Xixi: uma aventura feminina – Toda mulher conhece o drama de fazer xixi em banheiros públicos: lugares imundo

Toda mulher conhece o drama de fazer xixi em banheiros públicos: lugares imundos e apavorantes que fazem com que a gente crie técnicas especiais e soluções mirabolantes para sair ilesa dessa aventura.

por Redação

Imagine que você está naquele bar, rodeada de papos e chopes e, de repente, não mais que de repente, vem aquela vontade inevitável e quase incontrolável de fazer xixi. Aí, começa a aventura: desde pequena, toda mulher é condicionada a desbravar banheiros públicos, obscuros, em posições semi-acrobáticas, incorporando uma mistura de Ana Botafogo e Indiana Jones – que aliás, por sorte, faz xixi de pé. Pois é, para mulher, fazer xixi, uma simples necessidade fisiológica, é quase uma arte.

“Os homens não fazem idéia do que é ter que segurar a bolsa com a boca, se equilibrar em posição de agachamento – o que é quase uma ginástica —, se preocupar em não arrastar a barra da calça no chão e, ainda, desenvolver uma técnica especial para apertar o botão da descarga com o pé, afinal esses banheiros são sempre imundos e tenebrosos”, protesta a dentista Carolina Sampaio. A estudante Silvia Rebello endossa o coro das descontentes. “Não é uma coisa tão simples, não é só fazer xixi. A gente nem sabe o que pode acontecer lá dentro. É quase uma expedição”, diz.

Para fugir do tormento e não usar o amedrontante banheiro da rodoviária de São Paulo, a jornalista Célia Ribeiro preferiu segurar mais um pouquinho e fazer o seu xixi no sossego de casa. Mas o metrô demorou um pouquinho além da conta e… “Dentro do trem já comecei a sentir um aperto muito grande”, lembra. “De repente, pensei comigo: ‘não vou conseguir fazer mais nada, estou paralisada’. Só pensava em fazer o meu xixi. Virei para a senhora que estava sentada do meu lado e disse: ‘levanta!”. Ela perguntou porquê e eu só respondia, cada vez mais desesperada: ‘levanta!’. Ela levantou e eu comecei a fazer xixi ali mesmo. Foi terrível, ficou tudo empoçado no banco, mas eu estava quase explodindo”, confessa, envergonhada.

“Os banheiros de estrada são os piores”, afirma a publicitária Olívia Teixeira. E eles pecam não só pela limpeza: “Uma vez, voltando de viagem, parei em um posto de gasolina para fazer xixi. Mas o banheiro estava tão sujo e o cheiro tão insuportável que eu nem consegui entrar. Decidi segurar mais um pouquinho para ir ao posto seguinte. Mas tiveram o mau gosto de colocar uma imagem de São Sebastião dentro do banheiro! Eu, sentada na cabine, e aquele santo me olhando! Peguei papel, voltei pro carro, andei mais uns dez quilômetros, parei na estrada e fiz no acostamento mesmo”, conta.

Para a artista plástica Angela Cury, sortudos são os homens, que só precisam abrir a braguilha e pronto. “É muito mais prático! Para nós, mulheres, não tem coisa pior. Principalmente depois de umas e outras, ter que se equilibrar para não sentar, ainda se preocupando em não se molhar toda é o que há de mais indigesto”, diz. Em alguns lugares isso já não acontece. Por menos de R$ 1,00, qualquer mulher pode fazer xixi de pé. Sob o slogan “Mais liberdade, mais saúde, mais higiene”, o publicitário Luis Fernando Monteiro idealizou o HigFly, um cone de papel descartável com formato anatômico que permite à mulher fazer xixi de pé. O produto começou a ser testado, com sucesso, em banheiros femininos de Salvador e, desde então, vem aliviando bexigas por todo o país. “Pagaria até mais para poder fazer xixi despreocupada”, diz a estudante Camila Nogueira.

A psicóloga Marlúcia Pessoa explica que, além dos fatores anatômicos, o lado cultural também é responsável por tanta dificuldade. “A mulher é sempre tida como mais frágil, não pode pegar doenças, não pode se expor. A mãe que leva a filha pequena ao banheiro age de maneira bem diferente da que age com o filho que, por ventura, acabe precisando se sentar. Com ele, a preocupação da mãe está mais ligada em apenas acompanhá-lo. Evidente que há a preocupação com a higiene, mas com a filha existe um ritual e um cuidado muito maior. Isso pode acabar imprimindo até mesmo um trauma”.

A cineasta Ana Carolina conta que foi exatamente uma situação traumática, assistida por ela, a fonte de inspiração para seu longa metragem “Mar de Rosas”, de 1977. “Fazer xixi em público, seja moça, mulher ou menina, é o auge da contravenção!”, diz. “Eu tinha uns doze anos e era bandeirante. Uma vez estava em Curitiba, em um acampamento internacional, e teve uma missa campal com o bispo e o governador do Paraná. Tinha uma menina que estava ao meu lado com o missal na mão e eu vi que ela estava meio tremendo. Comentei com uma amiga de infância que estava ao meu lado: ‘acho que ela vai ter um treco’. A menina deu um passo a frente, largou o missal, ergueu a saia e fez xixi, na missa campal! Ela foi carregada para fora, uma coisa horrível. O governador viu, o bispo viu. Eu fiquei tão impressionada com aquilo que acabei me inspirando naquela menina para fazer um filme”.

A publicitária Rita de Souza também se queixa de outros fatores angustiantes: “O pior é no frio, ter que tirar a roupa toda, meia-calça… Dá uma preguiça insuportável. Só vou quando não agüento mais”. Mas o urologista Wagner de Avila alerta que prender o xixi por um longo período de tempo pode acarretar uma série de complicações, muito mais sérias do que qualquer medo de banheiro: “Desde retenção urinária (incapacidade de fazer xixi), dor ao urinar, cistites (inflamações e/ou infecção da bexiga) e até hematúria (urina com sangue)”, explica ele. O melhor mesmo é enfrentar o problema. “É muito importante urinar no máximo a cada três horas, pois uma das funções mais importantes da bexiga é o esvaziamento, porque com ele acontece a limpeza das bactérias que, porventura, estejam poluindo o trato urinário ou a vulva”, completa a urologista Sylvia Marzano.

O pavor é tanto que até mesmo lendas e mistérios cercam o universo feminino na hora de fazer xixi em lugares públicos. Maria da Penha Gomes, responsável pela manutenção do banheiro feminino do Mercadinho São José, um complexo de bares localizado no bairro de Laranjeiras, na zona sul do Rio, conta que já ouviu histórias dignas de filmes de terror. “Tem a história da mulher que entrou na cabine e nunca mais saiu. E também a da moça que foi se equilibrar para fazer xixi, caiu, quebrou o vaso e perdeu a virgindade. Mas isso tudo é história”. Dona Penha conta ainda que costuma notar os hábitos de quem entra e sai do banheiro e afirma que, não raro, passam-se noites inteiras em que, apesar do movimento intenso do banheiro, nenhuma mulher se senta ao vaso. “Que no final das contas acabam ficando limpinhos!”, comemora.

Comentários

  1. disse:

    Realmente os homens tem muita vantagem em relação ao xixi! Rs… Também já passei por muitas situações engraçadas!

  2. madiba disse:

    sinto muito to correndo pro banheiro

  3. Nina_57 disse:

    ” Se ” fossemos homens faríamos tantas coisas diferentes… Parece que para eles tudo é mais fácil.

  4. Nina_57 disse:

    Que sofrimento.Entendo perfeitamente o que voce passou.

  5. Gyslane disse:

    amiga que situação em a sua, eitxa policia ruim, eles que são homens vai todo lugar , nós mulheres não.

    Bjs

  6. disse:

    Estou rindo muito aqui, kkkkkkkkkk!
    Desculpem, meninas, sinto muito por vocês, mas é cômico!kkkkkkkkkkk

  7. _-_-GBS-_-_ disse:

    Na verdade seria cômico se não fosse trágico!

  8. disse:

    vendo essas estorias lembrei doma amiga minha ela vai sembre de saia ou vestido ei ela mija mesmo nas calças quando bate o aperto ela fala qi é melhor mijar nas calças doque ir aul banheiros sujos…
    beijos pra vcs linda,,,,

  9. disse:

    tenho uma pergunta: meu namorado fez xixi na calça um dia e a mãe dele não quis brigar ela quis que ele ficasse com aquela calça para sempre e que nao podia tirar ela…

    a ai sempre minha cama da cheia de coco ou xixi porque ele dorme do meu lado ai sai tudo da calça…
    no dia que ele podia tirar eu tinha q lavar. mas nao dava pra lavar…

    de tão nojento eu fiz xixi na calça, só q dessa vez o meu namorado fez q fez para eu ficar igual a ele. e não podemos nem tomar banho!

    oq eu faço?

  10. disse:

    nossa isso é ruim viu.

    e se eu tirar vou terque ir á qualquer lugar de fralda pq agora eu faço direto!

  11. disse:

    tenho outra…

    meu filho de 18 anos está fazendo o mesmo e quero q ele pare pq nao vou deixar ele ficar igual agente!!!

    e agora ponho fralda nele… para nao sujar a cama!

  12. disse:

    eu não consigo segurar o xixi de jeito nem um! o pior de tudo que eu é que eu não faço xixi em qualquer lugar. uma vez eu esta em uma festa deu vontade de fazer xixi, chameu um amigo para ir comigo! quando eu chego no banheiro o banheiro esta fedendo a cocó e eu querendo vomitar desisperadamente e medeu aquela agunia por dentro que eu sai vomitando do banheiro sem fazer xixi, e morrendo de vontade de fezer xixi. o meu amigo disse “volte para fazer xixi que eu ja lhe conheço vc vai mija na roupa”.eu começei achorar e acabei ficando com raiva do meu amigo feichei o meu nariz entrei de volta e fizzzz! ave que festa horrorosa.

  13. jurodrigues02 disse:

    Nessa os homens com certeza levam vantagem
    Podem fazer em qualquer lugar…
    Os invejo por isso

  14. MEYRE_SP disse:

    kkkkkkkkkkkkkkk eu já fiz xixi na calça d bebada kkkkkkkkk d tanta cerveja q tomei,foi muito engraçado kkkkkkkkk não dei PT,pois,me lembro d tudo rsrsrsss

  15. disse:

    Nossa agora mesmo eu estou morrendo de vontade de fazer xixi , só que tem gente no banheiro minha bexiga está quase estourando , estou quase fazendo na calça AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH:S:S

  16. RubyaMarya disse:

    nossaaa, kkkkkkkkkk’

  17. disse:

    Eu costumo fazer xixi na roupa também. Antes era pouquinho. Somente quando espirrava, tossia ou fazia alguma força, como levantar algum peso. Comecei a usar absorvente noturno, pois, segurava bem. Mas, como o tempo pelas dificuldades de achar banheiros, comecei a comprar fralda pra adulto. Hoje eu uso uma super discreta e pra falar a verdade gosto de usar, pois, não passo mais sufoco, nem fico com as calças molhadas. As vezes acontece alguns acidentes, pois, como sei que estou de fralda faço todo o xixi nela e as vezes vaza…De qualquer forma acho + seguro e gosto de me segura de fralda… Já acostumei. A noite também uso pra dormir, pois, ao contrário do que acontece de dia eu ja não tenho mais controle….Comecei a usar fralda a noite quando tinha 17 anos pois fiz xixi na cama umas 03 vezes naquele mês. e não pareci mais de usar… É muito bom não ter que acordar de noite pra ir ao banheiro.

  18. disse:

    Eu costumo fazer xixi na roupa também. Antes era pouquinho. Somente quando espirrava, tossia ou fazia alguma força, como levantar algum peso. Comecei a usar absorvente noturno, pois, segurava bem. Mas, como o tempo pelas dificuldades de achar banheiros, comecei a comprar fralda pra adulto. Hoje eu uso uma super discreta e pra falar a verdade gosto de usar, pois, não passo mais sufoco, nem fico com as calças molhadas. As vezes acontece alguns acidentes, pois, como sei que estou de fralda faço todo o xixi nela e as vezes vaza…De qualquer forma acho + seguro e gosto de me segura de fralda… Já acostumei. A noite também uso pra dormir, pois, ao contrário do que acontece de dia eu ja não tenho mais controle….Comecei a usar fralda a noite quando tinha 17 anos pois fiz xixi na cama umas 03 vezes naquele mês. e não pareci mais de usar… É muito bom não ter que acordar de noite pra ir ao banheiro. Já fiz coco dormindo também…mas, isso é raro. Só faço na fralda quando não tem jeito…Uma vez eu tava no onibus e não consegui segurar..Foi complicado…rrss

  19. disse:

    Eu costumo fazer xixi na roupa também. Antes era pouquinho. Somente quando espirrava, tossia ou fazia alguma força, como levantar algum peso. Comecei a usar absorvente noturno, pois, segurava bem. Mas, como o tempo pelas dificuldades de achar banheiros, comecei a comprar fralda pra adulto. Hoje eu uso uma super discreta e pra falar a verdade gosto de usar, pois, não passo mais sufoco, nem fico com as calças molhadas. As vezes acontece alguns acidentes, pois, como sei que estou de fralda faço todo o xixi nela e as vezes vaza…De qualquer forma acho + seguro e gosto de me segura de fralda… Já acostumei. A noite também uso pra dormir, pois, ao contrário do que acontece de dia eu ja não tenho mais controle….Comecei a usar fralda a noite quando tinha 17 anos pois fiz xixi na cama umas 03 vezes naquele mês. e não pareci mais de usar… É muito bom não ter que acordar de noite pra ir ao banheiro

  20. disse:

    Usa fralda…É bom demais.Eu costumo fazer xixi na roupa também. Antes era pouquinho. Somente quando espirrava, tossia ou fazia alguma força, como levantar algum peso. Comecei a usar absorvente noturno, pois, segurava bem. Mas, como o tempo pelas dificuldades de achar banheiros, comecei a comprar fralda pra adulto. Hoje eu uso uma super discreta e pra falar a verdade gosto de usar, pois, não passo mais sufoco, nem fico com as calças molhadas. As vezes acontece alguns acidentes, pois, como sei que estou de fralda faço todo o xixi nela e as vezes vaza…De qualquer forma acho + seguro e gosto de me segura de fralda… Já acostumei. A noite também uso pra dormir, pois, ao contrário do que acontece de dia eu ja não tenho mais controle….Comecei a usar fralda a noite quando tinha 17 anos pois fiz xixi na cama umas 03 vezes naquele mês. e não pareci mais de usar… É muito bom não ter que acordar de noite pra ir ao banheiro

  21. greyce@ disse:

    kkkkkk=D=D=D=D

  22. FFlorzinhaDF disse:

    kkkkkkkkkkkkk Quanto xixi junto! (CL)

  23. acebela30 disse:

    Eita!!!!!
    Só rindo=D=D=D=D

  24. disse:

    Nesse ponto do xixi Deus prigilegiou mais o homem por que mesmo o banheiro
    com fila grande não tem problema por que num caso satitario até 5 ou mais homens
    fazem xixi ao mesmo tempo num vaso, interessante ne rsrsrs

  25. disse:

    No casa da mulher ela tem locar apropriado pra colocar absorvente
    o homem nao tem a unica solução é amarrar no pescoço do pinto
    com uma fita de qual quer cor até muda o visual dele

  26. disse:

    [B]Eu não sei porque , mas quando leio algo sobre xixi , sinto-me apertadíssima , como se estivesse com vontade de urinar e quandp pergunto para algumas mulheres que já engravidaram ? Quando elas falam sobre as suas experiências com xixi , começo ficar com vontade de urinar , mas quando vou ao banheiro , não sai nada . O que será ? Aguardo um resposta[/B]

  27. disse:

    Olha , quando uma mulher vai fazer uma ultrassom , eu a aconselho a ir de fralda , para que esse tipo de acidente não aconteça .
    Não é vergonha para ninguém.

  28. ticiajvth disse:

    Uma vez estava indo passar o reveillon em Copacabana e meu marido comprou umas latinhas de cerveja pra gente ir bebendo no ônibus,qdo chegou na altura da praia do Flamengo tinha um engarrafamento infernal até chegar a praia de Copa!
    Eu já saí de casa com um pouquinho de vontade de fazer xixi,mas com a correria e o medo de não chegar a tempo de ver os fogos fui assim mesmo…MINHA FILHA,vou te dizer! eu já estava roxa de tanta vontade de aliviar a periquita e o ônibus estava lotado!Daí perdi a compostura e me abaixei no cantinho do banco onde eu estava sentada(o meu marido estava na ponta),levantei o vestido(dei sorte de estar de vestido por sinal!) fiz o xixi e fiquei esperando alguém gritar lá atrás:”PORRA,MIJARAM AÍ NA FRENTE E O MIJO ESCORREU E VEIO PARAR NO MEU PÉ! Mas ninguém falou nada não e se falassem eu não ia estar nem aí,tamanha era a minha felicidade de estar esvaziada!!!!!
    Pô!Agente sofre as vezes pra fazer xixi!!!

  29. disse:

    eu já passei por cada uma que só vendo eu agento bem o xixi eu agentava 4 horas mais ou menos pq eu trabalhava e la o balheiro era enmundo dai eu não entrava nele não tinha nojo o cheiro dele eu em podia sentir que eu ja qualse vomitava
    a poir que já me aconteceu foi a seguinte eu tava um dia em um passio dai me deu vontade de ir no balheiro mais eu não fui pq eu não gosto de balheiro publico não faço xixi me a pau no balheiro puplico tenho nojo dai eu tive que ficar aguentando mais ou menos umas 2 horas dai fui beber refrigerante e agentei mais 1 hora dai depois a fui embora de la entrei no carro já sentei atravesada pq quada cruva que dava qualse morria de dor na minha bexiga da comvorme o tempo ia passando a situação piorava meia hora depois eu não comseguia mais me mover pq a dor era muita dai eu tava preto te casa e pensei como vou sair do carro não comseigo me mexer dai chegui na porta de casa dai tive que pedir para meu amigo (agora ele é meu marido mais nessa epoca ele era meu amigo) para eu no colo pq eu não me mexia mais dai ele me levou no colo e colocou eu no sofa de casa dai eu pegui e pedir para ele me levantar dai ele me levanto e madei ele me apoiar na parede da sala da peu tentar andar até o balheiro dai ele fez o que eu pedir dai eu conseguir me mover mais eu tenha que ser apoiada pela parede ele segurava a minha mao cada passo que eu dava era uma dor pior que aoutra minha bexiga tava qualse estourando de tanto tempo alguentar dai comsegui chegar no balhei dai para sentar no vaso sanitario foi outro proplema como sentar eu tava sozinha no balheiro mais comseguir sentar me opei na parede e sentei no vaso sanitario foi um alivio e tando esse foi o poir casa que me aconteceu por causa do xixi

  30. anja.azul@ disse:

    UM dia fui com meu namorado ao jogo numa cidade longe da minhaumas 2 horas viagem chegando lá antes do jogo almoçamos num restaurante e tomamos refrigerante e isso já eram por volta das 2 da tarde o jogo começava as 4 e chegando no estádio a cidade era muito fria começou o jogo e derrepente me deu vontade de fazer xixi fui ao toalete e chegando lá os banheiros estavam em péssimas condições de uso sem descarga. então resolvi voltar para o campo novamente e continuar assistindo a partida de futebol com meu namorado, eu estava vestida de jardineira amarela, e começo a doer minha barriga com vontade de urinar, já eram quase 6 da tarde o jogoa ainda estava acontecendo e derrepente o estádio lotado e eu não aguentando mais fiz xixi ali mesmo no estádio ninguém viu só meu namorado eu terminei urinando a jardineira todinha mas, me senti aliviada e minha agonia era que o jogo terminasse logo para voltamos para minha cidade, minha casa prá mim tomar um banho demorado e tirar aquela roupa toda xixada. Mas, pelo menos a dor da barriga passou pq eu estava com a bexiga muito cheia.

  31. alinedsbandeira disse:

    Amiguinhas, uma boa dica é que é dificil de achar mas tem um protetor de assento nas farmácias, embalada como se fosse uma camisinha que é mole de carregar e salva a vida na hora do sufoco. Pequeninhinha e discreta. E como papel higiênicos muitas das vezes eu uso aqueles lencinhos de papel que vende na farmácia, é baratinho (às vezes menos de 1 real) e cabe em qualquer bolsa. Sufoco sem papel higiênico nunca mais!

  32. disse:

    Certa vez estava em uma festa bebendo muita coca-cola e guaraná e de-repente, não mais que de-repente, senti que precisava muito fazer xixi. Ao procurar o banheiro, me deparei com uma fila imensa com mais de 40 mulheres. Perguntei à última o porque de tanta gente na fila e ela me disse que só havia um vaso. Decidi então pegar o carro e ir me aliviar em casa pois a viagem é de apenas 10 minutos. No meio do caminho já sentia minha bexiga pulsar da tão cheia. Já perto de casa fui parada pela polícia numa blitz de rotina. O policial me pediu para descer e pra lhe dar os documentos. Ao descer, lhe disse que estava bastante apertada e precisava usar um banheiro. Ele me disse para me aliviar no canto da estrada. Eu disse: -Tá louco moço? Como é que eu vou arriar minha calça aqui na frente de todos. Ele retrucou: -Ué mocinha, os homens vão ali mesmo. -Mas homem é homem, pode fazer em qualquer lugar! respondi. O pior é que eu estava estourando de tanta vontade e quase não estava adiantando eu estar me expremendo toda. Aí ele cismou que eu ingeri bebida alcoólica pelo fato dela ser diurética. O fato é que eu estava ficando cada vez mais apertada e tava quase fazendo na calça. Fiz o teste do bafômetro que nada acusou. E eu implorando para ir embora pois precisava muito de um banheiro. Estava desesperada com o xixi na portinha. Depois de tanta demora, o policial trouxe de volta meus documentos e disse: -Pode ir para o seu banheiro agora, tá liberada. Aí eu disse: -Agora já é um pouco tarde! O xixi já estava escorrendo pernas abaixo e minha calça estava gotejando. Resultado: Se eu fosse homem, nem dirigir com vontade eu iria, pois o banheiro masculino não tinha fila!

  33. disse:

    Depois de ter feito um exame periódico no trabalho no qual foi constatado alguns micro cristais na urina, minha médica me mandou fazer uma ultrassonografia dos rins e vias urinárias. Ao marcar o exame, a recepcionista que me atendeu, me disse que eu tinha que beber 4 copos de água antes de sair de casa. Tudo bem! No dia, bebi os benditos 4 copos e saí para a clínica. No meio do caminho enfrentei um engarrafamento devido a uma obra e cheguei na clínica já apertada pra fazer xixi. Aí a recepcionista me mandou beber mais 6 copos e aguardar. Não sei até hoje como coube tanta água dentro de mim. E toma de esperar! Eu já tava ficando desesperada pra fazer xixi quando falei com ela que eu não tava mais aguentando. Ela falou que ainda tinham 2 mulheres na frente e que eu tinha que esperar. Comecei a me contorcer toda. Cruzava as pernas de um lado. Me balançava. Cruzava as pernas pro outro lado. Me arriava. Até andar em círculos eu estava. Tudo para tentar conter a enorme onda de xixi que eu sentia cada vez mais crescente. Tava explodindo de vontade. Quando a última mulher entrou, perdi a compostura e chapei minha mão no meio das pernas na intenção de tentar me segurar. Minha bexiga tava estourando. Sentia até minha barriga inchada por causa do volume de xixi dentro de mim. Afrouxei o cinto e coxeei com força. Fora que repetia como um mantra “que dê tempo”, “preciso fazer xixi”. Perguntei à recepcionista se ia demorar muito pois eu estava super apertada e não aguentava mais, e ela disse que a mulher já ia sair. De repente senti que se eu não fosse no banheiro naquela hora, eu ia ter um acidente e ia fazer xixi nas calças na frente de várias pessoas. Estava apavorada, desesperada, quando finalmente a doutora me chamou. Quase não conseguia andar e fui coxeando com as duas mãos no meio das pernas. Ao entrar ela me mandou tirar a calça e ficar só de calcinha. Foi terrível. Até gotegei um pouco na calcinha. Me deitei e quando ela começou o exame comecei a soltar algumas gotas. Eu disse que não estava mais aguentando e que precisava muito me aliviar naquele momento. Ela pediu pra esperar mais uns 2 minutos. Já com lágrimas nos olhos, sentia que minha bexiga estava prestes a explodir e quando a doutora apertou o scanner bem na direção da minha bexiga eu gemi e não me controlei mais. Soltei um jato forte de xixi na minha calcinha. –Eu disse: “- não acredito! Molhei minha calcinha!”. Ela medisse que já estava terminando. Minha bexiga estava estourando às costuras e quando me levantei pra colocar a calça comprida, comecei involuntariamente e sem qualquer controle, a me mijar toda. Fiz um rio de xixi e inundei o consultório do exame. Chorei muito e tive que ir embora com a calça toda molhada. Nunca passei por uma humilhação assim tão grande em toda a minha vida

  34. disse:

    Uma vez eu estava levando minha ex-esposa para o trabalho dela, ela era fisioterapeuta e iria fazer um atendimento domiciliar. Estávamos na Av. Paulista e a residência da paciente dela ficava na Rua Haddok Lobo. O trânsito estava muito lento e já fazia mais de uma hora que ela se queixava que estava muito apertada. Quando chegamos na Haddok Lobo o trânsito parou e ela se contorcia toda dizendo que não iria mais aguentar e estava quase fazendo xixi na calça. Ela dizia “Ah se eu fosse homem tirava pra fora e fazia em qualquer lugar” e se remexia toda. Com o trânsito parado ela dizia que iria fazer na calça e de repente pulou para o banco de trás dizendo que faria alí mesmo. Perguntei se ela molharia o carro alí atrás e ela disse “preciso dar um jeito de fazer xixi, não aguento mais e vou fazer na calça. Preciso fazer xixi sem ninguém ver”. Ela pegou o avental dela e colocou em seu colo para ninguém ver e abaixou a calça e conseguiu pegar um saco plástico para fazer xixi dentro dele. Foi tudo uma verdadeira arte de malabarismo. Enquanto ela se aliviava fazendo o seu xixi ela comentava como era bom fazer aquilo. Ainda bem que ela conseguiu resolver seu problema. Em uma outra ocasião, eu a acompanhava em seu atendimento em uma clínica de idosos e durante o atendimento ela se contorcia dizendo que estava apertada. Depois de terminar o atendimento ela olhou para o banheiro dos idosos e correu para dentro. Ela conseguiu fazer um bom trabalho, se aliviar e ficar tranquila com tudo. Houve outra ocasião em que fomos passear na Av. Paulista e morávamos alí perto e enquanto voltávamos para o nosso apê ela dizia que estava muito apertada e não estava mais aguentando e de repente simplesmente soltou minha mão e começou a correr e eu fui correndo junto com ela. Quando paramos em um farol para atravessar a rua ela não parava de se contorcer dizendo que não desejaria aquela sensação para seu pior inimigo. O farol abriu e continuamos correndo até chegarmos ao nosso apê. Enquanto eu tentava abrir a porta do apê no escuro ela já abaixava as calças e quando consegui abrir a porta ela disparou até o banheiro. Por último, uma vez eu esperava a sua chegada à noite para jantarmos juntos e de repente ouvi ela bater na porta porque tinha esquecido a chave da porta e fui abri-la e resolvi fazer uma brincadeira com ela perguntando quem era ela mas ela nem me ouviu, simplesmente quase passou por cima de mim abaixando as calças e correndo até o banheiro. Quando saiu de lá voltou dizendo que estava muito apertada e quase tinha feito xixi na calça.
    Infelizmente não tenho mais histórias dela para contar porque agora ela está no céu e espero que ela não esteja brava comigo por compartilhar as nossas aventuras com o xixi. Lembrar dessas aventuras me faz lembrar dela com saudades.

  35. disse:

    Cara TomazAguilar, me solidarizo com o seu sofrimento relatado e nem consigo imaginar como tenha sido o seu desespero para fazer xixi mas penso que tenha sido imenso já que também já passei por situações semelhantes. O problema é que para esse tipo de exame você não pode ir ao banheiro se aliviar até terminar o dito cujo e o jeito é esperar quando não dá mais para esperar. Quanto sofrimento.

  36. disse:

    eu ja passei por isso, uma vez eatava apertada para fazer coco, mas faltava uns 20 minutos para o onibus chegar.Foram 20 minutos mais longos de minha vida, pois quando chegou na rodoviaria sai correndo mas nao deu tempo coloquei a mao atras e senti que ja tinha feito, comecei a chorar, chorei muito que ate molhei a calcinha. conclusao passei a maior vergonha da minha vida.

  37. disse:

    muito boa essa matéria do xixi, é exatamente isso o que acontece, é complicado fazer xixi em banheiros públicos, bom eu faço xixi nas calças mas não entro em banheiro sujo de posto, sabe aqueles que o cara do posto tem a chave? Meu deus é um horror, tem sujeira e além do mais é depósito, encontra-se de tudo lá. Seguro o xixi o tempo que for, mas quando se vai chegando em casa, difícil segurar… esses dias fui numa baladinha com uns amigos e fui ao banheiro, era limpinho, mas tão, tão apertado que não conseguia me arrumar e direcionar o xixi no lugar certo, claro, faço sempre xixi de pé, sentar na privada nem morta!! , resultado o xixi escorreu pelaspernas e molhou toda a minha calça jeans, que situação!!! saí como se nada tivesse acontecido e sorte aminha que o lugar não era tão claro, deu pra disfarçar,mas e o incômodo ah pelo amor… acho que deveria ser lei, onde tem banheiro masculino, tem que ter o feminino, mas detalhe: superlimpinho, com espelho, papel e nem precisa de tampa na privada porque nósmulheres não sentamos na privada. beijossss =D =D =D =D

  38. disse:

    Realmente terrivel p amulher. Nao consigo sentar , estou sempre colocando o meu joelho a prova coitadinho dele.Na hora da descarga coloco o papel toalha e dou a descarga me livrando das sujeiras ou quase me livrando .Banheiro bom e do aeroporto tudo limpo cheiroso e descartavel

  39. disse:

    Hj eu moro no Japão e nos banheiros aqui (de shopping, de supermercados, de depatos) dá até gosto de entrar. A maioria dos vasos são aqueles q ficam no chão e a gente precisa agaichar para urinar, esses eu particularmente não gosto de usar pq sempre fica um pouco de xixi no chão ou na borda do próprio vaso, mas qdo não tem jeito, o negócio é arregaçar as calças e usar aquele mesmo. Uma coisa q sempre tem é o papel higiênico, alguns tem tbm aqueles papéis próprios q a gente forra e um borrifador de álcool.
    As mulheres daqui gostam muito de se maquiar, nos ônibus, nos trens, nas mesas de restaurantes… e em alguns banheiros tem um lugar próprio para isso, com cadeiras e espelhos grandes.

  40. disse:

    E amiga, primeiro mundo é outra coisa né!!!!! Eu para meu sofrimento e desespero não consigo fazer xixi sem me sentar , ai vcs imaginam o que passo de aperto , fala sério qual banheiro público ou de restaurante e barzinhos que nofinal da noite , quando a gente mais precisa ir ao banheiro , é que foi reposto o papel higiênico?
    Me digam?
    Nossa já passei por cada situação !!!!
    Mas sinceramente deveria ser obrigatório o papel higiênico nos banheiros, em todos
    Tenho que gastar muito papel para forrar o vaso todo para poder me sentar.
    Se não não faço mesmo , é o maior barato , posso estar a ponto de esplodir , mas a hora que agacho trava tudo não sai de maneira nenhuma e dá até dor de cabeça. Tenho que me sentar já me sentei em vaso molhado de xixi sem perceber de tanta vontade que estava. é o pior

  41. disse:

    olha essa aventura eu vivo todos os dias inclusiva durante a leitura dessa materia já estava me segurando para não ir fazer xixi.trabalho numa pequena empresa de comunicação visual onde só trabalham homens o banheiro é uma imundice xixi no chão na beirada do vaso .durante todo o dia tenho que fazer um malabarismo para conseguir fazer xixi. acho que é por isso que os homens não se importam em molhar todo o vaso eles não presisam sentar em sima dele.

  42. disse:

    a mulher sofre mto pra ir no banheiro…. fala sério além de ter que parecer a Daiane dos Santos no vaso sanitário….aind atemos que nos preocupar com o barulho do xixi caindo na água q é horrivel por sinal parece q abriu a bica uahaua……
    …………………..
    Po mas eu me lembro do dia que estava na Faculdade ja estava apertada e nãoq ueria ir no banheiro pq estava menstruada e não tinha levado um absorvente pra trocar e se eu for no banheiro eu tenho q trocar…. ai eu me prendendo… fui que nem uma gueixa pela rua com passos curtissimos…. até que cheguei no ponto de ônibus peguei crente e mto feliz q ia me aliviar no banheiro…mas o onibus estava com o amortecedor ruim então a cada quebra-molas os passageiros eram quase lançados a uns 30 cm do banco…e o onibus foi sacudino a cada pulo q dava eu sentia o xixi na minha garganta e descia com mais força… cheguei em casa e fui correndo pro banheiro… minha mãe até fikou me zoando falando q eu parecia um foguete cruzando a sala pq ninguém nem me viu direito….po foi os piores 40 mintos da minha vida pensava q ia fazer nas calças ou morrer d dor ali msm…!!

  43. Neilany86 disse:

    De tanto falar em fazer xixi, me deu vontade!
    Rsrrs…

  44. disse:

    Que sufoco você passou, minha nossa!!! Pela mãe do guarda!!! Já fiz xixi nas calças na sala de aula e fiquei tão traumatizada que prometi a mim mesma nunca mais passar por isso. Tenho por hábito fazer xixi sempre antes de sair de casa ou do trabalho, não aguento segurar por muito tempo. Ultrassonografia, só faço com absorvente, para evitar possíveis acidentes, é melhor prevenir do que remediar. Prender o xixi por muito tempo faz mal à saúde, pode causar cistite, infecções urinárias e danos à bexiga. Quando me dá vontade, faço o meu xixi sem medos nem culpas, não abro mão desse direito!!!

  45. disse:

    Neilany, eu ia falar a mesma coisa! já estou até indo para o banheiro fazer xixi.. rsrsrsrs

  46. disse:

    Nossa como nós mulheres sofremos!!!!
    fazer xixi em pé é um pesadelo.mas não adianta,só sento na privada da minha casa.e se o banheiro tiver imundo,não consigo fazer xixi.é pscicológico,sabe?eui tento mas não dá!mas quando chego em casa,mal dá tempo de abrir a porta que vou voando pro banheiro!rsrs
    =D

  47. rl-andrer disse:

    É hoooooriiiiiiiiveeeeeeeelllllllll. ter que usar um banheiro público,o xixi já ta na potinha não da mais pra segura o jeito, é usar fazer o que né!!
    pior é sai na rua toda molhada e as pessos rindo de vc. rssss rs rs rs . :$

  48. disse:

    Olá garotas ! Tudo bem com vocês ? Li as histórias e agora vou escrever a minha !
    Uma vez acordei muito tarde para ir ao trabalho e me arrumei correndo e nem deu tempo de fazer xixi . E eu pensei “ah eu faço no banheiro do trabalho!” . Quando estava no ponto de ônibus eu senti que estava muito apertada, entrei no ônibus . Quando cheguei ao trabalho e estava quase fazendo xixi nas calças e fui logo correndo para o banheiro , quando cheguei lá ele estava interditado , pois tinha estourado um cano . Quase morri do coração ! E pensei : “o que eu vou fazer agora” . Um tempo depois , quando não aguentava mais (já estava gotejando na calcinha) coloquei minha mão no meio das pernas e meu chefe falou: – Vamos para a reunião !
    Eu fiquei mais desesperada ainda. Fui na reunião , fiqueiuns 5 minutinhos e disse que precisava sair , pois precisava fazer algo importante, e meu chefe perguntou se podia ficar mais 5 minutinhos que já estava acabando . Falei que não ia dar e sai correndo para um posto de gasolina que ficava logoa frente. Fui me contorcendo toda com passos pequenos.Quando eu perguntei se lá tinha banheiro eles me deram a chave mais não me disseram onde ficava, logo achei.Abri a porta do banheiro, não sabia se fazia xixi ou se saia correndo , o lugar era horrivel , podre ! Resolvi fazer lá mesmo pois não aguentava mais ! Aaah que alívio ! Depois voltei ao trabalho e expliquei para o meu chefe e tudo deu certo. Beijos meninas :)

  49. disse:

    Gente do céu.. todo santo dia eu tenho uma historia dessa..
    sofro de mais na escola.. ave maria.. sabe o q é ruim.. já tive problemas renais e se eu ficar apertada posso voltar a ter complicações… Não consigo aguentar nem 5 min depois q dá a vontade !!! até fico pensando q o povo me acha uma mijona ! auhsuash mas fazer oq .. tenho q tomar mt agua e a consequencia é essa !!!
    Além do mais… tenho mt ansiedade e isso piora td.. amanha tenho simulado do enem e nao quero nem pensar !!!
    BJs !

  50. crisinh@ disse:

    Nossa Nah… sou que nem vc… eu tive infecção de urina várias vezes, e como resultado tomo muita água e corro ao banheiro sempre q dá vontade pq não dá pra segurar, meioq fiquei com sequelas… enquanto sou nova, até q consigo ir em banheiro público numa boa, minha mãe sempre me ensinou a não sentar e o fato de agachar na hora de ir pra mim é uma coisa comum.
    O ruim só é a questão do evacuar… isso não dá mesmo… como é q se faz isso agachada? Acho meio impossível, pelo menos pra mim… Uma vez eu passei um aperto no trabalho e acabei tendo que fazer lá mesmo… infelizmente eu não ia aguentar segurar durante o dia todo até chegar em casa, daí espalhei um monte de papel no assento.
    Isso é cruel… porque, por mais que o banheiro pareçe limpo, vai saber se está livre de algum tipo de deonça, não?

  51. disse:

    Pois é amiga.. tbm nao acho legal ir fazendo xixi em tudo q é canto.. é tao bom em casa ! mas é bom evitar sentar no vaso mesmo ! milhares de outras pessoas sentaram la.. imagina as doenças mesmo ! né ? vai saber.. é melhor prevenir ! Beeejos !

  52. disse:

    Peraí…vou ali fazer xixi e ja volto.

  53. disse:

    Na boa, acho que algumas estão exagerando um pouquinho. Prender o xixi pode causar muitos problemas sérios. Já passei por várias situações, mas sempre dou um jeito d me aliviar. Já usei banheiro masculino e, tal como os rapazes, já fiz até no cantinho de um terminal rodoviário no centro do Rio. Paguei mico para os que viram, mas pagaria um mico maior ainda se fosse mijada e fedendo do centro do Rio até em casa, detalhe, de ônibus!!

  54. disse:

    um dia estava no meio do shopping com todas as minhas amigas tinha (30 anos) ai eu fiz coco nas calças todo mundo viu eu sai correndo e chorando ai acabei fazendo xixi nas calças me melequei toda ai eu pedi para uma moça comprar alguma coisa ela me comprou um vestido e paguei para ela o vestido era todo branco ai eu fiz coco de novo e xixi tambem ficou chato dessa vez só que fui andando pelo shopping ai todo mundo riu de mim ai só encontrei loja de homen por perto ai fui corendo sai do shopping toda mele cada de coco todo mundo riu

  55. disse:

    um dia tinha feito coco na cama querendo

  56. disse:

    um dia tinha feito coco na cama querendo

  57. disse:

    e xixi também

  58. disse:

    eu tinha feito coco no onibus e passei maior vergonha e ainda fiz mais e mais e ainda fiz xixi

  59. disse:

    ola um dia ja adulta(sou muito bonita) meu irmao fez xixi em cima de mim..

    eu fiquei toda molhada…(de xixi)
    eu estava no shopping
    só achei lojas de bebe… ai eu comprei uma fralda para mim só para eu nao fazer cocona calça de tao nojento o xixi no deu irmao e acabei fazendo na fralda mesmo!

  60. disse:

    uma das amigas da bla 83 sou eu nossa passei mal vergonha ela fez bem encima de mim

  61. disse:

    este topico tem um cheiro horrivel..

  62. lelinha59 disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    E além disso,me deu vntade de fazer xixi tbm !!!!
    kkkkkkkkkkkkkkk

  63. disse:

    lelinha gosto mt de voce.voce entende sempre as minhas piadas..beijo grande

  64. disse:

    lelinha gosto mt de voce.voce entende sempre as minhas piadas..beijo grande

  65. lelinha59 disse:

    kkkkkkkkkkkkkk
    Obaaaaaaaaaaaa !!!!
    Adoro vc !!!!
    Bjssssssssss !!!

  66. @denize disse:

    Que aperto em menina!!!!
    Nossa, como sofremos meu Deus!
    Querida, vou lhe dizer uma coisa…se fosse euzinha…diante de um policial sacana
    como esse…ia presa por desacato!!!! kkkkkkk
    FDP!!!!! Fazer o quê né ?!!!!!
    Os homens não nos entendem !!!!!! kkkkk

    Atéme deu vontade!!!!! kkkk

    Bjokas!!!!:$:)):))

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter