A bela vizinha Foz do Iguaçu

Com suas 275 quedas, o Parque Nacional do Iguaçu é a grande atração de Foz do Iguaçu, cidade que fica a poucos quilômetros das fronteiras do Paraguai e Argentina, e é considerada o segundo pólo turístico do Brasil.
por admin

Conta a lenda dos índios Caicangues que Naipi, bela donzela da tribo, estava prometida ao filho do deus Tupã, M´Boi. Mas, no dia do casamento, Tarobá, um jovem guerreiro, foge com a noiva. M´Boi, furioso, abre uma cova, e nela se enterra em pé até o pescoço. Contraindo os músculos, força a terra e provoca um terrível desmoronamento, formando os abismos das cataratas do Iguaçu.

Com 275 quedas, que têm de 40 a 80 metros de altura, por onde caem 1.750 metros cúbicos de água por segundo, o Parque Nacional do Iguaçu abriga espécies vegetais e animais raras. Desde 1986 é Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.

Foz do Iguaçu é considerada o segundo pólo turístico e o terceiro parque hoteleiro do Brasil. A cidade fica a poucos quilômetros das fronteiras do Paraguai e Argentina. A Ponte da Amizade faz a ligação com o Paraguai, e a Ponte Tancredo Neves com a Argentina. Atravessando esta, chega-se à cidade argentina de Puerto Iguazu, onde quem gosta de jogo se diverte no cassino Presidente Perón. Os compristas podem adquirir artigos de lã, cashmere e guloseimas. Pelo lado paraguaio há a Ciudad del Este, onde fica o cassino Acaray. Mas a cidade é conhecida principalmente por ser o paraíso dos sacoleiros, onde se pode comprar de tudo, de todos os preços e qualidades. Devido ao não muito bom conceito de que goza esta zona franca, as melhores lojas fundaram uma associação em torno da qualidade e confiabilidade, que tem um selo de qualidade como garantia.

Do lado brasileiro, na confluência do rio Iguaçu com o rio Paraná, que separa os três países, existe um marco, pintado com as cores nacionais, marcando a fronteira. Deste ponto também se vê marcos semelhantes, a igual distância, nas fronteiras do Paraguai e da Argentina. Esta é outra das atrações e singularidades de Foz do Iguaçu: é uma das poucas cidades do mundo que faz fronteira com dois países estrangeiros.

Para conhecer as Cataratas paga-se uma pequena taxa, que dá acesso ao Parque Nacional. A paisagem é tranqüila, com muito verde. Ao descer a trilha para as quedas d´água vê-se dezenas de quatis, que vêm procurar comida na mão das pessoas. Além das cataratas, indispensável é visitar a usina e o lago de Itaipu Binacional, que tem 170 km de comprimento, abrange cinco municípios e é o sétimo maior lago artificial do Brasil, com uma área de 1.350 km2. Fica a aproximadamente 12 km da cidade. No lago há uma praia também artificial e um terminal turístico, com lanchonetes, restaurantes, churrasqueiras e quadras de esporte.

O passeio ecológico Macuco Safari, quando se chega de barco perto do lugar onde caem as águas (Garganta do Diabo), é uma ótima atração à parte, com caminhadas e também um percurso feito de jipe. Outro bom passeio é o de helicóptero sobre as Cataratas, o Parque Nacional e a Hidrelétrica de Itaipu.

Serviço:

Como chegar: A Varig, a Vasp e a TAM voam para Foz do Iguaçu.

Onde ficar: Mabu Termas & Resort – reservas: 0800-417040; Bourbon - reservas: 0800-118181; Das Cataratas - reservas: 0800150006. Mais informações sobre o Parque Nacional do Iguaçu: www.fozdoiguacu.com.br e www.portalfoz.com.br.

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments