Como fortalecer os ossos

Saiba o que fazer para evitar doenças do esqueleto como a osteoporose e a osteopenia

por Redação

Todo mundo deve se lembrar de quando a atriz americana Gwyneth Paltrow, de 38 anos, fraturou a perna e descobriu que tinha osteopenia, doença que diminui a densidade óssea e pode levar à osteoporose. Este episódio serviu como um alerta: estudos realizados na época concluíram que a falta de exercícios físicos, de uma alimentação equilibrada e a pouca exposição ao sol podem trazer riscos a mulheres jovens e aparentemente saudáveis. Por isso, o Bolsa de Mulher conversou com especialistas e trouxe algumas dicas para ajudar você a estimular o fortalecimento dos ossos.

Osteoporose X Osteopenia

A osteoporose e a osteopenia são graus diferentes de perda da massa, densidade ou consistência dos ossos. É o que diz o professor Karlos Mesquita, do setor de Ortopedia do Hospital Universitário Pedro Ernesto, ligado a UERJ. "A osteopenia é a etapa inicial menos acentuada e a osteoporose é a mais acentuada e grave", reforça. "A osteoporose, que é uma doença do esqueleto, representa um maior risco do surgimento de fraturas. Já na osteopenia, como a perda é menor e menos intensa, as chances são menores, mas é preciso estar atento", completa a reumatologista Rosa Pereira.

A doença, apesar de ser mais comum em mulheres após a menopausa e em homens acima dos 70 anos, pode surgir em pessoas mais jovens. A tecnologia cada vez mais avançada dos exames permitiu identificar a patologia sem as antigas limitações etárias. "Está se fazendo mais diagnóstico através do exame de densitometria e, hoje em dia, parecem existir mais fatores de risco para perda óssea do que antigamente: tabagismo, menor exposição solar, menor atividade física, menor ingestão de leite e derivados, principalmente na infância e na adolescência", explica Rosa Pereira.

Alimentação preventiva

A alimentação é fundamental para garantir a boa formação óssea. O cálcio, que pode ser encontrado principalmente no leite e em laticínios em geral, como queijos e iogurte, é sinônimo de ossos fortes. "O cálcio atua na mineralização do osso, ou seja, ele trabalha para que o osso se forme forte e sadio", explica a especialista. Couve, brócolis e sardinha são outros alimentos em que podemos encontrar o nutriente, complementa Karlos Mesquita.

Por outro lado, somente o consumo de cálcio não é garantia de que o desgaste dos ossos não aconteça. Isto porque a vitamina D, encontrada em alguns alimentos e estimulada principalmente pela exposição ao sol, trabalha em conjunto com o mineral. "Com a exposição solar ocorre a síntese de vitamina D na pele. Ela é importante para maior absorção de cálcio pelo intestino", diz a médica, que recomenda banho de sol diário.

"O ideal é que a pessoa pegue sol de 15 a 20 minutos por dia, até a pele ficar mais avermelhada. É importante lembrar que mulheres com pele mais clara sintetizam mais rápido a vitamina D quando são expostas ao sol do que aquelas com pele mais escura". Mesquita recomenda que se evite a exposição ao sol entre 10h e 16h e acrescenta que realizar atividades físicas com regularidade é o segredo para ossos fortalecidos. "Exercícios físicos que tenham carga e impacto como a musculação são os melhores. Caminhadas, corridas e aulas de dança também são indicadas", diz o professor.

TESTE: O QUE VOCÊ SABE SOBRE SAÚDE FEMININA?

Cuidados redobrados

Mulheres devem ter cuidado redobrado com sua estrutura óssea, explica Rose Pereira, pois alterações nos ciclos menstruais podem ser indicativos de uma futura complicação. "As menstruações irregulares significam uma quantidade menor de estrógeno, um hormônio muito importante para manutenção da massa óssea. Se esse nível de hormônio for menor, você pode perder osso, como ocorre nos primeiros cinco ou oito anos da menopausa. Neste período, ocorre uma perda rápida da massa óssea devido a uma queda abrupta do hormônio no sangue", finaliza.

LEIA TAMBÉM:

- Osteoporose – A prevenção ainda é o melhor remédio contra a doença. Se cuide!

- Vitamina D – Ela depende dos raios solares para atuar no nosso organismo, veja como.

- Cálcio: prós e contras – O mineral é essencial à saúde, mas em excesso pode trazer problemas

Comentários

  1. disse:

    Gostei desta matéria.
    Esclareceu todas as minhas duvidas.

  2. disse:

    Gostei da matéria.
    Como já estou na menopausa e no exame de densiometria óssea que fiz, deu normal, porém com uma pequena baixa na massa óssea desde 2008 até agora. Me ajudou bastante saber dos alimentos indicados para prevenção.

  3. disse:

    Muito boas as informações, as quais minha médica já havia me alertado ao constatar minha osteopenia. Acrescentou uma informação que eu não sabia: a riqueza de cálcio na couve e brócolis. Obrigada pelas dicas.

  4. disse:

    Muita boa a matéria! E principalmente o tópico entre osteoporose e osteopenia.Como sempre digo,a prevenção é o melhor remédio(L).

  5. disse:

    eu achei o maximo!!!
    pois a bolsa de mulher foi uma das coisas mais criativas
    que a internet pode nos oferecer, e com isso podemos nos manter bem informados. Parabens ha todos de bolsa de mulher.

  6. disse:

    NOSSA, MUITO BACANA , VCS ESTAO DE PARABENS, GOSTEI MUITO, E DESEJO A VCS TODAS SUCESSO, CONTINUEM ASSIM, BJUS, MARA,… VULGO ABRAAO( ESTE E O NOME DE MEU CARRO),haahahahahhaa…….:))8-)

  7. disse:

    Bom mesmo esse site da bolsa mulher.. assim ficamos por dentro de tudo…. .leite tomo muito e legumes tbm , mais já fui fumante .Eu tenho osteostrose que dizer…. acho um medico fala sim outro não afff… confude a gente , mais vou fz esse exame desintometria óssea ..bom saber.Assim tiro minhas duvidas .A todos um bjo.

  8. disse:

    cada mulher,tem um metodo diferente,o que importa é que seja completa este ato de amor entre ambos os sexos
    exelente esta materia.!!!!!!!!………::

  9. disse:

    muito bom!! com bolsa de mulher, não nos sentiremos perdidas nunca, em qualquer situação!! parabéns!!

  10. Adinha sou eu mesma disse:

    Gostei muito da materia,pois tenho osteoporose,artrose,e preciso muito de calcio

  11. disse:

    adorei pois ja tenho ostopenia esta reportagem foi exelentepra ambos
    sexo.

  12. disse:

    muito bom, clareou o conceito de osteopenia, assim fica muito mais facil previnir, a osteoprorose, que é a mais grave.

  13. disse:

    Gostei muito da matéria, pois é um alerta para nós mulheres que temos certas alterações em nosso ciclo menstrual. A prevenção é o melhor caminho e matérias assim, nos abrem os olhos,incentivam e encoraja a cuidar melhor do nosso corpo através de atividades físicas e de uma boa alimentação.

  14. disse:

    adorei esta materia gostaria de ler mais sobre doenças da mulher e sempre bom estar em formada

  15. disse:

    Olá, adorei ler está entrevista me esclareceu muitas dívidas importantes para nós mulheres, com certeza nota dez, vou divulgar o que eu aprendi muitos beijos A Cris 100%Santista, até……..(CL)(CL)(CL)(CL)(CL)(CL)(CL)

  16. disse:

    adorei a matéria, esse tipo de informação é muito importante!
    sem dúvida nota 1000.=((

  17. disse:

    Fundamental esse tipo de informações….Parabéns..

  18. tatianamichael disse:

    muito boa a materia.

  19. disse:

    Muito rica em detalhes , continuem assim ,pois muitas precisa de esclarecimentos. Abraços

  20. disse:

    materia muito interresante para ser observada e praticada.è uma boa prevenção e toda de conhecimento dos risco que estamos sujeitos.

  21. disse:

    muito boa matéria, ótimo como alerta.

  22. disse:

    É mais ácil cuidar do que lutar para curar. Tenho amigas que já sofrem com problemas nos ossos e não quero passar pelo que elas estão passando. Achei muito importante as informações.

  23. disse:

    A materia é ser interessante pois não sabia
    que o couve, brocúles e sardinhas pudessem
    ser bom para ossos, eu tinha certeza que no leite e iourgute,
    são ricos em calcios.

  24. disse:

    Massa esse comentario,adorei as dicas foram otimas,minha mãe já tem um principio dessa doença, vou mim cuida em quanto é cedo,bjsss.

  25. disse:

    Concordo plenamente com joca_75, minha mãe sofre com a osteoporose, é um alerta pra eu começar cedo o tratamento!
    Muito interessante!(CL)

  26. disse:

    GOSTEI MUITO,MUITO, MUITOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  27. disse:

    valeu pela matéria. Foi um alerta pra mim, tenho antecedentes desse tipo de problema e através de uma densitrometria ossea que fiz, foi detectado q eu estava com menos 11% de massa ossea. O médico que me acompanhava, ficou na dúvida se era (osteopenia) perda ou se o orgaismo não fabricou o suficiente, então eu tinha que fazer exames periódicos de acompanhamento e eu relaxei. Fazem dez anos que não faço um exame, e daí nunca cheguei a uma conclusão se era perda, ou falta de massa óssea.
    valeu mesmo! vou procurar retomar meus exames e mim cuidar.
    bjsss!!

  28. disse:

    Faleu pela materia. Muito legal, pois estou com ostopenia e fiquei sabendo que mais dicas.

  29. disse:

    BOA NOITE
    AMEI A MATERIA DE OSTEPOROSE .
    PARABENS VCS SÃO 10 .VALEU .

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter