Beleza em máscaras

Apesar de haver mil e uma maneiras de tratar da pele, a boa e velha máscara facial continua sucesso absoluto de público e crítica, pois seus benefícios são visíveis logo de cara. Só que o procedimento também exige alguns cuidados.
por admin

Desde a época dos egípcios antigos, que já usavam ingredientes naturais para dar uma boa melhorada no visual, é hábito buscar maneiras de dar um upgrade na qualidade da pele e tentar minimizar os efeitos da passagem do tempo. E, para alcançar esse objetivo, dá-lhe imaginação e determinação. São cremes, loções, poções, receitas da vovó e mais um monte de outros métodos pra lá de mirabolantes que prometem renovar, hidratar, tonificar e tratar a pele. Apesar de tanta variedade, as boas e velhas máscaras ainda fazem a cabeça, ou melhor, o rosto e a beleza de muita gente. Em poucos minutos, além de limpar profundamente a pele, elas são capazes de dar uma revigorada na aparência, não importando a idade. E por falar em idade, quanto mais cedo é iniciado o uso, maiores são as chances de se obter o resultado desejado. Então, mãos à massa, ou melhor, à máscara!

Nas clínicas de estética, a criatividade em termos de tratamentos faciais parece infinita, com o uso de ingredientes naturais bastante inusitados. Uma das campeãs de aplicação é a argila, rica em sais minerais, ajuda a nutrir, hidratar e revitalizar todo tipo de pele – inclusive as que sofrem com acne, manchas e envelhecimento precoce. Além disso, é excelente firmadora. E olha, tem argila de tudo que é cor, mas as mais utilizadas são a branca, que tem efeito hidratante sobre peles ressecadas, e a verde, recomendada para higienizar as oleosas e cheias das incômodas acnes.

Bem, se você achou que argila não é um ingrediente tão diferente assim, imagine usar chocolate misturado com ouro. Isso mesmo! Aplica-se a polpa de cacau sobre a pele, depois uma máscara de chocolate, para depois finalizá-la com folhas de ouro. A esteticista paulista Roseli Siqueira, uma das pioneiras no uso dessa mistura, explica como uma combinação tão curiosa provoca grandes efeitos sobre a face. "É uma máscara que clareia e tonifica a pele, dá a ela um aspecto bem mais jovem, por causa das vitaminas e da acidez natural presentes na polpa do cacau. O ouro ajuda na absorção dos elementos do chocolate, que tem características energéticas, e na remoção das células mortas", diz.

Para se ter uma idéia, só a máscara feita do filho mais famoso do cacau tem cerca de 800 mil princípios ativos, que ajudam a desintoxicar a epiderme, deixando a pele bem lisinha e macia. De acordo com a esteticista, mesmo quem tem problemas de pele, como acne e urticária, pode fazer o tratamento. "A máscara não é agressiva, pois nutre a pele. Dá até para tomar sol depois", ressalta. Como a aplicação é feita em movimentos de massagem, a circulação é ativada e os ingredientes agem melhor. Animada? Prepare-se para o investimento: cada sessão sai por aproximadamente R$ 200. O resultado, segundo Roseli, é surpreendente. É pagar pra ver – literalmente! – porque receitinhas caseiras feitas à base do seu chocolate predileto não funcionam. "Os elementos usados na máscara são selecionados, com polpa de cacau importada e outros ingredientes. A barra comum tem manteiga, o que pode deixar a pele bem engordurada", comenta Roseli.

Por falar em máscaras caseiras, é hora de dar um alerta às meninas que adoram bancar as alquimistas: a dermatologista Denise Steiner diz que, mesmo que sejam feitas com produtos ditos "naturais", elas oferecem riscos, que vão desde uma simples irritação até uma alergia grave. "Isso acontece principalmente naquelas máscaras feitas com frutas. O limão, por exemplo, pode manchar a pele, enquanto o mamão pode queimá-la. Mesmo este tipo de máscara precisa ser feito sob orientação médica, porque o dermatologista conhece as propriedades e ações dos ingredientes e pode indicar as mais eficientes e seguras", observa a médica. Denise desconfia um pouco das novidades, como a mascara de chocolate. "Acho que são puro apelo mercadológico", opina.

No entanto, para quem não quer bancar a cientista maluca e nem se aventurar no mundo mágico das clínicas de estética, as prateleiras das farmácias e lojas especializadas estão repletas de bons produtos. Mas, diante de tantas possibilidades, como saber qual a melhor alternativa? "A pessoa tem de sentir confiança no fabricante, na formulação e nos princípios ativos. A marca precisa ser, antes de tudo, idônea", orienta Denise Steiner. Portanto, nada de escolher o produto pensando no bolso ao invés do rosto.

Quem tem pele oleosa pode contar com dois produtos da Avon: o Clearskin Máscara Removedora de Cravos e a Máscara Facial com Argila (ambos a R$ 9,99). A Máscara Facial com Minerais (R$ 29,90), do Boticário ou Pure Empreinte Masque (R$ 139), da Lancôme, também tratam da beleza deste tipo de pele. As peles sensíveis podem receber os cuidados da máscara hidratante Acquasource (R$ 119), da Biotherm. Esta linha possui também a máscara desintoxicante Hydra Detox Masque Oxygenar (R$ 119), específica para peles secas. Mas existem, também, produtos que agem bem em qualquer tipo de pele, como os saches da Máscara Relaxante Nívea Visage (R$ 4,39), e aqueles com ações mais específicas, como a Masque de Beauté Liftenseur (R$ 66,90), Anna Pegova, que é tensora e firmadora, e a clarificante Masque Nettoyant Clarifiant (R$ 89), da Dior. Bom, é isso. Tomando todos os cuidados e seguindo à risca as orientações, não tem erro: você vai sentir na pele o poder das máscaras.

Para ver algumas receitas de máscaras caseiras, acesse:

www.roselisiqueira.com.br

Categoria:

Matérias Recomendadas

Facebook Comments