamente inteligentes pelo excesso de energia que desenvolvem quando estão na fase de euforia e esta inteligência é usada para manipular pessoas e situação já que uma das maiores característica de um bipolar e tentar dar o melhor de si em algo que seja de seu interesse, normalmente quando estão perto do resultado esperado de ter depositando tanta energia para se chegar neste resultado começa a ver o desanimo naquilo que tanto o empolgara até então... Daí de uma hora pra outra chega o momento mais desgastante de um relacionamento com um bipolar, a depressão que o consome e consome a gente

Estarei sempre por aqui pois este assunto muito me interessa, estou trocando informações com outras pessoas deste fórum e gostaria de manter contato com você também



belleK
07/07/2008 | 21h20m58s
caia fora!!!!!!! o mais rapido possivel!!! eu ja namorei um,ele me destruiu, acabou com minha vida, acabou com minha autoestima, com meu emprego,meu trabalho ,minhas amizades,e principalmente minha saúde!!!! entrei em depressao e ficamos o dois, juntos, doentes, tomando remedios de tarja preta e indo a psiquiatras...ele me destruiu!!! fuja, eles nao tem carinho, respeito algum...se eles nao sao capazes de se amar o q dirá amar outra pessoa????? passei 2 anos em depressao,deitada numa cama, os remedios me deixavam dopada,nao conseguia mais reagir e sair daquilo ,eram mais e mais remedios e eu ficava cada vez mais maluca enquanto ele pisava em mim....me traiu, me enganou ,me fez sofrer e sempre usava a desculpa q era bipolar...bipolar é o cacete!! acho q a pessoa tem q se tratar primeiro, se curar pra depois se relacionar com alguem,pra nao destruir a vida de outra pessoa tb...eu fujo agora de qq pessoa melancolica, biploar, depressiva etc, quero gente feliz e q queira viver ao meu lado... ele me ligava o tempo inteiro dizendo q ia se matar!! eu chorava,entrava em panico, nunca nem tentou se matar, acho q fazia isso pelo prazer de me ver desesperada....me traiu com muitas mulheres, inclusiva minha melhor amiga...ahhh era pq ele tava triste e queria se sentir melhor!! oh coitadinho! fdp! fuja querida enquanto é tempo! tem mt gente querendo ser feliz por aí!



Carinhosa...
15/06/2010 | 12h04m06s
Credo que horror!!

Isso é pior que um bandido, traficante, sequestrador, manìaco sexual, pedófilo...tudo que não presta!!!

eu hein...vc sofreu hein?



Mariasals
09/01/2011 | 20h06m06s
Olá, um dos caminhos é, primeiro saber se é de fato a doença psicológica...Após isso, se houver amor de verdade entre os dois, no diálogo orientar para procurar ajuda com especialista e buscar ajuda também espiritual. A mudança de comportamento deve acontecer através do fortalecimeto espiritual, intelectual e vontade do próprio sujeito para a mudança, ou seja, o tratamento. Nesse sentido, havendo amor de verdade, a família, esposa, noiva ou namorada deve compreender e saber lidar com o problema. Como Muito amor,carinho, relevar algumas situações. A leitura intelctual sobre o comportamento humano e a espiritualidade sõa instrumentos que irão fortalecer a aprendizagem da relação a dois.
Afinal, não existe ninguem perfeito. Pior que isso, talvez seja o toxicomo, o alcoolismo, o asaltante, o doente de alguma tara que provoque risco para a vida das pessoas...

Depois a gente continua.



lasenhoritaBarreto
17/04/2011 | 17h03m40s
Isso não é ser bipolar, ele fingiu ter só pra "tentar"justificar o que faz!



Danioss
07/07/2010 | 10h05m33s
Oi belleK, eu vivo quase a mesma coisa que vc, só não cheguei ainda ah tomar remédios, pois não procurei medico, eu me apego muito ao Senhor e acho que é por isso que não me entreguei a depressão ainda. Mais confesso que as vezes eu me sinto a menor das criaturas, achando que nunca vou ser feliz, sinto desejo de ser amada e de receber um carinho bom, mais tem dias que minha vida parece um verdadeiro inferno. Estou com ele a 5 anos, já somos casados a 3 anos, ele já teve um filho fora do casamento e sempre estou descobrindo amantes e detalhes ele nunca assume os erros e traições e ainda é agressivo quando eu o chamo para conversar, tenta virar o jogo e me fazer culpada, já brigamos muitas vezes por isso, já falamos de divorcio, mais ele quer que eu saia de casa e isso eu não faço. Psicólogos e Psiquiatras já confirmaram que ele é BIPOLAR, ele já tomou remédio por um tempo mais parou, antes de viciar, eu não sei mais o que fazer. Aberta a opiniões.



Ton_Ton
13/05/2011 | 01h42m31s
Cara
Danios

Gostaria de dar minha opinião... no seu caso e da Bell alem de vocês conviverem com um bipolar que já é sofrido por natureza do problema, vocês estão diante de uma pessoa de mau caráter e isto não é bipolarismo.



Sofia_SP
19/08/2011 | 21h09m50s
Cuide de você, se ame. Ame seus filhos, abrace-os muito. Quando eles retribuem o abraço você tem certeza que é amada, porque você os ama muito e eles sabem e te amam por isso. Amor tem que ter muita troca, muito abraço. Deixe esse cara, você merece coisa melhor, com certeza. É só se olhar no espelho, olhar pros seus filhos pra você ver como você é importante. Não fique com uma pessoa que só te suga e não te dá nada de bom em troca. Ao invés de ficar cuidando dele, cuide mais de você mesma e das pessoas que gostam de você. Seja feliz, procure pessoas felizes. Não precisa ter muito pra ser feliz



serena62
05/09/2010 | 23h51m55s
Menina passei por tudo isso...que coisa enh...foi muito importante ler seu depoimento. gostaria de conversar mais. meu email é roseps@uol.om.br



Madgenes
11/04/2011 | 10h27m53s
Acho absolutamente lamentável a sua resposta! A sua experiência é pessoal e não significa de maneira nenhuma que todas as pessoas que sofrem desta doença tenham esse tipo de comportamento. Aliás estas pessoas já sofrem bastante e pelo seu testemunho não têm direito/capacidade de estar num relacionamento o que é absolutamente ridículo!!! As pessoas bipolares se fizerem medicação podem ter uma vida perfeitamente normal e funcionar em sociedade como qualquer outra pessoa. Lamento imenso por tudo o que lhe aconteceu, sem dúvida deve ter sofrido imenso e com isso ganhou alguns preconceitos mas não podemos julgar o todo apenas por 1 mau exemplo.



lasenhoritaBarreto
17/04/2011 | 17h22m25s
Faço das suas palavras as minhas



Ton_Ton
13/05/2011 | 01h43m13s
Adorei seu comentario



Gachagas
21/05/2011 | 00h41m47s
Estou contigo Madgenes...Até mesmo porque antes da pessoa ser BIPOLAR ela tem carater. E este sim deve ser julgado.



sandrasan
17/08/2011 | 03h14m47s
Nossa
estou passando por isso hj, so não vou no medico ainda ...

estou destruida

a gente n consegue ajudar em nada ficando do lado da pessoa.



sandrasan
17/08/2011 | 03h17m25s
Nossa
estou passando por isso hj, so não vou no medico ainda ...

estou destruida

a gente n consegue ajudar em nada ficando do lado da pessoa.



belleK
07/07/2008 | 21h26m45s
e sem contar q eu era uma santa, nunca o trai, fazia td, td msm q ele pedisse, todas as vontades,pq queria ajuda-lo a sair daquela situaçao,e ele retribuia com frieza, odio ....eu fui ao inferno literalmente....os remedios q os psiquaiitras me paaaram tinham milhares de efeitos colaterais, abandonei amigas, faculdade, trabalho, td ficava num quarto escuro,deitada, totalmente dopada como um vegetal, nao conseguia dormir nunca,apesar dos calmntes,.....um dia terminei de vez com ele, decidi nao tomar mais remedio algum, foi mt dificil no inicio,tava depedente quimica dos remedios,me sentia fraca fisicamente, cansada, triste, mt mal msm....mas continuei firme,depois de alguns meses afastada dele, retomei minha alegria, meu brilho, retomei meus estudos, meu trabalho minhas amizades..... fuja pq ele pode te levar ao inferno!!!



kellynha_catarine
07/07/2008 | 21h48m18s
Oi,gente!Eu sou bipolar!





kellynha_catarine
07/07/2008 | 21h51m02s
: bellek --> quem disse pra vc que um bipolar nao tem carinho nenhum?????????
Você está sendo muito preconceituosa!
Fico muito triste por isso!
Reveja seus pensamentos!
Obrigado!




SusInUbatuba
05/07/2010 | 15h29m04s
Compreenda que não é o preconceito que rege as palavras dela, é o trauma! Só quem foi ao inferno pode dizer a cor do Diabo. Não entendo muito de bipolar, mas conheço várias pessoas com essa doença e considero muito difícil conviver diariamente com elas.



mdbecs
12/07/2010 | 13h26m53s
sou bipolar, concordo contigo, temos sentimentos sim.! Agora,essa resposta é para todos. informação é o que se precisa. O bipolar tem q aceitar a situacao e quem quer ou ja esta de um lado tendo relacionamento com uma pessoa com este transtorno, se realmente gosta, os dois saberao lidar e aprender juntos, isso sim. A partir dai nasce um relacionamento de convivencia. Conselhos como suma enquanto há tempo ... Que absurdo!! E outra, quando se estuda sobre o transtorno pode-se perceber que nao é do dia para noite que ocorrem mudancas de comportamento, existem sinais antes de uma crise. Portanto, antes de tudo, tanto o bipolar, a familia e quem quiser manter um relacionamento com um deve-se sem sombras de duvida procurar um livro e ler. La vai a dica: Genio forte, bipolar, um livro de capa vermelha, bem facinho e rapido de ler. INFORMACAO GENTE!!!! anstes de falar informe-se



cruzthais
03/09/2010 | 15h24m03s
Ameeei sem sombra de dúvidas o q vc disse! Informação eh tudo em todos os assuntos!!!!!
Eu nao sou bipolar, porém namoro e me dou muito bem cm meu namorado q eh! Acho q cada caso eh um caso, e sei q nos damos bem asism, por causa da distancia, e q talvez perto seria diferente (ou nao! quem vai saber???), mas o q falta as pessoas eh informação!
Qdo ele me contou q era bipolar, ele se sentia como se estivesse compartilhando comigo uma cruz q carregava, (e d fato carrega!), mas eu no meu coração so o fiz olhar cm mais amor! Nao o vejo cm outros olhos, nao o quero menos por isso, ele eh um homem q mesmo a distancia faz d tudo por mim, me valoriza, gosta d mim como eu sou, gosta do meu filho e se preocupa cm ele mesmo nao sendo filho dele... entre outras coisas.. eu poderia ficar aki um ano descrevendo as coisas boas q ele me tras e faz....
Mas o caso eh o seguinte: nao eh pq a pessoa nao te ame com VC quer, q signifique q ela nao te ame d forma alguma! Bipolar tem sentimentos sim, (amam sim e muito!), so q assim como todo mundo tem sua forma própria de amar!
E me diga quem nao o tem????? Quem um dia nao quer o seu próprio espaço?? Ou quem um dia nao quer ficar mais colado do q antes???? Agente q se diz "normal" varia o humor, e pq somente o bipolar eh julgado?
Pensem bem antes d dizer p sumir de perto d uma pessoa cm esse transtorno, pq o q vc sentiria se as pessoas mandassem outras sumir d vc????

BJus mil e parabéns a quem SABE amar um bipolar!



Keive
21/12/2010 | 01h22m44s
Olá poderia me indicar o lugar que comprou o Livro Genio Forte, Bipolar?Ou o nome da Editora?Não estou encontrando



Gachagas
21/05/2011 | 00h57m40s
Isso ai linda. O preconceito a gente derruba com informações. E complemento. Essas informações vêm sim para conhecer, entender e principalmente compreender como é a vida de um Bipolar.
Mas qual o relacionamento não passa por todas essas fases? Independente de sermos ou não bipolar, somos dotados de altos e baixos. Independente de sermos bipolar ou não temos carater, costumes, manias que nos diferenciam um dos outros. E em cada relacionamento devemos conhecer, entender e compreender o jeito de cada um para que haja o respeito aos limites de cada um.
Então vamos parar com preconceito ao Bipolar. Porque uma coisa não tem nada haver com a outra. Ser psicopata é uma coisa, ter Transtorno Afetivo Bipolar é outro. Sigam as dicas de leitura da amiga, e eu indico outras, para que vocês se informem.
Duas Faces de uma Vida (Lana R। Castle)
Uma Viagem entre o Céu e o Inferno (Luiz Humberto Leite Lopes)
A Mente Vencendo o Humor (Dennis Greenberger)



Fabynha_81
18/03/2012 | 15h09m29s
Conheço pessoas bipolares em meu círculo de amizades. Não sei direito como lidar, pois mudam constantemente. Porém, creio que informação nunca é demais, devemos ler a respeito e nos aprofundar no assunto para saber lidar com as diversas reações, sabendo a hora em que devemos nos afastar um pouco, a hora em que devemos ficar presente, enfim, tentar ajudar de alguma forma.



Marcelle_Sousa
07/07/2008 | 22h26m26s
CONCORDO COM MINHA AMIGA KELLYNHA, SEM PRECONCEITO GENTE, TEMOS QUE VIR QUE MUITOS BIPOLARES LEEM ESSES TOPICOS E JA IMAGINARAM COMO VÃO SE SENTIR AO LEREM ESSAS COISAS TODAS , POR FAVOR NE GENTE VAMOS TER UM POUCO DE NOÇÃO DO QUE ESCREVEMOS. BJINHOS



knata27
07/07/2008 | 22h26m42s
Eu gostaria de saber mais sobre pessoas bipolar....quem poderia me explicar?



belleK
07/07/2008 | 22h42m44s
eu nao queria ofender ninguem, fiz um relato de uma experiencia pessoal com um ex que era bipolar e mau carater e q usava a doença como desculpa pra todos seus atos e q me fez sofrer...nao me entendam mal...



kellynha_catarine
08/07/2008 | 09h07m02s
Bellek --> Bom dia!Realmente voce fez um relato sobre seu namoro..só que na hora de descrever um pouco ele..você disse que ele não era carinho e etc...certo???Só que por ele ser bipolar...isso afeta os outro bipolares etende?????Nesse trecho você não se referiu só a ele ->>>> fuja, eles nao tem carinho, respeito algum...se eles nao sao capazes de se amar o q dirá amar outra pessoa????? e sim aos bipolares!Mas acredito que você não fez por mal,pois veio se explicar diante de todas!Muito obrigado por me responder tá???

isabelac72 ->>> Olha acho que você tá precisando se iterar um pouco mas sobre bipolares...Tem um tópico falando sobre isso tá????E com que direito você retrata á nós como elementos dái de cima...Cuidado com as palavras que você usa certo??Muito obrigado!



imargalhon_taurina
08/07/2008 | 10h30m06s
GENTE É MUITO COMPLICADO .MEU MARIDO É ASSIM AS VEZES ESTÁ BEM E DE UMA HORA PARA OUTRA SOLTA PATADAS PARA TODOS OS LADOS,E DAQUI A POUCO AGE COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO.E SE EU FICAR ESTRANHA ELE AE GROSSEIRAMENTE .PUXA MAS TBM ELE DA PATADAS E EM 5 MIN DEPOIS ACHA Q TD TEM Q SER NORMAL NÃO POSSO TER MÁGOAS ?E QDO EU TBM ESTOU NOS MEUS DIAS DE LOUCURA?TENHO Q GUARDAR PARA MIM MESMA .O Q FAÇO QDO ELE ESTÁ ASSIM É IGNORAR PQ SE EU FICAR BATENDO BOCA COM ALGUÉM DESTEMPERADO VOU FICAT CADA VEZ MAIS LOUCA.MAS AMAR É ISSO COMPREENDER.E EU O AMO MUITO MESMO SÓ ASSIM PARA AGUENTAR .



SusInUbatuba
05/07/2010 | 15h40m23s
Meu Deus! O que é o amor de verdade? Ter alguém para se aguentar? O que faz nós mulheres aguentar tantos maus-tratos e ainda sair por aí propagando nosso amor pelo ogro? Homem de um polo só já é dose! Imagine bipolar!!! Deus me livre!



Franquinho
21/08/2010 | 16h10m36s
Desculpe-me minha intromissão mas passo a mesma situação com minha esposa por uns 03 anos, amo ela demais, porém não estou aguentando mais... Depois de todos estes anos cuidando dela ainda tenho que ouvir barbaridades isso magoa muito e criasse um cancer dentro de nós...
Desculpe-me o desabafo



priscillasa75
08/07/2008 | 10h50m00s
Oi, gente, sou psicóloga, filha de mãe bipolar e sei o que é amar alguém instável pq acho q meu namorado tb é (apresenta sintomas, mas nunca teve um diagnóstico pq \"é bom demais p ir a um psiquiatra). A principal dificuldade é distinguir um cafajeste e um doente. O cafajeste te leva ao céu, depois ao inferno, mas sempre sai lindo e loiro no final. Já o doente te leva ao céu, depois ao innferno, mas também (e principalmente) ele é prejudicado pelo seu \"temperamento difícil\". Agora mesmo to passando por isso. Anteontem tava tudo bem, ele me amava. Ontem sumiu, disse que não quer falar com ninguém e hoje falou pra eui seguir a minha vida. Sei que amanhã o discurso vai mudar. O pior é que esse tipo de doença não é como uma tosse, que a gente enfia um xarope amargo goela abaixo da pessoa e ela fica bem. Doença emocional não tem cura, só controle e é 100% responsabilidade de quem a possui. Quanto a nós, temos de ter muita estrutura e sermos auto-suficientes se quisermos viver ao lado de pessoas c quem muitas vezes não se pode contar.



Ci_Flora
19/05/2010 | 02h05m22s
Priscilla, gostaria de conversar um pouco com voce. Estou com uma situação identica a sua descrita e sinto que voce já tem uma certa segurança e maturidade para compreender. Poderiamos troca email? beijos



Franquinho
21/08/2010 | 16h12m43s
Priscila, você falou tudo....



Kaka.83
10/01/2011 | 14h23m03s
Olá Priscila, se puder manda seu e-mail para podermos conversar mais sobre.Passei por essa situação e atualmente estou numa fase decidida a terminar, ao mesmo tempo, em análise acerca de todo o estrago que teve na minha vida por conta desse relacionamento com um homem bipolar.

Pessoal só quem se relacionou é que sabe de fato. E não é fácil!!!
É muito sofrimento, constantes angústias, perdas de amizades, no meu caso distanciamento da família, atraso no meu crescimento profissional, me colocou contra as pessoas, sempre tranferiu a culpa em discussões na relação, não se sensibiliza pelas ofensas ditas e frequentemente se apresenta como se nada tivesse feito . É muito grosseiro no modo de falar, duro, ríspido, agressivo verbalmente ( com palavras de baixo calão). Humilha na maior naturalidade e ainda exige muita atenção de modo egoísta ( só para ele) . Já declarou ciúmes até de minha família!!.
Também é um depressivo constante. Insensível a entender que você tentou ajudá-lo, não reconhece!!!
Passamos cinco anos juntos. Já tivemos a experiência de morar em 3 locais diferentes, e em todos ele dizia ara eu sair, sob a invenção de númeras acusações, a mente turbilha imaginado coisas, principalmente quando fez algo errado como forma de intimidar e persuadir a pessoa. Passei por muitas situações em silêncio, parada literalmente, tentando entender o poder que ele assumia no tom de voz, no uso das palavras e a postura que assumia com tanta segurança nas acusações, como se fossem verdades!!
Já fiquei muitas vezes sem reação, o que só aumentava o modo dele manter tais acusações e modods de tenatr persuadir, ou mesmo intimidar..
Me feri demais!! Estou ainda muito machucada. (Isso é recente). Estou aqui para compartilhar com vocês dessa experiência muito ruim e dizer: "É muito contrangedor e humilhante"

Sorte a todas



lua_RS
03/05/2011 | 16h25m56s
olá
Priscila preciso entar em contato com vc,namoro um bipolar e preciso d mais informações sobre a doença.



Ton_Ton
13/05/2011 | 02h04m05s
podemos trocar e-mail



sirb
01/12/2011 | 02h35m40s
Oi Ton_Ton, gostaria muito de pode trocar informações a respeito deste caso, vi que entendes do assunto e preciso de ajuda. Podeirias passar seu email?

Grata



jubi81
09/07/2008 | 01h02m18s
Oi Priscilla! Eu me identifiquei bastante com seu relato sobre tamanha oscilação de comportamento ... Eu vivo o mesmo, e sinceramente estou ponderando até que ponto mereço estar com alguém assim. Também sou psicóloga e acho que temos um ímã para pessoas mais fragilizadas ... hehehe. Acho que precisamos descobrir dentro de nós o motivo... hehe.
Se alguém com bipolaridade puder me responder : Quando ele muda o discurso do desprezo para o do arrependimento será que não faz mais efeito ser um pouco dura? Deixar a pessoa com a sensação de que também pode perder?

Beijos



kellynha_catarine
11/07/2008 | 08h39m55s
Jubi81 --> Bom dia!Tudo bom???é bom ser um pouco dura sim,após vc fazer isso ele ou ela irá tentar se controlar mas!passar a tomar os remédios como o medico prescreveu!porque vai sentir medo de perder quem ama!Pelo menos comigo é assim!Eu quando me sentia mal,gritava,entre muitas outras coisas!Magoava meu namorado´..eu percebi que eu não tava mas tendo controle e passei a tomar meus remédios como o medico prescreveu!Agora infelizmente não ficamos assim porque queremos por isso seja dura,mas com razão!é meu conselho!espero ter ajudado um pouco!
beijao!





jubi81
16/07/2008 | 22h44m14s
Oi Kellynha! Obrigada por me responder! Quando vc tiver um tempinho eu gostaria que vc me desse uma ajuda, pois ele ainda vai ao psiquiatra pq a psicóloga dele achou importante... Mas agora ele veio com uma história de q a bipolaridade é algo que ele achou que era pelas oscilações de humor, mas a psico dele acha que ele está em depressao.... Estou perdida... Naun sei se ele está falando a real, ou agora tentou amenizar com medo de me perder.... EU FUI DURA COM ELE E ELE ABRIU O CORAÇÃO DELE ... DISSE QUE VAI SE EMPENHAR EM MUDAR, QUE VAI PEGAR FIRME NA TERAPIA E VAI AO PSIQUIATRA.
Na sua opinião quais são os principais comportamentos que podem dar indícios de bipolaridade? Porque nos manuais clássicos os comportamentos são muito gerais....
Obrigada e Beijos,
Ju.



jt_anjo
17/07/2008 | 10h12m06s
Olá Meninas, tudo bem? Doenças psiquicas são problemáticas. Tenho um irmão com esquizofrenia. Os sintomas são bem próximos à peronalidade bipolar. E é muito sofrido para todos. Quero só dizer o seguinte (kellynha, não serve para você pq está como eu. hehehe): vocês estão falando de namorados, maridos ou pessoas que \"escolhem\" para viver com vocês. Imaginem as famílias (como eu) ou os portadores (como a Kellynha). Não temos como fugir. Temos que aprender a lidar com a situação. A realidade é uma só: é muito triste. Os remédios, terapia, etc ajudam a controlar sim. MAs nada os impede de ter uma crise. E isso pode ser desencadeado do nada, como pode ter motivos.
Tenho uma amiga que também é bipolar. Quando ela foi casar (para terem idéia), ela largou o noivo 45 minutos no altar porque ela queria um buquê diferente do que tinha chegado. Ela tinha encomendado 7 buquês diferentes e queria justop o 7º, o único que faltava, para entrar na igreja. O marido não aguentou nem dois meses. Porque não quis aprender a lidar com a situação.
Então, penso assim: ninguém é obirgada a ficar com pessoas problemáticas, mas tem muita coisa além disso. POr exemplo: se seu namorado tiver um câncer, vocÊ vai abandoná-lo??? É a mesma coisa. A diferença é que a bipolar é psquica, não dá pra ver. Mas requer tratamento, amor, carinho, atenção, da mesma forma que qualquer doença física.
É difícil sim convivermos com isso. Meu irmão, levamos quase três meses desde que descobrimos até o início do tratamento. Foram três meses sem saber o que era dormir, desligar celular, ficar tranquila. A toda hora era alguém ligando que ele tinha sumido, tinha brigado, tava na delegacia. Uma tristeza. Ele não aceitou o tratamento (eles não aceitam: nem esquizofrênico e nem bipolar). Para aceitar, aproveitamos um dia que ele tava na delegacia e propusemos uma internação. Através da internação ele aceitou ser tratado. Hoje, quase um ano depois, ele é uma pessoa normal: voltou a estudar (o que dizem ser impossível), tem amigos, sai normalmente, convive com a família numa boa. Mas toma as medicações certinhas, porque sabe que se não tomar poderá ser internado novamente (por ter crises difíceis de serem controladas). Mas ele sabe também que, mesmo tomando os remédios, ele poderá ter outra crise e precisar de ajuda.

Então, se não estiverem dispostas a conviver com isso, a dar amor, carinho, atenção e serem ATENTAS para qualquer alteração (que poderá ser uma crise e ele vai precisar de você), caiam fora sim. Mas pensem só uma coisa: nada na nossa vida é por acaso. E se vocês encontraram pessoas assim, é porque têm muito a aprender.
Mais uma coisa: doenças psiquicas normalmente são hereitárias. Eu por exemplo, posso ter um filho esquizofrênico. E você, está disposta a assumir este risco? Ou vai abrir mão da maternidade???
O caso é bem mais sério do que as \"simples\" alterações de humor.
Kellynha... espero que você consiga superar e, caso precise de uma amiga, conte comigo, viu? Pode me add no msn para conversarmos. Sei o quanto isso é sofrido e o quanto é bom saber que tem pessoas que podemos contar.
Beijos a todas...




Franquinho
21/08/2010 | 16h17m47s
Olá, perdoe-me minha intromissão mas tenho uma esposa assim...
É muito, muito, dificil lidar...
Eu ja não sei mais o que fazer...



kellynha_catarine
17/07/2008 | 20h59m31s
Oi,jubi!Te adicionei na minha bolsa!Irei te ajudar no que puder!

Jt_anjo!Muito obrigado amiguinha!Irei te adicionar na minha bolsa!


Gostaria de agradecer a todas pelo apoio por tudo!Vocês são especiais para mim!

Isabelac-->> opinião e opinião!Lógico!Mas ser preconceituosa é um defeito muito grave!
Mas eu não vou me calar só porque você está mandando!!Até porque eu não to discutindo to expressando o que eu estou sentindo !

Beijos á todas!
Peço desculpas a todas pelo ocorrido nesse fórum!





jubi81
20/07/2008 | 01h14m06s
Kellynha, eu add vc e assim que estiver menos corrida a gente conversa no msn ! Obrigada desde já pela atenção!

Como compartilhei aqui com vcs um pouco da minha história, falarei mais algumas coisas que aconteceram nos últimos tempos para quem quiser ler e/ou opinar.

Meu namorado foi ao psiquiatra e recebeu o diagnóstico de Depressão. Ela disse que suas oscilações de humor e sua irritabilidade são um tipo de depressão. Ela não achou comportamentos que justificassem uma hipomania ou mania; o fato dele estar apaixonado por mim e dizer isso de forma bastante enfática é próprio da paixão ... ele nunca fez loucuras ...e qdo era grosseiro, tentando me afastar, segundo a psiquiatra era pelo quadro de depressao... auto-estima muito baixa... insegurança....
O que acham? Eu pensei mil vezes antes de continuar a namorar, pq em dois meses as oscilaçoes já conseguiram acabar com qq coisa... Mas como rapidamente ele procurou se ajudar e está super atento aos comportamentos dele comigo eu resolvi dar uma chance...

Beijos,
Ju.



Marcelle_Sousa
20/07/2008 | 22h39m18s
MEU DEUS QUE HORROR ! ISABELAC QUE GROSSERIA A SUA SERÁ QUE NÃO NÃO MATURIDADE SUFICIENTE PARA CONCORDAR COM A OPNIÃO ALHEIA OU PELO MENOS RESPEITAR? GENTE ENTRAMOS AKI PARA NOS DIVERTIR CONHECER GENTE NOVA FAZER NOVAS AMIZADES , MAS ISSO AKI TA VIRANDO UMA VERDADEIRA BAGUNÇA, ONDE NINGUEM SE IMPORTA COM OS SENTIMENTOD DE NINGUEM , DIZER QUE A KELLI TEM DISTURBIOS MENTAIS FOI DE UMA TOTAL FALTA DE RESPEITO , GENTE VAMOS REVER NOSSOS conceitos bj a todos e por favor não estou querendo ofender ninguem , mas axei isso um absurdo e estou indignada .



kellynha_catarine
20/07/2008 | 23h45m54s
Salmo 140

1 Livra-me, ó Senhor, dos homens maus; guarda-me dos homens violentos,2 os quais maquinam maldades no coração; estão sempre projetando guerras.3 Aguçaram as línguas como a serpente; peçonha de áspides está debaixo dos seus lábios. 4 Guarda-me, ó Senhor, das mãos dos ímpios; preserva-me dos homens violentos, os quais planejaram transtornar os meus passos. 5 Os soberbos armaram-me laços e cordas; estenderam uma rede à beira do caminho; puseram-me armadilhas. 6 Eu disse, ao Senhor: Tu és o meu Deus; dá ouvidos, ó Senhor, à voz das minhas súplicas. 7 Ó Senhor, meu Senhor, meu forte libertador, tu cobriste a minha cabeça no dia da batalha. 8 Não concedas, ó Senhor, aos ímpios os seus desejos; não deixes ir por diante o seu mau propósito. 9 Não levantem a cabeça os que me cercam; cubra-os a maldade dos seus lábios. 10 Caiam sobre eles brasas vivas; sejam lançados em covas profundas, para que não se tornem a levantar! 11 Não se estabeleça na terra o caluniador; o mal persiga o homem violento com golpe sobre golpe...



kellynha_catarine
20/07/2008 | 23h48m13s
Salmo 79

\"Diz-se que este é o Salmo mais poderoso dentre todos os Salmos em que se pede justiça contra os inimigos!\"

1 Ó Deus, as nações invadiram a tua herança; contaminaram o teu santo templo; reduziram Jerusalém a ruínas.

2 Deram os cadáveres dos teus servos como pastos às aves dos céus, e a carne dos teus santos aos animais da terra.

3 Derramaram o sangue deles como água ao redor de Jerusalém, e não houve quem os sepultasse.

4 Somos feitos o opróbrio dos nossos vizinhos, o escárnio e a zombaria dos que estão em redor de nós.

5 Até quando, Senhor? Indignar-te-ás para sempre? Arderá o teu zelo como fogo?

6 Derrama o teu furor sobre as nações que não te conhecem, e sobre os reinos que não invocam o teu nome



kellynha_catarine
20/07/2008 | 23h51m49s
Peço desculpas á todas as amigas!Pelas discursos e ofensas deste topico!Me perdoem!Mas é que precisava expor os meus sentimentos as minhas palavras!
Quero também agradecer ao apoio de todas!
E aproveitar para desejar FELIZ DIA DO AMIGO!

Como vocês firam logo acima são dois salmos!Sei que não tem nada haver com o topico!Mas sentir um enorme desejo e vontade de postar ele aqui!
Espero que vocês me compreendam!

Beijos!
Desculpas!

Paz e amor o mundo precisa!





annagold
21/07/2008 | 11h03m47s
olha essas discuções me deicham tão triste, sabe aqui tem pessoas de todos nível, não tem nada a ver uma ofender a outra,
é muito feio isso.Eu nunca tinha ouvido falar em bipolaridade, é uma coisa mais que aprendi, isso que importa.
beijoka a todas



KKleide
22/07/2008 | 20h20m02s
Kdê o assunto do forum????????

Dei uma olhadinha agora, ñ sabia como esse disturbio era tão sério,pensei que eu aproveitaria de alguma forma as informações, ñ postei nada pois \"as poucas\" se tratam de um assunto que ñ conheço a fundo,e me deparo com insultos e ofensas, cá p/ nós esse tipo de comentário deveria passar batido,ñ merece nem uma resposta...
Kelly, desejo que vc se recupere, seja feliz e acredite, vc está em vantagem pq tens a coinciência do que se passa contigo e tens a inteligência suficiente p/ se cuidar e prosseguir com a cabeça erguida..!!!!!!!!!!


Bjsssssssssssss



Alexia77
22/07/2008 | 21h00m31s
Nossa que descriminaçao.......Eu sou bipolar, sou casada a 12 anos e tenho um filho,,,sei que nao éa coisa mais facil do mundo conviver comigo,,,pois meu marido e meu filho falam...mais eu faço acompanhamento com o psiquiatra tomo tres tipos de remedios e tento levar a vida,,,nao vou negar que sou muito oscilante,,mesmo com a medicaçao,,primeiro pq nao sou somente bipolar..Tenho fibromialgia, depressao, sindrome do panico e etc, tbm faço acompanhamento com o reumatologista.Meu irmao tem esquizofrenia,,, meu pai era alcoolatra e enfim todos temos problemas.Nao mereço ficar numa jaula por ter uma doença.Ninguem é perfeito, só que as pessoas tem horror a doença mental, ela nao é contagiosa.
È hereditaria sim na maioria dos casos,,,mas quem é perfeito?????Sou feliz apesar de todos esses problemas,tem dia que to ruim, tem dia que to boa e vou levando,,,procuro me cuidarpra ser feliz e fazer feliz quem está a minha volta..Mas nao nego que tenho o pavio curto.



Ci_Flora
19/05/2010 | 02h11m58s
E qual é a melhor maneira de reagir com o bipolar quando ele esta irritado ou depressivo? Quando voces pedem para se afastarem ou quando dizem que não querem nossa companhia. Qual é a melhor atitude que devemos tomar para manter a relação boa para ambos.
beijos



Fê79
22/07/2008 | 22h39m57s
Galera,
Vamos lembrar do movimento rosa! Hoje em dia as coisas estão mais difíceis, é tanta correria, é tanta facilidade de informação nas suas mãos - mentes, é muita tecnologia, ... acho que esta discussão chegou no ponto em que devemos encerrá-la.

Somos todos seres humanos, ou estou enganada e tem algum extraterrestre participando do fórum, aliás, mesmo que tivesse, teríamos de respeitá-lo. Vamos parar de ficar julgando uns aos outros. Eu tenho mil defeitos... sou geniosa pra caramba, uma manteiga derretida, será que isso me dá algum diagnóstico?

Não importa se vc tem ou não tem doença, se vc tem um familiar ou algum conhecido com alguma doença. O motivo de eu estar aqui é na realidade estar mais próxima de alguém... cada uma do seu jeito é demais! Super demais! Porque eu tô sozinha... e lendo tudo isso... que escrevi percebi que não respondi a pergunta do forum...

Sabe o que eu faria: Grebolys88 - Eu faria por ele o que gostaria que ele fizesse por mim. Procuraria um especialista, o médico dele, conversaria a respeito, ele tem psicóloga? A procure também... isso pode ajudar vocês dois... Se dê a oportunidade de conhecer melhor alguém com afinco, e se descobrir que não dá conta, ou que ele não é o homem que você procura ou quer, saia da relação, mas com o respeito e a dignidade de não ter tentado por vc e por ele e honre o homem que ele é.

Bjos para todos....



Sofiia
07/10/2008 | 22h24m39s
Olá amigas, sou nova aqui e o assunto me chamou a atenção pois lido com o mesmo problema que a grande maioria aqui presente. Meu namorado é sim um bipolar mas nem por isso é esse monstro aqui retratado... os bipolares são sim pessoas totalmente normais mas que precisam de ajuda. Para quem realmente ama, tratar com tamanho desprezo a ajuda necessária é imperdoável. Devemos primeiramente, como ja disse priscillasa75, diferenciar o namorado aproveitador do que realmente precisa de você. Se a resposta for a primeira opção, entre em um acordo com o mesmo ou se já estiver muito esgotada termine logo... mas e se a pessoa na qual você acredita amar estiver passando pela pior fase de sua vida e se sentir totalmente solitária mesmo te tendo ao lado? Ai vai do conceito de cada um julgar o que é o verdadeiro amor, afinal ponham-se no lugar do necessitado... e se você começasse a destruir tudo o que construiu de uma hora pra outra sem ao menos saber o que se passa pela sua cabeça? Se seu namorado penssasse como você? Anem... essa menina já deu dor de cabeça demais. Bom quando meu namorado começou a manifestar os primeiros sintomas ele falava muito disso, vivia pedindo minha ajuda mas nunca explicitava nada, ou eu nunca entendia, ficava realmente confusa e se nao ajudei não foi por falta de vontade não... eu tentava e retentava mas no final acabava como sempre. Hoje ele fala em suicídio e ao invés de me desesperar mais procurei me informar sobre a doença e estou caminhando para um progresso contínuo, afinal.. quem se compromete com algo deve ir até o final. Assumo sim que é muito desgastante conviver com um bipolar, mas pensem que tudo valerá a pena.. imaginem a gratidão e a compensação que receberemos depois que o amado se curar.. melhorar os sintomas. Agora pode ser duro.. e é sim... eles se parecem ingratos e alheios a tudo mas depois reconhecerão tudo o que fizemos por um amor ilimitado

bom .... nao vim quebrar opiniões nem dizer o que fazer a ninguém
so mostro minha visão e minha decisão quanto a tudo isso
afinal... bipolaridade e um caso muito sério e aposto que ninguém gostaria de se sentir culpada por um acontecimento "desastroso" beijoo gente prazer



dancruz
20/10/2008 | 21h53m26s
Meu namorado é assim...ele é um amor, faz tudo o que eu quero, mas quando, do nada, acorda de mau humor sai de perto, é capaz de termina o namoro quando está assim, qualquer coisa irrita ele e vai embora da minha casa e td...mas na maioria das vezes ele é bom...mas essa mudança repentina de humor me mata...mas enfim...eu amo ele demais...eu queria aprender um jeito de lidar c ele sabe...é difícil



lilinha.lica
28/10/2008 | 15h40m11s
Olá sou nova por aqui ,meu namorado é bipolar estoutrocando conhecimento com outras pessoas procurando uma forma de ajuda lo pois acredito q o amor é maior q qualquer enfermidade ,quero dividir experiências então se alguem puder me ajudar ficarei muito grata Bjuss a todas



MarcusVinicius
29/10/2008 | 02h02m40s
Dada todas as experiências acima, posso considerar que minha esposa possuem inumeros sintomas relacionados com a bipolaridade. A dela não foi diagnosticada, mas segundo ela, a mãe dela é, portanto...



quenome-colocar
19/08/2010 | 12h02m34s
não é possível que seja uma raridade encontar alguém que seja sano!!!!!???isso virou moda!



lilinha.lica
29/10/2008 | 10h16m45s
Estou convivendo com altos e baixos minha vida esta uma bagunça nunca sei o q vai acontecer no dia de amanhã mais a minha recompensa vem qdo ele olha pra mim e diz q me ama diz o qto sou importante na vida dele ,conviver com uma pessoa bipolar ñ é muito facil ,mas se tiver amor agente conquista tudo ... Só de ver ele sorrir recompensa todo o meu esforço ,sabe tem dias q penso realmente em desistir dai tiro forças de todos os momentos felizes q passamos juntos ,dizem q ñ a cura para bipolaridade mais sabe de uma coisa com muito muito muito amor mesmo agente consegue resultados inesplicaveis então se alguem esta pensando em desistir faça como eu ame ame ame ame incondicionalmente Bjuss a todos



claucrist
05/11/2009 | 12h52m37s
oi meninas,tbm tenho um namorado bipolar,mas ele naw aceita e e muito dificil ,eu o amo muito,ele faz de tudo pra mim e um amor ,mas as vezes se torna muito violento,e nossa breigas geralmente sao por causa de minha filha,que e de outra pessoa,ele e ciumento e joga muita coisa na minha cara,o pior que uktimamente tem ficado cada vez mais agrassivo comigo e com ela,eu o amo muito ,sei que tenho que ter paciencia,e sei que ele goxta muito de mim,mas ofato dele estar me bancando agora,e ela,tem ficado cada vez pior,ele joga isso o tempo todo na minha cara como que por isso ele pode tomar conta de minha vida e dar ordens,coisas do meu passado o incomodam,eu gostaria deopinioes,pois naw quero deixa-lo pois sei o que wsinto por ele,gostaria de poder ajuda-lo mas naw sei como convence-lo a procurar ajuda,e se falo algo que ele naw gosta ja fica agrassivo,e chega ate ao extremo,as vezes acho que estou dormindo com o inimigo,e as vezes com a melhor pessoa do mundo estpu confusa,e assustada,mas sei que quero ficar com ele,sera que alguem me entende,obrigada por me ouvirem,,beijos
claudia



quenome-colocar
19/08/2010 | 11h51m50s
oi,será que é moda esse lance de bipolaridade?Parece um surto!!!Tenho observado o comportamento do mewu marido e acabo de descobrir que ele é um deles!tb passo por esse problema:tenho 2 filhos de outro relacionamento e estou desempregada.e com isso dependo dele pra comprar alimentos.O que muito me incomoda.Ultimamente tenho que concordar com o que ele fala,pra que ele não saia de casa,já que por qualquer problema essa é a solução pra ele.convivo com uma pessoa que está bem agora e daqui ha pouco não.Deita bem ,acorda mal;deita mal,fica bem de noite.Me ama de no outro dia não me quer mais.Meus filhos tem tds os defeitos,por mais que tds não digam isso.O convívio está sendo muito difícil apesar de eu o amá-lo.a incerteza diária dele me deixar me coloca muito mal,pois não sei como agir.São dias de incerteza,insegurança e muita solidão...



claucrist
05/11/2009 | 12h57m49s
ola amigas,meu namorado tbm e bipolar maas ele naw aceita procurar ajuda,naw sei oque faco para ajuda-lo ,eu o amo muito,ele e uma pesoa maravilhosa,tem me ajudado muito,mas ultimamante tem ficado cada vez mais agrassivo,nunca sei coo ele vai acordar ,tenho uma filha de um outro,e ele naw aceita muito,ele adora ela mas ao menso tempo que impor regras e agora que esta nos bancando tem sido pior,ele se acha no direito,e se falo algo fica violento,naw quero abandona-lo,mas estou confusa,pois ando muito assustada com as atitudes dele,sei que ele me ama,mas tem sido muito dificil para ns dois,se puderem me ajudar agradeco,obrigada por me ouvirem...beijos
caucrist



bebezinhabrasil@hotm
05/11/2009 | 13h55m54s
meu ex marido acho que sofre isso, mae dele foi internada por problemas psiquiatricos, e quase toda a familia dela tem esses problemas, de feito ela esta internada com um irmao dela...
meu ex, é totalmente variante de humor, nao tem controle, impussivel aguentar...
temos um filho que vai comecar tratamento psicologico na proxima semana, porque representa alguns sintomas...

Gente voltei a casar novamente, depois do csamento consolidado comecei a descubrir a familia do meu marido, a mae sofre de transtonos da mente, meu marido diz que desde de pequeno, ela tomava prozac entre outros, é histerica agressiva, mais diz que toma os medicamentos porque é hiperativa, mais eu duvido que seja so isso
pra completar comecei a descubrir que todas as mulheres da familia sobre de disturbios mentais..

e meu marido parece sofrer dubla personalidade....
uma doce e a outra manipuladora, tive que aprender a controlarlo...




jaquelc
05/11/2009 | 14h42m52s
Gente!! Me indentifiquei mto com suas historias... Acho q meu namorado é bipolar! Estou sofrendo mto com isso. De tudo um pouco ele tem nas historia q vcs contaram! Tem dia q ele é super carinhoso, mas de uma hr pra outra fik estupido, grosso e agressivo nas palavras... essa semana msm mandei uma msg falando desse comportamento instavel dele... ele fala q nunk sabe pq fik assim e nao é culpa dele. Mês passado eu qase terminei dele de tao insuportavel q ele estava, uma semana antes ele disse q me amava e na outra disse q nao sabia mais, entao decidi terminar. Ele entrou em parafuso, disse q nao sabe oq acontece com ele. Ele passa por emoçoes de uma hr pra outra, as vezes ele fala q vai enlouquecer e eu nao sei oq faço, antes eu batia de frente com ele, mas hj eu tento esperar se alcamar pra mim chegar perto.



jaquelc
05/11/2009 | 14h43m00s
Gente!! Me indentifiquei mto com suas historias... Acho q meu namorado é bipolar! Estou sofrendo mto com isso. De tudo um pouco ele tem nas historia q vcs contaram! Tem dia q ele é super carinhoso, mas de uma hr pra outra fik estupido, grosso e agressivo nas palavras... essa semana msm mandei uma msg falando desse comportamento instavel dele... ele fala q nunk sabe pq fik assim e nao é culpa dele. Mês passado eu qase terminei dele de tao insuportavel q ele estava, uma semana antes ele disse q me amava e na outra disse q nao sabia mais, entao decidi terminar. Ele entrou em parafuso, disse q nao sabe oq acontece com ele. Ele passa por emoçoes de uma hr pra outra, as vezes ele fala q vai enlouquecer e eu nao sei oq faço, antes eu batia de frente com ele, mas hj eu tento esperar se alcamar pra mim chegar perto.



jaquelc
05/11/2009 | 14h43m12s
Gente!! Me indentifiquei mto com suas historias... Acho q meu namorado é bipolar! Estou sofrendo mto com isso. De tudo um pouco ele tem nas historia q vcs contaram! Tem dia q ele é super carinhoso, mas de uma hr pra outra fik estupido, grosso e agressivo nas palavras... essa semana msm mandei uma msg falando desse comportamento instavel dele... ele fala q nunk sabe pq fik assim e nao é culpa dele. Mês passado eu qase terminei dele de tao insuportavel q ele estava, uma semana antes ele disse q me amava e na outra disse q nao sabia mais, entao decidi terminar. Ele entrou em parafuso, disse q nao sabe oq acontece com ele. Ele passa por emoçoes de uma hr pra outra, as vezes ele fala q vai enlouquecer e eu nao sei oq faço, antes eu batia de frente com ele, mas hj eu tento esperar se alcamar pra mim chegar perto.



jaquelc
05/11/2009 | 14h43m34s
Gente!! Me indentifiquei mto com suas historias... Acho q meu namorado é bipolar! Estou sofrendo mto com isso. De tudo um pouco ele tem nas historia q vcs contaram! Tem dia q ele é super carinhoso, mas de uma hr pra outra fik estupido, grosso e agressivo nas palavras... essa semana msm mandei uma msg falando desse comportamento instavel dele... ele fala q nunk sabe pq fik assim e nao é culpa dele. Mês passado eu qase terminei dele de tao insuportavel q ele estava, uma semana antes ele disse q me amava e na outra disse q nao sabia mais, entao decidi terminar. Ele entrou em parafuso, disse q nao sabe oq acontece com ele. Ele passa por emoçoes de uma hr pra outra, as vezes ele fala q vai enlouquecer e eu nao sei oq faço, antes eu batia de frente com ele, mas hj eu tento esperar se alcamar pra mim chegar perto.



Rebs_2006
22/02/2010 | 18h03m12s
Preciso da ajuda de vcs! Conheci um homem maravilhoso através de um site de relacionamentos. Conversamos pouco, e logo surgiu a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente. Foi tudo muito perfeito. Ele se mostrou logo muito apaixonada e me falou coisas maravilhosas já no primeiro encontro. Combinamos de passar o feriado de Carnaval juntos, não importando o lugar. E acabou que fui até ele, e ficamos no sítio dele, com alguns amigos e parentes. Isso aconteceu 20 dias após o nosso primeiro encontro, pois moro em outro Estado. Passamos esses dias maravilhosamente bem, ele me tratando como uma rainha. Ele me contou detalhes da bipolaridade dele, do tratamento que ele faz... enfim, me contou tudo. Confesso que fiquei assustada, mas já estava muito envolvida e apaixonada. E ele me propôs até casamento, em sustentar meus filhos, etc. Me levou até a casa dele, me mostrou tudo por lá. Vim embora na quarta-feira de cinzas e ficamos de nos falar via skype a noite.e estava tudo maravilhosamente bem. Só que ele sumiu, não nos falamos via skype, nem via msn e nem via celular. Mandei vários torpedos prá ele e ele não me respondeu. Liguei várias vezes prá ele e ´somente na sexta-feira que ele me atendeu, dizendo que estava tudo bem, que não era nada comigo, e que conversaríamos mais tarde no skype, o que não aconteceu. Liguei no sábado e ele não me atendeu, mandei torpedo e ele não me respondeu. Liguei no domingo e ele tbm não me atendeu. Estou muito ansiosa e chateada com essa ausêcia. O que devo fazer: ficar tentando que ele me atenda ou deixálo a vontade para me procurar? Não aguento isso. O pior é que estou gostando muito dele, e às vezes, fico achando que ele não quer mais nada comigo. Vcs que tem uma certa experiência, podem me ajudar??? Obrigada!!!



SusInUbatuba
05/07/2010 | 15h53m29s
Bipolar ou não, ele não está a fim. Desencana.



Sintia1
01/05/2010 | 14h15m39s
Ai que vergonha confessar isso aqui mas to achando q sou bipolar. Sera?? To com medo....Eu amo meu namorado mas ando o magoando muito, falo coisas ruim pra ele, pode ser por causa do meu estresse pois ando muito estressada ultimamente


Estamos com planos de casar, uma hora compro coisas pro enxoval outra hora nem sei seu quero me casar, uma hora digo q o amo em outra digo q ele me dá raiva (nunca disse que o odiava, isso não) mas ele tbm não colabora, sabem, ele as vezes me provoca e me irrita sabendo q to estressada.

Eu já cheguei a falar pra ele que não sabia porque estava com ele.



LadyLeBeau
03/05/2010 | 10h04m45s
Concordo com o FFaria sobre "Caia fora enquanto ainda tem chance"..

A convivência com um Bipolar é extremamente difícil... e traumática.. Se eu soubesse no que estava me metendo, pensaria duas vezes antes de embarcar neste navio sem volta.. Tem que ter MUITO amor, pra aguentar tudo, e muita FORÇA, para não enlouquecermos junto com eles.. Afaste-se enquanto é tempo.



milaevi
10/06/2010 | 15h36m27s
mas como diferenciar um cafageste de um bipolar?

passo por uma situação parecida, só que tem uma criança no meio disso tudo...



Carinhosa...
15/06/2010 | 12h18m59s
Acredito que o amor suporta todas as coisas, inclusive essa doença.
Se eu descubro que minha mãe tem essa doença eu jamais a abandonaria, e isso serviria tb para um filho e marido, afinal antes eles não tinham desenvolvido essa doença.

Não é fácil, mas o que não pode acontecer como alguns relatos aí em cima é o homem usar essa doença para se safar...trair, mentir, bater, etc....

Eu respeito todos que passam por isso.



SusInUbatuba
05/07/2010 | 16h01m17s
Nossa! Como tem gente bipolar nesse mundo! Será que eu sou também? Acho que não. Não é qualquer um que me tira do sério e meu humor é estável. Mas, olha só essa página, quase todos daqui ou são ou vivem/viveram com um bipolar. Só eu conheço uns vinte. Fora os suspeitos... Nossa! Não é à toa que ninguém se entende...



Anngel
05/07/2010 | 18h06m52s
Tudo depende da sua capacidade de compreensão, e só compreenderá o próximo quando conhecer a si mesmo!



veramarry
05/07/2010 | 18h31m14s
PACIENCIA E MUITO AMOR, AFINAL AS CRISES NÃO DURAM PARA SEMPRE.



Miss Coragem
06/07/2010 | 10h42m10s
As crises duram ás vezes 1 semana todinha ,pra mim é quase que se fosse uma eternidade sou muito humilhada , humilhada, sou chamada de burra, #$%ppp¨&)()put*(¨%$$##, etc...........Em cassa , fazaemos de tudo pra colaborar , obedecer, e ficarmos quietinhas quando ele está nervoso , mas mesmo assim , com todo amor e carinho, 90% das vezes não adianta.....
Eu e os meus filhos amamos o nosso querido Alexandre, mas realmente sofremos , com o que ele sofre e com o que nos faz sofrer , é realmente um inferno, a cada instante que nos ama , logo álí nos odeia , é muito triste......
Preciso procurar ajuda , senão não vou aguentar
Abraço a todos



quenome-colocar
19/08/2010 | 11h56m05s
carambaaaa...faço das suas palavras as minhas!!!!!!!!



Franquinho
21/08/2010 | 16h33m35s
Miss Coragem
Por incrivel que pareça passo pela mesma situação....
Não sei mais o que fazer...
O duro é que mesmo com as feridas que eles vão deixando nós ainda os amamos...
É muito dificil...



Fernanda@098#
22/08/2011 | 18h33m34s
meninas... Estou passando por um sério problema com meu namorado, descobri que ele tinha o disturbio da bipolaridade a quase um ano atras,nós trabalhamos juntos, nos vemos todos os dias, ele derrepente mudou de comportamento não só comigo mais com todos ao seu redor, era como se nao gostasse mais de mim, ele se afastava das pessoas, tinha insonia, parecia nao ter certeza de mais nada, terminei com ele e sofrí muito naquele momento a sensação que eu tinha era de rejeição, me sentía pessima, passei a pesquisar sobre a Bipolaridade e descobri que ele realmente sofria desse problema, as frequencias de humor, excitação repentina, tudo isso me fez chegar a essa conclusão... depois de algumas semanas nós voltamos a nos entender, tudo voltou a mil maravilhas, muito amor, carinho, sexo e 4 meses depois.... de um dia para o outro a feição dele mudou, era o disturbio chegando novamente só que dessa vez eu já entendia o problema, lí a respeito e passei a tentar tira-lo da tal " caverna" busquei ajuda-lo , imprimi artigos sobre a bipolaridade e mostrei a ele, ele leu tudo e passou a compreender que aquilo nao era normal, falei com ele de uma terapia, ele ficou de pensar sobre o assunto, dessa vez o disturbio chegou bem leve, uma semana apenas, voltamos logo a ficar bem... passados 4 meses depois, afff! tudo novamente, só que dessa vez de uma forma muito intensa... ele se isola, nao gosta mais das coisas que fazia antes, pareçe ter enjoado de mim... dessa vez eu que nao consegui mais segurar a onda, acabamos dando um tempo.. eu tento e me esforço em entende-lo tenho muito medo de justificar o comportamento dele com a bipolaridade, as vezes acho que ele nao gosta mais de mim, ele mesmo me falou que nessa fase ele tem certeza do sentimento dele de amor por mim, mas nao pode sentir... é dificl! Você estar maravilhosamente bem com uma pessoa, super apaixonados e do dia para noite, achar que nao conheçe mais aquela pessoa ele se transformar tanto assim... Bem... quanto a nós eu realmente nao sei no que vai dar, só sei que é muito triste amar uma pessoa com esse Transtorno Bipolar... Alguem aqui passou isso que eu estou passando? nao sei mais o que fazer, estou de maos atadas!



wanessa 12
07/07/2010 | 12h13m07s
você não sabia Homem é assim !!!!!!!!!!kkkkkkkk



bame
19/08/2010 | 11h56m29s
Muito legal este fórum....bem pertinente.



egypte
21/08/2010 | 16h10m29s
O amor supera toda e qualquer barreira, amiga. Minha tia foi casada com um homem bipolar por mais ou menos 40 anos ( ele ja faleceu), pois e', ela ainda sente muita saudade dele apesar dos momentaneos cortes na personalidade dele, seu amor pela familia compensava. Nao tou dizendo que foi facil para algum de nos, mas estavamos informados e aceitava-mo-lo como ele era e isso e' amor, tolerancia...,)



Franquinho
21/08/2010 | 16h37m28s
É só que convive sabe o que é... Por mais que façamos eles nunca vão entender, nos dedicamos muitas vezes diuturnamente para ve-los bem, e muitas vezes nós temos que recarregar nossas baterias e não temos como...
Não falo sobre sexo, mas mutas vezes um colo, um abraço, uma palavra de consolo...
Por incrivel que pareça desculpe-me o meu portugues sincero mas eles nos sulgam até o ultimo.



Natii_N
01/09/2010 | 15h51m32s
uma relaçao que a base é ter Paciencia
dificil...mas nao é impossivel



serena62
06/09/2010 | 00h07m25s
Vivi 18 anos com um ser destes. Não conseguia entender o que era. Fomos parar no psiquiatra 3 veses. Nas 3 deram antidepressivo para ele. O que ocorreu?. Ficou louco de vez e saiu de casa. Na ultima vez "se apaixonou" pela mulher do amigo (uma desequilibrada como ele), se socou dentro da casa deles, comia churrasco e bebia com eles, quanto mais eu avisava para sair de lá pior ficava. Resumo: ela também se separou, estão juntos. ele completamente falido. Sai de casa com meus filhos, desmoralizada na cidade que moro. Descobri que já era traida há anos. E a burra aqui acreditava piamente nele. Voces tem ideia da capacidade diabolica que um bipolar tem para mentir? Para manipular? Para agredir com palavras e até fisicamente. A necessidade desenfreada de sexo? a falta de amor pelos proprios filhos? a capaciade de fazer dividas e te arrancar dinheiro quase que hipnoticamente? Não estou generalizando, estou falando daquele com quem vivi. Meus filhos estão prejudicadissimos. Eu e minha filha no psiquiatra. Nossa auto estima foi a zero, temos medo de tudo, muita deficuldade de confiar nas pessoas, com muita dificuldade saimos do isolamente em que ficamos, envergonhados e adoentados. Essa é a minha historia.
Agradeço pelo espaço
Serena



Audrian
08/09/2010 | 12h58m02s
Oii pessoal!

sou nova aqui, e me interessei muito pelo assunto.
acho q tbm namoro um bipolar. as vzs me sinto muito insegura, do nada ele surge com
umas historias de que vai embora, q eu não sou mulher pra ele, q eu sou imatura essas coisas...
mas depois vem pedindo mil desculpas, dizendo que me ama, me abraça e diz q eu sou a razão da vida dele...
eu realmente não sei como agir em relação a isso, do nada o humor dele muda, parece q ele quer a minha atenção somente pra ele, se surge algum evento e eu apenas penso em ir, pronto acabou o mundo dele, é briga na certa...
sinceramente não sei oq fazer! mas sei tbm q sem ele eu não sou ninguem.. acredito q nem ele sabe q possa ser um bipolar...
oq eu faço numa situação dessas? e como agir ??

Obrigadaa!!


Beiijos



Li_84
14/09/2010 | 21h22m45s
Meu namorado é bipolar.
Mas ele é extremamente carinhoso, respeitoso, amigo, honrado, e tudo mais de bom.
O único problema, e é o que eu não consigo mesmo lidar, são as alterações muito rápidas entre a depressão e a euforia...
Ele nunca me chingou ou duvidou do seu amor, ele sempre foi a mesma pessoa, não se altera muito no humor. Mas o grande problema é que num dia ele quer conquistar o mundo, fazer todos os esportes, conhecer todos os lugares do mundo e traça planos mirabolantes, lê um monte de livros e se acha o cara mais inteligente do mundo, quer comer todas as comidas e fazer amor em todas as posições possíveis.
Na outra semana ele simplesmente desliga o celular, some, não me quer ao lado dele, se isola, e sexo nem pensar. E não é que ele quer um tempo pra ele não, é depressivo mesmo. Ele se isola, só dorme, não quer fazer nada e as tarefas mais simples do dia viram uma tortura. Ele não chega a me tratar mal não, ele simplesmente diz "Estou mal, me deixe que eu me resolvo"...
Ele tem inúmeras qualidades que eu sempre quis em um homem, ele me respeita e sempre tenta me deixar "a par" das alterações dele, e isso ajuda muito. Mas ele não se trata. Ele diz que aprendeu a viver assim, e que ele não pode me ajudar, apenas pode pedir que eu respeite e aprenda a lidar com o tempo assim como ele aprendeu.
Eu gostaria de saber, se todas são como eu, porque assim, todo mundo precisa de um tempo sozinha, e muitas mulheres são tão auto suficientes que nem ligariam pra isso. Mas eu não consigo! Quero ter planos com ele, fazer as coisas com ele, e simplesmente não consigo planejar nada porque não sei como ele vai estar no outro dia.
Tô muito mal, hoje conversamos disso e chorei absurdo, ele disse que estou livre pra escolher se quero ficar com ele ou não, mas que infelizmente viver com uma pessoa assim, vai ser SEMPRE assim.
Eu queria aprender a entender melhor isso e saber "passar" por essas fases com ele de uma maneira estável, sabe? Mas eu não sei se essa é a saída...
Pelo que minha psicóloga me disse, uma grande ajuda é eu ser a "constante" da relação, se ele estiver na euforia e quiser fazer uma viagem, eu topo, e na semana seguinte ele tiver em depressão, eu vou e viajo sozinha... E se ele tiver em depressão e quiser ficar o dia todo dormindo, eu topo, e durmo, mas se na outra semana ele quiser transar em todas as posições, eu começo a cortar um pouco e a deixar a coisa mais "estável"...
É difícil, mas eu acho que quando você ama, vale a pena você se esforçar pra os dois se respeitarem e se ajudarem... Ele tenta ao máximo sempre se abrir comigo, me deixar a par das instabilidades dele assim eu consigo programar minha vida também, sabe? Mas o que precisa sempre estar bem acordado, é que assim como ele tem uma doença, você pode entrar nessa e ficar maluca também, então tem que sempre os dois se ajudarem pra que nem um nem outro se prejudiquem, e apenas se respeitem.
Independente disso, eu o amo, e vou tentar, porque uma pessoa no começo desse tópico falou algo que eu sempre pensei também: Se ele tá na minha vida, e entrou nela, é porque alguma força quer que eu aprenda com isso e o ajude, e se o amor é maior do que isso então, não tem nada que me faça duvidar disso.
Eu só ainda fico confusa em como me encaixar nesses altos e baixos, pq é muito, mas MUITO difícil vc abrir mão de tanta coisa que você quer fazer pra respeitar o outro. Mas em qualquer relacionamento a gente doa e recebe. E eu recebo muito amor, e acho que isso é o suficiente.



carolinamonteiro_18
30/09/2010 | 23h41m08s
Olá...
Estou sofrendo muito também.
Namoro uma pessoa assim, quer dizer "namorava" . Ele terminou comigo ontem, "isso já aconteceu uma vez". Ficamos pouquissimo tempo separados e voltamos. Não dá para entender... Quando comecei a me relaciona com ele não sabia o que era, achava que era jeito dele, não queria aceitar que ele tinha um problema.. pensei que ele era um safado...Brigamos varias vezes por causa de conversas no msn, orkut.... E eu era totalmente leiga no assunto. Ele já surtou 02x, a ultima a um pouco mais de 01 ano, e estamos 11 meses juntos, no inicio da relação ele estava mais tranquilo (acredito eu pelos remedios que tomava) hoje em dia o psiquiatra diminuiu a dosagem do remedio. Estavamos superbem. Só que ontem quando estavamos brigando ele falava comigo olhando para os lados, não olhava nos meus olhos, e não havia expressao em seu rosto.. ele dizia que me amava mas que achava melhor terminar.. gostava de mim e depois falava que não tinha certeza,depois que tudo ia ficar bem. Vou ser sincera com vcs... dói... mas dói muito ter um relacionamento assim, mas eu o amo... e muito. Já tive outros relacionamentos e nunca senti o que sinto por ele... Agora vou dar o espaço que ele precisa. Mas acho eu que isso vai mudar e ele vai sentir minha falta! Se ele se arrepender, eu vou tentar novamente... mas se dessa vez eu esquece-lo, não terá volta! Da mesma forma que o amo, estou disposta a tentar mudar o rumo de minha vida... Pois tenho muito medo de sofrer, e sei que é facil isso acontecer... Pra mim não é facíl saber que uma pessoa me ama, mas poderá um dia me trair! Ainda mais dependendo do lugar onde vc mora.. pior ainda. As pessoas comentam, irão chama-lo de corna e etc... O que dói não é a doença, e sim o que ela pode proporcionar a vida de outras pessoas...



Ikamoon
07/11/2010 | 04h16m06s
poxa gente eu fiquei mt contente em saber q não sofro sozinha nesse mundo. bom quero compartilhar a minha historia, pois eu sinto q preciso de ajudar de pessoas q ja passaram ou passam pelo q eu ja passei ( e o q muitos tem passado ), eu estou "namorando" um bipolar, a 9 meses, tive bons momentos com ele sem conhecer a doença ( ate entao eu sabia q ele se trata a dois anos e meio, q teve varios traumas nos relacionamentos tanto e q tds as exs ou o traiu ou o largaram) enfim, eu estou passando por uma fase muito confusa, gosto muito dele e aprendi a lidar com as lokuras dele (AS VEZES NE PQ TEM HORAS Q EU TENHO Q SER GROSSA P NAO SER REBAIXADA) , ultimamente nao tenho mais dialogo com ele, ele sempre direciona os assuntos p as coisas q ele gosta ou acha interessante então a falta de atenção dele p os meus assuntos e pela minha vida ficam em ultimo plano, ficamos brigados durante 2 meses por uma besteira tremenda ai eu ´percebi realmente q ele nao e normal, bom eu nao sou perfeita so q eu sei controlar ssentimentos de raiva, então larguei de mao e nao o procurei e acho q fiz o certo na epoca, ai ele correu atras falando q iria tentar mudar entao dei duas simples condiçoes q os bipolares nao sabem dar CARINHO E ATENÇÃO.. entao ele me disse q iria se esforçar p mudar. entao acreditei q eu poderia dar mais uma chance ( mulheres nao deveriam nascer com a bondade no coração ne heheeheh) enfim aceitei vooltar com ele... ate q ele realmente ficou mudado, e realmente se esforçava. so q depois de 1 mes e meio q voltamos ele voltou a ser aquele troglodita, aquele grosseiro sem limites como antes ( gente de verdad foi Deus q me ajudou td esse tempo, p ter paciencia e tentar lidar com ele) sou nova e tenho mt vida pela frente ele so tem 28 anos com problemas de um homem de 60 ( acho q nem 60 anos tem tantos problems) enfim quem me dera poder aguentar td isso se ele tbm fosse bom de cama pelo menos ne... mais ate isso q complicado com ele. e o pior de td eu tenho sentimentos por ele mais acredito hj q eu estou com ele por Dó e não vejo futuro nenhum nele...

, sou insultada direto por bobeiras incriveis de palavras q magoam e eu enfrento ele falando q nao e assim q fala comigo mais ele disse q as coisas q faço ou falo sao banais, ex: se eu errar algumas letras de algo q estou comentando com ele no msn ja e motivo dele surtar e falar q nao da p conversar comigo, ( E COISA DE LOKO MESMO) , outro ex ele sempre quer q eu tenha assunto, qd ele nao fala nada, se td assunto q eu falar com ele, ele nao der atenção entao pra q eu terei q comentar algo ne:????? eu to errada pessoal???
me culpei mt, chorei mt, pq pensei q eu era a problematica, a desastrada, a complicada, enfim agora estou conhecendo mais a fundo sobre o problema e eu nao imaginava q era tao complexo assim, todas as historias q li sem exceção e td o q eu passo...

ele e mt inseguro, sempre acha q eu estou com outra pessoa, ele sempre acha q tem razao, se eu estou certa e ele errado e JAMAIS se desculpa... pq ele sempre tem um motivo p errar. sem contar q qd eu quero carinho, ou um beijo se ele nao ta afim nossa e uma lastima poder ter o minino do minino, ja tentei falar p ele me dar o minino q ele pode ( nao to cobrando eu so quero q seja reciproco certo pessoal? td na vida e reciproco, o q vc da vc ira receber e porque e tao complicado p os bipolares entenderem isso cacete?

e sem contar q ele sempre acha q eu mudei com ele. sendo q ele nem percebe q ele q e o estranho na historia ne

SO Q GENTE, EU TO CONFUSA DE VERDAD E PRECISO DE UM CONSELHO DEFINITIVO, SO Q EU NAO SEI POR ONDE COMEÇAR, CONVERSAR COM UM BIPOLAR E UMA TAREFA EXCLUSIVAMENTE P OS PROFISSIONAIS EHEHEHEHEH... BOM OBRIGADA PELA ATENÇÃO DE TDS AQUI COMPARTILHEI O MININO DO Q EU ESTOU PASSANDO.

boa sorte a tds...

vlw... bjs



kgcosta
07/11/2010 | 09h40m19s
Bom dia a todos!

Adorei esse topico e li varias vezes a frase: "o amor supera tudo". Nao concordo! Nao supera nao.
Tenho certeza que muitos que convivem com pessoas bipolares, amam seus companheiros, companheiras, mas nao estao aguentando mais sofrer e querem se separar mesmo amando. Como o "amor supera tudo"?

FFaria, gostaria de saber sua opiniao, "o amor supera tudo"?



kgcosta
07/11/2010 | 17h46m33s
Nao falo da pessoa doente, digo, a pessoa que se relaciona com um bipolar.
As vezes ama , mas sofre tanto que nem o amor consegue manter esse relacionamento. Por isso acho que o amor nao supera tudo.

Obrigada pela resposta FFaria.



joni87
22/06/2011 | 22h54m16s
Olá concordo com vc pois o amor de um só nunca é suficiente tem que ser sempre dois amando pois se assim não for significa remar sozinho ou seja ficar dando voltas.



Ikamoon
09/11/2010 | 01h50m28s
e complicado conviver com um bipolar, eu nao sei ate q ponto poderemos ajudar uma pessoa com essa doença.... sera q ignora a pessoa bipolar pode fazer ela perceber q as atitudes grosseiras esta incomodando?

ffaria vc poderia me ajudar?

obrigada pessoal... aqui estou me sentindo menos sozinha...

bom semana a tds



Ikamoon
10/11/2010 | 21h23m26s
É pensando bem vc tem razão FFaria... mais mesmo dando tanta atenção, carinho e sendo prestativa acredito q as pessoas q tenham essa doença nem percebem o quanto fazemos por eles ne?
realmente vc disse td, os bipolares se sentem os "invenciveis" ne, nada os atingem e outra eles sempre acham q tem razão...isso q mais me tira do serio... eles nunca reconhecem os erros que cometem eu posso estar enganada mais foi isso q eu tenho percebido ao longe de 9 meses q eu estou com um bipolar.

FFaria vc tendo tanta experiencia com uma pessoa bipolar, alguma vez a pessoa reconheceu o seu apoio, sua dedicação, sua paciencia e seu amor? ou isso realmente e mt remoto de acontecer um reconhecimento de uma pessoa bipolar?

porque as vezes eu me sinto fazendo atoa td oq uma pessoa quando gosta ou ama faz, (td o conjunto eu digo, carinho, tolerancia, afeto, paixao...etc)


uma pessoa bipolar me parece um labirinto sem mapa, vc nao sabe pra onde ir, como fazer, q caminho escolher...



Ikamoon
19/11/2010 | 00h00m56s
Oi Ffaria... obrigada pelas suas palavras, eu ainda não tinha lido o seu comentario, mais e por ai mesmo, confirmei o q vc falou, nunca terei do meu parceiro um reconhecimento ou gratidao de td q eu faço por ele.
o q eu tenho feito que realmente pode estar dando certo, e mostrar sempre qd ele comete um erro falando q ele deveria sempre lembrar q se fosse eu comentendo o erro ele iria me insultar. ele por sua vez fica sem graça e sabe mt bem dos deslizes q tem... outro dia ele se irritou com um carro q estava estacionado na frente da saida de seu predio,e foi saber de quem era o carro para ele poder sair do predio (ate ai normal) ... não encontrando o dono do carro... o meu parceiro se irritou de uma maneiro q saiu de si. socou e chutou e quebrou os vidros do carro... nisso ele estava fora de si... qd ele entrou no carro de volta, ele não acreditou no q tinha feito, ele ficou perdido, e percebeu q fez cagada... ficou mt mal...

então a conclusao q eu chego e q os bipolares se transformam de um jeito q nem eles acreditam no q fazem...



e ffaria, eu captei a coisa, e bem assim q eu me sinto, fazendo td por obrigação, eu percebo q se eu fizer certas coisas q ele gosta ou quer q eu então ta valendo p continuar com ele..

uma outra questao que eu to passando e a falta de dialogo... e normal q o bipolar na maioria das vezes não tem oq conversar e sempre espera q o outro tenha oq falar???
porque eu sempre converso de td, so q se nao interessa mt p ele, ele não faz mt questao de comentar..

e complicado... ate hj eu nao entendo como eu ainda estou com essa pessoa...



Lulumusa
24/11/2010 | 21h26m55s
Gente...olha só, vou falar com todo carinho do mundo: sou nova aqui e vim de outro site chamado PF, lá estava virando um inferninho virtual do caramba, com brigas, ofensas e calúnias...coisa feia mesmo. Até que um dia uma louca disse que tinha nojo da minha opinião sobre uma coisa que ela nem leu direito. Fiquei magoada e sai de lá. Agora estou aqui e vejo que tem muita briguinha também. Lamento muito. Eu uso esses sites como terapia pois sou uma pessoa muito triste ás vezes.
Mas quanto ao tópico;
Transtorno Afetivo Bipolar é uma doença terrível, seríssima e não deve ser confundida com gente estressada, mal educada e grosseira.
Essa doença tem alto índice de suicídios e ás vezes requer internação por longos períodos se não for tratada a tempo. Prefiro não comentar como eu sei disso.

Abraços a autora do tópico.



Anônimo
27/12/2010 | 14h57m46s
Olá pessoal do bolsa, tenho transtorno bipolar e posso garantir q não é nada facil ser assim, tenho q me policiar muito, evitar situações de stress emocional ou q me lembrem de momentos "dificeis" q passei, mas isso é quse impossível, mas depois q tive meus filhos melhorei muito, hoje quando começo a ficar mau lembro deles e quase sempre ajuda, mas quando esse estado vem por causa deles realmente é dificl d controlar, eu só tento não deescontar nas pessoas q me cercam, fico sózinho, saio de perto de todos para não ofender ninguem. Mas é muito dificil e as vezes tenho medo msm d fazer algo q não tenha mais concerto. Cada caso é um caso, tem pessoas q ficam violentas outras deprimidas, tanto um como outro é dificil de lidar, espero q seu namorado não seja agressivo pois ai o problema é maior ainda. Abraço.



maribitoca
28/12/2010 | 14h36m39s
Vou responder como se vc tivesse perguntado para mim.
Ele não é violento e nunca foi, às vezes ele se distancia, mas não fisicamente, ele me quer sempre por perto, é carinhoso.
Tenho bastante paciência, pois é teimoso e muito. Ele sempre diz que me ama e me cobra muito o meu amor por ele. Apesar de já ter terminado comigo várias vezes, ele sempre acaba voltando, como se nada tivesse acontecido, fazendo juras de amor.
Minha maior preocupação é em relação a idade, sou muito mais velha que ele. Como bipolar você é capaz de amar uma mulher?



Anônimo
28/12/2010 | 14h52m49s
Claro que sim, isso é uma variáção de humos, de estado de espírito, a pessoa se sente a pior do mundo e por ai vai, mas isso não significa que seja incapaz de amar, dar ou receber amor, creio que seja o contrário, depois que tive meus filhos, minha vida melhorou muito, mas cada caso é um caso, é dificil, tem q ter muita paciência, como disse antes tbm sofro disso e é muito desagradável vc estar conversando, lembrar d algo e isso "acabar" com sua noite ou com oque estava fazendo, e o pior, como uma amiga nossa disse ai em cima, em casos mais graves, a pessoa pode sim cometer suicidio, o meu caso acho q não é tão profundo e ainda sim é dificil passar um dia sem pensar nisso.



Mandy_RJ
27/12/2010 | 20h51m54s
Eu não teria estrutura pra lidar com essa situação.

A verdade é que uma pessoa nesse estado não tem condições de assumir um relacionamento com alguém, pq a outra pessoa se envolve e não consegue simplesmente separar as coisas e ser politicamente correto - "eu sei que ele me ama, mas diz que não por causa do transtorno, então quando ele diz não é sim e quando ele diz sim e não". É quase impossível analisar tudo friamente quando se namora ou se é casado, pois o envolvimento nos faz perder a diplomacia, vc tem que estar distanciado do problema pra conseguir realmente ajudar.

Para deixar que a pessoa se cuide em primeiro lugar, eu terminaria tudo.



Mandy_RJ
27/12/2010 | 20h51m56s
Eu não teria estrutura pra lidar com essa situação.

A verdade é que uma pessoa nesse estado não tem condições de assumir um relacionamento com alguém, pq a outra pessoa se envolve e não consegue simplesmente separar as coisas e ser politicamente correto - "eu sei que ele me ama, mas diz que não por causa do transtorno, então quando ele diz não é sim e quando ele diz sim e não". É quase impossível analisar tudo friamente quando se namora ou se é casado, pois o envolvimento nos faz perder a diplomacia, vc tem que estar distanciado do problema pra conseguir realmente ajudar.

Para deixar que a pessoa se cuide em primeiro lugar, eu terminaria tudo.



lipisp
27/12/2010 | 21h45m23s
acho q tem que falar também como lidar com a namorada bipolar tambem!!!



maribitoca
28/12/2010 | 14h42m51s
O Bipolar merece toda a atenção. Acho que estrutura vem de cada um e no momento certo, hoje eu tenho estrutura, amanhã não sei, não é fácil conviver com uma pessoa assim. Mas e o doente? Será que é fácil conviver com outras pessoas? Nem amigos eles têm, e a pessoa em quemconfia os abandona, como é que faz?



Anônimo
28/12/2010 | 14h56m04s
Sobre estrutura, creio que quem gosta realmente de alguem tira força de onde não tem para ver esse alguem bem, pelo menos eu faço isso.



aicramtata
28/12/2010 | 20h07m49s
Transtorno Bipolar é quando uma pessoa muda de humor repetinamente, sem nenhuma lógica. Vai do extremo da felicidade ou extremo da tristeza num período de tempo muito curto... É uma patologia psiquiátrica e deve ser tratada com medicamentos. OK? Um abraço!



Ikamoon
06/01/2011 | 13h51m01s
Boa tarde, a tds, estou de volta... FF faria, passei por um longo periodo com o meu ex bipolar ( iriamos fazer um ano no final de janiero), foram se acumulando, acumulando, tristezas, angustias, lagrimas e muito desgaste emocional. enfim tenho lido tds os argumentos e comentarios de tds, realmente fiz o que é certo fazer, terminei com ele. pois eu já estava começando a ter tendencias de bipolaridade e já estou me cuidando pois emocionalmente e psicologicamente estou um abalada ainda, pois foram uma sequencia de brigas e desentendimentos sem motivos... ex: a gota dagua foi por causa do cachorro dele, ele chutou a cara do bicho na minha frente ( e ele sabe q eu não gosto q maltratem os animais) fiquei mt nervosa em ter visto essa cena, ele por sua vez surtou na rua, ele me deu o cachorro p segura e colocar dentro do cachorro, qd o cachorro com mt medo dele e tremendo entrou na minha frente e o meu ex parceiro gritou bem alto : VC É BURRA, vc tinha q entrar primeiro... pronto dai p mim foi o fim, ( já tinha aguentado mt dele, sempre ele vim com a historia q eu tinha q ser compreensiva, tolerante com oq ele tem, e o pior q fui durante os 12 meses tolerante, paciencia, carinho, atenciosa e sempre estive do lado dele nos piores momentos, mais ele sabe mt bem das proprias atitudes, e sempre me pedia desculpas), enfim... ele entrou no carro e dai não aguentei ( gente sou de carne e osso por mais paciencia q alguem tenha com esse tipo de gente não da p segurar) eu gritei com ele no carro, FALEI QUEM V C PENSA Q É P FALAR ASSIM COMIGO? - EU TE FIZ ALGUMA COISA P VC ME INSULTAR? -PRECISAVA FALAR DESSE JEITO COMIGO? - ele nervoso, falou q não poderiamos ficar juntos naquele dia, então eu falei q iria embora e q eu nao aguentava mais.... ( eu não sei como ele não me bateu) ele nunca tocou num fio de cabelo meu mais o estado q ele chegou foi o apice p ele avançar em mim...

e isso FF faria, conseguir fazer algo q vc me disse a meses atras, foi dificil, pq chegou num ponto q eu estava com ele por Dó e piedade... mais fui forte, ainda gosto mt dele, mais eu me amo mais do q td... e não poderia mais me permitir q um homem me dominasse a tal ponto de me deixar louka tbm.

bom gente, eu respeito a situação de cada pessoa... torço p as pessoas q passam por essa doença e as pessoas q convivem com um bipolar reflitam no minino qual é a vantagem q vcs levam por estar num relacionamento bipolar? e para as pessoas q tenham a doença, se cuidem, não permitam q a doença os dominem, pq é uma destruição continua e diária...

boa sorte a tds... obrigada por cada comentario q tem me ajudado mt na minha recuperação.... infelizmente é uma doença q não escolhe classe social, cor, crença e etc....

VAMOS CUIDAR DAS NOSSAS MENTES...



akemy2939
09/01/2011 | 10h40m34s
ola a todos!!!!
gostaria de mais informacao,nao sobre a bipolaridade e sim
saber o que a pessoa que tem bipolaridade se controla....se alguem puder ajudar...ficarei grata!!!

Ps*sei sobre a TB...so gostaria de conhecer como e o dia a dia de quem tem!!!

beijokas



paula virginio
09/01/2011 | 20h17m17s
Eu acho q nunca tive isso, eu tive depressao.

Mas sobre o q leio, pessoas bipolares as vezes estao super euforicas e do nada ficam tristes, isso as vezes no msm dia.

As vezes a pessoa ta super bem, alto astral, e de repente murcha.

ou ta malzona, ai muda o comportamento.



Ikamoon
09/01/2011 | 19h16m53s
Akemy 2939 - td bem?

bom eu posso te fala da experiencia q tive com o meu ex ( espero q te ajude), o grau da bipolaridade dele era mediana, bom o cotidiano de um bipolar e muito inconstante e nunca vc iria entender do pq a pessoa bipolar tem certas atitudes , de noite a pessoa bipolar é uma pessoa com um nivel de mau humor e estress equilibrado (dependendo do q o incomode), nesse periodo ele pode ate ser carinhoso se ele quiser ( não adianta forçar um bipolar a fazer alguma coisa sem ele ter vontade q não vai adiantar de nada, ele não ira fazer), de manha a pessoa bipolar já e outra pessoa, extremamente estressada com nada ( por nao ter vontade de fazer nada constantemente ele se irrita com isso) fica ironico e arrogante ao ponto de te tirar a paciencia, ( e o periodo do dia mais complicado e complexo de um bipolar) td estressa a pessoa ex: desde da roupa q o incomoda até o oculos q não esta limpo, durante o dia no trabalho, a pessoa bipolar se mantem equilibrada p não surtar diante dos colegas ou conhecidos de trabalho, ( e o lugar q vc não perceber quem e bipolar, pq e um esforço mt grande para eles se manterem controlados). varias vezes meu ex chegava em casa estressado ou malhumorado com alguem do trabalho e de vez "atacar" a pessoa com quem ele teve problema, ele me atacava com raiva com se eu tivesse culpa do q aconteceu no trabalho...e fato a pessoa bipolar vai atingir a primeira pessoa q esta do lado dele sempre... ( alem dos insultos e a falta de dialogo)

outras atitudes replicantes de um bipolar: exemplo: caso você comente algo que não esta legal nele, já e motivo p acabar com o dia dele,( como essa camiseta não ficou legal em vc ou se vc comentar que a musica q ele colocou e insuportavel etc...) qualquer coisa que vc não pense antes de falar com um bipolar já e um motivo p acabar com o clima.

os remedios são grandes aliados a não ter um bom humor ( depende de cada organismo), mais pelo fato de serem remedios tarja preta e controlados, a paciencia deles fica a zero, a capacidade de compreensão e afeto são minimos, pode ser q durante o dia ele fique bem disposto, animado e disponivel por causa dos remedios mais os efeitos q da ao longo do dia são drasticos, e claro afeta mt a parte sexual ( não espere mt de um bipolar) eu digo por experiencia propria, cada um e cada um, depende de cada caso....

bom akemy2939, espero ter te ajudado, eu te contei nem um terço de como é o cotidiano de um bipolar, pq e mt complexo é td (serio) td mesmo tem q ser calculado e bem pensado pois eles levam td a ferro e fogo, e para reverter o q foi dito ou o q foi feito e mt complicado....


ate mais bjosss



paula virginio
09/01/2011 | 19h23m57s
Bom se ele for bipolar de doença, vc pode aconselha-lo a procurar tratamento, psicologo, remedios, banho de luz, etc.

Mas se ele for bipolar de frescura, qnd ta de mal humor desconta em vc, ai manda ele ir pastar, ou entao desconta toda a sua tpm nele e manda ele ficar bem caladinho pq vc tbm aguenta o porre q ele fica qnd ta na crise.



paula virginio
09/01/2011 | 19h33m26s
gente, a pessoa q é diagnosticada com transtorno de humor bipolar precisa realmente de tratamento e apoio. é um saco aguentar uma pessoa bipolar, mas se eu amo uma pessoa e descubro q ela tem essa doença, seria uma crueldade terminar por causa disso.

Mas tem q ver se é doença msm ou se a pessoa so usa esses artificios para te manipular.

Eu particulamente, ja tive depressao, e sei como é, ja tomei remedios de tarja preta, e embora tivesse tudo p ser feliz, eu era infeliz, achava q ngm me amava, achava q se morresse nao faria falta nenhuma p ngm, ja pensei em me matar diversas vezes, tinha noites q eu so chorava. E qnd descobri tive a depressao tive q lidar com o preconceito, ate dentro da minha propria familia, é mt dificil. As pessoas tentavam me animar e me colocavam mais p baixo mostrando tudo q eu tinha p ser feliz, q eu nao podia ficar "assim". Mas so quem ja teve pode saber o q é, e meu ex namorado as vezes me magoava, falava q eu era louca, q eu tomava remedio controlado, o q mais fere é a ignorancia das pessoas.

E com os bipolares é a msm coisa, a pessoa sente ate sintomas fisicos como se tivesse morrendo, tendo um atque cardiaco, mas as pessoas pouco informadas nao entendem.



Ikamoon
10/01/2011 | 16h50m25s
Ola boa tarde a tds;

concordo com vc Paula Virginio, o preconceito ainda impera na sociedade, a falta de apoio e conhecimento sobre a doença e o problema hoje em dia, é como eu escutei de um desconhecido q a bipolaridade e a doença do seculo...e uma doença silenciosa e as vezes nem a propria pessoa sabe q tem se ele mesmo nao perceber certas atitudes dramaticas q ele mesmo faz... e complicado sim viver com um bipolar, eu vivi com uma pessoa bipolar, e tentei segurar o maximo q eu pudi, minha propria familia foi contra eu continuar com uma pessoa q me machucava constantemente mesmo eu mostrando o p ele q ele estava me maltratando, e complicado p as pessoas bipolares admitirem o seu proprio erro, não e por frescura mais realmente eles não gostam de serem pressionado pq isso p eles e o fim do mundo. constamente o meu ex vivia falando q nao tinha mais nada p fazer nesta vida, q mais nada tinha sentido p ele, ( imagina vc convivendo com uma pessoa q vc ama e quer construir um futuro juntos, ouvir isso? e mt complexo e complicado..) o meu ex por sinal ja faz tratamento a 3 anos so q ele fuma e bebe com certeza õs remedios nunca devem ter dado efeito devido os acompanhamentos q ele faz... infelizmente ja tentei mostrar p ele q ele nao deveria estar fumando e bebendo... so q ele tbm engana o proprio psiciquiatra, imagina oq ele nao deveria fazer comigo?...

bom e isso...espero q vc tenha se recuperado, e dado a volta por cima... a vida e mt curta p gente se apegar a coisas tao efemeras....

quem ama suporta td, mais como diz um dito popular TUDO TEM LIMITE...ninguem e obrigado a suportar insultos, maltratos e brigas constantes...


vlw... boa semana a tds



Gyslane
14/01/2011 | 14h35m17s
A melhor forma de lidar com o transtorno bipolar é ele estar sendo tratado por uma equipe multidisciplinar. Ele precisa de ambos suportes psiquiátrico e psicoterapeutico (principalmente na abordagem Cognitivo-Comportamental que é a mais eficiente em Transtornos de Humor). Ainda em tratamento você precisa ter consciência de que é sim um tipo de pessoa difícil de se lidar e vc deve pensar se é realmente o que você quer. É aconselhável que você também procure uma psicoterapia para aprender a conviver. Aqui no Rio de Janeiro se não me engano existe um grupo de apoio familiar às famílias que possuem um portador do Transtorno de Humor Bipolar.

Se for uma situação de dificuldade financeira, as faculdades de psicologia normalmente possuem um serviço comunitário de psicoterapia, onde as pessoas podem ser atendidas por estagiários supervisionados. Em relação à psiquiatria, normalmente o mesmo ocorre, mas com residentes do hospital universitário.

Uma das coisas que pode lhe ajudar é ler um pouco sobre transtorno bipolar e entender as ciclagens de humor e como que isso afeta inclusive a forma do seu namorado enxergar o mundo.

Acredito que a única coisa da qual você deve colocar como condição para um retorno é o tratamento dele. Estando tratado, qualquer pessoa tem defeitos, o que vale é o seu sentimento por ele e a reciprocidade que você encontra nisso.

Do contrário do que foi colocado, não é possível traçar uma evolução do transtorno psiquiátrico simplesmente pelo rótulo. Não é "transtorno bipolar" e "bang" podem surgir comportamentos psicóticos. A relação não é essa. Existem níveis e níveis de manifestação. A internação em fases eufóricas nem é sempre necessária, na verdade a maioria dispensa internação. E não há como forçar uma pessoa a se tratar a não ser por interdição, o que só deve ser realizado em casos extremos pelas implicações jurídicas e na vida da pessoa.

Ao contrário do que o Marcelo disse, há tratamento psicoterapeutico em equipe multidisciplinar (psiquiátrico e psicológico) sim. O diagnóstico pode ser realizado por testagem neuropsicológica, o que está sendo muito requisitado na cidade do Rio de Janeiro.

Espero ter ajudado!

Fonte(s):www.scielo.br/pdf/rbp/v26s3/22339.pdf



Ana Veronica
21/01/2011 | 17h34m21s
olha também sou bipolar então é facil, só não ligar deixar ele quieto e não dar ouvido pro que ele falar simples e facil



Anissima-16
21/01/2011 | 20h12m53s
Meninas namorei e até tive um filho com uma pessoa assim.
Nossa é muito ruim até pra quem está junto com ele.Você nunca sabe sua reação em nada.
E eles ainda acham que está certo aquelas ações e que está tudo normal.
Mas não é bem assim, é sempre difícil e ninguém sabe como lidar com isso.
Ele é uma pessoa maravilhosa mas com a convivência tudo se torna uma complicação
terminei com ele por faz pouco tempo e até que não foi um isso um dos motivos pra gente
terminar,com o tempo a gente apreende a lidar com o temperamento,mais o tratamento é sempre
a melhor alternativa nesses caso.

Beijossss!!!



kakaescribano
24/01/2011 | 15h18m59s
Olá, Vi este post agora, estava pensando nas atitudes do meu namorado e decidi procupar por bipolar. Namoro a 3 anos, tenho 23 anos e ele 36 , ele é viúvo e tem um filho de 12 anos. Eu o amo muito , enfrentei todas as situações com ele com muita força , só que ele simplesmente tem dias que está de mal com a vida, me trata mal, é estúpido mas não percebe, acha que eu tenho que achar normal. Ele ja me traiu uma vez , eu descobri , passou um tempo eu perdoei , pq ele disse que iria mudar, que ia fazer tudo diferente. Enfim algumas coisas mudaram, mas o comportamento dele esta cada dia pior, semana passada por exemplo tivemos uma discussão besta, ele me mandou ir pro inferno, e muuito mais. Eu cheguei a ligar para ele no mesmo dia perguntando se ele ja estava mais calmo e o que ele queria fazer, se era pra terminar mesmo, ele me ignorou. Passei dois dias sem ligar para ele, ele me ligou desesperado falando que eu não tinha ligado mais pra ele , onde eu estava e talz, dizendo que precisávamos conversar, novamente la fui eu conversar, conversamos muito sobre tudo, sobre superar as coisas e talz, ele sempre coloca a culpa que a vida dele foi uma merda, que tudo é uma merda e ruim . E eu com muita paciência tento explicar que não é assim , tento mostrar pra ele tanta coisa boa que já aconteceu na nossa vida., eu o amo e ainda acredito no coração dele se não eu jogaria tudo pro alto. Só que as vezes é dificil lidar com a rejeição, eu gostaria de saber, oq vc fazem quando o namorado , não t eliga ou quando vc liga te trata tipo : OI? e ai? , como se fosse nada . Confesso que as vezes não se oq fazer, se me afasto ele fala que eu não liguei , que não estou nem ai pra ele, que estou traindo ele . Se ligo eu estou pegando no pé rs é complicado. Temos momentos muito bons, de muito amor e compreensão mas do nada parecem que nunca existiram. Eu o amo muito mas sofro com isso. Gostaria de saber como vcs lidam com isso?deixa ele vir falar com vc? liga so pra dar um oi depois se ele falar q vc não ligou diz que estava com mt trabalho??



maribitoca
25/01/2011 | 16h06m27s
As atitudes de seu namorado são extamente como as atitudes do meu. Às vezes parece até que estão fingindo. O que fazer?
Faço extamente o que vc faz. Converso. Nem sempre adianta, mas mesmo assim vou continuando. Meu consolo é que todos os bipolares são iguais, aí eu vejo que não sou só eu que passo por esta situação. Até quando? Só Deus sabe.
Um abraço



kakaescribano
26/01/2011 | 09h17m05s
Seu namorado sabe que é bipolar? por que o meu não. e nem tenho como falar isso pra ele , acho que ele jamais aceitaria, pela criação que ele teve sabe , e pela história dele tb.



maribitoca
26/01/2011 | 11h07m27s
Oi Kaká
Meu namorado foi avisado que tem o transtorno bipolar sim.
Mas o que se passa na mente de um bipolar só ele e Deus é quem sabem.
Se ele tem consciência da doença, não sei dizer.
Ele teve outro diagnóstico que era esquisofrenia, esta doença ele não aceitava.
Mas ele não tem os sintomas de um esquisofrênico. Quando ele foi inernado, pela 6ª vez, na clínica Cristália o diagnóstico mudou para bipolar. Na última internção a 7ª o médico me disse que ele tem esquisioafetivo, e pela explicação ele tem um pouco das duas doenças.
O seu namorado tem que passar por um psquiatra e por terapia, vc não vai conseguir fazer ele entender que é bipolar e as consequências desta doença, que é muito mais grave do que se ouve por aí.
Espero ajudar, sempre que precisar.
Um abraço



brenoamaral
24/01/2011 | 17h22m17s
O TAB (Transtorno Afetivo Bipolar) é uma patologia psiquiátrica que deve ser tratada e não simplesmente julgada como um simples comportamento desejado pelo seu namorado. Talvez isso seja algo que, até mesmo, o constrange ou o deixa realmente em estado depressivo.

Tive uma intoxicação, com 14 anos, e esta abaixou meus níveis de lítio que é o mineral que controla o humor (falando em termos mais leigos e gerais para não ficar chato)... sendo assim, fiquei BIPOLAR até que meu lítio voltasse ao normal com medicina ortomolecular. Vou confessar que é muito complicado não ter controle sobre seu humor... ao mesmo tempo que se está eufórico, pode ficar depressivo, agressivo e até mesmo chegar a agredir alguém que não tem nada a ver com o caso.

Ninguém é obrigado a ficar com ninguém, nem por dó. Mas temos que saber entender os problemas que as pessoas passam, mesmo que não tenhamos o real entendimento do todo. Precisamos ser mais sensíveis aos sentimentos dos outros...

Mas como falei, se não está aguentando a barra, deve esperar que ele se trate ou então, estar ao lado dele, mas sabendo que é uma pessoa que precisa de certa atenção e compreensão; ou então saia, mas com muito carinho.

Beijocas.



maribitoca
25/01/2011 | 16h09m47s
Acho que já perguntei e vou perguntar de novo? O bipolar é capaz de amar?



teinan5
24/09/2011 | 22h24m37s
sim muito ,mas depressa esse amor se torna doentio
uma pessoa bipolar alem de ser bipolar nao deixa de ser pessoa
so que e uma pessoa que tem uma doenca que tem de ser tratada
tratada munca fica mas pode ser controlada



akemy2939
26/01/2011 | 10h17m01s
Ola todos!
Primeiramente quero agradecer ikamoon que gentilmente me respondeu,
E triste ler o seu relato....forca pra ti!!!
Agora vou tentar responder a nossa querida maribitoca .
Sim...um bipolar pode AMAR!
Assim como qualquer pessoa....independente da sua condicao...seja na saude ou financeira.
As vezes queremos um amor...como um conto de fada ou como nos filmes.
E nao damos conta de que a vida e real...problemas no amor sempre vai existir...seja com um bipolar ou nao.
Vou sitar um pensamento...rsrs
"Voce carrega uma pedra enorme nas costas,mas voce ja nao esta suportanto
o peso da pedra...Voce entao decide abandonar a pedra...ufaaa..que alivio nao?!?
Seguindo seu caminho traquilamente leve como as folhas de outono....De repente!!!!
Quem esta ali??....Sim a pedra que voce deixou la atras lembra?!?
Mas nao e a mesma pedra essa e maior...E agora???...vai abandonar ela de novo???

Isso e so uma forma de ilustrar o meu pensamento...E antes que digam NAO,eu nao me referi a pedra como bipolar.
E sim que todos nos temos que crescer...e nos nunca cresceremos com flores pelo caminho....So as
pedras do caminho que faz os seres humanos crescer.
Entao nao adianta larga as pedras pelo caminho....amanha elas estaram la...a espera de voce!

"AMOR"
TUDO SOFRE,TUDO CRE,TUDO ESPERA,TUDO SUPORTA.
(1 corin 13,7)

,)



BYANCASP
03/02/2011 | 16h04m44s
gente nossa to assustada agora ?? minha nossa sera que isso é tao grave assim mesmo ???? eu amo d++ meu namorado oq eu faço ??? helpppppp mas eu estou preparada pra ajudar ele procurar ajuda tratamento sei la ... pq os que eu vi ae me assusta .. o meu namo.. nao é agressivo nunca foi trata minhas filhas hiper bem é ate calmo d+++ nunca me traiu , nao que eu saiba kkk só que ele tem isso hj me ama amnha ja nao sabe se me ama .. sera que é isso msm que ele tem ???? me ajudem oq eu faço ele vive depressivo tem medo de encarar as dificuldades da vida se sente um inutil ... que nao é capaz de nada ...por isso entra em depressao ... eu devo falar pra ele ??? pq nem ele sab que essa doença existe ... bjkas amigas espero resposta de alguem ..



Lobapolar
05/02/2011 | 10h13m01s
byancasp pelos sintomas que vc mencionou me parece que ele é TDAH..da uma pesquisada sobre isso que vc vai entender..eu me sentia da mesma forma e descobri que sou TDAH..o livro "mentes inquietas" pode exclarecer todas as suas duvidas!



FLIKSS
04/02/2011 | 14h12m28s
UM BOM PSIQUIATRA AJUDARIA



BYANCASP
17/02/2011 | 20h58m43s
olhA GENTE EU NAO ENTENDO NADA DE BIPOLAR ,MAS A MINHA HISTORIA É ESA AE QUE EU CONTEI , EU AXAVA QUE MEU NAMO .. SERIA BIPOLAR MAS NAO SEI ELE É MUITO BOM , NAO É GROSSEIRO COM NINGUEM CHEGA ATE SER BOBO DIMAIS DAS PESSOAS TENHO UM AMOR ENORME POR ELE , POREM NUNCA ME TRATOU MAAL POR ISSO LENDO OS DPOS.. CHEGUEI A CONCLUSAO DE QUE ELE NAO É UM, BIPOLAR UFAAAAA RSRS
ELE SÓ TEM OCILAÇOES DE VES EM QUENDO , TIPO MEIO KIETO DEPRESSIVO , QUER FIKAR SOZINHO SEI LA .. MAS EU RESPEITO PELO AMOR QUE TENHO POR ELE .. MAS VOU FALAR UMA COISA EU CONHEÇO UMA MULHER , NA VRDD UMA SAFADA SEM VERGONHA ... DEVE PRA TODO MUNDO NAO PAGA NINGUEM DA GOLPE , QNDO A PESSOA VAI COBRAR ELA SE ESTRESSA .. SAB AKELE TIPO EM CIMA DO SALTO NAS CUSTAS DOS OUTROS :????? E AINDA FALA QUE É BIPOLAR .. PUTS USA AO NOME DA DOENÇA PRA JUSTIFICAR A SEMVERGONHICE ... ELA NAO É BIPOLAR É UMA SAFADA CALOTEIRA .. VCS NAO AXAM ?????????



LadyLeBeau
18/02/2011 | 08h32m39s
Hoje, depois de tanto tempo, consigo dizer com convicção, caia fora!
Não vale a pena, é sofrimento demais...



brenoamaral
18/02/2011 | 09h39m32s
O TAB (Transtorno Afetivo Bipolar) é uma patologia psiquiátrica que deve ser tratada e não simplesmente julgada como um simples comportamento desejado pelo seu namorado. Talvez isso seja algo que, até mesmo, o constrange ou o deixa realmente em estado depressivo.

Tive uma intoxicação, com 14 anos, e esta abaixou meus níveis de lítio que é o mineral que controla o humor (falando em termos mais leigos e gerais para não ficar chato)... sendo assim, fiquei BIPOLAR até que meu lítio voltasse ao normal com medicina ortomolecular. Vou confessar que é muito complicado não ter controle sobre seu humor... ao mesmo tempo que se está eufórico, pode ficar depressivo, agressivo e até mesmo chegar a agredir alguém que não tem nada a ver com o caso.

Ninguém é obrigado a ficar com ninguém, nem por dó. Mas temos que saber entender os problemas que as pessoas passam, mesmo que não tenhamos o real entendimento do todo. Precisamos ser mais sensíveis aos sentimentos dos outros...

Mas como falei, se não está aguentando a barra, deve esperar que ele se trate ou então, estar ao lado dele, mas sabendo que é uma pessoa que precisa de certa atenção e compreensão; ou então saia, mas com muito carinho.

Beijocas meninas...



Tishacup
22/02/2011 | 20h57m02s
Boa noite identificaram me como sendo bipolar, é engraçado é que todos nós temos o nosso lado bipolar.. Pk só alguns têm este tipo de doença?TODA A GENTE TEM!!!Uns mais q outros toda a gente sofre de disturbios emocionais...Agora tb é uma vergonha termos as pessoas que temos do nosso lado pois sabem que o nosso problema é o facto de vivenciarmos de uma forma mais profunda as nossas emoções..Seremos BIPOLARES ou apenas MAIS SENSIVEIS do que quem consegue lidar mais friamente com as situaçoes.Depende do ponto de vista das pessoas e do que queiram dizer...bipolar não é doença contagiosa e até digo mais sou bipolar não tenho vergonha de o dizer somos apenas pessoas que precisam de muito amor, carinho e acima de tudo apoio de quem está do nosso lado acho vergonhoso as pessoas descobrirem um bipolar e fugirem a sete pés deles rotulando os de malucos...quer queiram ou não existe muita gente bipolar ( ou malucas como vocês os queiram chamar ) com mais bom senso do que pessoas que se dizem aqui normais e so dizem.....MER......Tenho a certeza que existem bipolares com mais principios do que alguma gente aqui pelo menos sao capazes de se agarrar a uma pessoa e apoiá la 100% coisa que eu aqui vejo de pessoas normais e larga e devo continuar relação acho completamente desmesurado estes tipos de situações...por favor uma pessoa quando ama faz tudo pelo outro.Só por ser bipolar afasta te pk é maluco...Não somos leprozos somos pessoas com sentimentos e se as pessoas que estão do nosso lado nos apoiarem e nos derem ESTABILIDADE EMOCIONAL o bipolar precisa dessa estabilidade e existe muita gente que em vez de dar isso da exactamente o contrario meninos so a medicação nao ajuda é o ambiente que nos rodeia...Fala se em pessoas bipolares fala se logo em abandono pk nao falam em estabilidade emocional????dá mais trabalho???Nem os animais se abandonam quanto mais pessoas...SOU BIPOLAR SIM SENHOR MAS TENHO O ORGULHO DE DIZER QUE LUTO NEM QUE SEJA EM VÃO MAS TENTEI E COMO A MAIOR PARTE COMENTA E DIZ TEMOS DISTURBIOS EMOCIONAIS...MAS AS PESSOAS DITAS NORMAIS TAMBÉM NÂO OS TÊM????É só isso que também gostava de saber pk na minha opinião toda a gente tem o seu lado bipolar...



maribitoca
28/02/2011 | 19h04m14s
Todos nós somos Bipolares, mas alguns têm o Transtorno, que é uma doença grave.
Se a pessoa que tem esta doença, tomar seus remédios direitinho, tem uma qualidade de vida muito boa.
Mas, infelizmente, nem todos os Bipolares (doentes) seguem o tratamento, tornando a vida das pessoas que convivem com ela um inferno. Acho que é por isso que as pessoas fogem quando descobrem, que seu ente querido tem o Transtorno, nem todos têm estrutura para isso. Eu ainda estou me aguentando, caso não elouqueça, vou seguindo em frente.
Um abraço.



Ton_Ton
13/05/2011 | 13h26m44s
Cara Mari

Percebo que você aprendeu a lidar com situação com o tempo... acho que aprendi um pouco tambem.. mais o tempo vai passando e fico muito inseguro quandto ao futuro de um relacionamento assim ... uma hora maravilhos outra um desgaste muito grande gostaria muito de poder conversar via msn com com vc se possivel..ficari muito agradecido



Quiria2005
27/02/2011 | 22h25m01s
Como devo fazer para abordar o assunto com meu namorado, aliás ex, ? Dificil falar que ele parece bipolar, mas estou achando que é sim. Preciso ajudá-lo a se perceber e a se tratar.



Tishacup
28/02/2011 | 15h26m03s
Boa tarde Quiria como já disse e comentei no post anterior que a bipolaridade afecta qualquer pessoa na minha opinião e as situações requerem mais paciência mais estabilidade emocional como o ajudar???É muito normal as pessoas afastarem se de pessoas com bipolaridade mas tb não é um bicho de sete cabeças...se tiver messenger por favor mande me posso falar consigo e tentarmos arranjar uma solução estou disponivel para falar consigo e vivo as situações pk sou bipolar



jaketeti
07/04/2011 | 09h22m45s
sofro com isso namora há 1a ano e meio tem dias q ele parece me levar ao céu mais por uns instantes ao inferno, fica quieto sem vontade mt irritado e sem paciencia o pior q ele sempre diz q esta normal q nunca tem nda, me sinto perdida cobro ele tento faze- lo enchergar e td fica pior choro mt e nem sei mais o q fazer, amo ele d+ e tenho mt medo de perde-lo, ja largamos 3 vezes mais passa ele volta se arrepende e diz q sou a mulher da vida dele =/ com, lidar com isso ???



maribitoca
28/02/2011 | 18h56m09s
O Bipolar geralmente não se acha Bipolar. O melhor jeito é fazer com que ele vá a um especialista, um psicólogo ou psquiatra e passe por uma avaliação. Normalmente o diagnóstico não é de primeira consulta, mas o profissional, se diagnosticar a doença como sendo Bipolar, saberá como falar.
Boa Sorte.



austen
28/02/2011 | 19h16m25s
FFaria...eu também terminei um casamento de 2 anos e meio porque meu esposo era bipolar...ele ora me amava e ora me odiava com suas manifestações de temperamento...de grosseria constante...mas depois parecia um anjo...uma outra pessoa...conclusão: sugeri um tratamento com terapia para que primeiramente ele pudesse perceber que tinha um problema e que poderia ser tratado com remédios mas ele não aceitou e disse não ter doença alguma.
Terminamos e sofro muito por isso...porque se ele não for diagnosticado e medicado ele nunca fará ninguém feliz...
É extremamente difícil estar ao lado de alguém assim porque o amor vai minando com tantas discusões...agressões verbais e por muitas vezes houve até física...
Então pessoal...quem ainda não se casou com um bipolar...tenha um olhar crítica sobre a situação e diagnostiquem antes do casamento.



Tishacup
02/03/2011 | 08h02m25s
Por favor....Há aqui cada resposta que parecem tres.....Imaginem que não fosse a pessoa que vocês amavam e vosso companheiro (a) se fosse vosso filho(a) também o abandonavam????seriam os próprios pais a julgar e a condenar os filhos por favor mesmo só leio aqui disparates...eu sou bipolar e sou uma pessoa muito pacifica que não gosta de confusões e discussões e discussões toda a gente tem existem pessoas no mundo que são bem piores que os bipolares se fossem vocês também gostavam de ser DISCRIMINADOS????Sim pk só vejo aqui discriminação e a dizerem mal dos bipolares..Onde esta o afecto?a força de vontade?As ditas pessoas normais que deviam de saber lidar com os outros e são as primeiras a saltar do barco???Isto revolta me um bocado pk não vejo qualquer compaixão compreensão e acima de tudo o apoio que falta nos bipolares..Será que o bipolar reagiria do mesmo modo que voces estão a reagir???ou aguentavam a bronca até ao fim???Eu especialmente aguento as coisas de uma forma extrema não consigo abandonar ninguém pk uma relação é isso é apoio, cooperação para os bons e maus momentos...Realmente prefiro ser bipolar do que reagir as situações como alguns reagem aqui pk mesmo sendo bipolar tenho principios e nunca trato mal ninguem se nao me tratarem a mim realmente vivemos numa selva pk é salve-se quem puder...vivemos num mundo muito egocentrico pelo que me apercebo.Mas gostaria que me respondessem a minha pergunta inicial SE FOSSEM OS VOSSOS FILHOS QUE FARIAM???ABANDONAVAM-NOS???



Tishacup
02/03/2011 | 08h13m21s
Os bipolares precisam de apoio e se lhes derem uma certa estabilidade numa relação é muito benéfico para eles pk qualquer pessoa que não tenha essa estabilidade tenho a certeza que as variações de humor são explicitas e acima de tudo devastam qualquer um já agora o que é um bipolar?É mudar de humor num prazo curto de tempo???O dia pode estar a correr bem e dp correr-nos mal...Gostava de saber quais as caracteristicas de um bipolar pk ainda não consegui muito bem perceber o que realmente nos destaca das outras pessoas???



maribitoca
02/03/2011 | 20h12m58s
Em nenhum momento eu abandonei um Bipolar, muito pelo contrário, a cada dia que passa eu me envolvo mais e continuo a ajudá-lo. Não só a ele, mas a família dele também, principalmente a mãe dele.
Mas que não é fácil, não é. Por isso eu entendo quem não consegue conviver com um. Não tiro a razão de quem deixa a pessoa que tem esta doença, para poder viver a vida. Imagino quanta dor esta pessoa passou para poder dar um fim em um relacionamento deste. Sei de certos casos que as pessoas também entraram em depressão e nem terapia resolveu. Infelizmente a cura, a solução do problema não está em nossas mãos, mas sim nas mãos do doente, ele tem que se cuidar, tomar os medicamentos certinho, não pdoe pular nenhum. O meu namorado além de não tomar os medicamentos corretamente, ainda toma bebida alcóolica junto com a medicação.
Acreito que as pessas que resolveram dar um basta, são as pessoas que convivem com Bipolar que não se tratam, que não admitem serem doentes. Já vi que não é seu caso, pois vc diz que é Bipolar, mas se você se cuida, então realmente não sabe o que um Bipolar faz. Eu me sinto um nada. Me sinto usada. Pede, pede e pede e não tenho nada em troca, nem carinho. Por que continuo? Porque sei que esta pessoa é um ser humano doente, mas um ser humano.
Um abraço



teinan5
24/09/2011 | 22h56m06s
ha casos e casos mem todos os bipolares reagem da mesma forma
e nao estou com o meu marido mas estou com a minha filha
eu nao o abadonei ,simplesmente nao deu para aguentar mais
a reacao de uma pessoa bipolar marido para mulher nao e igual a de um filho
normalmente so se descobre que se e bipolar quando ja se e adulto
onde a pessoa ja tem a sua propria dependencia
e quando se descobre em crianca e mais facil de controlar e elas aprender a crecer e viver com a situacao



meninafeliz
04/03/2011 | 19h49m42s
Boa Noite!
Ola gente, me ajudem por favor, preciso muito conversar sabe! Namoro com um rapaz a 1 ano e 10 meses, ele é muito legal. Gosto muito dele, e bastante familia, tem poucos amigos e os amigos dele que eu conheço são muito legais nada a reclamar. O problema é que meu namorado diz que tem Transtorno Bipolar, nossa ( eu nem sabia o que era isso ) ele me explicou e ficou tudo bem. A mãe dele disse que antes ele não era assim, depois que ele passou no concurso de segurança ele começou a ficar assim. Mais fiquei sabendo por ele e pela familia que ele ja se consultou com psicologa e psiquiatra. Até ai tudo normal, so que tem hora que eu não aguento, nossa ele briga com o pessoal da casa dele e quando me liga ta sem paciência, e eu acabo aguentando tudo,não que eu consigo aguentar isso sem achar ruim ou sei la o que ele pensa. Até a mãe dele disse que ele as vezes é ignorante mais sempre ignorante com a familia e a namorada. Gente as vezes é do nada, ele extressa comigo. Ai eu falo que não aguento mais, ai passa um pouquinho ele vem conversar como se nada tivesse acontecido. Todos nos temos defeitos mais eu fasso o possivel para agrada-lo, não fico ligando direto pra ele pois ele também tem que ter o espaço dele, sou carinhosa. Mais eu não sei o que fazer, tem hora que eu peço a Deus para fazer eu desgostar um pouco dele, pois ai não ligarei mais, ou as vezes penso que ele precisa de mim para ajuda-lo. Ai não sei. Gente eu sofro muito com isso, sabe eu gosto dele e isso me faz sofrer, tem hora que ele ta um amor, mais tem hora que da até medo de ligar, nossa tem hora que é dificil. Muito Obrigado por lerem o que escrevi. Foi uma maneira de desabafar.



maribitoca
04/03/2011 | 20h02m39s
É difícil mesmo conviver com um namorado que tem esta doença. Você tem que ser forte e amar muito. Muita paciência e resignação. Leia os depoimentos acima. Vai ajudar você a entender melhor como lidar com ele, e perceber se vai segurar mesmo esta barra.
Boa Sorte



Ton_Ton
13/05/2011 | 13h22m02s
Percebo que o que temos em comum é uma espécie de submissão ao convívio com uma pessoa que tem o transtorno de humor, e desta forma passamos a fazer parte de um problema que não nos pertence.

Cada pessoa tem sua historia de vida e acredito que desta forma a pessoa que tem o transtorno bipolar deve reagir diferentemente quando estão consumidas pela doença, mais com muitas coisas em comum se não seria impossível o diagnostico como doença.

Mais acho que não esta aqui o nosso problema, pois o que nos interessar é saber como eu e você ou nos, vivemos ou aprendemos a viver e a lindar com um parceiro Bipolar.

Neste sentido gostaria que esta nossa conversa se tornasse uma espécie de fórum para trocamos idéias e informações, pois acredito que esta seja a forma de podermos ajudar nossos parceiros a convencê-los(as) que eles(as) tem um problema e que ele nos afeta diretamente

gostaria muito de manter contato

Abraço



BYANCASP
10/03/2011 | 15h50m28s
oi gente lembra da minha historia ?? aff cai fora viu credo .. se meu namo nao é bipolar entao é loko , deus me livre to foraaaaaaaaaaaaaaa kkkk ele so me fazia sofrer eu nao confiava mais nele , hj ele me amava , amnha eu nao sabia se ele ia acordar e me amar tbem .. haa puts cansei dessa palhaçada , mandei ir se tratar .. ve la ja tenho problemas d++ vou aturar estes lokos na minha vida ? mas nuncaaaa um filho a gente tolera com amor e carinho mas hms?? jamaissss bjokas



akemy2939
13/03/2011 | 01h13m16s
Ola a todos!
Venho aqui pra dizer sobre a situacao que estamos passando aqui.
Todos ja ficaram sabendo do terremoto e tsunami que deu no japao.
Estamos muito preocupado,aqui ainda nao se normalizou podemos sofrer mais terremoto e tsunami.
Estamos com dificuldade de fazer ligacao e usar a internet...gente e muito muito triste presenciar tudo isso.
Meu coracao nao se acalma...e nao sabemos aonde pode ser o proximo epcentro.
Entao vim deixar uma mensagem para voces...valorize o Amor...pois nao sabemos quando vamos parti.
Ver o que eu vi e sentir o que eu senti...eu nao desejo pra ninguem...entao ame...e sejam felizes...pois e a unica coisa
que vamos levar.
Estou de luto...sorrir agora ja nao da...e muita dor....lagrimas
orem por nos...precisamos da oracoes de voces.

que deus proteja todos voces dai e proteja nos daqui.



PriAmelia
29/03/2011 | 11h35m25s
Gente sei que o assunto aqui é de namorado bipolar ... Mas gostaria só de falar do ponto de vista de um bipolar.. sim, tenho esse distúrbio, e namoro, meu namorado é um anjo pra mim.. ele aguenta muita das minhas crises, isso me da forças para seguir em frente, descobri que sou bipolar a pouco tempo e contei a ele, pedi paciência, compreensão e que ele não me tratasse como uma doente, louca, mas como uma pessoa que precisa muito da ajuda de quem a ama... Ele me compreendeu, e quando estou no meio de uma crise me ajuda a conter.
Sei que é difícil pra vocês que tem que nos aturar, mas pense assim: Se você o ama de verdade, vale a pena ajudar, por mais que saia machucado nós não temos culpa, não pedimos para nascer assim, somos "normais", também amamos, também nos magoamos, é dificil viver em um mundo em que a pessoa que você tanto quer o bem se afasta porque você tem algum problema...
Bem.. é isso que penso.. Desejo boa sorte a todas ^^
bjs



lasenhoritaBarreto
17/04/2011 | 16h52m53s
Gente sei que o assunto aqui é de namorado bipolar ... Mas gostaria só de falar do ponto de vista de um bipolar.. sim, tenho esse distúrbio, e namoro, meu namorado é um anjo pra mim.. ele aguenta muita das minhas crises, isso me da forças para seguir em frente, descobri que sou bipolar a pouco tempo e contei a ele, pedi paciência, compreensão e que ele não me tratasse como uma doente, louca, mas como uma pessoa que precisa muito da ajuda de quem a ama... Ele me compreendeu, e quando estou no meio de uma crise me ajuda a conter.
Sei que é difícil pra vocês que tem que nos aturar, mas pense assim: Se você o ama de verdade, vale a pena ajudar, por mais que saia machucado nós não temos culpa, não pedimos para nascer assim, somos "normais", também amamos, também nos magoamos, é dificil viver em um mundo em que a pessoa que você tanto quer o bem se afasta porque você tem algum problema...
Bem.. é isso que penso.. Desejo boa sorte a todas ^^
bjs


*****Também tenho distúrbio bipolar.Digo que é complicado namorar alguem que sofra desse mal pq são pessoas extremante incostantes. Li muitos comentários aqui nesse tópico e fiquei arrasada completamente.Vi gente falando até que nós não prestamos.Desculpa mas uma pessoa que pensa assim eu quero mesmo que ache que eu não presto para que mantenha distância de mim! É um bem que me faz
Sei das dificuldades embora penso que muito do que foi relatado aqui são de pessoas que conhecem alguem que se aproveita da doença.Ou muitos que dizem que tem para extravasar seu comportamento desequilibrado de ser tornando a vida da pessoa uma merda.

Sou bipolar como já disse anteriormente, tenho alguem que me ama profundamente e me compreende me ajudando também a dominar desse mal que sofro.Hoje consigo controlar meus ataques (estresse constante, seguida de alegria constante,e depois tristeza constante.As vezes ligo pra ele e começo a chorar do nada, sem ter razão alguma e logo que ele conversa comigo me faz sorrir Controlo o meu humor totalmente instável, evito ligar pra ele quando estou muito estressada, espero passar.Ou quando ele está comigo que me acontece uma crise eu o abraço faço o contrário do que estou sentindo. Dificil é, pois até mesmo as vezes nem saiu do meu quarto, fico trancada por algum tempo, depois eu saiu e encho ele de carinho.
As pessoas que estão do nosso lado tem que nos amar mesmo, tem de ter paciência pois a maioria dos bipolares também tem déficit de atenção, tem dificuldade de concluir o que começou a fazer, além de serem instáveis todo o tempo.

Mas com ajuda conseguimos controlar nossos sentimentos e fazer que nos ama feliz.



Ton_Ton
13/05/2011 | 13h13m52s
Oi Pri
gostaria de trocar umas informações com você, namoro com uma bipolar a 4 anos mais a um ano ela entramos numa crie de relacionamento... notei que muito do que acntece hoje em dia é por causa da doença se manifestando e gostaria de saber como você linda com seus momentos de crise




lilirs
17/04/2011 | 11h53m58s
Oi pessoal, preciso de ajuda.... conheci uma pessoa maravilhosa, fez me apaixonar nos primeiros dias, passou a ficar mais tempo na minha casa que na dele, viajamos juntos, ele dizia que eu tinha caido do céu na vida dele, que me adorava mais que tudo etc. isso fez com que eu me apaixonasse muito por ele.... mas derrepente, em um fds que iamos sair, ele simplesmente sumiu, quase fiquei maluca, liguei mil vezes, mandei muitas e muitas mensagens e nada, simplesmente sumiu, pensei até que algo tinha acontecido.... bom, 3 dias depois ele me ligou, pediu desculpas e disse que me contaria pessoalmente oq tinha acontecido, me contou então que é bipolar, eu não tinha a menor idéia dq se tratava.... ele tentou me explicar um pouco, mas mesmo assim não entendi.... mas voltamos ao normal... mensagens lindas, passeios e ele vivia na minha casa, faziamos tudo junto.... até que ele sumiu novamente..... bom, foram 4 crises e eu sempre apoiando pq já o amava muito..... ele sempre voltava depois da crise e continuavamos.... mas a ultima crise que ele teve, foi diferente.... ele pediu p que eu me afastasse um pouco... que ele gostava menos de mim dq eu dele.... apesar de ter me falado que me adorava de mais há poucos dias, disse que se algo acontecesse eu ia sofrer muito e não queria isso.... bom, não sei oq é esse "algo" mas ele me contou que já tentou suicidio duas vezes... eu adoro ele muito.... não sei oq fazer.... alguém pode me ajudar???? será que ligo??? procuro ele???? ou simplesmente desisto????



jurodrigues02
17/04/2011 | 19h35m52s
O meu ñ é assim ñ, graças a Deus, eu é q emplico as vezes.
Melhor procurar ajuda profissional né?
O tente conversar de novo c/ ele!!!!!!!



lilirs
17/04/2011 | 21h25m12s
Ele faz tratamento com psiquiatra, mas quando fica bem para... inclusive de tomar os remédios.... daí tem crises... volta e recomeça.. e o pior é que nunca quer conversar sobre isso... não sei mais oq fazer, seria fácil se pudesse apagar tudo oq vivi de bom com ele e esquecer.... mas eu o amo....



drika_02
25/04/2011 | 14h14m55s
Olá.. li cada depoimento e me identifiquei um pouco com cada um deles, namorei e ainda amo um bipolar durante 9 meses e não estamos mais juntos pq ele terminou comigo no ultimo dia 2, sofri muito sabe, mas o problema é que nao sei onde começa a doença e onde é a personalidade dele.. num dia me chama de amor, que sou a mulher da vida dele, dias depois que não está mais feeliz comigo e ainda tive que aguentar o excesso de amizade com a ex, o que vão concordar que ninguem aguentaria, telefonemas durante o dia pra saber dele, da vida dele aff e outra briga eterna minha e dele por causa de uma prima que nem olhava pra minha cara mais ficava agarrando ele pra me provocar, nossa, e ele nao admite estar errado nunca, exceto qdo terminamos ele me disse que não sabia ceder, então disse que infelizmente ele não seria feliz com ninguem, pois qqer relacionemento vc tem que ceder..ele ja foi diagnosticado bipolar por fazer algo muito grave no trabalho, mas comigo nunca foi violento, pelo contrario sempre me tratou com muito carinho, tanto que me apaixonei muito rapido, o problema é que ele não aceita ter essa doença ainda, diz que ja está melhor e não precisa mais tomar os medicamentos que o médico receitou, fiz de tudo, mas não consegui que ele retomasse a medicação, ainda amo muito ele, mas sofro muito qdo ele termina e diz não ser mais feliz comigo, queria muito ajudar, mas nem sei se ele vai se reaproximar de mim..



joni87
22/06/2011 | 23h12m05s
Olá aceite um conselho de um estranho aqui . O que podemos fazer quando alguém não nos quer mais ? vc ja sabe a resposta então tem que ser assim respeitar e sair fora desencanar recomeçar .



drika_02
23/06/2011 | 10h27m10s
é.. saí fora, mas adivinhe quem ainda hj me procura, manda mensagens e quer conversar comigo? rs mas todo aquele sofrimento meu ja passou e hj posso usar mais a razão do que o coração.. disse diversas vezes pra ele se tratar não por mim e sim por ele, pra melhorar enqto pessoa e conseguir ser feliz com ou sem alguem..



joni87
26/06/2011 | 16h16m11s
Oi drika 02, linda elegante e maravilhosa passei por tudo que vc também ,assim como eu vc cumpriu sua missão enquanto tinha forças para lutar por ele .Mas no amor tem de aver a tal retrebuição sim remar sozinho é pesado e Deus certamemente tem palnos pro seu coração sim bjs . jonicampos@hotmail.com



Gyslane
30/04/2011 | 05h37m08s
Faz de tudo para tentar ajuda-lo mas não consegui.. acabar se separando.
Não deixe isso se transformar o relacionamento de vcs.. peça pra ele ir num medico, tomar os remédios certinho.. porque isso é muito difícil tanto pra pessoa que sofre disso, e mais ainda para as pessoas que convivem.



drika_02
01/05/2011 | 17h46m39s
Tudo o que eu mais queria na minha vida é que voltassemos a ficar juntos de novo, só que infelizmente isso não depende apenas de mim, fiz de tudo pra convence-lo a tomar os remedios, depois de marcar médico e tudo pra ele, mas ele disse que estava bem, que não precisava nada disso, pelo contrario, estava fazendo mal pro seu coração, marquei o cardio e fomos, o médico disse que o remedio nao influenciava em nada na arritimia que ele apresentava.. tomou uns dias, ficou melhor e logo em seguida abandonou a medicação se dizendo estar melhor e nao precisar mais disso.. como a gente pode convencer alguem teimoso desse jeito.. daria tudo pra saber, pois se ele mesmo não acha que tem problemas como ia convence-lo de que estava mal.. ainda amo muito ele e queria que o amor dele fosse maior que o orgulho ao menos umaa vez..



Ton_Ton
13/05/2011 | 12h59m43s
Oi Drika gostaria muito de troca uma informações com vc poderiamos trocar e-mails



lua_RS
04/05/2011 | 09h33m34s
To cansada estou terminando um namoro com um rapaz bipolar,ele esta me deixando esgotada sentimentalmente e fisicamente,tenta me agredir o tempo todo sentimentalmente,na versao dele sou eu a doente,resolvi deixa-lo pq nem a familia aguenta mais ele,um dia d bem no outro grita xinga,te pisa,humilha,faz coisas pra te macuca é infiel esó aca defeitos em vc e sua familia,ta doendo muito estou procurando ajuda profisional para passar por isso mais como vo dizer,não qro sair dessa e ir para num ospital não vale apena por ele,pois nào tem amenor consideração por mim.
preciso de ajuda

doe!!!!



Gachagas
21/05/2011 | 00h09m33s
Realmente seu namorado precisa de ajuda profissional. Ele precisa ter o acompanhamento de um Psiquiatra e um Psicologo. A bipolaridade não tem cura, mas é um dos transtornos mais trataveis por meio de medicamentos. E quando não tratado, acontece o que você está nos contando. A convivencia com o bipolar fica dificil, a familia sofre junto com a pessoa. Um dica importante tambem. A familia tambem deve passar por terapia, exatamente pela dificil convivencia. Pois há alguns casos de bipolaridades em que a pessoa alem dos picos de "altos e baixos" há tambem algumas manias. Como você mencionou acima, pode ficar claro que seu namorado tem algumas. Tente convence-lo a procurar um profissional, para que este mesmo explique melhor a vocês.
Mas garanto, a convivencia é extremamente mais tranquila, qdo o paciente faz o tratamento corretamente. Espero ter ajudado.
Dicas para leitura:
Uma Viagem entre o Céu e o Inferno (Luiz Humberto Leite Lopes)
Quando a Noite Cai - Entendendo o Suicídio (Kay Redfield Jamison)
Duas Faces de uma Vida (Lana R। Castle)



lilirs
06/11/2011 | 12h44m01s
Oláa, eu estou desitindo do meu namoro com um bipolar... tentei de tudoooo, procurei compreender, ajudar, mas é impossível, não quero viver assim minha vida toda, estou ficando doente também... e olha que ele se trata com psiquiatra e toma medicamentos, mas eu nunca sei o que esperar... de uma hora pra outra ele muda completamente, se transforma da melhor cia do mundo a uma pessoa insuportável, se isola, e se eu procuro me agride, é grosso comigo,e vive falando em suicidio, ele já tentou antes e diz estar disposto a fazer novamente, no começo ele apenas se isolava, depois voltava "normal", mas tudo foi piorando, e eu preciso cuidar de mim, se até a familia dele cansou, quem sou eu pra ficar aturando isso???? apesar de ama-lo ainda né..... mas sabe... o grande problema agora, é que estou grávida dele... aconteceu... e agora sim ele diz que vai se suicidar...já decidi não vou me sentir culpada por isso, minha única responsabilidade agora é minha filha que vai nascer em breve.... mas eu to muito preocupada com uma coisa... li que essa doença pode ser hereditária, alguém pode me ajudar????



pam.lim
04/05/2011 | 10h29m14s
topico velho esse em =p



brenoamaral
04/05/2011 | 12h11m58s
A única forma de lidar com essas pessoas é por meio de tratamento medicamentoso... sem medicamentos, fica quase impossível conviver com alguém assim.

Beijocas.



lua_RS
04/05/2011 | 12h44m01s
sei bem o que estou passando,e o pior é q ele não vê o mal q esta causando a mim e a familia dele.



tana27
13/05/2011 | 07h54m42s
a bipolaridade é uma coisa séria se não tratada . Para melhorar essa convivência ele precisa procurar um médico psiquiatra e hoje em dia existem muitos remédios que estabilizam o humor . Isso também o faz sofrer acredite . Procure logo tratamento pra ele e procure se informar mais sobre essa doença e suas causas e como lidar com com isso . Beijo e felicidades !



Danillo_MG
21/05/2011 | 01h04m11s
É dificil encarar um namoro assim...a pessoa ao mesmo tempo que ta bem não tá...lhe chinga todo como vc fosse o inimigo mais profundo....é complikado....como a Moça acima disse,se não tratada é froede é complicado;;;



Gachagas
21/05/2011 | 02h37m13s
Sou psicologa e gostaria de comentar alguns pontos que conseguir perceber neste topico.
Bom, antes de falarmos sobre o TAB, acho que temos que falar do "pré-conceito". Estive lendo os posts e até comentei em alguns. E fiquei pensando, o quanto é grande a falta de informação sobre o assunto. E pior, o quanto ainda é constante o preconceito em relação as doenças mentais. Ao longo da historia da psiquiatria sempre houve preconceito, ou então melhor dizer, uma generalização, onde todos eram caracterizados como loucos e não havia uma distinção entre as diferentes doenças da psique. (em suma, pois a historia é longa...rs). E mesmo se tratando de um assunto tão antigo, infelizmente, ainda temos que nos deparar com essa "GENERALIZAÇÃO". Há diferenças enormes entre um psicótico e um psicopata. Há diferenças entre Borderline e um Bipolar. Há diferenças entre um Depressivo e um Neurótico. Assim como há diferenças entre uma Pneumonia e uma Tuberculose. Algumas doenças são "visiveis" nos comportamentos, outras no corpo.
Portanto, em especial falando sobre a Bipolaridade (nome cientifico atual Trantorno Afetivo Bipolar, antes conhecida como Psicose manico-depressiva), quem é portador do transtorno não é um louco (Pinel como uma amiga mencionou, de uma forma pejorativa). Tanto que com a mudança de nome esse transtorno deixou de ser considerado uma perturbação psicótica para ser considerado uma perturbação afetiva. O que na minha opinião todos nós temos. Principalmente nós mulheres, que somos temperamentais, onde agora está tudo bem, até a hora que formos escolher a roupa para sair com o namorado e nada lhe cair bem (isso na sua pinião...claro).
Outra informação que preciso destacar aqui e que me desculpem os informados, mas muitas pessoas confundem ainda. Maníaco, muitos consideram como o famoso Psicopata, até mesmo pelos apelidos pejorativos que encontramos na midia, como por exemplo "maniaco do parque". Mas maniaco vem de MANIA, que tambem é uma caracteristica do Bipolar. O termo mania é popularmente entendido como tendência a fazer várias vezes a mesma coisa, mas em psiquiatria significa um estado exaltado de humor. Entre uma fase e outra o bipolar pode ser normal, tendo uma vida como outra pessoa qualquer; outras pessoas podem apresentar leves sintomas entre as fases, não alcançando uma recuperação plena. Há também os pacientes, uma minoria, que não se recuperam, tornando-se incapazes de levar uma vida normal e independente.
A denominação Transtorno Afetivo Bipolar é adequada? Eu sempre questinonei isso. Acredito que ela seja mais adequeda do que a antiga, como mencinado acima. Porém o nome supõe que os pacientes tenham duas fases, mas nem sempre isso acontece. Há pacientes que SÓ apresentam fases de mania, de exaltação do humor, e mesmo assim são diagnosticados como bipolares . Mas enfim, o nome ainda não é tecnicamente definido. Há estudos para se definirem um nome mais apropriado.
Outra coisa importante. O transtorno de personalidade, especialmente o borderline pode em alguns momentos se confundir com o transtorno afetivo bipolar. Essa diferenciação é essencial porque a conduta com esses transtornos é bastante diferente. Borderline se refere ao limite entre um estado normal e um quase psicótico, assim como às instabilidades de humor. Já é algo mais complexo. Não vou entrar em detalhes, apenas mencionei, pois alguns desinformados costumam explicar um atraves do outro...rsrsrs Caso se interesse, vai a dica http://www.psicosite.com.br/tra/out/personalidade.htm.
Bom, acredito que eu deixei meu recado e espero principalmente ter ajudado. Pois eu sendo uma profissional da saude, defendo o ser humano, respeito o ser humano. E assim como todos os anos nos psicologos lutamos para conseguir mudar alguns procedimentos errados que ainda são feito pela sociedade cientifica, lutamos tambem para mudar os pensamentos erroneos, os preconceitos do senso comum, de modo que todos sejam aceitos.



psicologo-amigo
21/05/2011 | 07h36m28s
Faz nove meses que a pessoa que postou este tópico nem aparece aqui e vocês desenterram defunto.



Gachagas
21/05/2011 | 13h33m48s
Isso vai da necessidade de cada um. Assim como vc passou por aqui, podem passar tambem pessoas que precisem de uma orientação. O topico está ai. Visita quem quer!!!



jaketeti
26/05/2011 | 09h23m38s
namoro há 1 ano e 4 meses exatamente, no inicio parecia ser a pessoa mais linda e feliz do mundo, aos poucos foi mudando, mudando, terminamos algumas vezes e todas as vezes ele voltava arrependido dizendo q sou a mulher da tua vida, do nada fica calado pede pra eu deixa-lo quieto dizndo q qnto mais falo mais irrito, as vezes ele chora não consigo entender essas quedas choro sofro ja tentei pedir a ele para procurar ajuda estou perdida pois o amo demais



Gandolfinha
27/05/2011 | 14h29m37s
Olá pessoal,lendo estes caso tomei a coragem de confessar,sou Bipolar.meu namorado já sofreu muito comigo,mais com amor e carinho dele e da minha sogra,comecei um tratamento e tomo medicamentos,acho que estou mais controlada..rsrrs
sempre fui muito sozinha,pois não permitia aproximação achando que outros não iriam me entender,faço amizades apenas pela net,mais até aqui fico meia sem geito,me sinto meio anti social.Mais estou adorando e lendo sempre o fórum aqui,me pego rindo muito e as vezes até xingando rsrsrs.Mais é muito dificil lidar com um bipolar,tem de amar muito..Bjs



ogka
01/06/2011 | 00h32m00s
To namorando um bipolar ha mais ou menos 01 mes.... tava pesquisando na net e achei voces... achei q eu era a unica a passar por isso.. estou vendo que nao sou rsrs ....to meia desorientada.. ele se trata ha 10 anos e diz q esta medicado e nao tem problema.. isso é normal? da pra fazer planos com um bipolar????? ps: to apaixonada por ele...rss HELPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP



jaketeti
02/06/2011 | 08h39m10s
éh gente meu namorado esta em crise denovo... =/ pergunto o q há ele diz q não sabe... q gosta de mim mais nao sabe o acontece, ontem com mt carinho disse a ele pra ir viver a vida dele ser feliz, acabou q chorei denovoo e ele não foi, ate ficamos bem, ja é a 4 vez q ele reage assim ja nao sei mais o q fazer...



joni87
22/06/2011 | 23h12m07s
Olá boa noite tudo bem? poxa vc chora com ele e sem ele sofre qual a diferença . Chega de ser carinhosa sai fora vc vai chorar uns 3 meses mas depois vai sorrir de novo tenha certeza disto ...



Confus@
26/06/2011 | 21h46m39s
Olá
Gostaria de compartilhar a minha historia com vcs!.. descobri que meu ex é bipolar, namoramos apenas 1 mês, mas conheço ele há 3 anos e ja passamos por muita coisa juntos.
Ontem peguei ele em uma mentira, me disse que estava em São Paulo a trabalho que não iria dar para a gente se ver, fiquei disconfiada e pedi para um amigo ligar na casa dele e ver se ele estava em casa ou não, e estava!...fiquei muito chateada pq nem o celular atendia, fui ate na frente de sua casa e mandei uma mgs dizendo que ja sabia da mentira e que não sairia de la ate que falasse comigo.. ele saiu, discutimos, perguntei o pq ele tinha mentido ele simplesmente me disse que estava muito cansado só queria descansar e eu não iria entender.. disse que não estava com cabeça para conversar que me ligaria... me ligou hj, perguntei o pq de td isso, pq vem atras de mim falando que me ama e depois de uns dias foge e não tem mais certeza do que quer.
Foi ai que ele me disse que aconselhado pela mãe foi a uma psicologa e descobriu que é bipolar, não se entende, me ama mais não sabe o que acontece, pediu um tempo para se tratar, disse que precisa se tratar para ficar comigo, que tudo bem se eu ficar com outras pessoas, porque ele não é uma pessoa boa pra mim, só me faz mal, que se caso eu encontrar alguem nesse meio tempo ele não vai se aproximar não vai me atrapalhar.
No começo eu ja queria terminar td, mais poxa ele me pediu um tempo para se tratar, fiquei de dar a resposta se aceitaria dar um tempo ou termina de vez.
Amo demais ele so que tenho medo desse tratamento demorar, me disse tb que não quer se afastar de mim, me pediu para ligar quando decidisse, mais eu não tenho coragem, tenho certeza que vou chorar, acho melhor mandar um email dizendo que sim vou dar esse tempo que ele precisa, que vou dar toda força do mundo que precisar.
Por favor amigos me ajudem esse tratamento demora para mostrar resultados??
O que eu digo para poder conforta-lo?... que eu estou com ele?.. como eu devo agir, devo me afastar dele??... amo ele so de pensar em ficar longe ja entro em desespero.
Me ajudem por favor, não sei o que faço... =/
Esperando um conselho para poder mandar o email...
Desde já, obrigada pela atenção de todos



haider
10/08/2011 | 20h35m26s
eu nao sei oque dizer



RobertoMendes
10/08/2011 | 20h39m15s
Tenho bons conhecimentos sobre o assunto, na teoria e na prática.
Quando tiver tempo, volto e vejo os conselhos que deram e se precisa de mais algum
Um beijo.
Roberto Mendes



Lu economia
14/08/2011 | 08h27m38s
Oi amiga..
Preciso dividir minha historia com vc..
Estou passando por uma situação mto parecida com a sua. Acredito que meu namorado seja bipolar, pois tem todos os sintomas, e ja teve varias crises depressivas.. ate esses dias me falava que eu era a mulher da vida dele, fazia planos para o futuro, como casamento e filhos, e ontem me pediu um tempo.. falou que ta muito indeciso que não sabe se eu faço bem pra ele, que se ele falasse que nao gosta de mim estaria mentindo, mas nao sabe se me ama, que precisa de um tempo pra pensar, que quer se tratar que precisa de um tempo pra ele, pra cuidar dele, pois ele sempre pensa muito nos outros e agora quer cuidar dele.. estou desesperada pois amo muito ele, ja são dois anos e oito meses de namoro. Todas as outras crises dele eu sempre consegui reverter, e consegui uma nova chance pra nós, mas tbm eu não etendia o que estava acontecendo.. procurei ler sobre o assunto e agora compreendo ele.. e o que me faz sofrer mais ainda é saber que ele sofre muito com isso.. eu amo demais ele pra querer pensar so no meu sofrimento sabe.. por isso vou dar esse tempo pra ele.. dei todos os motivos do mundo pra ele voltar pra mim.. e tbm sabe que eu estou aqui pra apoiar ele no que for preciso... a nossa conversa ontem foi tranquila.. mas um tanto confusa.. por minutos ele me dava a entender q era um ponto final.. e por outros minutos me dava a entender que nao vai me eliminar da vida dele.. mas enfim que eu estou dando esse tempo pra ele e que qd ele se sentir melhor tornaremos a conversar..
Por isso, acredito que vc deve conversar pessoalmente com seu namorado (chorar é inevitavel, e faz parte.. vc nao imagina o quanto ja chorei) .. e deve sim dar um tempo, e mostrar que vai apoia-lo, pois tenha certeza que o sofrimento dele é mto grande.. ele está em crise assim como meu namorado.. talvez daqui uma semana ele te ligue pedindo pra conversar, talvez daqui um mes.. é tão incerto quanto a minha situaçao, mas se for so uma crise ele vai pensar e vai pedir pra conversar com vc.. meu namorado me falou q nao sabia qto tempo ia precisar, talvez uma semana, quinze dias um mes ou dois.. e tbm me falou que queria q eu seguisse minha vida, procurasse nao pensar nele, queria q eu saisse com os amigos e nao ficasse em casa esperando por ele, confesso que nao tenho cabeça nem uma pra isso e nao pretendo faze-lo, agora vc imagina a angustia de uma pessoa pra conseguir chegar ao ponto de se isolar completamente e pedir pra propria namorada procurar ser feliz..... nossa isso é mto doloroso..
O fato é que ele é uma pessoa MARAVILHOSA, mesmo tendo essas crises me faz muito feliz, me faz sentir a mulher mais linda, mais amada e mais desejada do mundo qd nao esta em crise..
deixei bem claro pra ele que nao vou desistir de nós.. vou dar um tempo pra ele,, sem ligar sem procurar, vai ser dificil pois ele me faz muita falta e eu nao sei o que faço com o amor que sinto por ele, pois parece que vou explodir.. o que ainda me segura em pé é a esperança de voltarmos a namorar, e qd voltarmos vou fazer td diferente, pretendo que seja um outro namoro sabe.. nao vou deixar ele lembrar como foi ruim pra nos essas crises..
beijo fica com Deus



safiria
14/08/2011 | 09h05m11s
Eu já tive uma namorado bipolar. Nossa... Ele literalmente me deixou doida! Terminamos uns poucos meses depois de começarmos. E eu dei graças por ter a minha vidinha normal de volta!



Lu economia
14/08/2011 | 09h34m42s
Eu amo de mais meu namorado sabe.. ele me faz muito feliz qd nao esta em crise.. e não quero uma 'vidinha normal' entende.. estou disposta a td por ele..
namorar ele é um desafio e eu amo desafios..Eu entendo vc, pq sei que não é facil ouvir hj q vc é a mulher da vida dele e amanha que ele nao te ama..
Mas a vida é feita de altos e baixos.. e eu ainda sonho em ter um casamento e um filho com ele...



Lu economia
14/08/2011 | 09h55m06s
eu consegui conversar com meu namordado essa semana sobre isso.. ele ja marcou um psicologo pra diagnosticar a bipolaridade..mas eu tenho uma tia psicologa e conversei com ela.. ela me falou que ja tinha notada um transtorno dentro dele.. ele me falou que eu abri os olhos dele.. pra procurar ajuda, mas q agora depende so dele.. Mas mesmo assim eu queria mto ta junto com ele nesse momento..
o melhor de tudo é que ele reconhece e admite que precisa de ajuda..pq mesmo se for pra nao ficarmos juntos.. o que importa é que ele fique bem e nao tenha mais essas crises..
me desculpem por escrever tanto.. mas estou sozinha e preciso dividir isso com alguem....



SsseLca
16/08/2011 | 17h12m38s
Gente preciso de ajuda, o meu namorado é bipolar,tem três meses que estamos juntos e por varias vezes ele já sumiu,por varias vezes ele já me disse que eu mereço uma pessoa melhor que ele que ele ira me fazer sofre que por isso tenta me proteger dele mesmo...na quinta feira descobrir uma mentira dele,e quando mandei uma mensagem falando o que descobrir ele mandou outra terminando, dai até hoje só nos comunicamos por mensagem, hoje ele mandou uma mensagm de bom dia e disse que por mais que tente ele não consegue me esquecer,quando perguntei do que ele tem medo, ele me disse: Tenho medo de te magoar de não te dar atenção necessária medo de tudo que sei que faço.Então eu disse: Só ñ quero que vc minta ou me traia o resto a gente tenta superar juntos... então ele ficou calado e se aborreceu quando forcei a resposta, só depois me dei conta que são coisas que com certeza ele sempre faz....
O meu medo é que sei ainda bem pouco dele e da doença, e pela atitudes dele ele realmente tenta me proteger dele,mas eu preciso ajuda-lo só não sei como...sofro de imaginar que ele sofre porque com tudo isso sei que ele quer esta comigo eu sinto que ele gosta de mim mas parece ter medo...
Como tenho lido muito sobre pessoas bipolares mandei uma mensagem para ele dizendo que queria conversar sobre o assunto com ele e ele concordou em passar aqui para conversamos hoje, e eu não sei como começar....
por favor me ajudem!!!



gato6811
20/08/2011 | 22h52m01s
Tive a infeliz oportunidade de acompanhar muito de perto dois casos , com um casal de amigos chegados e com um parente proximo.

O melhor que posso te recomendar , cai fora, vá ser feliz em outro lugar, isso não é trabalho pra menos de um bom psiquiatra e depois do "doente" camelar um monte e entender sozinho que tem que tomar geito e se cuidar. Sempre ha perversidade , egoismo , e muita dissimulação vinda de muito fundo na formação de carater de pessoas assim, LEMBRA DA GERAÇÃO DOS "PSICOLOGOS, PEDAGOGOS, HUMANISTAS, INCOMPETENTES, que nem sequer tinham filhos, mas influenciaram uma geração que agora começa a apresentar os "rusultados da M".
Sem contar que alguns pilantras desses se enfiam na DROGA , e tem como desculpa.... Ahhh é que sou bipolar..... esquece menina, sai dessa fria e trate de buscar ser feliz, que com pilantras desses realmente é mais dificil..



SsseLca
18/08/2011 | 09h10m07s
Só para provocar....

Se vc esta incomodada com esse tópico deveria propor outro concorda??quando vc tem identifica um problema é pq vc tem a solução...No mas acho que temos que respeitar um o outro...E continuo pedindo ajuda a quem possa e tem como me ajudar.



pcgiffoni
21/08/2011 | 03h40m43s
mesmo o topico sendo antigo, sempre é util para pessoas que são bipolares como eu, que estão aqui para dividir suas historias, e dizer que esse transtorno não é um bicho de 7 cabeças. no meu caso fui diagnosticada aos 28 anos, depois de uma crise, em que eu estava depressiva, pois tive filho, e me casei, e por conta abandonei minha faculdade, trabalho e etc. e nessa crise, terminei meu casamento, ai fui para o psiquiatra e descobri ser bipolar, me trato a 3 anos, tomo 3 tipos de remedios, faço acompanhamento com psicologa. de vez em quando tenho minhas crises, mas sao mais amenas. e recorro a minha psi nas crises. é dificil, o tratamento, as crises, as pessoas a sua volta acham que é frescura, que é bobeira, acham que somos loucos porque vamos ao psiquiatra, ja falaram isso na minha cara, sem cerimonia. mais o fundamental é vc ter paciencia consigo mesma e ter apoio da familia, o seu psiquiatra e psicologo terem esse cuidado de informar a familia como lidar conosco nas crises. a familia tem que apoiar, ser paciente. o companheiro tem que estar ao lado, ser paciente, dar apoio, pq isso é fundamental na melhora, tem que acompanhar nos medicos. somos pessoas normais, trabalhamos, estudamos, temos familia, saimos para nos divertir. e ser bipolar, nao nos impede de nada.

SSSelca um conselho de uma bipolar converse com ele, mostre-se compreensiva, esteja ao lado dele, pois ele vai precisar de vc. nessas horas a familia, amigos, namorada vai ser importante para ele. de força para ele nao desistir do tratamento, dar força para ele continuar na psicologa. nesse momento, seu papel é ajuda-lo dessa forma.

nao faça com ele o que fizeram comigo, que os amigos sumiram, algumas pessoas da familia me olham diferente, algumas pessoas da igreja que frequento se afastaram, e existe preconceito - nao contra a bipolaridade, mas contra uma palavra chamada psiquiatra, ja te taxam de louco.

e para quem acha que o topico antigo é palhaçada...nos poupe de seus comentarios



ZeKetrefe
22/08/2011 | 18h49m24s
O Lance é o seguinte : Aprendam a identificar qual dos pólos do seu namo lhes agradaa...quando perceber que a pá tá virada pro outro lado, vazem e deixem-os falando sozinhos.



tmariana
26/08/2011 | 16h21m30s
Parece que nao sou a unica, nao sei se isso me conforta ou nao.o que passa e que estou em um relacionamento com meu noivo a 5 meses e percebi que tinha um certo disturbio desde o primeiro mes , nao sei se qualifica somente como bipolar. mas tem todos estes sintomas: ama, odeia , se inferioriza, e outros mais, mas tem outros que estou na duvida porque nao vi mencionado em nenhum caso. meu noivo tem mania de achar que ele esta sendo perseguido, por exemplo: aconteceu um problema com suas notas na faculdade e ele achou que estavam perceguindo ele, quando esta em crise acha que todos estao planejando algo contra ele , nao confia em ninguem. hoje foi a primeira vez que o vi agressivo, chegou a pedir pra que eu me afastasse que ele estava com muita raiva e poderia fazer uma besteira. todas as vezes que ele tentou me afastar nunca sai. sou muito persistente porque sei a joia que ele e , e com fe em Deus nunca irei desistir, nao esta sendo facil .moro em uma cidade proxima a dele durante a semana e nos finais de semana vou para cidade dele. enquanto estamos juntos esta tudo bem, ai eu viajo e os problemas comecam, nao sei se a maneira que estou agindo e a correta mas e a unica que encontrei . quanto mais ele pede pra eu me afastar mais eu me aproximo. hoje por exemplo quando ele pediu para eu sair que estava muito nervoso a ponto de bater em alguem eu disse pra ele colocar o tenis e que iriamos correr pra liberar energia. assim ele o fez, fomos caminhar e ai fiz ele rir e ele se acalmou um pouco, ja passei por varias crises sem ter que me afastar dele so assim , conversando e brincando, tentando trazer uma certa leveza, mas em todas ele tenta me afastar tenta me magoar e ate que me odeia ele disse hoje antes da caminhada, na verdade ele nunca diz nada so escreve mensagem. e assim: estamos juntos ai vou embora dormir e ele tb quando amanhace chega as terriveis mensagens no meu celular. ele fica a noite inteira pensando e de alguma maneira vem uma raiva de tudo e de todos , do mundo da sociedade, uma revolta imensa. e eu sou a maior vitima, a familia dele toda sempre fica ao meu lado, eu ja aprendi a ignorar as mensagens porque sei que nao e o que ele realmentre quer dizer.
percebi que consigo acalma-lo tempoarariamente, reafirmando meu amor por ele, e dizendo que nunca vou deixa-lo , ele acha que sou muito pra ele que vou embora e deixa-lo, eu sempre digo que ele que e maravilhoso, e que eu quero ficar com ele pra sempre, e pra ele se sentir mais seguro ficamos noivos. o problema e que com esse disturbio e mania de perseguicao ele nao consegue confiar em mim. o que torna muito dificil porque nao moro na mesma cidade. alem disso tudo ELE NAO QUER SE TRATAR
todos estao dizendo que eu estou doida, que nao preciso deste sofrimento.mas meu coracao ja e dele e tenho uma vontade imensa em ve-lo bem e quero estar ao lado dele. so um desabafo. hoje quando o deixei em casa depois da caminhada estava mais tranquilo, daqui a pouco vou pra casa dele e espero que esteja tudo bem.
o meu medo nao e a doenca dele nem as crises , e sim o dele se afastar de mim ,



Douguera
01/09/2011 | 18h51m47s
Ola meus caros amigos,
Gostaria de compartilhar com vocês e expor minha experiência. Pois bem, namoro a dois anos e minha namorada sofre do distúrbio bipolar. No começo foi um barranco, ela não sabia, não havia sido diagnosticado, e eu ficava sem entender o que acontecia e não sabia como agir. Havia semanas em que minha namorada era um amor de pessoa, carinhosa, estudiosa, esforçada, adorava minha presença, meus carinhos (a pessoa que amo). Contudo havia semana que ela me queria distante, ficava sem paciência para tudo, implicava com qualquer coisa, dizia que ela não me merecia e que não queria me fazer sofre e terminava o namoro. Por duas vezes ela terminou comigo, e quando passava, ela pedia p/ voltar.

Bem o tempo de convivência me trouxe experiência que gostaria de compartilhar com vocês. Primeiro pergunte a você mesmo se você a ama de verdade e se quer enfrentar o distúrbio bipolar junto com ela. Segundo paciência, tenha muita paciência, e para as reações dela eu sempre tento lembrar que é uma doença e que não é culpa dela. Sei que cada caso é um caso, mas veja como entramos em um acordo para os momentos de crise e como eu ajo: Quando voltamos na segunda vez em que terminamos deixei ela saber que eu queria enfrentar aquilo junto com ela e que com ela poderíamos junto superar. Quando ela tem a crise eu me afasto, mas de um modo presente (uma mensagem, uma ligação ou outra, deixo ela saber que estou perto e que amo ela muito). Não discuto, não abro para implicâncias, não bato boca, apenas me calo, por mais absurda que possa ser a situação. Não digo que ela está diferente, não pergunto se está tudo bem ou se há algo de errado, pois já sei o que está acontecendo. Como em período de crise ela se isola deixo ela sentir falta de mim, deixo ela querer minha presença e mais ainda, por mais que possa parecer absurdo, não digo que a amo, apenas deixo que ela saiba. Deixo ela sentir falta. Mas acima de tudo, paciência, muita paciência.

Espero que eu tenha ajudado em alguma coisa. E gostaria também de saber como outros, que passam pela mesma experiência agem.



Heili
14/01/2012 | 22h00m08s
Nada como a experiência para animar tão profundas palavras. Confesso que as vezes ficamos sem saber o que dizer...
Parabéns pelo seu posicionamento tão sensato diante disto que, ao contrário do que muitos ilusoriamente pensam, não é nenhum conto de fadas. Você ama alguém ( que não escolheu ) coloca nesta pessoa todas as suas esperanças ( Errado ! Mas quem se apaixona não consegue delimitar ) e de repente, contra tudo o que é normal num relacionamento, você se vê diante do incontestável : ainda que não faça de propósito, esse ser que tanto amamos nos condenará a um amor que PARECE unilateral. Você não pode cobrar nada dele, assim como você, sabiamente percebeu. Colocar-se a parte, à uma pequena distância, eu diria que é a ÚNICA saída para conservar o amor VERDADEIRO a um bipolar. Ressalto VERDADEIRO, porque desaconselho qualquer curioso que queira entrar nessa só para ver no que vai dar. Essa doença atinge igualmente ao(à ) parceiro ( a ) e não há como dizer que é NORMAL você ter que se acostumar a viver " na corda bamba" tendo a absoluta certeza de que, por maior que seja o seu amor, ele deve ser INCONDICIONAL porque, na maioria das vezes em que você mais precisar, estará sozinho ( a). Não digo isso para assustar ninguém, mas se há uma coisa de que um bipolar não precisa, é de alguém que espere SEGURANÇA nele.
Você deve mostrar que ele ou ela é sim a pessoa mais importante da sua vida e, como nosso colega acima afirmou, dar a liberdade que ele precisa para perceber que também precisa de você.Não há fórmulas para acertar, pois um dia você está forte e tolera uma palavra ou um gesto mais duros, mas em outros dias você vai precisar de um "colo" e deve estar pronta para não recebê-lo. Como as melhores coisas da vida, não é fácil. Entre amizade, namoro, noivado e casamento são mais de cinco anos convivendo com um bipolar e te garanto que nos momentos de crise você precisará de duas coisas : amar e silenciar. Mas estas duas coisas devem andar juntinhas porque se você apenas amar, mas por meio de palavras o condenar, vocês viverão uma guerra inútil e desgastante. Se ao contrário, deixar usar o silêncio sem um grande toque de amor, você irá se distanciando até não aguentar mais e abandoná-lo. Durante todos esses anos, usei muitas vezes a "arma" sugerida pelo nosso colega acima e realmente dá certo. Quando o deixo "respirar", não raras vezes evitamos palavras machuquem a ambos e discussões desnecessárias. Assim, quando ele "volta a si" não tem tanto do que se arrepender, entende a minha atitude como um ato de compreensão e, sobretudo, se esforça o mais que pode para amenizar um comportamento indesejado em relação a mim. Quando consigo, tento, além do silêncio, levar as coisas com bom humor, como se mostrasse a ele , sem recriminação, que está exagerando. Um dia, enquanto ainda namorávamos, ele disse que eu era o seu "ponto de equilíbrio". Refleti muito e peço muito a Deus para que eu tenha forças de continuar fazendo alguma diferença na vida dele. Dizer que eu o amo é redundante, mas, se vale mais um dica, vai lá : naqueles momentos em que achar que vai sucumbir, foque naquela pessoa que ele realmente é. Geralmente ajuda. Acredito que é um provérbio chinês que resume , penso , tudo o que precisamos saber sobre a convivência com um bipolar ; tomemos essa mensagem como se o nosso ( ou nossa) companheiro mesmo nos dissesse : "Me ame quando eu menos merecer, pois é neste momento que eu mais preciso." Desejo amor, coragem, paciência, paz e felicidade a todos. Bjs.



anasabrina1981
04/03/2012 | 20h21m57s
Oi Heili, tudo bem? Preciso falar com vc...vc tem email ou msn? bjs



Heili
24/04/2012 | 19h09m17s
Querida, desculpe-me não ter entrado em contato antes. Há tempo, por causa do trabalho, não entro neste fórum. Deixe seu e-mail que, o mais rápido possível entro em contato, ok?



Joanito
17/02/2012 | 11h57m22s
Pô velho,

Tu é o exemplo a ser seguido. Será que acompanha ainda esse site ? Gostaria de trocar infos contigo. Pois minha ex namo (ela acabou de terminar comigo) tb sofre de bipolaridade. Tô na pior.



zagan
18/04/2012 | 13h35m53s
Doguerra adorei tua postagem rapaz... as soluções foram as melhores lidas até agora!



tatii_RJ
21/09/2011 | 12h58m14s
boa tarde,
achei q estava sozinha c esse problema, mas vejo q muita gente sofre c isso. vou expor um pouco da minha situaçao.
bom, tenho um namorado q sofre de bipolaridade, ja namoramos e voltamos por duas vezes e vejo q ele nao muda, na verdde ele nunca foi à um psicologo ou psiquiatra, eu q vejo essas mudanças repentinas no comportamento dele. tem dia q ele me trata como uma princesa, me sinto muito amada nesses dias, basta um pequeno problema do tipo: o guarda chamou a atençao dele ao estacionar em local proibido, pronto, ele ja fica de cara feia p meu lado, como se eu fosse a culpada por tudo q acontece de ruim na vida dele. Eu ja falei c ele que é bipolar, ele riu, achando q fosse frescura minha, sei la. A mae dele diz q ele é muito ansioso por isso ele fica assim, mas nao é possivel, ficar chateado cmg até por causa de um guarda de trânsito! tem dias q ele nao quer me ver, fica no canto dele, se afasta de todos e sempre meio q indiretamente joga a culpa p meu lado, eu nao sei mais o que fazer. Eu gosto muito dele, agente se conhece a 7 anos, eu sei do jeito dele, ja namoramos e ele nao mudou isso até hj, diz q me ama num dia e no outro q nao sabe. Eu sou muito paciente c ele, até demais, tem coisa q eu deixo passar para nao discutirmos. Esse problema tem afetado muito nosso relacionamento. o que devo fazer? as vezes nao sei lhe dar c a situação!



SsseLca
28/09/2011 | 08h22m57s
Bom dia a tod@s
Que bom que a ajudar continua acantecendo por aqui.
No mês passado contei um resumo da minha história e tenho lindo com muito carinho todas os comentários
e quero agradecer a tod@s que dedicaram um pouco do seu tempo para me ajudar.
Continuo precisando da ajuda de todas que tenha interesse em mim ajudar e por isso vou contar como estão as coisas...
Bom continuo com ele mesmo com muitas tentativas de termina,porem conseguir manter o dialago com ele, no qual ele mostrou ter interesse em se tratar até marcou uma consuta mas no dia a vó dele faliceu e não deu p ele ir,mas me prometeu que irá marcar novamente,nas nossas conversas ele me contou muito sobre a vida dele e descubrir algumas coisas que me deixou muito assustada e por isso estou aqui a pedir ajuda.
Ele me contou que já foi envolvido com drogas e que já se envolveu em alguns furtos de carro...segundo ele tudo começou na faculdade,onde ele se envolveu não só com as drogas mas furtos e a sair com muitas mulheres, porem por ter a familia que é testimunha de jeova ele se sentia muito mal e dai resolveu casar com uma jovem da igreja...segundo ele nos primeiro dois anos foi tudo uma maravilha mas dai os caras começaram a chama-lo para usar drogas e logico dai venho os furtos novamente e as mulheres, no que levou a separação dele pois a esposa descobriu...tem trez anos que ele se separou nesse tempo teve uma filha que esta com 2 anos segundo ele ao me conhecer ele ja tinha um bom tempo sem usar nada e sem fazer nada pois embora ele goste da emoção do momento depois ele fica em panico e com muito medo.Mas que tem muito medo de me magoa pois ja tentou parar varias vezs e depois voltou e teme acontecer novamente...
Agradeço por ele ter me contado pois com isso me deu a possibilidade de optar a continuar ou não mas embora com muito medo e assustada,eu não consigo desistir dele,acho injusto uma pessoa não conseguir se feliz,e gostaria de ajuda-lo, mas sei que posso me prejudicar por isso gostaria de saber se existe técnicas de Psicologia que possa ajuda-lo.



tatii_RJ
28/09/2011 | 15h20m23s
bom, nao conheço tecnicas de psicologia nao, mas mesmo assim acho q principalmente no caso dele, deve procurar imediatamente um profissional, um psicólogo mesmo e daí o profissional conversar c vc tb, pra poder te ajudar a lhe dar c essa situação. mesmo q alguem ak fale algma coisa p te ajudar, acho q o mais certo é procurar a ajuda certa. o bom q ele te contou o que aconteceu né, já é um grande salto para ajudá-lo. boa sorte



lilirs
20/11/2011 | 20h26m30s
Eu não sei se vc já tomou sua decisão, mas passei por algo parecido, esquece esse cara... vc vai sofrer muito sim, mas vai evitar sofrimentos maiores no futuro, eu estou grávida de uma pessoa assim, e posso dizer, ele nunca mereceu o amor que senti por ele, me arrependo mais a cada dia de ter me envolvido com ele, eu ainda o amo, mas amo mais minha filha e a mim mesma...e prentendo esquecer que ele existe, pensa bem se é isso que vc quer pra sua vida, pois não vai ser uma consulta com psicólogos que vai resolver o problema, se ele realmente for bipolar, terá que se tratar a vida toda, inclusive com medicamentos, isso não tem cura e o tratamento nunca é 100%....
boa sorte...



gabypn_virginiana
27/10/2011 | 15h20m23s
Entrei no site por procurar respostas para meu problema, espero q possas me ajudar. Pois bem, sou casada há dois anos, e meu marido é bipolar , tenho quase certeza disso, pois ele muda completamente da noite para o dia, tudo começou no ínicio do nosso namoro, onde ele me dizia q eu não era para ele, que não queria mais, enfim sempre contornava a situação. Passamos por muitos problemas de saúde (dele) juntos, sempre estive ao lado dele. Morávamos em outra cidade, onde ele trabalhava lá, mas por motivos de doença, ele teve de se afastar do serviço e tivemosde retornar a nossa cidade natal para ele se tratar. Ele já está bem , mas ainda terá de passar por mais uma cirurgia, mas já foi liberado para trabalhar, e há dois meses ele voltou para a cidade q morávamos e começou a trabalhar, eu não pude ir junto pois estava trabalhando aqui, mas estávamos nos vendo, até que por duas vzs do nada ele me disse que não queria mais estar casado, mas no outro dia conversávamos por tel e tudo ficava bem, só que agora dessa vz já faz uma semana e ele está irredutível, mas irá vir conversar pessoalmente comigo. E voltarei junto com ele para nossa casa. Mas estou desesperada pq amo muito ele. O que eu faço?? Será que é mais uma crise dele, por estar sózinho lá, confuso, sei lá??? Por favor me ajude!!!! Bjs



sarah.lerry
27/10/2011 | 16h22m27s
meu namorado eh sim, tem dia q esta tudo lindo e no outro completamente estressado e me trata de um jeito q parece q eu tenho culpa dos problemas dele, nao tem nem 1 meses q compramos alianca e ele resolveu terminar tudo fikmos 7 meses juntos e ele resolveu jogar tudo pro ar como se nd tivesse acontecido. nao consigo entender o pq le fez isso e nem ele mesmo cnsegue explicar o pq so disse q se esta me fazendo ml q prefere assim, q gosta tanto de mim q n que me ver sofrer...sera q ele n entende q sofro mais se n tiver ele comigo...o ruim é q ele sabe q esta me fazendo mal mais n chegou em nenhum momento e me falou q iria mudar tentar dar um jeito no nosso namoro....e um outro grande defeito e que ele n sabe conversar, nao sabe falar o q esta acontecendo.
Quero tanto ele de volta pra mim mas n sei o q fazer ou falar tenho toda paciencia do mundo pra ele mais ele n sabe reconhecer isso, na verdade estou achando q ele nao gosta e mim...mas eu o amo muito.



flormorena@@
27/10/2011 | 21h49m23s
meu namorado é bipolar estamos juntos ha pouco tempo nunca aconteceu nenhuma crise dele ainda enquanto juntos mas tenho medo das atiyudes dele se ele so vai s afastar de mim ou se vai s tranformar em outra pessoa do tipo violento estou pensando em por um fim antes q isso aconteça.ou será q s ele se tratar tipo ir nun pisicologo ele nao tera crises ele ja toma remedios mas eu queria uma opiniao sera q alguem pode me ajudar eu gosto muito dele nao sei s continuo ou termino o namoro obg



Bombom_Ctba
04/11/2011 | 16h15m57s
Olá, me namorado é bipolar, porém se recusa a procurar ajuda de um psicologo. Estamos juntos a mais de 1 ano e as crises estão cada vez piores, já chegou ao ponto da agressão. Estou grávida de 4 meses, pensei que com a gravidez ele tentaria mudar ou procurar ajuda médica, porém se recusa. Quando ele tem crises ele fica muito grosso e agressivo, chego a ter medo, mas quando passa ele chora e fica muito mal, me pede desculpas e diz que não consegue se controlar. Já procuramos ajuda espiritual, tenho esperança que através de Deus consigamos superar isso. Quando ele está calmo é extremamente amoroso e faz eu me sentir a mulher mais amada do mundo e além disso ele tem um coração enorme, mas com as crises se torna outra pessoa. Peço a Deus todos os dias para que nossas vidas caminhem para um rumo melhor, pois ele é o homem da minha vida.



lilirs
06/11/2011 | 12h45m43s
Oláa, eu estou desitindo do meu namoro com um bipolar... tentei de tudoooo, procurei compreender, ajudar, mas é impossível, não quero viver assim minha vida toda, estou ficando doente também... e olha que ele se trata com psiquiatra e toma medicamentos, mas eu nunca sei o que esperar... de uma hora pra outra ele muda completamente, se transforma da melhor cia do mundo a uma pessoa insuportável, se isola, e se eu procuro me agride, é grosso comigo,e vive falando em suicidio, ele já tentou antes e diz estar disposto a fazer novamente, no começo ele apenas se isolava, depois voltava "normal", mas tudo foi piorando, e eu preciso cuidar de mim, se até a familia dele cansou, quem sou eu pra ficar aturando isso???? apesar de ama-lo ainda né..... mas sabe... o grande problema agora, é que estou grávida dele... aconteceu... e agora sim ele diz que vai se suicidar...já decidi não vou me sentir culpada por isso, minha única responsabilidade agora é minha filha que vai nascer em breve.... mas eu to muito preocupada com uma coisa... li que essa doença pode ser hereditária, alguém pode me ajudar????



Jelize
08/11/2011 | 14h05m52s
Meu namorado é assim, antes eu pensava que o problema era comigo. Tem hora que parece que vou desistir, ele muda, tem todos as emoçoes possíveis em apenas um único dia. Um dia ele me disse, fica um metro de distância de mim. vou me matar e mais um monte de coisas.. fiquei sabendo que ele era bipolar por isso, pq no mesmo dia ele veio falar comigo e me contou. Eu tenho paciencia com ele, mas juro que tem hora que da vontade de largar tudo, a mudança de humor dele é de um grau.. ele pode estar, ou melhor, parecer demasiadamente feliz, qndo de repente cai demasiadamente na tristeza, baixa auto-estima, estressado e uma vez ou outra acaba sobrando pra mim que não tem nada a ver com as mudanças dele.



7906
18/11/2011 | 00h09m47s
Oi, nao sei se meu namorado é bipolar mais ele tem muitas crises desse tipo. Ele é de lua. Estamos junto a 05 anos, no primeiro ano, foi mais ou menos, pois ele se achava pouco para mim. No 2 ano era daquele jeito, falava que nao tinha vontade de ficar comigo, mais era só eu virar as costa que ele vinha chorando falando que nao vivia sem mim. No 3 ano estava tudo bem, pois eu entendia que as vezes ele tinha que ficar um pouco 'sozinho no mundo dele. Aparti dai achei que estava tudo bem. No 4 ano `em uns dessas crises, que ele tinha que ficar sozinha, acabei descobrinco que ele, nao estava sozinha, é sim estava me traindo, é nao foi só uma noite é sim uns 3 meses...Bem como de custume, ele chorou falou que foi um erro, bla,bla,bla. Eu como sempre, nao sei pq faco isso comigo, voltei com ele. Depois alguns meses ele me pediu em casamento, no lugar mais romantico do mundo, com aquele anel dos sonho e na hora já marcamos a data do casamento. Nos 3 meses seguintes, estava tudo lindo, mais agora ele falou que nao tem mais vontade de ver nada. Só queria ter forca para deixa-lo, pois isso tudo esta me fazendo mto mal. Um dia sou a mulher da vida dele, no ou dia sem sei o que sou. AH ele nao aceita ajuda, fala que nao tem nada. To perdida...



Heili
14/01/2012 | 22h27m04s
Querida, leia a minha resposta ao colega lá em cima ,tá? Mas acrescento que no seu caso ( tendo ocorrido uma traição ) é preciso analisar bem para onde está indo o seu relacionamento. Não estou dizendo que é para você desistir dele, mas ACEITAR TUDO também não é solução. Ter uma forte tendência ao sexo é uma coisa, manter um relacionamento paralelo é outro. Para amar verdadeiramente alguém você deve se amar primeiro, concorda? Veja até onde você pode suportar sem SURTAR. Todos ficamos confusos, mas uma coisa é você lutar por alguém que você ama, outra coisa é ficar doente por ela. Sugiro que você procure um psicólogo e fale abertamente com ele sobre isso, pois, do modo como você está, também não poderá ajudá-lo muito. Bjs.



lilirs
20/11/2011 | 20h11m56s
Pois é... quem acha que consegue conviver com isso a vida toda, vá em frente... mas tem que estar preparada, eu sei que não tenho o direito de julgar ninguém, isso é uma doença, e não tem cura, eu me relaionei com uma pessoa assim... quase acabou comigo, quase me tornei bipolar também... mas eu gostava tanto dele, ainda gosto, que coisa!!! e o pior de tudo, estou grávida dele e sei que ele não tem condições de se pai... então vou ser mãe e pai da minha filha...e eu não tenho condições de cuidar e ficar me preocupando com ele não, infelizmente... portanto, para quem está começando um relacionamento com alguém assim, posso dizer, sofri durante anos, tive momentos maravilhosos com ele não posso negar, mas é extremamente complicado viver com ele... nunca saber como será o amanhã... levar uma vida sem estabilidade, sem segurança, é combinar algo e nunca ter certeza se vai acontecer, é ouvir um "eu te amo" pela manhã e à noite "não tenho certeza se quero continuar" e depois tudo outra vez, gente isso não tem cura, tem tratamento, mas nunca é 100% infelizmente.... pensem bem... isso não é brincadeira... é muito sério!!! vc tem forças para isso, vá em frente, mas nunca esqueça, se ele é realemnte bipolar, não será fácil...( se alguém não for assim, não é bipolar, certamente é apenas depressão ou algo parecido).... procure um psicólogo/psiquiatra logo, ou vc também acabará doente como eu, agora estou recuperada e feliz com minha filha que vai nascer em breve, mas minha felicidade nunca será completa..... é triste, mas é assim... e se vc ainda não ama e está apenas conhecendo, um conselho... cai fora!!!



mulherg
20/11/2011 | 22h46m25s
oiii . acho que meu ficante é concordo com algumas meninas que falaram em seu historicos...
o meu tem dias que ta de bom humor outros dias ta da queli jeito... nao entendo ele mas ai vem caso quando a gente gosta nao tem jeito quer ficar do lado. ainda nao sei se ele tem esse problema. com um tempo vou descobrir.



calu3
25/11/2011 | 00h45m28s
Conheci um homem maravilhoso a alguns meses. Ficamos 10 dias juntos em uma viagem. Quando voltamos da viagem me contou que era bipolar. Tenho amigos bipolar e sei como essa enfermidade altera o comportamento. Durante os meses que convivemos não deu para perceber nada. Sempre foi um homem maravilhos e companheiro. Uma pessoa muito tranquila e muito educado. Depois que revelou sua enfermidade no outro dia estava muito deprimido e fazem 20 dias que começou esta depressão. Falei com ele apenas uns dois dias e me disse que estava muito mal. Não sei o que fazer. Se espero seu retorno ou sigo minha vida. Esta muito dificil esperar....Estou muito preocupada com ele e não sei como agir.



alexiafla1
28/11/2011 | 00h47m58s
Olá pessoas! namoro um bipolar já ha 3 anos e vou dividir a minha experiencia com vocês..
quando o conheci ele era uma pessoa extremamente inteligente e divertido e atencioso , nosso relacionamento foi lindo por seis meses. ai eu burramente revelei a ele que o havia traído no inicio do namoro e disse que estava contando pq me sentia muito mal com isso. então ele mudou totalmente e ficou distante por um tempo. depois me pediu em casamento na Europa (numa viagem que fizemos) mas depois voltou atras dizendo que era porque eu fumava( de vez em quando... tipo... um cigarro por mês ). quando voltamos ele estava com problemas financeiros e quatro messes depois se revelou bipolar e disse que eu era a culpada . depois disso ele me culpou por muito tempo por tudo que acontecia de ruim com ele . e quando percebia que eu ia terminar ameaçava se matar . ele começou a me atormentar . me ligava varias vezes por dia e algumas ligações duravam horas e me mandava mais de cinquenta mensagens por dia. eu entrei em depressão por causa disso e então fui a uma psiquiatra e tomei ante depressivo por alguns dias e então voltei a raciocinar e percebi que ele estava me dominando e que eu estava deixando por me sentir culpada. então eu resolvi investigar a vida dele e descobri um monte de mentiras,( como a de que ele ficou bipolar por minha causa, ele ja era ha muito tempo) ai encostei ele na parede e as coisa mudaram um pouco pra melhor mas ainda ta ruim. eu ainda não consegui terminar com ele. ainda gosto dele mas me amo mais por isso vou fazer isso em breve. o meu conselho pra quem estiver com namorando com alguém assim é que avalie bem os seus sentimentos pra saber se ama de verdade. se não ama termine imediatamente pq vai sofrer a toa . se ama então tenha paciência ... demostre muito amor e carinho... e não tenha pena .. se perceber mentiras fale logo pra nai virar uma bola de neve ( que foi o meu caso) não aceite coisas erradas . não mude sua viada por amor . e não namore ou case com uma doença e sim com a pessoa que você ama... e principalmente .... se ame....



Maireaju
06/12/2011 | 17h31m54s
Vendo alguns post, verifiquei que há uma diferença enorme entre casos em que há realmente a bipolaridade em casos em que as pessoas confundem isso e chegam a dar opiniões absurdas e conselhos incabíveis. Bem vou relatar a minha história a respeito da bipolaridade.
Realmente namoro um rapaz com transtorno bipolar descoberto a 01 ano após 5 anos de relacionamento. Neste tempo, ele tentou terminar várias vezes o relacionamento, mas sempre, logo após 5 ou 6 dias, voltava atrás. É como alguns já relataram. É uma verdadeira gangorra, onde um dia ele está lá em cima e outro lá em baixo. No ano de 2010, por impulso dele, fizemos planos de compra de apartamento, abertura de conta conjunta e algumas economias. Depois de 03 meses disso tudo, ele pediu um tempo para ficar só porque precisava pensar e se encontrar. Nesse tempo ficamos juntos pó 5 vezes, mas depois é com se nada tivesse acontecido. Há muita pulsão por sexo, onde agrava também a questão da fidelidade e riscos para o bipolar. Eu mesmo já sofri com crises com ele assim. Ele se envolveu, sexualmente, com outras pessoas.
Além do mais quem sofre mais com isso são a pessoas que ele mais ama, a mim, o pai e mãe. O comportamento conosco muda consideravelmente. Há momentos de irritação e outros de calmaria.
Hoje estamos separados há quase 2 meses, e não desisti dele. Até porque o amo demais e ainda vejo futuro na relação apesar da bipolaridade. Percebo também, e o próprio fala em momentos de calmaria, que o faço bem e o trago paz. É um verdadeiro exercício de paciência e amor.



Fefa_poa
07/12/2011 | 15h53m18s
MAIREAJU - Acabo de ler o seu relato e me identifiquei bastante também, aliás todos os posts aqui tem muito em comum, o sofrimento por amar alguém que sofre deste mal. Só me surpreendi vc ter dito que a relação já dura mais de 5 anos! nossa!! todo esse tempo vc sofre com os altos e baixos dele?
Bem, eu estou (ou estava, sei lá...) namorando um rapaz de 29 anos, há 8 meses. Me dei conta que ele era bipolar sozinha, já no 2ª mês de namoro devido aos "sumiços" dele repentinamente, sem falar na euforia muito evidente e sem motivo, ao mesmo tempo se irritando com coisas pequenas, onde não havia motivo para tanto. Bem, depois que eu mesma diagnostiquei a bipolaridade dele, ele me confessou que já estava tomando remédio (DEKAPOTE) e frequenta uma pisiquiatra. Nesse meio tempo, ele terminou o namoro umas 5 vezes comigo e logo após...de um há 3 dias, eu conseguia acalmá-lo, ele se arrependia e voltava a dizer que amava muito, que sou o único amor da vida dele e tudo voltava ao normal (mas eu, claro, sempre com o pé atras, pois estar com um bipolar é o mesmo que estar com uma BOMBA RELÓGIO na mão, pois vc nunca sabe quando ela vai explodir novamente). Nossa.....como eu tive paciência...., foi um exercício enorme de paciencia, e olha que eu tbm sou pavio curto, mas diante das oscilações dele eu sempre tive bastante paciência.
Bem, há exatos 15 dias nós não nos vemos!
Ele, mais uma vez, resolveu me ignorar, não responde minhas mensagens no celular, não atende o telefone e nos primeiros dias não falava o motivo. Há uma semana, de tanto eu insistir numa justificativa coerente para ele me ignorar, pela 1ª vez ele não colocou a culpa em algum estresse de trabalho ou familiar, e sim, buscou na memória um comentario que eu havia feito há mais de 1 mês, e me jogou na cara. Um ciume descabido, pois eu nunca dei nenhum motivo para que ele desconfiasse de mim e simplesmente jamais o trairia - eu o amo! Ele veio com um papo de que está com a pulga atras da orelha, mas isso é um abusrdo! Uma injustiça que ele nem ele conseguia desenvolver o raciocínio sobre a lógica da coisa, pois simplesmente não ter cabimento!
Fui excluída em todos os meios virtuais, e seria muito simples regir dizendo: CHEGA, NÃO VOU SOFRER MAIS, POIS ELE É DOIDO E NÃO EU! Mas só quem ama um bipolar sabe que não é assim!! A gente sofre duplamente por saber que esses impulsos são praticamente incontroláveis. Eu to com o coração apertado de saudade dele, pois já tinhamos muitos planos, inclusive de comprar um apartamento, casar...ter filhos...já tinhamos escolhido até os nomes dos filhos...!
Eu rezo diariamente para Deus iluminar a cabeça dele, sou espírita e rezo muito contra a influência de maus espíritos em volta dele também, mas não vejo melhora nenhuma!! aliás, não vejo mais ele!
Gente, tem horas que eu peço a Deus pra me ajudar a esquecer este amor destrutivo, pois tá acabando comigo, mas tem horas que eu ainda acredito que ele vai se dar conta de que me ama, que acredita no nosso amor e volte a me dar um sinal de vida.
Faz 3 dias que mandei o último torpedo, apenas mandando um beijo e... nada! Já estou impaciente para tentar contato novamente até que ele responda alguma coisa, pois é esse silêncio que me mata.
Beijo pra vcs todos que lerem até aqui o meu desabafo. Que Deus abençõe o relacionamento de vcs!



Maireaju
08/12/2011 | 08h59m22s
Olá, Fefa_poa

Acontece justamente assim como você escreveu. A irritabilidade sem causa justa. O meu namoro na verdade, se é que ainda existe, na verdade completará 7 anos em janeiro. E como te havia falado já estamos separados a 2 meses. Porém ele vem dando sinais com sms e ligações onde fala que me ama e etc e tals. Assim como você, eu também peço a Deus todos os dias por ele. A melhora não é tão rápida assim, demora muito. Para eu ter algum sinal de vida dele, eu esperai passar um mês após o término. Ontem mesmo ele me mandou uma mensagem dizendo que não tinha ido trabalhar no dia anterior devido a uma virose e que estava com saudades. Fui até a casa dele, a noite para fazer uma visita, e ficamos conversando coisas bobas até que ele me pediu paciência e que não quisesse ficar definindo já as coisas. Isso é um sinal bastante positivo dentre outros que ele já demonstrou. Mas, no final da noite ele ma manda uma mensagem dizendo: "Boa noite bem! E por favor, não avise a ninguém que te mandei boa noite, bjo". Essa mensagem me deixou confusa. Retornei a ligação e afirmei que não tinha entendido. Ele me falou que não quer que eu fique dizendo a ninguém que ele manda esses sms para não mostrar aos outros (amigos) a fraqueza dele em me procurar e querer ficar sempre junto de mim. Isso me deixou um pouco magoada e o falei que esse sms era um pouco ofensivo. Ele, com uma voz irritada, me questionou porque. Como eu cheguei a notar o tom da voz, preferi não ir adiante e finalizamos a conversa. E uma coisa interessante, ele acaba de mandar uma mensagem, justamente nessa hora que te escrevo: "Ontem exagerei. Efeitos da falta do remédio. Desculpe, fui agressivo".
O que posso te dizer amiga, por experiência própria, é que não tente cobrar nada dele nesse momento. Nem definições nem nada. Deixa ele a vontade. Procura com alguém mais próximo dele saber como ele está e etc e tals. Mas você tem que saber se o que realmente de verdade e se quer isso pra você, pq sempre será assim até o dia em que as coisas se normalizem.
No meu caso é ainda mais complicado, existem pessoas que não estão a favor de uma volta nossa e que interferem muito nessa situação (amigos dele). Eu tive a sorte de Deus de ter a amizade da melhor amiga dele que sempre conversa com ele a respeito da situação e etc e tals. Se não fosse ela eu estaria completamente sozinha.
Força amiga, força mesmo.. e peça bastante a Deus! Ele te ouvirá como está me ouvindo.
Com o tempo vou te contando minha história com ele.
E estarei aqui pra te ajudar.
Bjos



Fefa_poa
13/12/2011 | 10h49m01s
Oi, Maireaju!
Desculpe a demora em aparecer por aqui, mas nos últimos dias eu preferi refletir muito sobre tudo o que eu quero e sei que mereço nessa vida, então foi meio pesado.
Bem, que coisa isso neh......se a gente se colocar no lugar de um familiar muito próximo deles, (pai, mãe e irmãos) vamos ver que eles sim não têm escolha, pois receberam este karma do destino, mas e a gente que pode escolher se quer ou não???
Enfim, como havia dito, ele sumiu da minha vida e de todos os meios de comunicação onde eu poderia achá-lo. Fiquei sabendo pelo pai dele que o nosso namoro terminou! Sim!! eu NÃO fui comunicada, mas a família dele já. Inclusive, soube que ele viajou justamente num final de semana em que nós haviámos planejado com bastante antecedência uma viagem a Gramado, aqui no (RS). Diante disso, o que me resta? Neste final de semana tomei vergonha na cara, vi que eu mereço muito, mas muito ser feliz, afinal tenho consciência das minhas qualidades e de tudo de bom que eu tenho a oferecer a um homem. Principalmente, saio dessa com a clara certeza de que quem mais perdeu com isso foi ele, pois nos últimos meses eu já nem era mais namorada, e sim, MÃE dele! Eu me dediquei demais a esse amor!! Demais, mas já estava levando sozinha. Como eu li dia desses num blog: "Dois em um não presta nem no xampu, vai prestar no amor??". Chega!! Eu cansei mesmo!
Ontem, depois de quase 20 dias sem vê-lo eu mandei uma msg pedindo as minhas coisas que ficaram na casa dele, ele disse que já juntou e se ofererceu para vir me trazer e já estava com um tom bem mansinho (para quem estava fungindo de mim como o diabo da cruz, até achei um milagre). Mas, era isso. A gente nunca sabe o dia de amanhã, mas eu sinceramente to sentindo que preciso virar esta página para que outras coisas boas possam vir. Tenho uma espiritualidade muito aguçada, sou sensível até demais, e acho que isso influenciou bastante pra que eu sempre tivesse paciência com ele, afinal, todo o bipolar é antes de tudo u ser perturbado espiritualmente, acreditem!
Maireju e os outros amigos por aqui - se amam e o seu bipolar tenta se ajudar - paciência e tenham boa sorte, do fundo do coração, desejo que Deus ilumine e abençõe as vidas de vocês, mas pra quem como eu, prefere lavar as mãos na certeza de que já fizeram tudo o que poderia ser feito e este é um problema que não lhes pertecem, fujam! Amor pela metade não é amor.
Beijo amiga! Continuarei por aqui para ler os seus posts e interagir quando puder!



Heili
14/01/2012 | 22h42m33s
Fefa_poa, se quiser, dê uma olhadinha no meu relato lá em cima. Bom, espero que vocês já estejam bem novamente, mas se ainda não ocorreu, não se desespere. Comigo, esse afastamento já ocorreu várias vezes, algumas com intervalo de minutos, outras horas, algumas de dias e até de meses! Acredite, se ele realmente ama você, " a ficha cai" mais cedo ou mais tarde. Mas não pare a sua vida por ele. Ainda que pareça absurdamente difícil, tente se concentrar em outras coisas na sua vida. Invente um projeto importante e mergulhe nele de cabeça. Invista todo o seu sentimento em amigos e membros da família que te amam. Muitas vezes é durante esse "exercício" que parece tão difícil, que você o verá retornando. Mas, de coração, entregue mesmo a Deus. Procure não ficar ansiosa.Se demorar muito, e começar a sentir aquela dor e vazio ....chore mesmo, mas pense que se ele não te procurar mais sua vida, ainda que pareça, não vai acabar por isso. Se ame. Pense com propriedade : " Duvido que ele encontre alguém que o ame como eu." Se encontrar, bom para ele e bom para você , que talvez esteja seguindo rumo a momentos mais felizes. Mas, se apesar de tudo, o que ele sentir for mais forte e você puder amá-lo como ele precisa, receba-o e continue a sua luta. bjs.



Fefa_poa
17/01/2012 | 14h11m24s
Oi, Heili!
Achei muito fofa a sua mensagem, obrigada pelas dicas. Meu último post foi na metade de dezembro quando resolvi lavar as mãos e respeitar a privacidade dele. Sofri e ainda to sofrendo muito, pois parei de procurá-lo durante todo o mês de dezembro. No Natal e Ano Novo foi ele quem me mandou msg no celular desejando coisas boas, mas bem seco e direto (talvez por educação) e eu me limitei a responder, só isso. Agora na 1ª semana de janeiro quando eu acreditava já estar me curando.....recebo 3 msg seguidas no meu celular durante uma madrugada. Só as li no outro dia, mas ele dizia que estava com muita saudade e que me amava muito. Meu Deus!!!!! Por que? Como eu havia descoberto uma traição dele e joguei na cara com muita revolta, ele me implorou perdão, repeteiu mil vezes que estava sofrendo de arrependimento, que faria tudo para voltar a tras.......e acredite, por maior que seja essa dor que estou sentindo, eu titubeei no final e propus de nos econtrarmos para conversar pessoalmente. Foi aí que ele recuou, se fechou de novo e disse que tem vergonha de me encarar, pois sabe que pisou na bola.
Olha, eu ainda dei uma insistida, consegui arrancar dele que ainda me ama, eu admiti que também o amo. Ele mandou msg dizendo que poderiamos finalmente nos ver nesse final de semana, eu criei toda aquela expectativa e...................exatamente! mais um bolo! engolido à seco. De noite ele pediu desculpa (por msg) por tudo. Eu respondi que estava cansada de estender a mão pra quem não merece. Ontem de manhã ele mandou msg dando Bom Dia!
Olha a minha situação agora - eu já tava quase me reerguento, me desintoxicando e nunca mais havia entrado em contato, aí quem resolve do nada dizer que me ama foi ele, eu aceito e agora ele vazou de novo!!!
Já fiz todas as orações possíveis, mas isso parece não ter fim! Aliás, eu sei que enquanto eu estiver à disposição dele vai ser assim mesmo. Mas a minha tática é essa, vou continuar tocando a minha vida e não procurá-lo mais.
A saudade dói muito, a dor da traição nem se fala, mas se ele realmente se arrependeu (e eu estou aberta a conversar), só queria conversar pessoalmente e não por torpedo no celular.
Durma com um barulho desses!!!



milinhaterra
08/12/2011 | 21h59m33s
Camila
5411



Linezinha85
08/12/2011 | 22h59m25s
Vem k esse poste é de 2008...Ela até já casou se foi com o bipolar ngm sabe...aff



Fefa_poa
13/12/2011 | 10h29m54s
Oi, Linezinha! Pois é, o 1º post é de 2008, mas depois fui lendo um a um e vi que como este é um assunto bem atual na vida de cada um que vai compartilhando as suas experiências e dores quanto ao tema, que valeria a pena continuar a comunicação com quem anda por aqui ainda. Ela só puxou o assunto, mas nada impede de criarmos um novo post.
Abração!



carlacavioli85
11/12/2011 | 19h16m51s
Nossa...estou impressionada com todos os depoimentos!! Me identifiquei com muitos deles,parecia que estavam contando a minha história!! Na minha opinião, apesar de muitas vezes sofrermos pelos nossos bipolares, devemos apoiar e dar cada vez mais amor pra eles, pois se já sofrem tanto tendo alguém do lado, imaginem só o que devem sentir quando se vêem abandonados por todos?!!



kathy.princess
24/12/2011 | 06h21m09s
Nao tenho paciencia nenhuma, nem com amigos imagina com namorado...mas pra vcs que tem boa sorte! influenciem a procurar um profissional capacitado, já que é dificil pois ainda é muito recente para a ciencia esse transtorno.



kathy.princess
24/12/2011 | 06h21m16s
Nao tenho paciencia nenhuma, nem com amigos imagina com namorado...mas pra vcs que tem boa sorte! influenciem a procurar um profissional capacitado, já que é dificil pois ainda é muito recente para a ciencia esse transtorno.



kathy.princess
24/12/2011 | 06h21m08s
Nao tenho paciencia nenhuma, nem com amigos imagina com namorado...mas pra vcs que tem boa sorte! influenciem a procurar um profissional capacitado, já que é dificil pois ainda é muito recente para a ciencia esse transtorno.



Puro_veneno
24/12/2011 | 13h11m17s
Remédio minha flor, remédio nele!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
meu irmão é hiperativo e não é fácil, não é mesmo! ,)



alex1778
03/02/2012 | 12h01m22s
ai complicadíssimo.



Wernecks
05/02/2012 | 05h13m30s
Gente, que bacana achar este topico! Meu caso e bem semelhante com varios relatos, estou em um namoro de quase 3 anos, ele esta em tratamento, porem, estavam tratando como TDAH, so no ultimo mes o quadro clinico foi para BIPOLAR, mas eu ja estava desconfiada disso, inclusive, iria conversar com o medico.
Ele e uma pessoa espetacular! Esta sempre cmg, me leva, me busca, me ajuda a cuidar dos meus animais, me ajuda com minha familia conturbada, me ouve quando tenho problemas alheios a nos, o sexo e mto bom (embora ultimamente bem esporadico). Sempre damos apoio um ao outro, ele quando tem problemas ou nao esta bem me procura sempre, e gosto disso, dou colo e atencao nesses momentos, e sinto que realmente faco bem a ele, coisa que ele sempre afirma.
Meu problema e com relacao a falta de comprometimento dele com nossos projetos. Ex.: Passamos o ano todo planejando tirarmos ferias no mesmo periodo, pois nossa vida e uma correria, e agora ele simplesmente nao quis viajar, nem fazer nada, alegando a grana curta (coisa que ja sabiamos, mas fariamos algo bem singelo, talvez so um fds, pra desestressar, mesmo)... Outra coisa, desde acho que os 6 meses ele me pede em casamento, comecamos a trabalhar a ideia ha quase 2 anos, em virtude de nossas condicoes financeiras, agora, temos terreno, vimos financiamento, e ele simplesmente desistiu! Eu pergunto o pq e ele sempre dizia que era pela grana e por nao termos onde morar, eu sabia que tinha razao, nem falava nada. Acontece que agora vou morar sozinha, e fomos ver o local e tal, ele gostou, se animou, e falou sempre como "nos", e ha pouquissimo tempo numa conversa bem franca, ele disse que iria cmg pra qualquer lugar, mesmo longe, quando o questionei sobre um possivel terreno mais distante do que queriamos. Entao, eu tava achando que ele viria cmg agora, nao me imagino morando sozinha, tenho medo, nao me imagino levantando pra averiguar qualquer barulho estranho, e ele simplesmente disse que nao! Quer dizer, o local agora teriamos, a grana sinceramente, alimentar uma pessoa a mais e gastar agua e energia com uma pessoa a mais nessas alturas nao fariam diferenca em nosso orcamento, e ele nao tem uma resposta aceitavel pra me dar, simplesmente diz que nao quer e ponto!! Quando ele fala em casamento e tudo lindo, quando eu falo sobre isso com ele, ele se diz pressionado e que eu quero obriga-lo, ai se torna rispido e cessa qualquer oportunidade de dialogo. Mas depois ele menciona algo com relacao a isso, e voltamos aos planos, e acontece de novo o recuo.
O detalhe nisso tudo e que para as outras coisas da vida dele ele da seguimento, a vida social dele esta normal (ele sai ver amigos sempre), esta lutando por um direito profissional... Eu realmente o adimiro enquanto homem, ele e gentil, educado, de boa indole, boa moral, e pensamos muito em comum, temos uma ligacao temos uma ligacao tao intensa que vira e mexe dizemos algo igual ao mesmo tempo, ou fazemos, ou pensamos! Nao tenho duvidas de que quero passar o resto dos meus dias com ele, seja nos momentos bons ou ruins.
Outro detalhe, essa coisa de achar que sempre tem razao e fato. E nunca admite que esta errado. E quando fica irritado, se eu digo algo que faco de bom, com o intuito de esclarecer algo ou ate mesmo fazer ele perceber a coisa como ela realmente e, ele nao reconhece, so rebate dizendo das coisas que ele faz por mim! Ja ficamos separados por 10 dias, e quando voltamos e ate hoje ele diz que nao consegue perceber a vida sem mim, e que ira se esforcar sempre pra me ver feliz.
Quando insisto muito por alguma resposta/decisao ele nunca responde, ou so faz quando ele decide, e praticamente sempre fala algo como "voce e livre se quiser tomar alguma decisao" e ja chegou a dizer literalmente pra eu procurar outro que faca mais e melhor!
Parece um idiota que nao enxerga que eu quero ele e nao qualquer outro mais rico ou mais bonito ficisamente, ou ainda, que tenha menos problemas psiquicos, rs
Nao cogito deixa-lo, nao por enquanto, mas esta dificil, sabe?! Estou me perguntando se o resto da vida ele sera assim, de desistir das coisas na hora que estiverem pra acontecer? Pq no momento, sinceramente, estou pensando que e so cmg que a coisa nao esta fluindo.
Quem ai passou do namoro ao casamento, como foi? Poderiam me dizer, por favor?



CRISJ
08/02/2012 | 16h06m12s
Wernecks
Eu passei do namoro e tenho 10 anos de casamento, ta bom pra voce? rsrsrs... nesse exato momento estou separada há uns 4 meses, essa é a terceira separação e lendo o que voce escreveu´, vejo o seguinte: TUDO que voce fala do seu namorado, acontece com meu marido até hoje (ele foi diagnosticado bipolar há 6 anos) exatamente igual, as mesmas palavras, os mesmos, sentimentos, os mesmos atos, enfim, TUDO! É incrivel como eles tem um jeito proprio de agir e um vocabulario proprio ao falar... "procure outro que seja melhor.. nao sei o que fazer, estou confuso... etc... Meu marido tbm é extremamente envolvente, carismático, inteligente, enfim, apaixonante, mas..... quando esta em crise é infantil, chato, irritante e em alguns casos, embora faz muito tempo que isso nao acontece, agressivo, explosivo, nao em relação a violencia fisica, isso nunca, mas violencia de palavras, e olha, posso te dizer que são das piores possiveis. Enfim, não sei o que te dizer, eu acho que vai de cada pessoa mesmo, pois se nao tivesse algo de bom, eu nao estaria com ele ha 10 anos, mas, como estou separada ha algum tempo, te digo que essa pode ser a minha hora de desvincular, porque com o tempo, isso vai cansando, nao por culpa dele, pois ele é doente e nao faz por mal, mas porque vao se quebrando muitas coisas boas da relação, entende? Mas uma coisa é certa: mesmo com a medicação, ainda nao existe a hora em que tudo muda e nao acontece mais, pelo contrario, pelo que voce viu de mim, tudo acontece igual e é pra sempre... pelo menos até a medicina evoluir e serem encontrados outros metodos de tratamento, quem sabe... até lá, cada cabeça, uma sentença!



mila-79
05/02/2012 | 18h41m27s
Gente, como eu estou vendo q é tão normal homem ser bipolar rsrsrs, e depois de uma noite maravilhosa derrepente uns dois dias depois ele vem dizer q não te quer mais, estranho passei por isso essa semana, e sabe da pior estou doente, me atacou tudo enxaqueca, garganta, ouvido, dores musculares, incrivel como um fora acaba com uma pessoa, mais tipo, a ultima vez q estivemos juntos a todo tempo dizia vc é minha te quero amor, dai passa-se 2 dias não te quero mais, sera q alem de bipolar ele tem medo de se entregar? Meninas quando li os comentarios tb quis compartilhar meu sofrimento, pois o q a boca não fala o corpo sente, e o meu esta muito ferido, mais nada melhor q o tempo pra curar isso. Bjus bom poder me expressar pois na vdd nem tenho com quem falar bjus



caaassi
13/02/2012 | 18h19m50s
por favor, respondam meu topico! estou sofrendo com um bipolar...me ajudeeem http://www.bolsademulher.com/forum/amor/f53/184234/



MulherFelizRealizada
15/02/2012 | 14h24m11s
Também fui casada com um bipolar por 6 anos. Namoramos 2 anos e nos casamos. No tempo de namoro , ele era um pouco melancólico mas não percebi nenhum mudança brusca de humor. Eu confundi a super alegria dele com um jeito super alegre e de bem com a vida. Na época que nos conhecemos, ele estava numa encruzilhada profissional: Ele tinha sido um jovem advogado brilhante de Santos-sp , que já tinha notoriedade nacional por ter defendido bandidos.Ele tinha saído de uma crise de depressão , estava revendo a sua vida e viu o quê ele fazia era errado. Segundo ele, eu fui a musa inspiradora para ele tentar concursos. Depois de 2 anos estudando 10 horas por dia, excetuando fins de semana, ele passou para o juiz de direito no estado do Rio de Janeiro. Ele foi aconselhado a ficar em um trabalho administrativo na capital, mas seu medo de se envolver em grandes casos e o colocá-lo em crise emocional , nos levou a morar na pequena e conturbada cidade da divisa com o Espírito Santo, Bom Jesus do Itabapoana. Alí , ele se transformou. Como não há uma boa infra estrutura nesta cidade, o lugar onde fomos morar era um conjunto popular , onde eu tinha que dividir um varal de roupas coletivo e , neste mesmo conjunto habitacional, moravam prostitutas e contraventores, sendo pessoas que estavam nos processos que ele passava pelas suas mãos. Fiquei cada vez mais infeliz, eu não havia me casado , não havia largado os meus empregos de nutricionista em São Paulo , onde ganhava relativamente bem, para acompanhar o homem da minha vida que estava me sujeitando a viver num lugar HORROSO. Enfim, como os meus pais se divorciaram qdo eu tinha 3 anos , minha mãe jamais se casou novamente. Minha máe sempre foi independente financeiramente , retornou a São Paulo pois tinha um emprego federal e foi fácil para ela pedir transferência e se restruturar. Meu pai é médico bem sucedido, ficou no Rio de janeiro. Minha mãe abriu mão de tudo , menos da minha guarda. Meu pai havia traído a minha mãe com sua secretária 10 anos mais jovem que ela. Não querendo repetir o erro da minha mãe em ficar sozinha e ouvindo minha mãe se lamentado que deveria ter sido mais paciente com meu pai, fui aguentando morando no BNH por 1 ano e meio. Mas meu marido estava estranho : chegava em casa tarde, alcoolizado, uma vez veio sem gravata. Foi ai que comecei a desconfiar que ele estava me traindo. Nos separamos pela primeira vez qdo estavámos casados por 3 anos, já tínhamos ido para uma cidade um pouco maior, Campos . Nesta separação , fui parar na casa do meu pai. Sua esposa tinha sido diagnosticada com câncer no intestino e ajudei a tomar conta dela. Meu pai me arranjou um emprego , mas não tinha como eu trabalhar: Tive que fazer terapia. 1 mês depois , meu marido apareceu na casa do meu pai , como nada tivesse acontecido, pedindo desculpas , colocando culpa na doença. Passaram-se mais 2 anos , ele cada vez mais estúpido comigo , mais distante, mais alcoolizado e desconfio que ele estava tomando drogas e aceitando suborno e finalmente ele me pediu para ir embora. Fui morar com o meu pai de novo e minha madrasta tinha acabado de morrer. FOI UM CAOS, aguentei a barra do meu pai e a minha própria. Eu literalmente pirei, arranjei namorados , um atrás do outro e meu marido ia me visitar para tentarmos de novo, mas passávamos o final de semana juntos e ele disse que não iria dar certo depois de me prometer juras de amor. Descobri mensagens do celular do meu marido, entrei no e-mail dele. UM monte de mulheres, ele já estava vivendo com uma em Campos e me fazia de amante no Rio de Janeiro!! Eu dei um basta! Como eu sou cidadã Italiana, fui para Itália para casa da minha tia , irmã da minha mãe. precisamente em Milão. Lá trabalhei de babá e ganhava muito mais do que os 3 empregos de nutricionista. Eu sumi do mapa . Eu gostava muito de ir a igrejas . Em uma igreja , avistei um lindo louro , alto de olhos azuis coordenando um grupo de restauradores. Ele era austríaco e divorciado com uma filha adolescente, 7 anos mais velho do que eu. Eu sou morena e foi pura atração! Ele é curador de um grande museu na frança e estava na Itália lecionando um curso. Namoramos pela internet , por telefone e ele comprava passagem de avião para mim de 15 em 15 dias . Ele morava num sala e dois quartos em Paris ...CHIQUISSIMO. Ele me pediu para morar com ele lá e relutei... enrolei o gringo por 1 ano ate que ele me pediu em casamento. Claro que aceitei!! Meu marido eh o melhor marido do MUNDO. Hoje vivemos nos arredores de Paris , pois temos 3 filhos , 1 menina de 4 anos e gemeos de 2 anos. Ontem foi dia dos namorados aqui na França. Ele me comprou tulipas , orquideas , rosas , chocolate e me fez uma revelação : " Tenho 45 anos e nunca havia experimentado amor condicional antes" Bem , achei que era em relação aos nossos filhos , " Não .. é em relação a você! Minha conclusão: Eu odeio neve , amo o mar mas como estou ao lado de uma pessoa que me valoriza e me diz todos os dias que me ama , estas coisas são secundárias! Eu tinha HORROR de interior e hoje não troco minha vida bucólica por nada. Eu troquei de profissão também! Estou estudando fotografia em Paris enquanto meus filhos ficam com uma babá portuguesa em nossa casa. Pretnedo me tornar fotógrafa profisssional . Como eu me livrei do meu ex ? Ele não tinha mais o meu telefone , mas tinha o meu e-mail, mesmo depois de divorciada , meu ex marido ainda me escrevia e-mails para mim dizendo: Eu tenho uma coisa para lhe falar , estarei no Rio dia tal , vamos nos encontrar. Eu sempre respondia que não iria estar , que estava viajando. Ele ligava para casa dos meus pais e a instrução deixada para dizer a ele era: Ela está viajando.... Um dia já grávida dos gèmeos , respondi ao último e-mail dele: Caro fulano, Eu hoje me encontro na maior felicidade do mundo , recuperei a minha saniedade e através da terapia e muita meditação , cheguei à conclusão que nosso casamento não passou de um namoro, ou seja , não siginificou nada para mim. Se você ainda quiser falar comigo , este é meu skype. NUNCA MAIS OUVI FALAR DELE. Meu conselho para você que está namorando...se seu namoro já está cheio de conflitos , poupe-se de anos de sofrimento e de um divórcio , afaste-se da pessoa que é uma vampira emocional . Ele/ela vai puxar você para um buraco negro de incertezas e vai fazer você parecer culpado/a de tudo que está acontecendo de ruim na vida de voces. FUJA mesmo que voce esteja apaixonado/a.



Joanito
17/02/2012 | 11h36m32s
Pois é senhores e senhoritas,

Venho aqui mais pra desabafar do que outra coisa. Ontem terminei meu namoro com uma menina bipolar. Na verdade ela terminou comigo. Tivemos uma relação rápida de 1 mês, e namoro mesmo 2 semanas. Até que o "encanto acabou". Tô triste, falei do transtorno, mencionei inclusive esse blog, mas não. Ela se mostrou irredutível. Não sei se é sincero, se ela está equilibrada mas enfim. Acabou. Talvez pelo que li era tentará retomar. Não sei. É uma pena. Adoro ela, e estava disposto a enfrentar isso com ela. Identifiquei a fase de depressão, e agora a mania. Está eufórica no facebook com os amigos. Achava graça de tudo. Mas comigo nem falava mais. Muito diferente do que era a poucos dias atrás. A crise se deu em questão de horas. Estávamos numa janta e do nada ela começou a entristecer. Daí em diante foi só queda livre. Até semana passada eu era o amor dela, e ontem ela me disse que se precipitou. O que acham ?

Abraços



MulherFelizRealizada
18/02/2012 | 01h42m20s
Esta resposta eh para Joanito! Joanito, sei que ta dificil encontrar pessoas legais para se relacionar , mas veja so que eu passei: Uma 3 das crises conssecutivas do meu ex-marido ,que aconteceram em um espaco de 45 dias, ele tentou o suicidio, na minha frente , com uma faca, que tirei das maos dele.Moravamos no 5 andar de um predio , peguei-o quase pulando a janela A outra crise de depressao, foi com um revolver encostado na cabeca, fiquei MORTA de medo . Chamei os pais dele pelo telefone, em Santos e falei que tinha acontecido , queria interna-lo mas eles vieram com um papo me dizendo....nao vai estragar a carreira dele de Juiz , pelo amor de Deus nao faca isso. Liguei para o medico dele no Rio de Janeiro que me fez um bando de perguntas e me falou que nao havia necessidade ( sera que os pais deles ja tinham ligado antes para o medico ? ) . Depois , vim a descobrir que estas CRISES tinham um motivo...ele tinha uma amante fixa e ela ja estava impaciente e ameacou larga-lo. Conclusao meu amigo: Vale a pena sofrer por quem nao te merece ? Pode nao ser o caso da sua namorada de ter outro , mas literalmente voce vive pisando em ovos com este tipo de pessoa, Nao importa o que voce faca , eles NUNCA estao satisfeitos. Para voce ter nocao de que as coisas nao mudaram depois que me divorciei deste infeliz, por pura curiosidade , entrei no cade ( site de busca tipo do google) faz 3 anos e meio , depois de estar casada com o meu atual marido , digitei o nome da peca , e me apareceu 2 licencas por tratamento de saude....Olha que ele eh vitalicio, imagina quem nao eh...perde o emprego e nunca mais se emprega, abracos e espero te-lo ajudado



AsRafa
22/02/2012 | 02h47m23s
Joanito....

Eu sou bipolar e vivo assim... Um dia amo loucamente minha namorada outro dia acho ela feia,penso que não a amo,e outras coisas...Já pensei em trai-lá sem motivo algum e vi que seria uma burrice total.
Estou bem melhor porque graças a Deus que a colocou na minha vida,ela tem muita paciência comigo,me dá muito carinho e atenção,ela me ajuda em tudo oque faço,por exemplo,quando vou comprar algo pra mim pergunto oque ela acha e as vezes,na verdade quase sempre não compro porque ela me faz ver que não preciso daquilo no momento, que será jogar dinheiro fora compra-lo.E vejo depois que ela tem razão.
Estou bem melhor das crises por conta do amor,atenção e principalmente a paciência que ela tem comigo. Meu maior problema era demontrar emoções,sentimentos,mas com a ajuda dela melhorei muito e a cada dia melhoro mais,estou com ela 4 anos e dentre esses anos tive inúmeras crises.... Então é normal amar em um dia e odiar no outro,dar carinho em um dia e não querer nem um toque no outro.... Então cara seja muuuuuiiito paciente com ela e dê muito amor e atenção,faça ela dividir com você os problemas,planos,idéias,frustrações,viva a vida dela com ela,quando estiver com ela demostre que aquele dia ou hora é só pra ela. Isso é muito importante.Aconselhe ela e a deixe fazer por ela mesmo,se ela fazer a escolha errada acolha ela quando ela quebrar a cara,dê muito amor.... E com tempo convença ela a se tratar....... Mas claro se você estiver determinado a ficar com ela e aceitar passar por vários altos e baixos.....
Espero te-lo ajudado.......
Abração!
,)



Joanito
22/02/2012 | 15h18m40s
Vlw pelas palavras AsRafa. Não sei, acho que nosso relacionamento já era. Porém busco aqui respostas para tantas perguntas que ficaram em aberto na minha mente e no meu coração.
Vlw galera, abraços a todos.



Joanito
21/02/2012 | 13h44m40s
Pois é
Obrigado MulherFelizRealizada pela resposta.
abç



Febip
29/02/2012 | 10h27m10s
Gente, há algum tempo acompanho os posts do fórum e observo que as características dos parceiros diagnosticados ou não diagnosticados ainda com "transtorno bipolar", e os principais motivos do sofrimento dentro do relacionamento coincidem muito; me relaciono há mais ou menos um ano com um rapaz que tem comportamentos bem parecidos com os relatados ao longo dos posts; ele está em tratamento com antidepressivos e um antipsicótico além de ser acompanhado por um psiquiatra. Estamos passando por um rompimento que já dura um mês, como passávamos pelas crises de indecisão pelo menos uma vez ao mês, eu não sei definir se o último rompimento é realmente definitivo, e isso cria muita expectativa gerando uma ansiedade grande da minha parte, já que gosto muito dele e na minha família meu pai apresenta um quandro ás vezes parecido com o do meu ex, o que me torna adicta por relações com tal perfil.Não sei até que ponto quero permanecer nesse tipo de relação, mas parece que tudo em minha vida tem esse desfecho, não sei se conseguiria viver melhor com situações de relacionamento muito diferentes disso.Penso muito se não estou tratando algo que é comum como normal.O motivo do último rompimento foi o consumo excessivo de álcool por ele, fico com medo de haver um agravamento dos sintomas, às vezes ele vira noites bebendo, e as pessoas que se dizem amigas não tem um nível de consciência suficiente para avaliar até que ponto o comportamento delas influencia negativamente o amigo que está passando por um quadro de dificuldades psíquicas.E assim eu cheguei ao meu limite de paciência e cansaço, e combinamos o término porque segundo ele não aguentava mais a perturbação que eu causava com relação a bebida. Fico preocupada com o que está se passando e sinto muito a falta dele, sonho quase todas as noites sempre nos vendo bem e felizes.Quando ligo ele é agressivo, como se quisesse me afastar, diz que estou sendo egoísta e que não permito que ele me esqueça, tento me fazer presente de alguma forma, afinal de contas realmente não quero ser esquecida.Ele pede que eu seja madura e saiba terminar um relacionamento.Ao mesmo tempo ele se preocupa com que eu tome atitudes como me relacionar com algum amigo dele ou fazer uma nova faculdade (já tenho um curso)que seriam situações que ele desaprova por insegurança.Ás vezes tenho a sensação de que por ele ser parcialmente consciente do mal que pode provocar, quase que como reação me recompensa dentro da relação com características que eu considero de muito valor e que geralmente não estiveram presentes em outros relacionamentos que vivi. Até que ponto posso ser adicta desse tipo de relação e saber conviver com os intemperismos dela como tem sido dentro da minha família ao longo da vida? Como saber se o rompimento é definitivo e não uma crise?As crises anteriores duravam cerca de uma semana.É o que me assola hoje.Aguardo ansiosamente por saber a reflexão de pessoas com experiências parecidas...porque a opinião dos meus amigos, não preciso nem dizer neh?!Obrigada e boa sorte a todos!!



k-morenabh
02/03/2012 | 21h30m18s
tenho 4 anos de relacionamento com o pai da minha filha,são 4 anos de incertezas ,no meu caso ,percebi que quem possui o transtorno bipolar sou eu,vou procurar um psiquiatra para me auxliar,não sei como meu companheiro conseguiu conviver comigo esse tempo todo,fico agressiva ,mal-humorada de uma hora para outra,marcamos a data para casarmos,e já separamos duas vezes,por que derrepente me irrito mando ele embora,depois ligo para ele falando que o amo,sinto que isso não é normal.
Percebo os comentários de quem convive com isso,parece que estou vendo o sofrimento do meu companheiro,e muito duro saber que vc esta estragando a vida de quem vc ama ,sempre falo comigo mesma hj vou me controlar,quando passa dois minutos estou fazendo tudo de novo.reconheço que o convivio comigo não e fácil!



Febip
03/03/2012 | 12h08m00s
K-morenabh, imagino do que se tratam as incertezas que vc se refere, pelo menos no meu caso, eu reconheci em mim o amor que sinto por ele e por isso persisto.Aprendi a perceber quando passa pela cabeça dele se controlar...e segundos depois não consegue mais, e é ai que criei táticas para me defender psicologicamente, tentando me manter como referência de realidade nas explosões dele, que é quando todo o esforço no intuito do autocontrole parece cada vez mais que precisa de um impulso maior.Pena que levei um tempo para tomar consciência dessas táticas defensivas que basicamente consistem em continuar amando o outro durante as suas explosões e se afastar quando ele dá os sinais para que vc faça isso.Também tive muitas explosões e perda de senso até reconhecer isso.De qualquer foma a base é realmente a consciência do sentimento pelo parceiro, porque passa-se por muitas provações.Um abraço, e espero que os progressos sejam muito positivos no seu caso.



Vanlp
11/03/2012 | 23h36m37s
Olá meninas, não sei ao certo se meu namorado é bipolar. Apesar de ele nunca ter tentado suicídio ou algo parecido ele é MUITO estressado, meio que a maioria dos primos dele são estressados. Assim como agora ele pode estar me mimando daqui a 5 min por algum motivo extremamente pequeno ele fica muito irritado a ponto de dar socos na parede e gritar com quem falar com ele. Namoramos a quase 2 anos, e desde o inicio eu já percebi que ele era estressado, mas pensei ingenuamente que aquilo não era nada, que iria mudar com o tempo, mas não aconteceu isso, muito pelo contrário, ele fica cada vez mais estressado, revoltado. As vezes se irrita com os pais dele e acaba descontando em mim. Sei que vocês pensariam que ele não me ama por ter essas atitudes, mas já provou várias vezes que me ama de verdade, e não posso negar que ele me faz extremamente feliz. Como aconteceu ontem e hoje, ontem tivemos um dia maravilhoso juntos, até conversou sobre casarmos que eu sou a mulher da vida dele e me fazia carinhos doces, então hoje foi literalmente um inferno, e sem exagero mesmo, porque de manhã estávamos conversando com uma tia dele sobre bebidas, e eu e ele não bebemos, dai ele virou pra mim e perguntou se eu não gostava mesmo e eu respondi que já havia provado cerveja mas não tinha gostado mesmo, mas que gosto um pouquinho de champanhe e vinho mas não bebo, o que é verdade porque isso não me chama atenção, sou muito mais um refrigerante. A partir dai ele se emburrou e não falou comigo o dia inteiro e isso que fui atrás tentar conversar, mas não adiantou. Então de noite, neste mesmo dia, ele me mandou embora da casa dele, disse que não queria mais nada comigo que era pra mim ih beber! Eu fiquei muito decepcionada com isso, porque desde o primeiro dia que a gente conheceu eu já havia falado pra ele que eu não bebia, no máximo brindava com champanhe no ano novo e nada mais, e ele viu que isso era verdade durante nosso relacionamento. Daí eu perguntei pra ele porque ele tava fazendo aquilo, porque deixou de acreditar em mim, respondeu um monte de besteira a ponto de levantar da cadeira e ameaçar a me bater. Falei umas verdades pra ele e fui pro banheiro me lavar por tava muito nervosa, quando eu voltei do banheiro me xingou de novo e disse que se eu quisesse ficar com ele ainda tudo bem porque ele gostava de mim e não iria ficar comigo a força. (Antes ele atirou as alianças em cima de mim). E eu não sabia o que fazer, porque por mais que ele tenha quase feito uma barbaridade eu amo ele de verdade como nunca amei outro antes, e não me vejo sem ele em hipótese alguma, então acabei falando que por mais que ele fosse grosso daquele jeito eu ainda gostava dele. Foi então que ele se ajoelhou na minha frente e me pediu desculpas pela grosseria dele, que ele me amava muito e que jamais me bateria ou machucaria um fio de cabelo meu e assumiu que foi um cafajeste, falou essa palavra mesmo. É claro que eu estou com um pé atrás, e agora tenho dúvidas se devo mudar algumas coisas no nosso relacionamento ou não, porque a gente se ama demais e eu sempre tive muita paciência com ele porém tem vezes que ele não me valoriza e depois se arrepende. Me ajudem meninas, o que eu faço??



Fefa_poa
13/03/2012 | 10h47m21s
VANLP:

Não sou da area de psicologia, mas pela experiência que tenho, está na cara que o teu namorado tem transtorno bipolar sim, e dos fortes, do (Tipo I Mania). Você acha que uma criatura normal se estressaria por tão pouco e justamente com a mulher que ele jura amar, faz planos de ter uma vida em comum e que cobre de afetos? E o fato de ter jogado as alianças em vc, pra depois pedir descupas de joelhos? Querida, preste atenção num detalhe importantíssimo para a saúde dele, SUA e principalmente da continuidade da relação de vcs: Ele é doente e precisa de ajuda!!! Sim!! Bipolaridade é doença crônica, não tem cura, mas tem tratamente e o doente precisa primeiro saber disso e querer se tratar. Te aconselho a aproveitar um desses momentos em que as coisas estiverem bem tranquilas para você sugerir a ele uma reflexão a ponto dele mesmo se dar conta de que uma consulta com um psicólogo seria muito bem vinda. A partir daí, começando o tratamento, ele precisa de remédios, sem isso a situação só tende a piorar.
Namoro há 1 ano com um bipolar, mas ele mesmo procurou uma consulta que o diagnosticou. Toma remédio sozinho, mas não pense que ele não surta de vez enquando. Ele se irrita por QUALQUER motivo. Calor, filas, críticas a ele, tudo isso tira ele do sério, e quem paga o pato?? Bingo! EU! É sempre a pessoa mais próxima, e neste caso você também está sofrendo as consequências de uma doença que ainda não foi oficialmente diagnosticada pelo o que relata.
Ele não tem culpa, acredite! Por mais que pareça infantilidade, ou provalecimento, ele é doente. Se vc o ama, tenha paciência. Quando ele entrar em surto o melhor é não bater de frente, se afaste, pois mais cedo ou mais tarde a ficha dele cai!
Faça isso, sugira ajuda médica com todo aquele jeitinho (pra não ofender) e reze! Se vc tem fé em Deus, é isso que vc vai ter que fazer e muito daqui pra frente! Reze! Pois como não tem cura, só Deus mesmo (e os remédios) pra ajudá-lo a se manter na zona neutra. Boa sorte! Se cuide! Cuide de vc mesma. Quando sentir que está em dúvida entre manter a sua autoestima ou correr atrás dele apos uma discussão, não tenha dúvida em primeiro pensar em vc! Afinal se vc relamente o ama, tem que estar bem consigo mesma para ajudá-lo.
Se precisar conversar mais vezes, estou sempre dando uma olhada por aqui. BEIJÃO!!



Vanlp
13/03/2012 | 22h16m12s
Muitíssimo obrigada pela resposta, ajudou muiito!!!
Vou tentar conversar com ele sim, hoje mesmo ainda sem ter lido sua resposta eu comentei com ele de tomar algum remédio pra estresse, e ele reagiu bem até, perguntou se eu sabia o nome de algum. Depois falei que domingo, aquele dia que escrevi, ele fez um buraco no meu coração e que a maior prova de amor que ele poderia me dar era me respeitando e me tratando como mulher, me ouvindo e tendo mais paciência comigo. Vamos ver agora, vou falar com ele sobre um possível tratamento com psicólogo, mesmo que eu ache difícil ele querer ir porque além de teimoso tem meio que um preconceito com isso. Tenho fé em Deus sim e sempre rezo por nós dois. Beijão!



SARAHIVAM
14/03/2012 | 19h02m41s
Gente, to passando por essa situação, não tinha conhecimento sobre o assunto, minha namorada (ex agora) ela terminou comigo ontem, eu sabia da sua doença, mas nunca estudei ou procurei saber como lidar, e ontem disse que não me amava mais que gostava da pessoa que estava antes de estar comigo, ja terminamos varias vezes, ja fomos morar juntas 3 vezes e sempre ela tinha essas crises,mas eu nunca entendia que era por causa da bipolaridade, hj resolvi ler e encontrei esses depoimentos de pessoas que passam pelo mesmo problema, to mal, eu a amo e não sei o que fazer, me ajudem...



greyce@
14/03/2012 | 19h21m03s
2008 nem vou comentar..



Keiroza
15/03/2012 | 11h20m50s
Olá!
Bom dia!
Em primeiro lugar gostaria de dizer que gostei muito do Blog!
Conheço uma pessoa há 4 anos, gosto muito dela. Ele já foi casado (morou junto), tem dois filhos, um casal, o menino mora com ele.Já namoramos algumas vezes e ele sempre termina comigo e diz que quer só minha amizade, isso já aconteceu algumas vezes, isso durante estes 4 anos que nos conhecemos, ele diz que gosta de mim, começamos a namorar e depois de um tempo termina dizendo que quer ser só meu amigo, eu percebo que existe um medo nele, medo de seguir enfrente, recentemente estávamos namorando e ele terminou, ele oscila demais, então exatamente ontem me veio na mente buscar na internet oscilações de humor e descobri esta doença e nem sabia que existia, percebi que as características dessa doença se enquadra com as dele, pra você ter uma idéia, fim de semana nos vimos como amigos,ele me abraçou igual quando estávamos namorando, mais quando foi terça-feira disse pra mim que éramos somente amigos, ele oscila muito de uma hora pra outra e não sabe o que fazer, fica andando em círculos, ele não consegue seguir enfrente. A mãe dele tem epilepsia!isso é hereditário?tem alguma coisa haver?eu amo muito ele, sou muito paciente e quero ajudá-lo se ele realmente tiver essa doença, mais se ele realmente tiver essa transtorno não sei como dizer a ele, não sei como ajudar, pois tenho medo que ele não aceite que precisa de tratamento. Nossa ele é uma pessoa maravilhosa e diz pra mim que ele é uma pessoa difícil de se conviver!
Espero que alguém possa dividir comigo essa angústia que estou passando, eu o conheço bem, nos damos muito bem, é ótimo quando estamos juntos!sinto que ele é a pessoa certa pra minha vida...como posso ajudá-lo?
Abraços
keiroza



MulherFelizRealizada
15/03/2012 | 23h52m46s
Esta eh para Keiroza!
Vou falar em poucas palavras porque quero ser bem objetiva. Bipolar ou nao , se voce namora este homem , ora eh amigo , ora eh namorado...pela minha experiencia com o meu ex marido, este cara ai esta em um relacionamento estavel com outra mulher e esta em duvida se deve deixa-la por voce ou nao! Bipolares sao extramamente indecisos...veja o meu depoimento e voce vai entender o que eu estou lhe dizendo, conselho, ja passei por isso , ele eh bom partido mas voce precisa de alguem 100%! 4 anos eh muito coisa, ele ja se acostumou a fazer esse joguinho com voce! Acorda e vai correr atras de um homem que quer voce 100% do tempo!



Fabynha_81
18/03/2012 | 15h32m18s
Muito interessante este forum, e o comentário da Heili é o mais sensato: Amar e silenciar, acredito que devemos respeitar o espaço do outro, não invadir o seu território, Respeitar, Amar e Silenciar, e , acima de tudo, ser o pilar de sustentação, o ponto de equilíbrio para que o Ser bipolar possa encontrar em nós o abrigo.



Heili
29/03/2012 | 19h32m57s
Fabynha_81, obrigada mesmo pelo apoio.Às vezes, parece até que não vamos aguentar passar por esse processo sem colocarmos para fora tudo o que nos aflige. Quantas vezes me pego escrevendo para ele tudo o que eu gostaria de dizer, coisas lá do fundo mesmo. Quando termino, releio e percebo claramente que, se eu tivesse mesmo dito tudo aquilo, eu não estaria tão aliviada quanto pensava, principalmente porque todas aquelas palavras infundiriam nele uma culpa com a qual ele não saberia lidar quando a crise passasse. No final das contas, falar é quase sempre o estopim que garante que a crise demore mais a passar. Estou certa, no entanto, de que precisamos de muita ajuda Divina para nos segurar quando tudo parece sombrio demais para nossas próprias forças. Só mesmo depois que tudo passa, temos a certeza de que calar foi o mais sábio a fazer. Bjs.



Nany1304
28/03/2012 | 17h00m41s
oi gente encontrei esse site por acaso qndo estava procurando assuntos sobre mulheres q namoram homens bipolares.eu estou muito deseperada meu namorado é bipolar desde os 18 anos so q qndo começei a namorar com ele q faz 2 anos e 4 meses ele nunca teve a crise (maníaca),so vi ele na fase depressiva,e hj to passando por uma situação muito dificil e queria compartilhar com vcs e se pudessem me ajudar tbm.ele é uma pessoa totalmente carinhoso,atencioso,trabalhador,ama muito sua familia..so q Depois dessa crise(maniaca)ele virou outra pessoa a personalidade mudou completamente,n tava me dando atenção a gente sempre brigando...pois eu ainda n sabia contornar a situação...a gente sempre teve a certeza q nos amamos estavamos planejando noivar e td mais...e de repente ele fala pra mim q acabou do nada...meu teto desabou na hora ele colocou motivos q n tinham nada haver e ainda disse na minha cara q n sentia amor por mim,q n tava satisfeito com o relacionamento.mais me digam uma coisa agora como q pode uma pessoa dizer q te ama num dia q no outro n sente mais nada por vc?bom gente to muito triste com isso tudo e so keria saber de vcs será q ele vai me pedir perdão depois q essa crise passar,sera q ele vai voltar pra mim?eu amo ele demaissssssssssss me ajudem..eu creio q pra Deus nada é impossivel mais qndo a gente ama n quer ficar longe de quem amamos..ah eu moro em uma cidade e ele em outra isso dificulta ainda mais...mais faria td pra esta la do lado dele cuidando..



Nany1304
29/03/2012 | 10h39m57s
oi meninas hj venho aki dizer a vcs que meu amor começou a tomar as medicaçoes graças a Deus ele aceitou..agora é so esperar ele ficar mais calmo e cair na real sobre o q ele fez(ter terminado cmgo)até agora n me ligou nem tocou n assunto...mais creio q ainda vai me ligar...Fé e esperança sempre!!!!!!as vezes bate um medinho d ele mesmo melhor n me kerer mais...so q n vejo motivos para isso....td vai ser resolver com fé em Deus torçam por mim !!!!!!



Heili
29/03/2012 | 19h24m46s
Quando a crise passa, eles se sentem muito culpados e inseguros. Podem demorar a fazer contato, principalmente se eles realmente gostarem da pessoa que têm certeza de ter magoado. No fundo, reconhecem que são pessoas difíceis, acham-se até insuportáveis quando estão equilibrados pela razão. Acabam deixando a seu cargo a responsabilidade do relacionamento durar ou não, uma vez que, admitem que te fazem sofrer e que, você pode se cansar disso. Não raras vezes, podem se afastar por acharem que você merece um relacionamento melhor, mas, principalmente por medo de serem abandonados. É uma situação difícil na qual você só deve mergulhar se achar que seu sentimento é verdadeiro a ponto de não se prejudicar e nem piorar a situação dele. Ainda que você o ame muito, deve ter em mente a certeza de que, com o sem tratamento, as crises podem aparecer novamente. Por isso, avalie o seu sentimento e faça a escolha mais sensata possível. Infelizmente, não se trata apenas de uma bela história de amor. É uma história de doação, paciência e sofrimento também. Boa Sorte!



fabyfashion77
20/04/2012 | 10h39m56s
Não sei ao certo por onde começar, mas preciso conhecer pessoas que passam ou passaram pelos mesmos problemas, para tentar entender. No meu caso vai fazer 2 meses que acabou e dessa vez definitivamente. Estou fazendo terapia, está me fazendo bem, mas ainda me preocupo muito com ele, mesmo estando longe....li as histórias acima e é sempre a mesma coisa.....

Muito prazer a todas....Faby



Oliv.
20/04/2012 | 16h02m41s
Oi Faby,

No meu caso fazem três meses que o relacionamento acabou. Primeiro foi o impacto de sentir falta e não querer perder a pessoa; eu em casa ou envolvida com o trabalho e curso, e ele vivendo o que há de melhor na vida.Como passávamos por tentativas de término pelo menos uma vez ao mês, não tinha uma noção real se era definitivo.Só com o passar dos dias que cai na real de como tinha me tornado codependente da realidade bipolar dele, meus sentimentos eram bem relacionados ao de um cuidador mesmo, imaginando se ele estava depressivo ou em mania, se continuava abusando do álcool como de costume, como estaria indo a medicação...até que percebi que precisava mesmo era cuidar de mim, e desde então assim têm sido os meus dias, me lembro dele, me questiono sobre o curso da bipolaridade, e como funciona o rompimento de relações na realidade bipolar, ele já está com outra pessoa e eu também, mas confesso que a relação com um não bipolar agora parece morna diante da comparação da mistura de sentimentos que se pode ser levado a experimentar ao lado de uma pessoa com bipolaridade.Te desejo boa sorte!Cuide-se



fabyfashion77
25/05/2012 | 16h41m03s
VAi fazer 3 meses que terminamos ....ele voltou com a ex mulher e ontem ele levou ela na casa dos pais, o problema que eramos visinhos ....então não tive como nao ver, estou chocada, magoada...me senti desrespeitada, até onde vai a doença e onde esta o carater da pessoa ? Ao mesmo tempo agradeço a Deus por ter me livrado desse peso pq é insuportavel namorar com um bipolar. Mas ao mesmo que eles nos levam ao céu somos jogadas no inferno com a mesma intensidade. Ele me pediu em casamento em uma semana , e duas semanas depois me largou por sms, pediu demissao, e foi morar na praia, um tempo depois vem a noticia que ele voltou pra ex mulher. Estou em terapia .... em choque ....em reconstrução .....



vanessafolador
20/04/2012 | 17h01m23s
Nossa Oliv então nos acostumamos com o tempo a termos essa pessoa especial em nossas vidas! Será que não gostamos então de viver assim? Eu amo muito meu namorado muito mesmo e sei que ele é bipolar alem de psicotico pois acredita em visões de infidelidade q n cometi,quase ou talves um esquizoafetivo. Bem!! Abri meus olhos recentemente que n tinha um namorado "comum" e agora me preocupo muito com minha sanidade mental e com a maneira que eu posso o ajudar a amenizar ou tornar nossa relação um pouco mais estavel (o que é quase impossivel). Amo ele muito e a minha primeira pergunta foi se eu queria mesmo seguir em frente? Ele tenta ficar na boa cmigo mas é dificil na maior parte do tempo oscila de humor em questão de minutos! Mais comugo q estou proxima pois com pessoas no trabalho age normalmente como uma pessoa um pouco timida. Fui descobrindo aos poucos com quem estava namorando e se querem sabe..SAO MUITO EXTREMAMENTE AMOROSOS nem que seja por minutos ou dias mas esses momentos me dão força para continuar e acredito muito que me ame! Estou procurando aqui para descobrir maneiras de lidar com ele!!! Sem que eu chore e me desespere como ja fiz inumeras vezes..sabendo que n sou a unica fika muito mais facil!!!



Oliv.
23/04/2012 | 11h31m44s
Fabiana,

Bom, eu penso que nos acostumamos sim!Mas de vez enquando me pego pensando sobre qual é a origem da nossa maior ou menor capacidade de adaptação a essa convivência. Pelo menos com relação a mim, cheguei a conclusão que está relacionado a experiências com relações em que estiveram presentes a "tendência" ao transtorno afetivo. Convivo com meu pai diagnosticado com transtorno afetivo há anos, e então imagino que o meu alarme para as atitudes impulsionadas pela instabilidade emocional, presentes nesses casos, demore um pouco mais para "disparar"! E então vou ficando na relação, até que um dia descubro que há algo que foge a minha vivência, como a agressividade, que foi o motivo que levou meu namoro ao fim.Quando bebia(por dias consecutivos, ás vezes virando a noite) meu ex ficava estúpido comigo, como se etivesse se revoltando.Sem saber se alguém já tinha passado por isso com um bipolar, ficava assustada e não sabia o que deveria fazer; ficar ao lado dele esperando a bebedeira passar, considerando as ações dele fruto da associação bebida+bipolaridade, ou se tentava sair fora remetendo a ele o medo de perder.Fiquei ao lado dele, esperando passar, até o dia em que ele falou que iria continuar querendo beber 24horas,e me tratando mal, e que eu iria continuar sofrendo e por isso era melhor não voltar.



Ra.yssa
23/04/2012 | 15h07m07s
Não sei se meu (ex?)namorado é realmente bipolar ou não, mas apos algumas pesquisas comecei a desconfiar que sim e até mesmo a mãe e o padrasto dele acham que ele realmente é.
Faz um ano que comecei a ficar com ele e desde o começo foi bem difícil, ele sempre aparento ser uma pessoa indecisa. Faz 9 meses que ele me pediu em namoro e gente passa por altos e baixos.
Ele me ama em um momento, é o melhor namorado do mundo e derrepente sem uma briga ele termina comigo.Ele diz que me ama em um dia e no outro ele diz que não me ama, mas gente sempre acaba voltando. Quando olho nos olhos dele ele parece realmente não me amar, mas logo muda sua afeição com um olhar apaixonado para mim.
Ele anda usando drogas, por mais que afirme não me trair não consigo confiar nele. No começo ele ficava meio triste derrepende, mas ultimamente ele tava melhorando. Quando ele briga, me xinga e é um tanto quanto agressivo, mas depois se arrepende, mas sempre sem motivos reais.
Estávamos a um tempo sem brigar, ele me disse que havia percebido o quanto me amava, tava vivendo no céu com ele, com muito carinho, com muita atenção, até segunda fera da semana passada. Na terça ele parecia estar meio nervoso, na quarta resolvi fazer lhe fazer companhia mas ele parece que não gosto, disse que estava cansado de namora e que não me amava mais.
Na quinta resolvi fazer uma surpresa fiz uma comida maravilhosa para ele. No começo ele não gosto foi grosso insinuo que queria que eu fosse embora, depois ficou me provocando com piadinhas de mau gosto e depois voltou a ser o melhor, me fazendo promessas de amor eterno, dizendo que quer casar, que nunca iria conseguir me deixar e tudo o mais, que não queria tanta balada final de semana que queria namorar mais comigo.
Na sexta ele tava meio frio, parecia que queria sair sozinho, porem veio me buscar e namoramos na casa dele, tudo perfeito, mas no final da noite quando estava indo embora ele disse que não me amava, mesmo assim fiquei na minha e não sei bola.
No sábado liguei para ele vir na minha casa, ele disse que ligaria mas não ligou. Foi na minha casa mais tarde, mesmo tendo falado para sua mãe que apenas iria devolver um filme. Ficamos deitados no sofá, ele me fazia carinho, me agradava, mas falava que não me amava, que queria sair, se divertir com os amigos que estava enjoado de mim. Me deixou arassada eficamos sem nos falar o resto do final de semana.
Hoje ele me pediu um papel que estava comigo e foi buscar na faculdade, ele me olhou com um olhar de quem não esta bem. Me pediu ajuda com o papel e eu ajudei. Ele fico pertinho, me agrado e tudo, pensei que tudo ia voltar ao normal até que seu celular tocou. Era um amigo dele, ele o chamou pra se encontrarem e eu falei que não iria mais ajuda-lo ja que seu amigo viria. Ele disse que nada haver que era pra mim ajuda e depois, derrepende falou que não queria minha ajuda, me pediu um abraço e saiu.
Falei com a mãe dele, ele não saiu nem no sábado, nem no domingo, muito menos contou que gente havia terminado. Não sei o que ta acontecendo, ele ta mechendo demais com meu ponto de equilibrio, eu o amo muito, quero ficar com ele e ajuda-lo. O que posso fazer??



Jack_Tah
23/04/2012 | 16h56m46s
Olá meninas..
Bom se meu namorado é bipolar eu não sei, só sei que ele da um trampo as vezes viu.. rsrs'
Ele tem umas brincadeiras talz, mais se eu brincar ele imburra..
Dai já ta de boa, fica pensativo de uma hora pra outra..
Dai já ta estressado..

eu sinceramente acho isso uma gracinha, pq eu rasho de tanto ri kkkkkkkkkkk

Bjinhos



SDY
30/05/2012 | 03h22m11s
Olá ...
Bom dia ...
Tenho 20 anos, a umas 3 semanas conheci um homem, ele tem 36 anos ( a principio mentiu sua idade dizia ter 35), tem um filho de 17 anos, enfim, nos conhecemos no bate papo e desde então sempre conversamos, sempre trocamos sms, e eu de fato me apaixonei por quem eu só via na web cam, pasmem! e ele sempre naquela postura, ( isso não passa de um passa tempo), um dia me mandou uma sms dizendo estar apaixonado etc etc etc ( coisas que quem esta apaixonado fala), e hoje aconteceu um fato estranho, parou de responder minhas sms's, disse que sou criança, mandou eu excluir ele no face (eu o exclui) e enfim depois de tudo isso veio me dar boa noite mandando corações etc, isso na opinião de vc's seria um sintoma de Bipolaridade? ele me contou q um relacionamento dele anterior não deu certo pq o rapaz sofri disso, hoje vejo que não era bem o rapaz. Gosto demais dele e queria a opinião de vc's, Bjos fiquem com Deus.



fefelizz
30/05/2012 | 10h47m03s
Como assim um relacionamento anterior com um rapaz que era bipolar?...bom, despersonalização sexual é um caso que foi detectado em quadros de personalidade limítrofe (boderline); de qualquer forma havendo ou não a presença de transtorno de personalidade, relações afetivas baseadas em contato por internet oferecem riscos, e devemos pensar nas consequências; afinal não temos somente personalidades borders, bipolares e pessoas com pânico por ai.Na sua idade, a vida real é bem diverdida e inclui cheiro e gosto, diferente da virtual, será que vale a pena correr o risco?Fique com Deus.



SDY
30/05/2012 | 12h06m09s
OI, bom dia ...
Sim, acho que vale a pena correr o risco, quando esta apaixonado.
O que acontece é que ele hoje chega na internet fala que me quer e amanha diz que não faz sentido
alguem gostar virtualmente, mais tomei uma decisão, não quero mais falar com ele, ja bloquiei ele em tudo
que temos contato, afinal na minha idade tenho muito que viver e não ficar dando soco em ponta de faca
principalmente com um homem que tenha o dobro da minha idade, não que eu me importe com isso, pq não importo mesmo com idade mais pra mim não é bom e temos que saber fazer escolhas e não viver de chances, eu agradeço a opinião foi muito valida e quero sempre estar aqui no site com vc's, Bjos Fique com Deus tbm.

Ps: Ele é homosexual e eu tbm, pra entender melhor o que se passa.



Eduardo_ABC
06/06/2012 | 13h48m50s
Tente ajustar a bipolaridade dele com a sua TPM quem sabe não da certo.



487545
23/06/2012 | 23h31m18s
tbm soro muito com isso.Namoro um bipolar a quase 2 anos e sempre tenho que pisar em ovos pra conversar com ele.Precso de ajuda.Na maioria das vzs nao sei como lidar com ele.Vou dxar meu email para que alguem entre em contato e me ajude.Gostaria muito de saber como se comportar e agir diante esse problema.elianegrahl@hotmail.com.



Lia-2012
26/06/2012 | 00h26m56s
Comigo aconteceu o mesmo, nos conhecemos eles me falou que era bipolar mas que se tratava com litio, fiquei com medo, pesquisei para entender a doença, 2 semanas depois ele me pediu em namoro, demorei uma semana pra aceitar estava com medo, mas ele quase chorava dizendo que queria namorar comigo, que daria tudo certo, me colocou a maior pressão pra responder, bom confiei e aceitei, na primeira semana foi tudo mil maravilhas, carinhoso e educado, até que ele começou a vir aqui em casa, a partir dai começou a vir quando queria, por 2 vezes me tratou com muita estupidez na frente de todos, sem nenhum motivo, quando estava na casa dele mau falava comigo, passava o dia inteiro dormindo e a noite inteira na internet jogando, quando eu falava algo ou reclamavam, sempre brigava comigo nunca aceitava, deixou de ser carinhoso, começou a me tratar muito mau, nossa ai agora no dia dos namorados foi minha maior decepção, comprei presente, ele nem veio me ver, n deu bola, falou que era só uma data, fiquei decepcionada, achando que ele não me amava e mais o que já vinha acontecendo, acabei terminando com ele, ele nem quis conversar, entao terminei e fui fria, ele me excluiu, n quis mais falar comigo, 2 dias depois ele veio ate minha casa devolver uns dvds, chegou sorrindo , me abraçou e foi embora, me bateu desespero, saudade, me iludi e liguei pra ele, ele me tratou tri mau, falou q n tinha volta e desligou na minha cara, ai fiquei na minha, 3 dias depois ele me add no face de novo, começou a falar comigo bem euforico, achei q queria voltar, novamente falou que nad tinha mudado, que me add só por exceção. fiquei muito chateada, falei algumas coisas pra ele, que ele n queria saber de nada da vida, não tinha vontade de viver, ( ele não trabalha), bom ele me excluiu, mandei um msagem dizendo que pra mim ele tinha morrido, q n me procurasse mais, dias depois ele falou pra minha irma que estava com saudades de mim mas que n queria me incomodar, acabei correndo atras dele e add ele de novo, ai a primeira coisa que ele me falou q queria vir na minha casa, como se tudoo estivesse numa boa, ai ele veio, chegou aqui falei pra sairmos q ele n ia entrar pq meu pai n estava em casa, ai ele mudou falou q se arrependeu de vir, q n queria nada comigo, n queria nem que chegasse perto dele, comecei a chorar e implorar, que eu amava ele q queria que voltasse tudo a ficar bem, mas ele só me negando, derrepente começou a me agarrar, como se tudo estivesse bem , ai saímos, fomos comer fora, tudo numa boa, ele me deixou em casa, no outro dia fui falar com ele, ele disse que nunca mais queria me ver, que não me amava, que não queria mais namorar, comecei a falar que ele estava maluco, que só podia estar brincando, ele riu de mim, falou q eu n amava ele, q n tinha como uma pessoa amar de verdade em 1 mês. que o que fiz com ele quando terminei, ele não ia esquecer mais. me humilhou muito, ate que falei q tudo bem só queria a amizade dele, depois de tanto implorar e ele me machucar com palavras frias... Agora to sofrendo, não sei o que faço, só sei que não vou mais correr atras dele, mas gosto dele de verdade apesar de tudo...



qinaixiuor
26/06/2012 | 03h25m14s
up !



fefelizz
26/06/2012 | 16h47m02s
Bem vinda ao clube Lia-2012, a maioria das pessoas aqui já assistiram a inúmeros episódios parecidos em regras básicas com o que vc acabou de relatar; o namorado(a) surtando, fazendo e falando o que quer e na maioria das vezes a namorada(o) sofrendo com a certeza de que gosta ou ama mais do que deveria.Aproveita esse tempo de descanso entre o útimo desentendimento para refletir se essa relação é realmente o que vc quer, e o que faz com que vc se mantenha nela! Namorar bipolar é legal para quem não tem sangue morno, o jogo de quente e frio é uma constante, mas é realmente legal quando o bipolar encontra PAZ estando em tratamento porque do contrário o caos é certo...e muitas vezes vem acompanhado de outros comportamentos prejudiciais a relação e as pessoas envolvidas.Tudo de bom p vc!



Lia-2012
26/06/2012 | 22h17m20s
Fiquei sabendo pela mãe dele que ele não toma direito os remédios, que não toma direito o lítio e um outro medicamento ele até parou de tomar, quando terminamos, conversei com ela, parecia bem desanimada e triste, falou que ele era assim, que não era romântico, que com ela, ele brigava e que depois falava como se tudo estivesse bem e que eu deveria dar um tempo, que ele estava indo na psicologa e que tudo ia melhorar, bom ai depois disso aconteceu tudo que eu relatei ali em cima, ele falou q não me ama mais e nunca mais quer me ver... Eu sei que ele antes de nos conhecermos teve outro relacionamento conturbado , que de fato não sei se sofreu ou se fez com ela o mesmo que fez comigo... :/ Só que ele disse que não quer passar pelas mesmas coisas, chegou ate dizer um dia que eu sou igual a ela, só muda a cor do cabelo ! A mãe dele trata ele como um bebê, ele faz tudo o quer, não trabalha, não come direito, vive faltando o curso, não dorme a noite e dorme o dia todo, quando nos conhecemos ele saia sempre, pra festas, começamos a sair juntos, depois ele nunca mais quis sair, nem pra ir em shopping, mandava eu ir sozinha



Lia-2012
26/06/2012 | 22h49m55s
É muito difícil lidar com alguém assim, se tentamos demonstrar amor, eles debocham e machucam da pior maneira, diz ele que quando fala ou faz algo, ele não se arrepende depois, que eu que terminei , que agora não tem volta... Queria ajudar ele, mas muitas vezes tentei conversar com ele sobre o assunto e ele não se abre, nunca expressa os sentimentos, não gosta de falar sobre a bipolaridade. Leva na brincadeira, dá até rizada quando diz que é bipolar... Sei lá ele é muito confuso, reservado, raros momentos ele conversava comigo, sempre no mundo da lua, olhando pro nada... Eu confia bastante nele, no sentindo de traição, mas depois que ele teve a capacidade de me procurar, ficar comigo e depois me dizer que não me ama, acho que ele eh capaz de fazer qualquer coisa sem pensar nas consequências ... Vou tentar esquece-lo por que não tem como ficar com uma pessoa assim, que alem de tudo me vendo sofrer por ele , falou que eu era louca e precisava me tratar, que eu que estou doente .... realmente acho que fiquei doente a ponto de deixar ele me humilhar assim e mesmo assim dizer que queria ele, vou tentar me curar dessa doença chamada falta de amor próprio... :/ ( nessas conversas que tivemos em momento algum toquei no assunto da bipolaridade dele ou que ele era louco e tinha que se tratar, eu achei que isso não tinha nada a ver com a doença dele)



fefelizz
27/06/2012 | 09h13m15s
Lia- 2012 vivi algo parecido com o comportamento que vc expôs, que no ínicio o seu (ex?)namorado saia para festas e depois não queria acompanhá-la para lugar nenhum, no meu caso, o meu ex queria fazer sempre o mesmo programa, sempre com muita bebida alcoólica (o que prejudica as medicações) e não queria fazer coisas diferentes como jantar em algum lugar diferente e ir ao cinema, como fazíamos no ínicio do namoro.Outra coisa que coincidiu foi os familiares que sempre cedem as vontades, num comportamento que parece ser no intuito de querer "evitar problemas", observando alguns detalhes e o medo que começou a surgir em mim de "arrumar confusão" com ele, descobri um chantagista de mão cheia, que faz com que os outros façam sempre as suas vontades.Quando terminamos as vezes eu me perguntava por que eu estava sofrendo tanto já que estava numa relação conturbadíssima, então encontrei um artigo que fala sobre amor patológico que foi o que me ajudou um pouco a cair na real, e manter os pés no chão, já fazem cinco meses, e ainda sou pega por algumas indignações sobre o término da relação, hoje o que mais quero evitar é entrar nessa roda de novo.
...Lia-2012, acabei de reler o seu post, e vi que no segundo vc começa dizendo que "ele" não se arrepende depois que toma "atitudes" definidas, observe até que ponto essa falta de arrependimento não pode estar relacionada a falta de sentimento de culpa...porque dai em diante não estará mais lidando com um bipolar, mas sim com um outro tipo de personalidade.Abraços!Boa sorte**



loviss
27/06/2012 | 09h49m53s
Sem que eu chore e me desespere como ja fiz inumeras vezes..sabendo que n sou a unica fika muito mais facil!!!



Lelahel
27/06/2012 | 10h15m43s
Sempre esse assunto!!!

Se eu tivesse um namorado bipolar (situação totalmente hipotética, porque jamais namoraria um mala assim), quando ele acordasse cheio de frescura eu perguntaria: Já tomou seu remedinho hoje?



Lia-2012
27/06/2012 | 15h11m47s
No começo ele soube muito bem me envolver e me colocar pressão para aceitar o pedido de namoro... Aceitei por que muitas coisas que eu li na internet sobre a doença , ele falou que não fazia, então eu achei que como ele tomava o lítio. estava controlado e que não teria grandes mudanças... Achei que seria mudanças de humor como qualquer pessoa passa... Nunca imaginei que envolveria até os sentimentos dele por mim... Tem que pensar muito antes de se envolver com alguém assim, por que no começo é mais fácil de esquecer e deixar de lado, depois que entrar nisso, a vida vira uma incerteza constante... Sabe aquilo de tu olhar pra pessoa, parece que ela tão inocente, que precisa de carinho, eu olhava pra ele assim, quando ele começou a me tratar com estupides e eu me afastei um pouco, ele vinha falar comigo todo fofo, cheio de amores, com medo que eu deixasse ele... Mas se eu comentasse q a minha reação era pelo que ele fez, ele já não aceitava, sempre era loucura minha...



Lia-2012
27/06/2012 | 15h04m25s
Se fosse fácil assim só controlar o remédio dele, quando ele estava comigo, eu perguntava se tinha tomado, mas eu não ficava com ele 24 horas por dia... Quando pedi pra ir junto no médico, ele não aceitou de jeito nenhum...Falei que queria intender ele, conversar com o médico, mas nada fez ele mudar de ideia... E tbm não quis me contar o que fez ele ficar assim. o que ele sentia...Sabe comecei a achar que ele se aproveitava um pouco disso, pra fazer o que quer... Até que os ultimo acontecimento eu já tinha me esquecido que as reações dele poderia ser pela bipolaridade... :/



fefelizz
28/06/2012 | 09h21m12s
Lia-2012, Quando cai na real de que tinha algo que realmente não estava indo muito bem, devido a instabilidade de humor e até mesmo opiniões, comecei a justificar muitas atitudes, quase 90% com a bipolaridade..isso só adiou o caos.Como citei anteriormente aqui no fórum, meu ex tomava as medicações e bebia muito no fim de semana e algumas vezes durante a semana; a quantidade de álcool ingerida era sempre muito grande, apesar dele ter passado alguns meses sem beber e me falar que queria parar de exagerar, eu demorei a ver que existia realmente uma fuga e a falta de autocontrole...mas os argumentos da bipolaridade me faziam insistir com uma pessoa que agia como se precisasse de carinho; até o dia que o psiquiatra dele me convidou para uma conversa e me disse que não recomendava o relacionamento em que eu estava...pois é, até por isso eu passei...e espero de coração que ninguém aqui passe por situação parecida.Abraços**



Lia-2012
27/06/2012 | 15h25m38s
Eu não sei o que pensar, se penso que é personalidade dele, fico raiva e se penso que eh a bipolaridade, fico com pena...



panghsiaey
28/06/2012 | 05h58m55s
Mas se eu comentasse q a minha reação era pelo que ele fez, ele já não aceitava, sempre era loucura minha...



fefelizz
07/07/2012 | 23h42m26s
Gente, hoje estou aqui para fazer um desabafo, por inúmeras vezes estive aqui para acompanhar casos semelhantes aos que tinha vivido, salvo algumas variações, procurando formas efetivas de lidar com uma pessoa com bipolaridade e hoje eu posso dizer que encontrei a minha verdade.Essa semana recebi de um psiquiatra especialista em transtornos afetivos o diagnóstico de que sofro com o transtorno bipolar. Quando permanecemos em relações claudicantes, sem sucesso em nossa empreitadas, sem conseguir quebrar o vínculo, nos desesperando diante das situações, isso é mais do que sinal de que algo conosco não vai bem. Quando olhava para as situações as quais fui sujeitada na minha relação com um vulgo bipolar encontrava a resposta para a maior parte das minhas frustrações, mas ainda tinha algo que faltava explicar, algo que não estava coerente e veja só, hoje quem mudou de lado fui eu, passei de "a normal que sofria por amar um transtornado", para a bipolar que precisa de tratamento, que deve ser evitada como a praga, como tantas vezes foi expresso por aqui. Mal sabia eu que tinha apenas consciência parcial da minha existência...e que bipolares estão por ai aos montes e que provavelmente o que meu ex tinha não era apenas bipolaridade, mas sim uma comorbidade de transtornos. Hoje eu me pergunto se eu seria capaz de encontrar alguém que me "aguentaria",alguém que não ama, suporta, vive em estado de amor patológico e culpa o outro por ser tirano, agressivo, instável e tudo que se aplica a um bipolar, mas que na maoria das vezes omite um boderline e até mesmo uma personalidade antisocial, mas não é bonito falar nisso, então falemos em bipolaridade, depressão e pânico até deixar o pau quebrar e famílias serem desmembradas pelos mais diversos transtornos de adicção, afinal somos humanos vamos ignorar o resto; a irmã que tem problemas com compras compulsivas mas que eu insisto em chamar para passear no shopping; o irmão que tem problema com o abuso de bebida alcoólica mas que mesmo assim eu convido para "tomar uma", a prima acima do peso que eu boicoto levando para o rodízio de massas, o amigo desempregado que gosta de fumar um, o namorado transtornado que eu insisto em não largar. O egoísmo é a mão que balança o berço dos transtornos psíquicos...para todo mundo tem um preço, e os juros não andam lá tão fáceis de se pagar, não vamos ignorar os fatos, os sinais, a crise avisa...que de hoje em diante eu ame mais, tendo a certeza de que eu sou suficientemente forte para sair de qualquer situação, apesar de ter sido suficientemente fraco para entrar. Aos que persistem em sua caminhada desejo o que há de melhor, e que um dia tenham a coragem de olhar para si mesmos antes de colocar o foco no transtorno do outro e dizer amém.



Lia-2012
10/07/2012 | 09h18m50s
Agora fiquei muito confusa. Então eu sou bipolar tbm...



fefelizz
17/07/2012 | 08h53m41s
Lia, não necessariamente para nos interessar e lutar para permaner numa relação com um bipolar temos que ser igual a ele.Não se entra numa relação exaustiva por completa inocência, alguma coisa em nós, mesmo que não tenhamos consciência nos mantêm nessa escolha. Não é saudável se relacionar com alguém que tem baixo compromisso com a realidade, que pensa que não precisa de ajuda e que sabota o tratamento (e olha que eu sinto o que estou falando). Minha ex relação foi um tapa na minha cara, mas serviu para que eu olhasse para mim, tirasse o foco que estava transferindo para outras situações, quero parar de autossabotar a minha vida que pode ser boa, com o pé direito eu ando para frente, com o esquerdo me dou um calço, quero ficar em paz, não quero causar conflitos, principalmente contra mim mesma.



Maireaju
07/09/2012 | 00h26m02s
Olá, meninas,

E ai como estão os casos de vcs? andei sumida, mas tenho muito a contar tb!

Bjos



Ane_Jackson
09/09/2012 | 06h00m32s
Boa noite, a todos, venho aqui dividir minha história com vocês.
Conheci um menino em Março, mas moramos em cidades diferentes, então começamos nos falar por telefone, todo dia, nos falávamos, nos apaixonamos logo de início, pois somos muito parecidos, e as horas se perdiam quando nos falávamos, em Maio, eu não sei o que houve, ele mudou do nada, ficou frio, distante, já não me ligava mais, não mandava mais mensagens, nada, eu que sempre ligava e ia atrás, as vezes eu me irritava e brigava... isso começou no início de Maio, mas mesmo assim, eu relevei, e continuei falando com ele, ele era todo ''áspero'' nas coisas que eu dizia.. mas eu, por gostar muito dele, relevava tudo, e continuamos conversando, bom, por volta de dois de junho, um pouco antes, ele começou ficar como era antes. Acredito que foi por volta de 27 de Maio, então continuamos nos falando, como era no início.
Bom, em Julho eu fui pra cidade dele, ficar com ele, foi tudo maravilhoso, perfeito, um sonho!
Ele sempre muito carinhoso, fiquei mais de um mês na casa dele, e em Agosto retornei pra minha cidade.
Então continuamos nos falando por telefone, ele me ligava toda hora, um doce, meigo, carinhoso, em quanto eu estava na casa dele, ele falava que queria morar comigo e tudo mais, e continuou falando isso, quando eu voltei,
só que, depois de umas duas semanas, que eu já tinha voltado, ele mudou, ficou diferente,
ele está igualzinho como ficou em Maio, frio, distante, não me liga, não manda mensagem,
em um dia ele diz que eu sou tudo pra ele, no outro dia não me da noticias, eu tenho que ligar, depois diz que me adora, que se preocupa comigo, e depois diz pra eu esquecer ele.
eu digo que quero ficar com ele,, que gosto dele, e ele diz que por eu estar cursando a faculdade, vou conhecer outro e largar dele, que eu vou querer conhecer outros caras, e eu imploro pra ele que não, que eu quero ele, e ele me diz, que eu sou linda, inteligente, que eu digo isso agora, mas que futuramente, não vou mais querer ele.
E aí, quando eu pergunto se ele gosta de mim, ele diz que sim, eu pergunto se ele quer ficar comigo, ele diz que não sabe,,
Acredito que ele seja bipolar,também pelo fato dele ter depressão, as vezes ele tem ataques de ansiedade, falta de ar, e tremedeiras.
a mãe dele morreu quando ele era criança, e o pai dele virou alcoólatra depois de um tempo.
Esse menino, é músico, toca em uma banda, e antes de nós nos vermos, ele tocava em outra banda cover, mas ele queria fazer som próprio e os caras da banda não queriam, então ele saiu da banda, isso foi por volta de maio, foi por essa época que ele estava muito frio e áspero,
e agora, novamente, ele tem uma banda cover, e a banda estava meio parada, e agora, ele disse que a banda ia voltar a ativa, como antigamente, que eles estavam com projetos, e que iriam mexer os ''pauzinhos'' pra isso, e desde então, ele está assim;


Eu peço ajuda, de vocês experientes, ele é bipolar? como devo agir???




nova resposta

Você
:D


Avise-me quando houver novos comentários nessa matéria