Madrinhas com estilo

Um momento tão especial merece um modelo à altura. Escolha o seu!

por Redação

Seja por um parente ou por uma grande amiga, ser convidada para ser madrinha de casamento é um lisonjeio tamanho e sinal de carinho e muita consideração. Mas, alegrias à parte, o convite traz algumas leves preocupações. Se os padrinhos resolvem o problema deles com um fraque ou um terno simples, as mulheres precisam rebolar para encontrar o modelo ideal que sirva para o altar e que seja de cores diferentes das outras madrinhas e das mães dos noivos. A tarefa se complica ainda mais se o casamento for pela manhã ou à tarde. Para que você não cometa nenhuma gafe, o Bolsa de Mulher preparou algumas dicas especiais e separou alguns modelos para você se inspirar. Veja no slideshow.

Mais do que uma homenagem, a escolha dos padrinhos tinha um significado especial. Na antiguidade, um bom amigo era selecionado para proteger a noiva de possíveis raptores. Esse amigo deveria ser forte e guerreiro e tinha a missão de vigiar a cerimônia. Já a madrinha é considerada o braço-direito da noiva, ajudando-a nos preparativos e nos momentos de decisão. É ela quem deve fazer o chá-de-panela, divulgar a lista de casamento, entre outras coisinhas. A madrinha deve ajudar a tornar esse momento ainda mais especial.

Assista ao vídeo com dicas de Ciça Mattos:

[btv] http://www.bolsademulher.com/video/29o/[/btv]

Mas, a madrinha também quer seu espaço no altar, né? Portanto, os trajes também devem ser especiais. Antes de escolher o modelito, é fundamental levar em conta o tipo de festa, o horário da cerimônia, o local, a estação do ano e, claro, o seu estilo. Segundo a consultora de moda e comportamento do Bolsa de Mulher, Ciça Mattos, o primeiro passo é conversar com a noiva e descobrir o que ela imagina: se todos os vestidos serão longos, se tem alguma cor que ela não gostaria de ver no altar e por aí vai. "Existem noivas que não ligam se a madrinha usa preto e até mesmo o branco. Tem outras que querem tonalidades aproximadas, umas que liberam o comprimento das saias. Tudo é questão de conversa", afirma Ciça, lembrando que hoje em dia a tradição de não usar o preto, marrom e o branco no altar ainda é muito disseminada pelo país.

Manhã

Casamentos pela manhã têm um charme especial, ainda mais se forem realizados ao ar livre. Neste caso, opte por cores claras (salmon, goiaba, verde-claro, lilás, azul-claro etc), secas e sem brilho e tecidos leves como o crepe. Se a noiva liberar o comprimento das saias, evite o longo. "E a s mini-saias, claro! Lembre-se que é uma cerimônia, um momento solene", adverte Ciça. Um vestido na altura dos joelhos, chanel ou longuete são excelentes opções. Um tailleur de bom corte é um clássico para ocasiões deste tipo. A ousadia fica por conta das jóias e bijuterias: com elas os brilhos estão liberados. Mas não exagere: pérolas e marcassitas enfeitam o suficiente.

Embora os filmes de Hollywood gostem de mostrar modelos do tipo, os chapéus não têm sido muito utilizados ultimamente, somente em recepções mais requintadas. Se mesmo assim quiserem usar, o ideal é que todas as madrinhas façam uso do acessório.

Nos pés, sapatos com salto-médio e cores claras são suficientes também. Procure evitar sandálias muito abertas no altar. O modelo chanel é perfeito para essa ocasião.

Tarde

Talvez este seja o horário mais ingrato para casórios, mas muitos noivos querem aproveitar a energia do pôr-do-sol para abençoar o casamento. O problema é que a recepção costuma adentrar a noite e aí o vestuário deve ser meio-termo: cores um pouco mais intensas e um brilho discreto. Mas, lembre-se que ainda estará claro no início da cerimônia, portanto, evite exageros.

Pra não ter erro, procure seguir as mesmas recomendações matinais, entretanto, as cores podem ficar alguns tons mais fortes. O longo já pode ser usado e os brilhos e bordados suaves também são permitidos.

Cores como verde-musgo, bordeaux, vinho, azul e roxo estão liberados, mas em modelos de tecidos leves e fluidos. Os sapatos devem acompanhar a roupa. Prefira os forrados aos com brilho. Ah, e não exagere na maquiagem!

Noite

Se a escolha do vestido torna-se mais fácil para festas à noite, é neste horário que também podemos ver mais exagero. Antes de qualquer coisa, lembre-se que a única pessoa que deve se destacar é a noiva, portanto, aquele vestido de lamê dourado, que você estava doida para tirar do armário, deve permanecer no closet até um evento de gala. Para casamentos, escolha tecidos como cetim, tafetá, shantung – eles têm um brilho próprio e suficiente. Outros tecidos como crepe de seda também podem ser usados.

Mas, caso queira ousar mais, opte por acessórios mais chamativos: jóias, bolsas bordadas, estolas, pashiminas e pelerines. As cores mais intensas estão liberadas e elas podem e devem ser combinadas com o prata e o dourado.

As sandálias estão liberadas no verão. No inverno, prefira scarpins e sapatos chanel com o salto mais alto. Já não é mais necessário combinar a bolsa com o sapato, mas essa combinação deve ser harmônica.

Para todas as horas

Mesmo que você queira se destacar, lembre-se que a noiva é quem deve ser o centro das atenções e que o casamento é um momento solene. Por isso, evite decotes, fendas, roupas muito extravagantes e acessórios chamativos. Tente combinar as cores e o comprimento da saia com a noiva e com as outras mulheres que estarão no altar com antecedência para evitar situações desagradáveis como vestidos de modelos ou cores iguais. Ah, e respeite a estação do ano vigente na hora de escolher a roupa, de nada adianta estar com um vestido de alcinhas se você vai ficar tremendo de frio no altar. Nesse caso, o vestido pode ser dez, mas a elegância é zero.

Se a noiva precisa de meses de antecedência para que tudo ocorra de forma tranqüila e sem estresse, a madrinha também deve fazer a escolha do modelo, bolsa, sapato, acessório e jóias com tranqüilidade para que tudo fique conforme o esperado e o desejado. O importante é se sentir bonita. Lembre-se que casamentos são ótimos eventos para conhecer gente. Quem sabe no próximo, quem esteja vestida de noiva não seja você?

Agradecimentos:
Design Hedy
Rua Visconde de Pirajá, 550 – Lj. 212
Ipanema – Rio de Janeiro
Tel.: (21) 2274-6565 / Fax: (21) 2259-4964

Comentários

  1. disse:

    Eu amei os vestidos e os tons são maravilhosos!!! :> (L)

  2. disse:

    (CL)Parabéns!!!
    :D

  3. disse:

    toda madrinha tem que estar bem vestida,mas o bom senso tem que prevalecer (A)

  4. disse:

    [B]Fui madrinha no mês de março.. :D [/B]
    ..E fiquei feliz qd li a matéria e vi que fiquei dentro dos padrões, rs
    [I]Amei os vestidos, ainda + o vermelho qui é bem parecido com que usei..(!)[/I]
    Bjos
    [USR]Jamille[/USR]

  5. disse:

    [B]Vou ser madrinha em setembro e o horário do casamento será as 18:00 h.Oque deverei usar.Amo vestidos,mas não sei qual modelo ,cor.Me dê uma boa dica.Obrigada[/B]

  6. disse:

    Minha filha será madrinha de formatura e eu gostaria de saber se um vestido de croche salpicado com balões Svarowski seria adequado. Precisa ser chique, mas quero algo diferente. O que vocês acham?

  7. disse:

    Olá , gostaria de uma ajudinha. Pós irei ser madrinha de casamento no dia 04 de abril a cerimônia vai ser a noite ás 19:00 hs e estou com algumas duvidas , já comprei o vestido a cor é cinza escuro ,longo e com ecarpe .Poderia me ajudar dando a sugestão da cor.Bolsa e sapoto, tb que joias podem ser usada e a cor da maquiagem. Estou com muitas duvidassss..
    agradeço . ATT: Nice Ponce!!

  8. disse:

    Vou ser madrinha em outubro de 2011 , mais estou procurando para ter uma base, mais tenho duvidas em questão da cor , pois sou bem jovem quero estar bem elegante! me ajude . Obrigada

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter