Esse relacionamento vale a pena?

Saiba quando investir ou quando desistir de uma relação

por Redação

Ele tem muitas qualidades que você valoriza, mas também uns defeitos que você detesta. Na cama é uma beleza, na vida social é uma tristeza. Ele é um excelente pai, mas como marido deixa a desejar. Não adianta: somos um pacote cheio de qualidades e defeitos que determinam o rumo dos namoros e casamentos. Se o seu relacionamento não é exatamente como você queria, mas está longe de ser de se jogar fora, descubra se está na hora de investir ou desistir dele.

Quando as coisas não estão 100%, o negócio é colocar os prós e contras da relação na balança. Assim pensa a dentista Isa R., de 31 anos, casada há três. "Todo relacionamento passa por fases melhores e piores. Pra continuar junto, tem que insistir, não pode abrir mão de tudo que construiu logo na primeira dificuldade", diz, frisando que ninguém é perfeito. "Sempre que boto na balança as qualidades e defeitos do meu marido, as qualidades pesam mais. Por isso, continuo tentando fazer com que a gente viva em harmonia", conta a dentista, que já passou por momentos difíceis, mas conseguiu superá-los na base da conversa. "A gente tem toda a vida pela frente, planejamos ter filhos em breve e isso é muito maior do que qualquer desavença do dia a dia", garante ela.

A pessoa deve avaliar os valores, o compromisso, o nível de entrelaçamento das vidas de cada um, o círculo de amigos, como vão ficar os filhos

A advogada Maíra X. tem 32 anos e seu namorado é bem mais novo: "Estamos em momentos de vida diferentes, ele ainda está tentando se firmar no trabalho, querendo um relacionamento leve e eu já estou macaca velha, mirando em casar e ter filhos". A advogada se diz ciente de que o namoro não vai longe. "Mesmo assim, acho que vale a pena ficar com ele por enquanto. Estamos apaixonados e viver uma paixão é sempre muito gostoso", defende, dizendo que vai terminar quando a paixão esfriar. "Não posso nem pensar em me afastar dele agora, seria muito sofrido", confessa.

Até o fim

Para qualquer relacionamento dar certo é preciso investimento emocional. A gente dá amor, atenção, cafuné, almoço aos domingos, lingerie nova e uma lista interminável de agrados. A analista de sistemas Nara P., 32, fez isso tudo até o dia em que se deu conta de que não tinha nenhum retorno. "Tudo o que eu fazia não dava em absolutamente nada. Ele não soube valorizar meu desejo de que desse certo e me percebi sozinha no relacionamento", lembra. Nara optou pela separação. "Até hoje choro pelo meu ex, mas estou certa de que fiz o que podia pelo casamento e que a situação era insustentável", diz.

O psicólogo Ailton Amélio é autor do livro "Para viver um grande amor" que toca nesse tema. Para ele, a decisão entre investir e desistir da relação é muito complexa, uma vez que envolve inúmeros fatores: "Há o lado romântico, sexual e o econômico. A pessoa deve avaliar os valores, o compromisso, o nível de entrelaçamento das vidas de cada um, o círculo de amigos, como vão ficar os filhos. É uma grande rede de fatores que envolvem a decisão". Ailton lembra que, diferente do que é mostrado nas novelas, uma relação não termina só porque o homem ou a mulher pensa que o amor acabou. "Crises são comuns e o amor pode voltar. Por isso, não se deve abandonar o barco no primeiro obstáculo", afirma.

Um relacionamento pode chegar ao fim quando os problemas tornam-se intoleráveis, o que, segundo o psicólogo, varia de pessoa para pessoa. "Para algumas, pode ser uma traição. Para outras, a agressão física. Se a coisa se repete, o episódio se torna suficiente para deixar o relacionamento", explica, ressaltando que há pessoas que mantêm uma relação infeliz por medo da solidão. "Os impedimentos para não conseguir sair de um casamento podem ser fictícios como o medo de não conhecer outro parceiro – de fora, sabemos que a pessoa tem todos os artifícios para que isso ocorra. Outros são reais, como o impacto social na vida dos filhos", finaliza.

Faça os testes:

- Você está realmente apaixonada? - O.K., você gosta dele e ele é um doce com você, mas existe mesmo paixão, amor, tesão? Faça o teste e descubra se você está de fato nas nuvens ou se está apenas empurrando o relacionamento com a barriga!

- Ele está a fim de você? - Existem sinais incontestáveis de que aquele gato está totalmente na sua ou não tão ligado assim em você. Quer saber quais são? Faça o teste e descubra se, da parte dele, a química está rolando ou não!

- Você está pronta para seguir em frente? - Não existe término de relacionamento fácil, mas convenhamos que não se pode ficar na fossa para sempre – e nem criar anticorpos contra o termo “namorado” só porque não deu certo da última vez. E então? Você está pronta para fazer a fila andar ou ainda está sendo assombrada pelo fantasma do ex? Faça o teste e descubra!

Comentários

  1. disse:

    Acho que tem que rever muitas coisas, homem são todos iguais só mudam de nome e endereço, mais cabe a nós mulheres sermos inteligente, tiro tudo isto por mim, fui casada e levei um puta par de chifres, isto é um trauma que eu carrego até hoje, estou casada com uma pessoa super bacana, mais eu fui amante dele a 6 anos,
    jamais passou pela minha cabeça que eu hoje seria a senhora Lacerda, mais ele muitas das vezes sofre com esse trauma que eu tenho, eu sei que ele não me trai mais fica sempre uma pulga atraz da orelha,
    Ele não dorme fora de casa, não me falta nada sou tratada como rainha, hoje tenho vida de madame mais se eu não plocurar uma ajuda piscologica vou perde esse home que um dia me pediu em casamento, e somos casado graças a Deus.
    Nós mulheres temos que ser sabias e muito forte para saber segurar nosso homem, pois muitas das vezes eles não tem culpa de sair com outras, nós que temos que saber da uma canseira neles principalmente na cama, por que se aparecer alguma gostoza que queira tirar o que é seu não vai conseguir, no maximo que ela pode conseguir é uma tranza mais nada, pois tenho certeza que vc não vai sair da cabeça dele na quele momento.
    Beijos Cris (6) ;) (CL)

  2. disse:

    Concordo plenamente, sempre que há algum desentendimento
    prefiro colocar na balança os momentos bons e os momentos ruins,
    logo após os defeitos e as qualidades. Até agora a parte boa venceu sempre!

  3. disse:

    Concordo plenamente, sempre que há algum desentendimento
    prefiro colocar na balança os momentos bons e os momentos ruins,
    logo após os defeitos e as qualidades. Até agora a parte boa venceu sempre!

  4. disse:

    \”\” … A decisão entre investir e desistir da relação é muito complexa, uma vez que envolve inúmeros fatores:

    *** Há o lado romântico
    *** Sexual e o
    *** Econômico.

    A pessoa deve avaliar os valores, o compromisso, o nível de entrelaçamento das vidas de cada um, o círculo de amigos, como vão ficar os filhos.

    É uma grande rede de fatores que envolvem a decisão\”

    (CL) (CL) (CL) (CL) (CL) (CL) (CL)

  5. disse:

    Eu estou passando por um momento deste e não sei se é melhor deixá-lo e correr o risco de vê-lo com outra, perdoar ou ainda ficar no relacionamento por comodidade, só até arrumar outra pessoa que possa ser o meu porto seguro. :,(

  6. disse:

    Concordo que em momentos de crises devemos parar, pensar e avaliar tudo com muita calma (se é que é possível ter calma nessas situações). Pensar e pesar tudo o que construímos e vivemos com essa pessoa. Prevaleceram as coisas boas?! Que ótimo, continuamos nessa relação, mas até quando isso não se torne um cíclo vicioso por parte da(s) pessoa(s)que erra(m) e terminemos perdendo a moral e com auto-estima lá embaixo. Creio que não é saudável continuarmos num relacionamento (seja ele qual for) por comodismo e medo de enfrentar o que estiver por vir. =D (CL)

  7. disse:

    Achei bem legal !!! Irei colocar tudo na balança… Pois estou vivendo um momento meio delicado. Mais eu tenho certeza que amo meu VIDÃO. Sempre levo para o pior lado as coisas… Nem lembro o quando ele me faz bem quse sempre. Acho que mudei o meu conceito. :D

  8. disse:

    estou vivendo esta situação, sem saber o q fazer..nao tenho coragem de terminar, naõ consigo me imaginar sem ele, mas …tem algumas situações q estao me deixando paróica…..não estou conseguindo ser eu mesma….
    que situação bem complicada… :(

  9. disse:

    estou vivendo esta situação, sem saber o q fazer..nao tenho coragem de terminar, naõ consigo me imaginar sem ele, estou angustiada…..não estou conseguindo ser a mesma….e pra me defender acabo afastando ele de mim…
    que situação bem complicada…não sei o q fazer. :,(

  10. fmsantos disse:

    é muito ruim ver o que construimos com tanto zelo e amor desmoronar…
    namorei por 6 meses com o homem dos meus sonhos, me envolvi ate´a alma e agora ele me pediu um tempo, precisa se dedicar aos estudos, a filha e acha q nao vai conseguir me dar a atenção que mereço… é horrivel um termino assim, preferia que ele me dissesse q nao gosta mais de mim… seria mais facil de aceitar…
    por que os homens são assim conseguem se desligar de um relacionamento com tanta facilidade, ele nao me liga, viajou pra me esquecer e eu so fico em casa chorando e me pergutando por que …
    quero meu namorado de volta… é um relacionamento maravilhoso, eu o adoro mas sei q temos mtas diferenças mas penso q vale a pena!

  11. disse:

    Enquanto há sexo acho q ainda vale a pena tentar, pq as diferenças com o amor são superáveis. O pior mesmo é quando o interesse sexual não existe mais de alguma das partes, aí a coisa fica séria. Como manter um relacionamento homem/mulher, sem beijo na boca e sem cama, uma situação muito estranha, não sei como lidar com isso e é uma situação tão comum. Fazendo terapia em grupo, percebi q quase todas as mulheres q estavam ali eram por problemas semelhantes. Os maridos não a procuram mais e o relacionamento é como se fosse de irmãos, só q nós mulheres não queríamos q fosse assim e vivemos sofrendo, angutiadas, humilhadas, sem qualquer vestígio de tesão da parte deles, é demais pra uma mulher gente, continuar numa relação dessas é coisa pra maluco!!!

  12. disse:

    T emos q avaliar sim;botar na balança e principalmete tomar o cuidado p não viver problemas q não são nossos, e sim do companheiro.ou vice e versa:hoje em dia tem muito homem q quer dividir a vida e os problemas tbem.
    Ta certo q quando passamos à viver com algué devemos ser parceiros ,nas horas dificeis e nas boas;mas tem muitos por ai q não resolvem os problemas por falta de responsabilidade,e depois acaba sobrando p a mulher.Muitas de nós mulheres temos compromissos, com casa fihos trabalho,e ainda ter q esquentar a cabeça com homen furão q deixa a desejar com seus compromiços ai é demais ;num caso assim eu tô fora com certeza………bjus

  13. disse:

    Acho muito triste,ver q muitas mulheres vão empurrando com a barriga um relacionamento,por medo da solidão;;
    Amigas devemos ser mais fortes ,ninguém esta sozinha quando temos amigos ,já passei por isso e poço afirmar q foi nos amigo e no trabalho q superei esse sentimento…no começo não é muito facil,mas nada é facil quando se trata de mudar;toda mudança é dificil mas precisamos tentar e lutar,tem tanta coisa nova p vivenciarmos,é só agente querer.
    Beijus no coração de cad uma q esteja passando por esse momento……. CissaD :> :>

  14. disse:

    É realmente um assunto um tanto complicado, pq homens nao se prendem ao casamento como nós mulheres, eles nao ficam por causa se filho, ou por gratidao. Eles simplismente da o pé mesmo, e nao tem quem tire da cabeça deles, e sempre sobra pra nós, os filhos revoltados com a separaçao, o trabalho em dobro q é a educaçao, fora a angustia e a depressao q vem tudo junto, mulheres tentem ser fortes, principalmente na oraçao, pq so assim pra vencer qualquer obstaculo.Abraço

  15. disse:

    a relação a dois e muito complicada,e devemos sim conversar pois ,desentendimento existem e as diferença tambem,mas precisamos saber como lidar com essas situações por que ha momentos ruins,crises mas as vezes sevem de amadurecimento para a relação.ja tive esses momentos mas sempre tenho conseguido superar,e dificil e não sei ate quando vou conseguir,pois tem momento que dar vontade de desistir.bjs :,( :,( :,(

  16. disse:

    Essa matéria foi MARAAAA!!! Adorei. Fiz todos os testes. Por enquanto está tudo bem, rsrs. Beijoss :) :D

  17. SAMI_souza disse:

    ((Quando as coisas não estão 100%, o negócio é colocar os prós e contras da relação na balança. Assim pensa a dentista Isa R., de 31 anos, casada há três. “Todo relacionamento passa por fases melhores e piores.)) Seria muito bom se nós seres considerasos racionais, tivessémos a capacidade de uzar a razão, nesses momentos tão delicados de uma relação. Pois quando chegamos nessas encrusilhadas, a situação é desgastante demais. Entra em jogo as nossas crenças, fatores sociais e econômico; família principalmente. Máguas, resentimentos, falam mais alto. Quantas vezes somos levadas pela emoção? Qualquer mulher, por mais madura que seja, ainda é réfem da fragilidade emocional.

  18. disse:

    EU ESTOU NESSA COM UMA PESSOA QUE NÃO TEM MAIS NADA A VER COMIGO, SÓ POR MEDO DA SOLIDÃO. QUE TRISTE, MAS É
    VERDADE..

  19. disse:

    [B]Aquele antigo ditado popular que diz “melhor sozinho do que mal acompanhado”, é a pura realidade, pois quando não estamos bem conosco mesmo, e nem com quem está em nossa companhia, o melhor mesmo é optar por ficar sozinho, até a vida tomar um outro rumo.[/B]

  20. glaulinsG disse:

    Boa Materia, agente parece ate que tem algumas partes da nossa vida, rsrsrsr

  21. disse:

    Não, vale apena ficar por ficar,e sim quando um completa o outro…em todos os sentidos…

  22. disse:

    to passando por uma crise,mais to aprendendo que tenho que ter paciencia e sabedoria.
    esta matéria me ajudou a organizar meu comportamento.

  23. disse:

    Gostei muito da matéria, realmente é muito difícil terminar um relacionamento, principalmente quando tem filhos. Já passei momentos terriveis em um casamento de 22 anos, mas temos que superar e investir, se valer a pena, claro.

  24. disse:

    As vezes penso se eu devo investir no meu namoro ou não. Ele é carinhoso, me ama, sempre demonstra seus sentimentos, está sempre ao meu lado, porém tem um ciúme que as vezes sufoca. Já tivemos várias brigas, todo mês temos no mínimo uma discussão, e na maioria das vezes eu sou a réu. Já cortei amizades por causa dele, e minha melhor amiga (que considero irmã) está de saco cheio do meu namoro, e é bastante provável que eu a perca por causa dele. Em uma conversa eu perguntei a ele se acha que sou a pessoa certa pra ele e pedi que ele fosse sincero, ele respondeu com um sim bastante firme e disse que gostaria também de se casar comigo no futuro. Disse que ele pode não ser meu namorado ou meu marido pra sempre, mas que minha amiga também pode não ser minha amiga para sempre. Não coisa de contos de fadas que eu quero, mas pra mim é difícil, me mudei esse ano pra outra cidade e conheci meu namorado aqui. Minhas amigas acham que eu estou abandonando elas, mas somente duas delas vieram me visitar após minha mudança. Não sei se vale a pena perder uma amiga e investir em um namoro cheio de amor, porém com bastante brigas, ou se eu desisto dele e recupero as amizades que perdi.

  25. disse:

    Namorei dois anos e meio, no inicio, era tudo mil maravilhas, tirando o ciumes que ele sempre manifestou desde quando a gente ficava. Com o tempo ele foi deixando de prestar atenção nas coisas simples de um relacionamento, diálogo foi ficando cada vez mais escasso, só conversavamos mesmo quando era pra brigar, dai a conversa durava horas. Qualquer coisa era motivo pra ele reclamar, nada que eu fizesse era suficientemente bom pra ele. Minhas amigas todas se afastaram de mim, pois sempre que elas estavam comigo ele dava um jeito de faze cara feia, ou brigar comigo na frente delas. Brigas eram constantes. e tudo pioro quando eu comecei a fazer faculdade, ele me "torturava" com os ciumes, e acusações. Começamos a brigar praticamente dia sim, dia não. Eu sempre pensava em terminar namoro, mas não tinha coragem, sabia que já não o amava mais a tempos, mas tinha em acostumado com ele, mas a relação se trounou insustentável, eu estava ficando ansiosa, engordei, literalmente vivia com os nervos a flor da pele. Até que me decidi, não valoia apena continuar investindo em uma relação sem diálogo e sem confiança. Terminei meu namoro a exatos 12 meses, e confesso foram os dias mais felizes da minha vida os de solteira. hoje estou amando novamente, e essa relação ''e baseada no diálogo e compreensão, um tenta entender o outro, e vivemos sem brigas, cada um respeitando sua individualidade. Bjinhux

  26. disse:

    Homens… alguns parecem ter TPM também! [rs]

  27. ana131_canceriana disse:

    É não é facil mesmo, mais como me dizeram no meu tópico: “porque dó tanto terminar um relacionamento”.
    Porque mudar e se atirar ao novo é dificil, mais ter esperança de ser feliz é muito bom e apesar de estar na primeira semana do meu fim de relacionamente, posso dizer que to cheia de esperanças, de paz de espirito,de felicidade porque eu tava super infeliz e acomodada a uma relação que tinha fracassado.
    Mais quero dizer algo aqui pras meninas que estão pensando em terminar, não se preoucupem o momento certo vai chegar pra vcs, eu sofria horreres quando pensava em tomar essa atitude mais fui amadurecendo a idéia todos os dias me preparando mesmo, até q chegou o dia, com o dialogo pronto e terminei e acho que de certa forma Deus foi me ajudando a amenizar essa dor…achei que seria pior, nem chorei, só fica aquele apertão no peito estranho, acho que sensação de sei lá tempo perdido, me pergunto 4 anos pra isso!!

    Tudo passa.

  28. disse:

    Odiálogo é fundamental !

  29. disse:

    Pois é, meninas homens como entendê-los, se dizem tão práticos…. mas às vezes são tão complicados…

  30. disse:

    Ana admiro sua coragem, o fim de um relacionamento não é nada fácil, fez 4 anos que acabei um relacionamento que me trouxe muiita tristeza, me deixou marcada para o resto da vida , hoje tô bem mas foi dificil passar pela angustia, saudade, eita sofrimento…rs mas o bom é que na vida "TUDO PASSA" isso é a mais pura verdade e o tempo é o senhor da cura, ele cura tudo!

  31. disse:

    Namoro a 4 anos e meu relacionamento esta passando por uma crise…coloquei td na balança…e as qualidades pesam mais, vou tentar de td para reacender a chama do meu namoro…!=((

  32. disse:

    SEMPRE VALE A PENA QUANDO ELE MOSTRA AMOR POR VC…DO CONTRÁRIO NÃO.

  33. disse:

    E quando conversar não vai resolver ? As vezes levamos tanto tempo em uma relação que sabemos que não vai dar em nada, que nos magoa tanto, como no meu caso que vivo a sombra de uma ex que ficou nessa duvida . Será que vale apena ? Faço a minha parte, mas o tenho pela metade e as vezes a metade sai caro demais como no meu caso, amo muito, mas as pequenas coisas estão me fazendo muita falta…Não sei se devo investir ou desistir…Bom na verdade acho que ja desisti, falta coragem pra sumir de vez essa é a verdade…Adorei a materia

  34. disse:

    As vezes fico me perguntando se realmente vale a pena seguir em frente com o meu relacionamento.
    Ele è o homem que pedi a Deus,companheiro,amigo,fiel,apaixonado,me respeita e me ama por aquilo que sou.Porèm o problema sou eu,gosto muito dele e sei que è a pessoa certa que tanto sonhei,mas nao estou tao apaixonada assim e tenho muito medo de deixà-lo e me arrepender depois.
    Por favor queria uma opiniao.
    O que eu faço???

  35. disse:

    Estou na mesma situação que vc camyrosa, tbm ñ sei o q fazer.

  36. disse:

    Todos nós temos medo de recomeçar. Esse medo provoca o comodismo e o pensamentode que ruim com ele pior sem ele, se instala e faz com se permaneça numa relação desgastada. É como diz a música: É preciso ter coragem para ir embora, pra sair fora. Solidão machuca mais quando vivida a dois. É melhor sofrer agora para ser feliz depois!

  37. Antônia disse:

    eu acho que um dia devo pagar com minah propria lingua quando o assunto é relacionamento porq sou muiito Radical,Fria..
    é muiito Fácil vc opinar numa relação quando vc está de fora della…
    Sou muiito Reciprocaaa em qualquer relação …bjs!

  38. disse:

    estou numa confusão entre dois amores
    não sei agir nesta situação,

  39. morenorp disse:

    A MAIORIA DAS PESSOAS HOJE, NAO AMAM, CORRESPONDEM Á UM SENTIMENTO.
    É COMO DESEJAR BOM DIA À QUEM NOS CUMPRIMENTA, MAS, PRO-FORMA, MECÂNICO E SEM SENTIMENTO.
    DIZER EU TE AMO É TÃO VAZIO QUE FICOU SEM SENTIDO A PALAVRA.

    ACHO QUE O GRANDE PROBLEMA ESTÁ AÍ. DIZER ”EU TE AMO”, SEM SABER O QUE É AMOR.

  40. disse:

    Sempre nos perguntamos o que há de bom em um casamento ? E eu que sou casada a 13 anos respondo , tem muitas coisas boas, a partir do momento que um começar a respeitar um ao outro e compreender os erros de um do outro vão da bem
    a não ser que ele ou ela não se compreendem mesmo dai , não há relacionamento que permanece
    (L)

×
Faça do Bolsa de Mulher
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter