Comer três colheres de aveia todo dia reduz colesterol e ajuda na dieta

Nutricionista ajuda a entender a diferença os flocos, o farelo e a farinha do grão
por Ana Flora Toledo

Na hora do regime, sua primeira providência é fechar a boca mesmo morrendo de fome? Saiba que passar vontade é uma das piores inimigas da dieta. A melhor solução é, sim, comer menos, mas com alimentos saudáveis e sem sofrer por isso. Uma das maiores aliadas nessa hora é a aveia, que, entre outros benefícios, promove sensação de saciedade.

Leia também

Goji Berry: conheça o fruto que é a sensação do momento para a saúde

Recheadas ou não, bolachas são vilãs e acumulam gordura localizada

Aprenda a preparar sucos anticelulite e anti-inchaço

Rica em minerais como cálcio e ferro, vitaminas do complexo B e E, proteínas e fibras, a aveia ainda melhora o funcionamento intestinal, facilita a digestão, controla a pressão arterial, diminui colesterol ruim e controla quantidade de açúcar no sangue. Mas, para que ela tenha todos esses efeitos positivos, é preciso consumir da maneira correta.

“Recomenda-se a ingestão de 30 gramas de aveia por dia, ou seja, três colheres de sopa. Além disso, é indicado tomar de cinco a seis copos de água por dia, senão ela causará efeito contrário, que é a obstipação (prisão de ventre)”, orienta a nutricionista Vivian Goldberger, ao explicar que é possível acrescentar aveia em frutas, sucos ou vitaminas e ainda em receitas como tortas, quiches, pães e almôndegas.

A especialista ajuda a entender os tipos de aveia:

Em flocos – o grão é prensado integralmente, um processo que conserva seus principais nutrientes. Pode ser polvilhado sobre frutas, saladas e iogurtes.

Farelo – esse tipo provém da camada externa do grão e, por isso, possui maior concentração de fibras betaglucanas. Ideal para ser usado em massa de pães e bolos.

Farinha – obtida da parte mais interna do grão e, assim, perde na carga de fibras. Usada nas receitas de pães, panquecas e bolos, sendo até uma alternativa para substituir a farinha de trigo.

Matérias Recomendadas

Facebook Comments