Aplicativos para celular podem ajudar a emagrecer quase 4 kg a mais

Pesquisa mostra que tecnologia ajudou obesos a terem melhores resultados
por Mariana Bueno

A tecnologia pode ser uma grande aliada do emagrecimento, especialmente os aplicativos móveis, que vêm ajudando a população a perder peso de forma saudável e mais rápida. De acordo com uma pesquisa americana feita pela Universidade NorthShore, os obesos que utilizaram aplicativos conseguem chegar a 3,9 kg a menos em comparação com as pessoas que fazem as dietas tradicionais.

Leia também:

Aplicativo polêmico no Facebook convida amigos para sexo casual

Aplicativos de celular podem ajudar a colocar fogo na relação

Aplicativos ajudam com o ciclo menstrual, controle de calorias, beber água, receitas, moda e beleza

Isso acontece porque com os aplicativos é possível estabelecer metas e a ferramenta vai direcionando o usuário e mostrando os resultados já alcançados, o que faz com que as pessoas não deixem a dieta de lado. “Os aplicativos sobre emagrecimento traduzem a evolução do acesso à informação sobre saúde, ajudando os usuários a chegarem ao peso adequado. Eles estão presente no cotidiano das pessoas no momento de fazer uma escolha alimentar, no restaurante, no supermercado na hora da compra ou no escritório. Tendo mais acesso às informações e às ferramentas que auxiliam na eliminação de peso, os usuários ficam mais engajados e cientes de como emagrecer adequadamente”, afirma a nutricionista Roberta Stella.

Há aplicativos voltados para avaliação de peso, consulta de pontos dos alimentos, evolução de peso (atualização de peso semanal e histórico de pesagem), diário alimentar para controlar a quantidade de alimentos consumidos. Eles podem estar disponíveis para iPhone, iPod, Android e Windows Phone. Para ter sucesso no emagrecimento é necessário ter disciplina já que o usuário é responsável por utilizar adequadamente as ferramentas que o aplicativo fornece. “O que é interessante é que há pessoas que se identificam com o aplicativo e que se engajam mais com eles. É essa identificação que trará disciplina”, diz.

A nutricionista explica que o foco do trabalho é a reeducação alimentar. Por isso a dieta não deve ser feita somente durante o período de emagrecimento. “Os aplicativos visam atingir pessoas que desejam emagrecer, mas após atingir o peso ideal podem ser utilizados para manutenção e orientação das melhores escolhas”. E explica também que eles ainda não contemplam a parte de atividade física, mas estão programados novos upgrades considerando esse fator e, assim, adicionando mais um ponto importante no processo de emagrecimento, estimulando a prática de exercícios e reduzindo o sedentarismo.

Leia também:

Semente de Chia emagrece, rejuvenesce e previne doenças

Novo método de exercícios feitos em casa ajuda a perder peso rápido

Veja cardápio rico em fibras para regular o intestino e emagrecer

Ela diz que, apesar de existirem vários aplicativos disponíveis para controle da alimentação, o usuário deve ficar atento e verificar se eles apresentam uma equipe de especialistas responsáveis pelo desenvolvimento das avaliações nutricionais. E alerta: “O aplicativo é uma ferramenta de acompanhamento. Ele não substitui uma consulta presencial. Dessa maneira, a orientação é que, sempre que possível, seja feita uma consulta com um especialista para ter recomendações considerando características pessoais de cada um”.

Com o teste você pode descobrir que tipo de dieta mais combina com você: [teste qual-dieta-combina-com-voce]

Matérias Recomendadas

Facebook Comments