Barriga tanquinho

Confira exercícios em três níveis: iniciante, intermediário e avançado
por admin

Você anda sonhando com aquela barriga tanquinho? Acredite, isso é possível. Especialistas ouvidos pelo Bolsa de Mulher garantem que o músculo abdominal é um dos mais simples de trabalhar sem a necessidade de treino pesado na academia ou o uso de equipamentos especiais. Mas ponderam: a boa forma tem um preço. É preciso treinar pelo menos três vezes por semana, em séries de 30 minutos. Para conseguir os tão sonhados gominhos, o ideal é alternar os abdominais com exercícios aeróbicos e musculação. Malhando com disciplina e alimentando-se de forma saudável, você vai sentir a diferença em quatro meses. Então, mexa-se!

As dicas são do personal trainer da Academia da Praia, Marco Antonio Ferreira. Para quem quer malhar sem sair de casa, ele explica o abdominal clássico: "Deite-se com as costas no chão e dobre os joelhos, em seguida levante um pouco as costas até sentir o esforço no abdominal. Volte à posição inicial e repita. Se quiser, poderá pegar um peso e colocar por trás da nuca, para tornar o exercício mais difícil". Para iniciantes, o ideal é fazer duas séries de 20 repetições, pelo menos duas vezes por semana. Quando os exercícios começarem a ficar mais fáceis, parta para três vezes semanais.

Tendemos a ter um gasto calórico mais reduzido em atividades com as quais estamos acostumados. Se somos bem adaptados a pedaladas, tenderemos a ter um maior gasto se corrermos, por exemplo

Após três semanas, você estará pronta para aumentar o esforço. Nessa fase, diz Marco Antônio, o recomendável é fazer três séries de 15 repetições, pelo menos três vezes semanais. O nível avançado começa três semanas mais tarde, também com três séries de 15 repetições por, pelo menos, três vezes semanais. Quando os exercícios ficarem mais fáceis, você pode aumentar de três para quatro séries de repetições.

Acessórios

Eduardo Furtado, da Physical, sugere ainda o uso de uma bola suíça (aquelas grandes), que permitem fazer diversos exercícios com eficácia e sem tanto esforço. Um colchonete também ajuda. O professor é ainda mais otimista que Marco Antonio: "Para quem não precisa perder muita coisa, oito a 12 semanas de treinamento aliados a uma dieta bem balanceada costumam trazer bons resultados".

Segundo ele, a perda de medidas na região abdominal se dá pela redução da gordura localizada na área e por conta da adaptação sofrida pela musculatura treinada. Por isso, a variedade de abdominais é importante. Não se pode esquecer de trabalhar a musculatura lombar.

Quais são os melhores aeróbicos para eliminar a barriga?

Para Eduardo, são aqueles em que se podem observar três detalhes essenciais: zona de frequência cardíaca satisfatória, conforto e o mais interessante: que não sejam familiares. "Tendemos a ter um gasto calórico mais reduzido em atividades com as quais estamos acostumados. Se somos bem adaptados a pedaladas, tenderemos a ter um maior gasto se corrermos, por exemplo".

Confira AQUI exercícios em três níveis: INICIANTES, INTERMEDIÁRIO E AVANÇADO

Matérias Recomendadas

Facebook Comments