Mulher boca suja

Será que eles levam na boa as mulheres falarem palavrão ou estouram os tímpanos a cada termo chulo? Veja o que os homens pensam sobre mulheres boca suja.

por Redação

Vai entender cabeça de homem… Aquele espaço interno que fica entre as orelhas definitivamente é, para as mulheres, um mistério – praticamente um Buraco Negro. Afinal, qual seria a explicação para berrarem feito uns loucos com a TV, se os pernas-de-pau do time deles estão a léguas de distância? Por que a obsessão pelo controle remoto? Como conseguem ser tão insensíveis com a gente naqueles dias? Por que diabos não abaixam a tábua do vaso sanitário?! Essas questões ainda permanecem inexplicáveis, caras leitoras. Mas outras, tão polêmicas quanto, já podem ser respondidas, e melhor, por eles mesmos. Descubra então o que os homens pensam sobre: MULHER BOCA SUJA

André Barros, 25 anos, vendedor: “Moderadamente, não vejo problemas, porque todo mundo fala. Agora, quando se torna um hábito, fica extremamente degradante, mesmo em homens”.

Vicente Radovan, 23 anos, advogado: “Depende da mulher e da hora. Se ela dá uma topada com o dedo mindinho, não tem como não falar. Na cama também acho tranqüilo. Mas, se ela vive dizendo palavrões por qualquer motivo, fica grosseiro”.

Carlos J. Vasconcellos, 27 anos, engenheiro: “Mulher boca suja é horrível. Assim como qualquer pessoa que usa palavrão como vírgula. Se falar normalmente, não vejo problema algum. Dá até um ar mais íntimo à relação. No entanto, se de cada dez palavras, 11 forem palavrões, não há nem como evoluir a conversa”.

Marcelo Navarro, 35 anos, químico: “Não gosto. É o contrário do quero ver numa mulher. Pra mim, tem que ser delicada, sensível, até fresquinha às vezes. Mulher que exagera no palavrão parece aquela que segue na frente, quer resolver sozinha, sair na porrada, não é feminina”.

Ronaldo Dantas, 36 anos, fisioterapeuta: “O palavrão, quando falado na hora certa, deixa de ser palavrão e vira a-melhor-palavra-traduzir-aquele-momento. Se este for o caso, não vejo problema”.

Ricardo Abrantes, 25 anos, professor de educação física: “Se o palavrão for bem empregado, pode até criar um estilo de fala diferente. Tudo sem exageros! Se a mulher fala muito palavrão, parece que ela achou a boca no lixo”. 

Comentários

  1. disse:

    Estou com o marcelo Navarro. Quer muito palavrão? SAi com puta, não com mulher!!!

  2. indianasquaw disse:

    Gozado…vcs falam palavräo quando dá vontade e a gente näo acha nada… Eu heim?

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter