O quê que o carisma tem?

Carisma. Uma palavra tão simples para algo tão abstrato, capaz de transformar seus detentores em verdadeiros ímãs sociais. É fácil identificar alguém com brilho. Mas, afinal, o que é ter carisma?

por Redação

Carisma. Palavra simples para um elemento tão abstrato. Variedade de opiniões e sensações. Abrangência de significados inconscientes, porém unanimemente indiscutíveis. Conjunção de fatores físicos, químicos e psicológicos capazes de transformar seus detentores em verdadeiros ímãs sociais. Basta adentrar em qualquer recinto que já são notados, admirados, disputados e até ovacionados, tamanho magnetismo que exercem sobre as pessoas das mais variadas idades, classes sociais e contextos. Mas, afinal, o que é ter carisma?

Uma pergunta difícil de responder. No entanto, apesar da complexidade da definição, é fácil identificá-lo. Políticos, músicos, artistas, esportistas, e demais pessoas públicas, não é preciso muito para concluir que os mais populares são, sem dúvida, os mais carismáticos. Isso porque, mesmo com outros fatores que permeiam o sucesso, essa característica, o famoso brilho, tem grande importância na hora de conquistar as pessoas. A psicanalista Priscila Faria Gaspar considera o carisma uma questão de empatia e identificação. “As pessoas costumam ter desejos e aspirações e, geralmente, o carisma está ligado à concretização deles. Ou seja, a pessoa carismática espelha o ideal de outros, materializa os desejos de determinada sociedade, variando de grupo e cultura. Ele está sempre associado a algum valor, como a capacidade de liderança, a bondade, a beleza“, explica a psicanalista.

Claro que não é só por um conjunto de capacidades que uma pessoa passa a atrair a atenção e admiração dos outros. Para tal, é preciso cultivar quem se encontra à volta. “Pessoas carismáticas permitem que os outros se identifiquem com ela”, diz Priscila Gaspar. A psicóloga e psicodramatista Márcia Homem de Mello acredita que o carisma representa uma característica qualquer. “Muitas vezes, o carisma está ligado a fatores religiosos, crenças. Mas, no geral, é um conjunto de qualidades positivas que destaca alguém dentre os demais. É como se algumas pessoas conseguissem transmitir mais energia, entusiasmo, confiança, bom humor, harmonia, comunicação e sociabilidade”, opina ela, que acrescenta que muitos líderes prosperam por possuírem essa capacidade. “A união de algumas qualidades faz com que as pessoas admirem, se sintam seduzidas, seguidoras, mais motivadas. É uma empatia que muitos artistas exercem sobre o público, por exemplo”, coloca Márcia.

Não é à toa que tantos vêem o carisma um dom. O talento de influenciar pessoas e até de se promover por meio dele. Ao mesmo tempo em que, se bem usado, leva ao longe, a ausência pode significar um freio, um problema para quem não nasceu com o tal brilho. Não nasceu? De fato, é complicado responder se se trata de algo inato. “Tem a ver com a questão da personalidade da pessoa, sim. Mas isso pode ser mudado. Uma pessoa mais depressiva pode ser introvertida e trabalhar isso”, avalia Priscila Gaspar. Uma boa notícia, que Márcia Homem de Mello também assina embaixo. “Notamos que existem bebês e crianças que já são mais carismáticas do que as outras. Porém, não significa que quem não é, não possa vir a ser”, alega ela.

Sílvio Santos, Ayrton Senna, Princesa Diana, Jacqueline Kennedy Onassis. Mesmo havendo quem não concorde com suas idéias ou algum aspecto de suas vidas públicas, não há como discutir que as pessoas acima são exemplos de carisma. Provavelmente, eles não precisaram trabalhar para desenvolver o lado carismático. Só que existe quem se esforce para esse fim. E quem jure que as tentativas são válidas. “É comum a gente reencontrar alguém depois de muito tempo e notar que a pessoa está mudada, com um brilho no olhar”, afirma Márcia Homem de Mello, recomendando que, para cativar quem está à volta, é preciso mudar a postura diante da vida e das pessoas. “Carisma não é algo que se tem ou não. Às vezes, ele é abafado pela insegurança e falta de auto-estima. Assim, é necessário, acima de tudo, confiar em si mesmo”, opina Priscila Gaspar. Sem exagerar na dose de confiança, obviamente.

E parece que ela tem mesmo razão. É só parar para pensar um pouco e ver que nenhuma das pessoas consideradas carismáticas exprimem tristeza, raiva ou outro sentimento negativo quando estão em público. “O sorriso é marcante nos carismáticos. Você já viu algum deles mal-humorado? Os carismáticos não ficam se lamentando, cultivando mágoas e rancores, pensando em vinganças”, analisa Márcia. Depois de todas essas definições e, sobretudo, dos conselhos, parece que há uma esperança. Então, se você não se considerava uma pessoa carismática, agora já pode projetar a luz do fim do túnel para si própria. Quem sabe a próxima celebridade não será você?

Comentários

  1. disse:

    uma coisa…. Renato Russo nao era carismático??? e Kur Cobain?? Billy Corgan??

    essas pessoas exprimem tristeza, melancolia, mas isso nao tira seus carismas…..

    viver sorrindo nao é a resposta para uma pessoa ter ou nao carisma..

  2. disse:

    Com certeza, carisma faz a maior diferenca…E muito mais agradavel e contagiante estar ao lado de pessoas d bem com a vida, felizes, cheias de confianca e amor pra dar!! dreowens@bol.com.br

  3. disse:

    Verdade!!
    O carismático é realmente alguém de bem com a vida.
    Beijos em todos Vocês da…
    Lú.
    lusaprado@hotmail.com

  4. disse:

    A alegria e o “estar de bem com a vida” podem ajudar. Mas concordo com a Sra. Barone.
    O melhor exemplo sou eu mesma. Tenho um humor bem oscilante, sou perfeccionista e nada otimista…porém …cheia de carisma. rs

    Agora falando sério…
    Hitler não era nada feliz ou alegre e, mesmo assim, dizem que o homem parecia um ímã. Tanto que arrastou multidões com suas idéias loucas.

    Adorei vcs abordarem esse tema tão fascinante.
    Sucesso sempre!

    Bjs,
    Márcia

  5. disse:

    Falando de mim mesma: eu sou muito carismatica e me identifico perfeitamente com o que foi escrito acima. Fisicamente não tenho não sou bela! Mas sempre me destaco e chamo a atenção no meio de qualquer mulher bonita ou em qualquer lugar que eu va! Não acho que ser carismatico seja um dom.E algo em que se é preciso trabalhar muito para adquiri-lo. E foi isso que eu fiz durante anos. Procurei cultivar somente o lado bom da vida, o bom humor… e é assim que vivo! Mas um probleminha: os carismaticos geralmente causa uma certa inveja nas pessoas! Parabens pelo tema escolhido!!!

  6. disse:

    Hoje o carisma é confundido com beleza e boa forma física (gostosa). Poucas pessoas realmente admiram as
    qualidades descritas na matéria. O que é uma pena.
    Bjos

  7. elisania disse:

    Legal e interessante esta matéria… pos confundem carisma com arrogância, mania de grandeza. O carismátici possui o dom de se destacar na multidão sem perceber, pelo simplicidade com que administra um olhar, uma conversa. E infelizmente causa incomodo em muita gente mesmo. Afinal ser carismático sem ser ignorante hj em dia tá dificil… Muito boa mesmo a matéria.

  8. disse:

    Realmente há pessoas que não passam despercebido em qualquer lugar por onde passam. Se isso significa ter carisma eu me coloco na lista dos carismáticos.

  9. disse:

    ótima matéria, tem mesmo a ver com auto-estima, pessoas de bem com a vida, super astral, saber enfrentar os problemas e dar a volta por cima, e cultivar o sorriso. Vamos aproveitar estas dicas e colocar em prática em nossas vidas.
    abs…..

  10. disse:

    Leuda Fontenele – Acho que carisma é uma qualidade que já nasce com a pessoa, faz parte de sua personalidade. Desede criança a pessoa já se destaca das outras e com o tempo essa qualidade só tende a aumentar.

  11. disse:

    Adorei o tema. Carisma é um talento do ser humano, é a energia positiva transmitida, a confiança, o compromisso com aquilo que desenvolve…
    Acho também que tem tudo a ver com o objetivo que o carismático deseja alcançar, porque a pessoa carismática torna-se um líder.
    Beijos, Gx
    Muito bom discutir está matéria

  12. disse:

    Com certeza uma pessoa carismática é aquela que sempre estar de bem com a vida, sempre com um sorriso no olhar. Carisma não deve ser confundido com beleza, pois existem muitas mulheres bonitas e sós e também nunca poderá ser confundido com arrogância, pois uma pessoa arrogante ela afasta as outras o contrário dos carismáticos que tem uma energia muito boa.

  13. disse:

    Acho que este texto tem tudo a ver sou um exemplo disto quando na escola era muito carismatica na aula eu fazia muita bagunça e o pessoal entrava no ritmo até os professores, agora com as complicações do dia a dia e inseguranças quase sempre estou mau humorada e fico me lamentando a vida ja não tenho carisma, gostaria de voltar a ser como antes.

  14. disse:

    santos rosa
    realmente a descrição de uma pessoas carismática é isso mesmo,junto dessas pessoas, nos sentimos bem,temos o desejo de estar próximos a elas,pois sempre transmitem alegria, esperança,força.
    agora fica uma pergunta,será que carisma se aprende? uma pessoa não carismática pode aprender a ser? essa qualidade não é inerente a um dom?
    obrigado adorei a matéria.

  15. disse:

    Bem… eu me cosidero carismática, desde criança… inclusive, perdi ou ganhei, de ser reprovada na terceira série primária, por meu carisma, assim disse minha professora, quando fui confessar uma certa dificuldade em matemática, isso já cursando faculdade, porém tenho minhas horas de mau humor, dois minutos, é claro… mas estou aprendendo a ser mais.
    Amei a matéria

    Beijos

    Sath

  16. disse:

    preciso desse exemplo não consigo ser carismática,com algumas pessoas, se não vou com o geito dela já demonstro na minha expressão.As vezes é dificil usar o carisma.
    Bjos. eva

  17. thaisbmotta disse:

    Não se escolhe um momento pra ser carismática. Vc é ou não é. Mesmo triste, com raiva ou deprimida, o carisma não desaparece por completo. Vc tem mais ou menos brilho e só. Ele aparece mais qdo vc faz aquilo que gosta, que tem prazer. Seja conversar, trabalhar, ajudar os outros, pintar… Basta estar com a “mente quieta, a espinha ereta e o coração tranqüilo”, quando nada parece te atingir e uma simples brisa do mar te faz sorrir. Estar segura, confiar, acreditar em si mesma e nos outros. Tudo contribui e aumenta o brilho no olhar. Ta

  18. disse:

    É mesmo mto prazeroso estar ao lado de uma pessoa carismática. Tenho um amigo assim. Desde a infância, ouço dizerem que sou carismática também. Nos trabalhos em grupos, minha opinião sempre se destacava e era ouvida com mta atenção e satisfação pela turminha. Cresci no mesmo rítmo. Hj, sou radialista e continuo ouvindo, que tenho mto carisma. Costumo brincar com meus amigos que “sou magnética rs”. Os carismáticos tem algo em comum: Além de esbanjarem otimismo e perseverança, estão sempre com aquele ar, de quem acabou de ganhar o presente que mais desejava no mundo.

  19. disse:

    Princesa… /SC
    Acho que o Carisma, tem a mesma conotação do que se dizer que podemos ver a Alma de certas pessoas que nos cativam. E isto pode ocorrer de várias formas por palavras, gestos, ações, um aperto de mão ,um olhar…enfim são sempre situações que deixam profundas lembranças… a empatia seria seria para considerado como o alicerce dessa expressão .

  20. disse:

    Me considero uma pessoa carismatica, adoro fazer amigos e agrada-los por exemplo, acho que meu maior carisma e de me doar, seja de atencao, carinho, amor, dinheiro, etc… prefiro muito mais ganhar doque receber.
    Para quem nao tem carisma, gostaria de dizer que esta situacao pode ser mudada, e que com certeza se isso acontecer, sera mais uma a ajudar a mudar o mundo,pois carisma com certeza esta no grupo do amor.
    beijos a todas.

  21. disse:

    Achei muito interessante essa matéria, pois eu sou uma pessoa carismática, e embora muitos não acreditem isso gera muito ciúmes, inveja e o famoso “olho gordo”. tenho um amigo que me disse o seguinte “Rô você tem carisma e isso não se compra, se conquista”, gosto de abraçar as pessoas em momentos dificeis e passar um pouco de energia positiva, escutar para poder ajudar e levar uma palavra amiga quando necessário, me doo bastante, porém não fico esperando nada em troca. Não gosto de falsidade, e não sei dizer se é defeito ou qualidade, porém quando olho uma pessoa e não gosto, não adianta, pois sou somente profissional, não consigo ser hipócrita, porém sei ser educada e polida.
    Beijos a todos, adoro a Bolsa

  22. disse:

    Bem, creio que eu seja uma pessoa carismática….pois onde vou pessoas querem se aproximar para conversar…tenho muita facilidade em fazer amizades.

  23. disse:

    Foi muito importante ler esta mtéria para mim porque também me considero alguém carismática mas nunca havia parado para refletir sobre isso, engraçado porque sou conselheira e alegre estou sempre no meio de tudo e todos e quase sempre por questão dos meus amigos, gosto de colocar os outros “para cima” hoje em dia o individualismo é enorme as pessoas sentem necessidade de uma palavra amiga de um olhar otimista sobre o que vivem num modo geral, meu jeito de ser já ajudou muita gente eu sei porque recebeo mutas palavras de agradecimentos em troca, e saibam, que realmente o carisma pode ser gerado de dentro para fora e vice-versa depende da força de vontade de cada um o otimismo é fundamental, lido sempre com pessoas e comparando as necessidades aleias com as minhas pude concluir que viver com alegria no coração é fundamental e o melhr remédio é pensar e agir com OTIMISMO: Ires Vieira, Assistente Social. Um beijo a equipe Bolsa de Mulher.

  24. disse:

    Acredito plenamente que a simpatia natural de cada ser aparece como carisma. E pode se manifestar até mesmo com o modo de olhar, o modo de perceber o mundo, as pessoas e saber viver principalmente em conjunto. Pois o convívio é que nos faz detectar a pessoa carismática.
    Como é bom poder ter acesso a uma pessoa a quem adimiramos e ter dela a sua atenção e carinho. Isso também faz dela um ser carismático e cheio de vida e até traz momentos de felicidade.
    A espontaneidade por sua vez está intimamente ligada ao modo carismático de um ser se revelar. Esta maneira meiga, de gentileza, de brilho e amor natural intrínseco aos carismáticos é que os faz admiradores do mundo e por isso mesmo são tão admirados pelos que tem o privilégio de conhece-los e compartilhar da sua luz Divina.
    Leila Barbosa – Arquiteta. Um abraço carismático a todos.

  25. disse:

    Um momento!Pare aí!
    Temos memória?
    A saudosa Lady Di, o mundo a admirava, carismática.(?)
    Mas, quase sempre em público, seu olhar era a mostra perfeita da depressão.
    O sorriso não é carisma, vamos tomar cuidado com o uso da palavra, carisma não significa estar sempre com este tal brilho nos olhos.
    Os Prozacquianos seriam os reis do Carisma.
    Ayrton Senna da Silva, um grande carisma, mas seu olhar não transmitia alegria, exuberância ou qualquer um destes adjetivos.
    Pensando, lembraremos de inúmeras personagens públicos, carismáticos e, sem o tal brilho nos olhos.
    CARISMA NÃO É ISSO.
    GRANDE CONFUSÃO.
    Exatamente por estes apelos, é que pessoas com potencial carismático (que sem dúvida ajuda em muitos setores da vida, e todos buscamos nosso sol), se fecham diante dos moldes criados e pregados com insistência nos fazendo passar a vida inteira atraz de ajuda para isso ou para aquilo, se não somos assim,ou assado, ai de nós.
    Agora mais essa, psicólogos para criarem alguns carismáticos a mais.
    O carisma é um fator mobilizador, seja para o bem ou o mal, carisma não é sorriso nos olhos.
    Para Peter Berger (e não somente para ele) renomado sociólogo alemão contemporâneo, o carisma é a capacidade de mobilizar, atrair para o bem ou mal, com ou sem sorrios esperançosos. Parte dele, o exemplo de Hitler, comprovadamenta, o maior carimático do séc. XX, nunca o vimos sorrir,e seu carisma lhe rendeu o maior número de seguidores ao mais vil propósito da humanidade, o holocausto, e a destruição de indivíduos fora dos padrões ideológicos nazista.
    Fidel, Mussolinni, poucos risos ,muitas lágrimas.
    Cuidado, profissionais do setor criadores de carismáticos, o nobre propósito de criar brilho em olhares, não resultará em carisma,ensinem que ter auto-confiança,pode nos levar a propósitos bem melhores, do que ser carismático, ser melhor para, quem sabe até talvez, conquistar um pouco de carisma, o suficiente para chamar a atenção dos filhos e educá-los com valores melhores, fazer de seus pares cúmplices na busca de algo a mais e ir em frente crescendo neste mundinho.Precisamos é de aprimoramento moral, ético, profissional e conquistas sociais mas,por favor, digam a verdade, chega de vender ilusão, ninguém tem a capacidade de nos reinventar carismáticos.Matrix.
    Ao invés de moldar personalidades carismáticas de consumo trivial, seria de bom tom em dias tão complicados, mostrar e dar mais ferramentas que possa lapidar valores produtivos em sociedade.
    Terapias que se apoiem no carisma individualista para melhorias pessoais,alimentando-se egos, dogmas iluministas em tempos globais, é encaminhar o indivíduo, supostamente tratado, e a sociedade que ele habita a retornar a Mediana Idade,retorno ao eterno eu,eu,eu…
    Sociedades individualistas, tendem ao fracasso (clichê?) ou a grande sucessos inalcanssáveis, que passamos a invejar e adotar desesperadamente como exemplos de metas e falsos valores.
    Sabemos que a exaltação sistemática de sucesso nunca alcançado, leva a frustações constantes e não a construção; super-valorizarar sorrisos bonitos, grandes carreiras inúteis e esquecíveis, conquistas relâmpagos, subidas astronômicas, induz a dor a quem não as consegue e aproximidade da constante sensação de derrota pessoal.
    A exaltar, seria de bom grado (em país com poucos bons exemplos),a valorização de nossos pequenos propósitos,nossas pequenas conquistas,os ideais solidários, e assim véríamos nascer carismas naturais fortificados pela auto-confiança e bom senso, em pequenas esferas, sem a ajuda destas novíssimas máquinas de criar carismas.
    Jacqueline Adam.
    Arquiteta-RJ

  26. disse:

    Oi, galera!

    Adorei a materia e me identifiquei muito, pois sou uma pessoa carismatica! Me esclareceu bastante sobre os aspectos e caracteristicas de uma pessoa com carisma.

    Bjs, Clau-carioca.

  27. disse:

    Eu entendo carísma de outra forma: o carisma é uma característica da pessoa que induz empatia nas demais que o rodeiam. Podemos sentir empatia pelo lado melancólico ou revoltado de outra pessoa, mesmo que sejam coisas negativas. O importante é que essa pessoa exteriorize sua vida interior, seja ela qual for. Isso é ser carismático!

  28. disse:

    Eu ouço muito as pessoas me dizerem que eu sou extremamente carismatica pois, quando as pessoas se aproximam de mim sentem que algo maravilhoso está acontecendoe, está mesmo pois para mim cada dia é uma nova conquista minha no universo não gosto quando as pessoas ao meu lado reclaman de coisas que todos os dias acontecem com todo mundo .Eu encaro a vida da seguinte maneira tudo o que aparecer de dificuldade na minha vida eu arregaço as mangas e vou pra luta, mas não com aqele espirito derrotista que a maioria tem usando aquelas malditas palavras EU ACHO QUE NÃO VAI DAR CERTO.porra se você já partir pa ra guerra derrotado com certeza a perderá antes de começar a lutar.Eu penso sempre assim; eu quero, eu posso. eu vou lutar e vou vencer. Não confundam essas palavras co m envolvimento em nenhuma religião. seita ou outrem.,isso é nato eu nasci para vencer.Só para lembrar a vida começa de uma grande maratona e se estamos aqui é porque já nascemos campeão da primeira batalha pela vida, e porque esmorece depois que já ganhamos a maior batalha de todas.

  29. disse:

    Acredito na felicidade do carismático, isso fica bem claro que transmite a todos. O carismático é espontâneo, como ja foi dito, no entanto, pode causar inveja que até hoje não entendo,”eles” incomodam pessoas frustradas, mal humoradas e infelizes. Os carismáticos sentem de longe “essas” pessoas, é como tivessem uma antena parabólica (rsss). Por outro lado, estão sempre rodeados de amigos e são divertidos, alegres .

  30. disse:

    Eu amei a matéria, porém concordo muito com a JackieA, pois também acredito que carisma é o dom de “hipinotizar” as pessoas, seja para o bem ou para o mal, o importante é que se tenha admiradores.

  31. disse:

    Geralmente o carismático se ama!
    E como consequência, sabe amar as pessoas pelo simples fato de serem pessoas iguais a si…. “Ama ao próximo como ama a si mesma”….

  32. disse:

    ei galera gostei da reportagem sou carísmática, as pessoas depositam tanta confiança em mim, que as vezes ne eu entendo porque

  33. disse:

    Adorei a matéria! Concordo em partes com a JackieA. Acho que carisma é um conjunto de coisas: Gostar de viver, ter uma auto-estima bastante elevada, acreditar nos seus ideais, ser entusiasta, espontâneo, ter empatia, ser auto confiante, ter a capacidade de dizer ao outro aquilo que ele já sabia ou intuia…mas de maneira completamente nova, é a capacidade de encantar, de conquistar….seja para algo positivo ou negativo! Não tem nada a ver com beleza física, cor, classe social, etc…, acho que faz parte da personalidade.

  34. disse:

    Nao quero ser uma celebridade, so quero me sentir mais querida pelas pessoas, sinto q a maioria delas me acha sem graca, sem sal, indiferente. MInha auto-estima ta baixa, isso deve estar influenciando tbm. Nao me sinto muito confiantte . Acho q meus empregos colaboram pra isso, faco coisas q nao manjo muito….e me sinto meio inutil.

  35. disse:

    Tenho uma amiga que tem muito carisma. Aprendi muito com suas lições e as mulheres participantes da Escola das Deusas tem compartilhado muitas experiências que são coordenadas pela carismática Fatyma de Moraes.

    Carisma é especial e contagia. Tenho a sorte de conviver com personagens carismáticas em meu cotidiano. Minha amiga Poesia Marili é uma dessas que irradia carisma poético.

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter