Amendoim emagrece, faz bem ao coração e pode não dar espinha

Médico ortomolecular explica os benefícios do fruto

por Ana Flora Toledo

Quem evita comer amendoim com medo de engordar e a certeza ganhar espinhas pode estar bem enganada. Isso porque, ao contrário dessa máxima, o fruto ajuda a emagrecer e não necessariamente gera acne, além de trazer benefícios ao coração. Quem afirma é o médico ortomolecular Dr. Wilson Rondó Jr., que desmistifica as propriedades do alimento.

Leia também
Gengibre emagrece, extermina celulite e previne contra gripes
Gergelim seca a barriga e ajuda a conquistar cinturinha dos sonhos
Comer três colheres de aveia todo dia reduz colesterol e ajuda na dieta

“O amendoim é rico em gordura monoinsaturada, que é boa e não engorda. Pelo contrário, quanto mais nos afastamos da gordura boa, mais ganhamos peso”, explica o especialista, que assume os altos valores calóricos do fruto, mas descarta o problema com as calorias. “As pessoas confundem calorias com ganhar peso. Não é bem assim que funciona. Um alimento pode ser calórico e ajudar a emagrecer”.

Engorda ou emagrece?

É o que acontece com o amendoim. Essa gordura boa existente nele aumenta as taxas metabólicas, o que significa que ele acelera o metabolismo e potencializa o emagrecimento. Além disso, ele melhora a sensibilidade da insulina, o que evita picos de glicemia e afasta o problema do acúmulo de gordura corporal. E tem mais: sua alta quantidade de fibras promove a saciedade, afastando assim a fome.

Benefícios do amendoim

Créditos: Thinkstock

Magnésio, folato, vitamina E e cobre são nutrientes essenciais para o coração (Créditos: Thinkstock)

Mais do que não engordar, ele também previne doenças cardiovasculares porque reduz as taxas de triglicérides no sangue. Possui ainda nutrientes como magnésio, folato, vitamina E e cobre, que são indispensáveis para o bom funcionamento do coração.

Entre esses e outros benefícios, de acordo com o médico, a concentração de proteínas no amendoim é semelhante à da soja.

Dá espinha?

Não são todos que vão desenvolver acnes após consumir o alimento. “Se a pessoa tem mais sensibilidade alérgica, pode ser que surja mesmo. Mas isso se dá a essa condição especial, não é todo mundo que vai ter espinha. Por ter ácidos graxos essenciais pode aumentar a oleosidade da pele, mas o amendoim sempre acaba pagando o pato e muitas vezes injustamente. Se a pessoa come vários outros alimentos industrializados ou que causem intoxicação das células, não tem como saber se a culpa é mesmo dele”, garante Dr. Rondó.

Como consumir

Existem vários tipos de amendoins no mercado, mas os benéficos são sempre os mais naturais, sem adição de açúcar, sal ou daquelas bolinhas brancas que envolvem o fruto.

A indicação do médico é para consumir apenas a quantidade que cabe na palma da mão, de duas a três vezes por semana. O exagero, sim, pode causar ganho de peso e problemas de saúde, principalmente porque ele pode conter aflotoxina, substância tóxica e cancerígena.

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter