Espaços pequenos, grandes soluções > Anote as dicas!

Veja como calcular distâncias internas, entre outros detalhes de decoração

por Redação

Como calcular as distâncias

Que espaço é necessário entre uma mesa e o sofá ou do sofá até a TV, no caso de uma sala de TV? Carla ensina: "Fica mais fácil pensar nas distâncias dos móveis se levarmos em conta o uso e o homem. Normalmente as distâncias são para uma pessoa passar. Entre o sofá e mesa de centro, como geralmente elas são baixas, o ideal é ter espaço suficiente para uma pessoa sentada esticar as pernas. A distância entre o sofá e a TV depende diretamente do tamanho da TV. Por exemplo, um modelo de 20 polegadas pode ter um espaçamento de 1,5m. Já para uma de 29, pode ter entre 2,5m e 3m".

O jornalista André Vieira, que passou pelo dilema de escolher os móveis para um apartamento de 60m2, quando se casou, diz: "Foi toda uma logística. Primeiro, posicionamos o rack com a TV onde não batia sol. Automaticamente, ficou decidido onde ficaria o sofá: do lado oposto. Algumas coisas a gente percebe somente quando já está no apartamento e, claro, aconteceu de compramos móveis inadequados. Mas faz parte. Meu conselho é investir em móveis pequenos, que possam circular pelo ambiente e ser usados de diferentes maneiras. Além de serem práticos, dá para mudar a cara da casa de vez em quando".

Meu quarto, meu mundo

Enquanto a sala é uma área de convivência, o quarto reflete o mundo de cada um. Muitas vezes ele assume várias funções, além de área de repouso: é lá que você recebe o namorado, navega na internet, lê um livro nas horas vagas, medita pela manhã e por aí vai. O ideal é adaptá-lo, escolhendo os móveis de acordo com suas prioridades para o ambiente e seu estilo de vida.

Além das dicas coringa, Eliane aconselha a evitar muitos móveis pequenos, o que torna tudo mais entulhado: "É preferível ter um móvel grande, onde dê para colocar tudo, do que ter vários outros atrapalhando a circulação do quarto".

Aposte móveis práticos e funcionais: cama baú ou cama com gaveteiro acoplado, baú no pé da cama para acomodar roupas de cama ou sapatos ou uma cômoda para guardar tudo que não coube no armário.

Banheiro pequeno pede decoração simples

Antes de tudo, escolha revestimentos em cores claras e opte pelo box transparente. Em vez de armários, use prateleiras com cestas charmosas de palha onde possam ficar à mão somente o necessário, como toalhas e itens de higiene pessoal. Outra solução é lançar mão de bancadas, servindo de apoio. E aqui também vale a máxima do espelho: "Se possível coloque um bem grande, passando por cima da bancada, por toda a extensão da parede", complementa Eliane.

Integração entre ambientes = mais espaço

Se reformar o apartamento é uma opção, a dica de Clélia é efetuar a integração dos ambientes. Foi o que fez a publicitária Isabela Lima: "Meus pais compraram um apartamento pequeno para o tamanho da família de 4 pessoas. O apartamento serve tanto como opção para férias, como para hospedagem temporária, quando meu irmão tem reuniões no Rio de Janeiro. A solução encontrada foi integrar três ambientes de convivência: as duas salas (de jantar e de estar) mais o escritório, que também serve de quarto".

Para garantir a privacidade de todos foram usadas grandes divisórias, que funcionam como portas de correr. "Quando damos alguma reunião ou jantar, abrimos as portas que dividem as salas do escritório, ampliando o espaço. Na hora de dormir, é só puxar a porta", explica Isabela. Outro fator importante foi a escolha de uma cor para os três ambientes integrados: tanto eles quando as divisórias são brancos, o que garante a ilusão de amplidão.

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter