Bala de colágeno > Bala de colágeno

Unida a tratamentos, ela melhora a elasticidade da pele e ajuda a emagrecer

por Redação

A bala de colágeno é a nova queridinha dos que buscam a eterna juventude. Criada com o objetivo de favorecer a estética, ajuda a repor o colágeno perdido ao longo da vida e enrijece a pele. Dos Estados Unidos à chegada por aqui foi só questão de tempo. Aliás, tempo necessário para darem a ela uma tarefa a mais: ajudar no emagrecimento.

O colágeno é uma proteína fundamental para a pele. Ele é produzido naturalmente pelo nosso organismo e, a partir dos 30 anos, inicia-se uma deficiência na produção dessa substância. Cá entre nós, dá para reparar um tecido flácido aqui, falta de tonicidade muscular ali e o aparecimento de rugas. Por essas e outras que a ordem é ajudar o corpo na sua reposição.

A gente bem sabe que o colágeno não é bem digerido no organismo. O Dr. Carlos Alberto Ferreira Jorge, dermatologista do Hospital Vera Cruz, de Campinas, explica como a substância consegue fazer tão bem. "O colágeno é de difícil absorção no trato digestivo, resistindo até mesmo às substâncias químicas. Portanto, o uso do colágeno fragmentado fornece ao organismo proteínas precursoras às fibras elásticas, com absorção de aminoácidos adequados para a sua formação". E é esse colágeno hidrolisado presente nas balinhas que estão virando febre. "Usado para dar base ao doce (no formato de bala ou bombom), ele tem cerca de 20 aminoácidos – mais do que na gelatina que a gente come de sobremesa", explica a endocrinologista Monica Cabral.

Trata a pele e ajuda a emagrecer

De acordo com o especialista, os resultados na pele não demoram muito para aparecer. "Poderão ser observados a partir de dois ou três meses de tratamento. Há melhora de até 10% na elasticidade e 5,5% na firmeza. É claro que isso depende da dose usada e do envelhecimento cutâneo de cada pessoa", diz o Dr. Carlos. Para conseguir um efeito melhor durante o processo, é comum a utilização de cremes, massagens e aparelhos para estimulação do colágeno.

Mas não é só a pele a única beneficiada pelas balas. Ervas de uso medicinal podem ser incluídas no doce e fazer dele um veículo para melhoria de diversos males. Por exemplo: o chá verde acelera o metabolismo e as balas manipuladas com ele são ótimas para aqueles que querem perder peso.

Outros princípios ativos podem ser adicionados na formulação como produtos para ajudar a reduzir gordura, diminuir a vontade de comer doces, controlar o apetite. Monica Cabral faz uma ressalva: "Os fitoterápicos mais usados são a garcínia, a caralluma, a gymena. A propaganda diz que eles reduziriam o desejo de consumo de carboidrato e auxiliariam a queima de gordura. Porém, até o momento, não existe nenhuma evidencia cientifica comprovada de tais benefícios".

Na próxima página, veja como usar a bala de colágeno

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter