Leave-in > O que usar e como usar?

Como saber, então, o que pode ser usado em cada cabelo? Primeiramente, é importante saber qual o seu tipo de cabelo – e isso seu cabeleireiro pode dizer. Além de abrir um leque de opções na hora de decidir qual o melhor pós-lavagem para seu cabelo, também pode evitar futuras decepções. Segundo o hair stylist [...]

por Redação

Como saber, então, o que pode ser usado em cada cabelo? Primeiramente, é importante saber qual o seu tipo de cabelo – e isso seu cabeleireiro pode dizer. Além de abrir um leque de opções na hora de decidir qual o melhor pós-lavagem para seu cabelo, também pode evitar futuras decepções. Segundo o hair stylist Anysio Estevão, da Clínica Più Bella Capelli, no Rio, qualquer pessoa pode usar o leave-in, mas deve-se sempre respeitar as quantidades de aplicação – isso evita um aspecto sujo. O especialista lembrou, ainda, que é importante checar na embalagem se está comprando o tipo adequado ao seu cabelo.

Veja a diferença entre os produtos:

Leave-in e leave-on – Serve para todos os tipos de cabelo. Fica no fio o dia todo, não necessitando de lavagem, e é aplicado após o xampu e o condicionador. Pode ser usado diariamente, mas deve-se passar apenas no comprimento e nas pontas, nunca na raiz. Em cabelos oleosos, prefira usar só nas pontas, sem dispensar o condicionador antes, e em pouca quantidade, já que o produto "pesa" neste tipo de cabelo. Há diferentes tipos: para cabelos coloridos, anti-frizz, para definir cachos, de proteção solar etc.

Mousse - Modelador com efeito molhado e leve. Para cabelos finos, serve para dar volume. Já nos cabelos grossos, dá forma. Pode ressecar os fios.

Gel - Modelador com efeito molhado. Deixa o penteado "duro" e fixa os fios. Se houver álcool na sua composição, evite usar com freqüência, pois tende a deixar o cabelo ressecado.

Cera, pomada e pasta – Modelam com efeito seco. São boas opções para penteados mais definidos ou complicados.

Corpo saudável, cabelo saudável

Vale frisar que, além dos fatores externos e do uso de produtos, o que consumimos também influencia diretamente na saúde e na beleza das madeixas: "É importante lembrar que a boa saúde de nossos cabelos depende do que comemos. Recomendo a ingestão de gelatina, verduras escuras, como rúcula e agrião, por ter uma concentração maior de ferro, tomate, que tem licopeno, e vitamina C", indica a dermatologista Marise Barbosa.

Então, não basta apenas deixar o leave-in agir por você. Afinal, a saúde dos fios vem também de dentro para fora. Com uma boa alimentação e bons produtos pós-lavagem já se pode acreditar em um "final feliz" até para os cabelos mais rebeldes.

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter