A importância do café da manhã

Nutricionista diz que crianças e adultos que fazem a refeição levam uma vida mais saudável
por admin

Para quem não tem o hábito de tomar café da manhã, qualquer motivo basta para justificar o descompromisso: falta de fome ao acordar, escassez de tempo, preguiça e muitas outras desculpas. O que muita gente não sabe é que a primeira refeição do dia ajuda crianças e adultos a terem uma vida mais saudável, com melhor desempenho intelectual e melhor desenvolvimento no trabalho ou na escola.

O evento "Café da manhã é mais do que você imagina", promovido pela Nestlé e realizado no Rio de Janeiro na terça-feira, 16, ressaltou a importância da refeição em um talk show com a nutricionista Camila Freitas e a atriz Malu Mader, mãe de João e Antônio.

"Um estilo de vida saudável começa com um café da manhã equilibrado. A quebra de jejum tem de ser feita assim que a pessoa acorda, para fornecer energia para encarar o dia. Esse hábito deve ser adquirido desde a infância. Quem não toma café da manhã tem redução de nutrientes (vitaminas e minerais) na alimentação, fica mais propício a ter anemia, déficit de atenção, apatia e indisposição", alerta a nutricionista.

Estimular o hábito nas crianças e inserir o café da manhã na educação alimentar podem parecer uma tarefa difícil, mas com determinação tudo é possível. Malu Mader confessou que, antes de participar da campanha, não era rigorosa com a primeira refeição dos filhos. "Detesto acordar cedo e posso dizer que isso é um defeito meu. Por isso, não obrigava meus filhos a comerem algo antes de irem para a escola. Além disso, eles acordam muito cedo (5h50m) e dormem até o limite do limite, não sobra tempo para o café da manhã. Agora estou mais preocupada com isso e quero mudar nossa rotina alimentar", revela ela.

TRÊS RAZÕES PARA TOMAR CAFÉ DA MANHÃ

Parece que a atriz não é a única a pensar assim. Um levantamento feito pela Market Tools, com 207 mães de crianças com idades entre 6 e 15 anos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre, mostrou as razões pelas quais a refeição não é feita pelos pequenos: 52% das mães responderam que os filhos não têm fome assim que acordam, 24% dizem que os filhos preferem comer mais tarde, 10% que não tem tempo de preparar o café da manhã e 14% por outros motivos.

Apesar dos contratempos, é preciso prestar atenção quando o assunto é saúde. "Quando os filhos comem em casa, a mãe pode controlar e evitar que elem comam besteiras no colégio. A alimentação equilibrada também evita problemas na fala, mudanças repentinas de humor e deixa a criança com melhor performance cognitiva, que abrange atitudes positivas em relação à escola, melhor desempenho em matemática e leitura, melhor capacidade de recordar e memorizar e ter menos problemas de disciplina", reforça a doutora.

VÍDEO: TURBINE SEU CAFÉ DA MANHÃ

E como a praticidade está aliada ao tempo, a nutricionista dá dicas de como fazer uma refeição saborosa, prática e fácil. "Cereais, iogurtes, frutas e pães integrais são ótimas opções. O leite também não pode faltar. Combinar, por exemplo, 30g de cereais matinais com 125 ml de leite semidesnatado e uma banana é bem saudável e tem em média 235 calorias", destaca. "Para as pessoas que trabalham ou estudam muito cedo, é importante tomar o café da manhã logo ao acordar. Para as crianças que estudam à tarde, o ideal é que a primeira refeição seja feita entre 8h30m e 9h", acrescenta.


Leia também:

- Computador: ruim para os alunos? - Uso de computador em tarefa escolar pode piorar desempenho dos alunos

- Ai que dor de cabeça! - Para quase 50% da população, a dor de cabeça é um tormento frequente

- Problemas com o computador - Pesquisa Bolsa: você apanha do seu computador?


Matérias Recomendadas

Facebook Comments